[Resenha] Anna e o Beijo Francês - Stephanie Perkins | Minha Vida Literária
22

jul
2011

[Resenha] Anna e o Beijo Francês – Stephanie Perkins

 Oi gente!
Após a divulgação do resultado da promoção, mais uma resenha pra vocês!
Encontrei muita dificuldade para escrevê-la. É o que dizem, quanto mais gostamos, mais difícil de escrever. Mas espero que o resultado final tenha sido positivo!
Eu tinha expectativas muito altas quanto a esse livro, por causa de tudo que li sobre ele. E ele não só as alcançou como ainda me surpreendeu.
Vamos lá!

Título: Anna e o Beijo Francês
Autor: Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 288
Ano de Publicação: 2011
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Anna Oliphant está satisfeita com a vida que leva em Atlanta, Geórgia, onde mora com a mãe e o irmão de 7 anos: tem um emprego em um cinema, uma melhor amiga, Bridgette, e um namoro a começar com Toph, colega de trabalho e garoto por quem ela se sente atraída há um bom tempo. Seu pai, um famoso escritor de Best-sellers, cujas adaptações para o cinema têm rendido uma boa quantia de dinheiro, influenciado pelo atual status social, decide enviá-la para cursar o último ano letivo em Paris, em um internato para americanos – a School of America in Paris, a SOAP – e isso não a agrada nem um pouco.
Revoltada por ter sido mandada para um país desconhecido longe de tudo e todos que gostam, Anna chega a Paris se sentindo mal, por ser a garota nova, e intimidada pela cidade. Então ela conhece Meredith, Mer, que a trata super bem e a apresenta ao seu grupo de amigos: Josh, Rashimi e St Clair. Assim, o mal estar de Anna vai passando conforme ela se vê cada vez mais enturmada – e cada vez mais próxima de St Clair, o garoto por quem quase todas as garotas, inclusive Mer, nutrem uma paixão. E é exatamente por isso que Anna não pode se envolver, além da amizade. Principalmente pelo fato de ele já ter uma namorada.
“Anna e o Beijo Francês” é ótimo a começar pelo título. Eu adoro jogos de palavras, trocadilhos, frases com duplo sentido. Eu inocente não sabia o que era um “Beijo Francês”, mas a pergunta no verso do livro me instigou e fui procurar. Pra quem, como eu, não sabia, “Beijo Francês” é como é chamado em muitos países aquele beijo de língua, hot, caliente, chamem como quiser. Então o beijo do título não é simplesmente pela história se passar em Paris. #FicaDica
Confesso que, inicialmente, não gostei muito da Anna, mesmo dando risada com seus pensamentos. Sarcástica, reclamando de tudo por estar em Paris. Mas então li a frase do final de um dos primeiros capítulos e a compreendi totalmente. Ela foi obrigada a ir para lá, sem escolha alguma. Tudo o que se torna uma obrigação perde a graça, então por mais insano que pareça reclamar por estar na cidade mais romântica do mundo por 1 ano, é ótimo quando a decisão de ir é sua e não de outra pessoa. Outra pessoa a qual você já tem problemas.
De qualquer forma, a leitura é deliciosa desde o início. A escrita de Stephanie Perkins é daquelas que flui, que te prende à história, além de conter um humor sarcástico, mas totalmente leve. Tinham momentos que eu ria sozinha – ainda bem que estava em casa. Não só isso, o romance já começa a aparecer desde o início e é simplesmente ótimo de ser acompanhado! É impossível não sentir as mesmas sensações que a Anna, não sentir aquele frio na barriga quando algo está pra acontecer. A história é carregada de tensão, a atração entre ela e St Clair, o Étienne, é daquelas magnéticas, como a de um imã. É um dos tipos de romance de que mais gosto: fica nos detalhes. A graça está em tudo aquilo que é dito sem palavras, que você, no fundo, sabe, mas prefere não acreditar por não ser nada concreto. É realmente delicioso!
Étienne, aliás, me lembrou em muito o Michael de “O Diário da Princesa”, tanto pela descrição física quanto pelo jeito – tirando o fato de que o Michael não é baixinho e que não tem cabelo enrolado. Mas, se eu suspirava pelo Michael, com certeza não deixaria de suspirar por St Clair.
A história foca em muitas questões diferentes, além do romance: amizade, família, mudanças, medos. Tudo é muito bem construído e bem longe de clichês, abominados pela autora. Algo que todos puderam perceber é a semelhança entre o pai de Anna e o escritor Nicholas Sparks, que recebe críticas e mais críticas de Stephanie. O mais próximo de clichê que há no livro é a “vilã”, Amanda, a típica garota linda e malvada das escolas americanas.
Acho que o tema principal do livro, para mim, é o medo, até mais do que as mudanças. O medo é a reação natural a qualquer mudança e, muitas vezes, é o que retarda os acontecimentos ou a aceitação de algo. Dessa maneira, muda, também, a visão que temos dos fatos. São diversas as situações que Anna interpreta de maneira errada por puro medo; ela prefere se isolar a encarar e resolver, pelo menos em um primeiro instante.  Situações que são teoricamente simples de serem resolvidas, mas complicadas por nós mesmos, são recorrentes aqui.
E, a parte mais linda, é ver Anna descobrir onde é seu verdadeiro lar. Lembro de algum livro ou filme que continha um quote mais ou menos assim: “Lar é o lugar onde você foi mais feliz”, e não consigo me recordar de onde é, me desculpem por isso (tenho leves suspeitas que seja Harry Potter, mas pode ser que não tenha nada a ver. Até tentei procurar no grande amigo de todos, Google, e não achei). Mas não tive como não lembrar disso enquanto lia. E, claro, não tive como não chorar quando a leitura chegou ao fim. Não sei se é um livro que faz todos chorarem, mas sou chorona e choro principalmente com algo que acho bonito, mais até do que se fosse triste. E eu achei o final lindo, amo uma frase de efeito.
Nada do que eu disser aqui fará jus a quão fofo é esse livro e a quanto eu o amei. Comecei a ler ontem de noite e terminei de madrugada, foi impossível parar de ler. Foi um dos melhores livros que li esse ano e com certeza entrou na lista de favoritos.Se eu já era louca para conhecer Paris, a leitura só atiçou a minha vontade. E todas aquelas comidas maravilhosas? Dica: não leia com fome.
Não há como “Anna e o Beijo Francês” não mexer com um coração romântico. Foi lançado pela Editora Novo Conceito no Brasil e conta com 288 páginas.
A única crítica negativa é o mesmo que todos já disseram: houve uma confusão no momento da tradução e alguns pensamentos de Anna são misturados às falas das personagens, mas isso não atrapalha a leitura.
Se eu recomendo? Ainda tem dúvidas?




Deixe o seu comentário

31 Respostas para "[Resenha] Anna e o Beijo Francês – Stephanie Perkins"

Simone Santiago ( Luka ) - 22, julho 2011 às (20:09)

Ohhh eu resenhei esse livro hoje também 🙂
Eu achei deliciosamente romântico !
Caraca, agora que vc escreveu eu me toquei. Ela meio que critica o Sparks mesmo. Verdade !!!

Bjsss

Responder

Priscilla Duhau - 22, julho 2011 às (20:09)

Adorei a resenha! Você sempre me deixando com vontade de ler mais livros, assim não dá. kkkkkkkk
Beijo.

http://livrificando.blogspot.com/

Responder

monize_ramos - 22, julho 2011 às (20:19)

Oi!
Já li esse livro e ele é realmente muito bom!!!
Ótima resenha!

Responder

Evih - 22, julho 2011 às (20:21)

Muito fofo esse livro eu simplesmente amei ele!!! e olha que ele esta viajando está agora MG
lindo demais
beijinho evih

Responder

Lady Marinah - 22, julho 2011 às (20:27)

Hoje já comentei em 05 resenhas desse livro, sem mentira nenhuma kkkk
precisando ler urgentemente rs’

Primeiro Circulo Viajante organizado pelo LpC.
Veja como se inscrever em … http://migre.me/5fu2g
Visite e não deixe de comentar no .. http://migre.me/56Zw3

Beijos e Boa Leitura!!
Marina Barcelos
contato: marysbarcelos@hotmail.com
Blog: http://www.livrospelacasa.blogspot.com
Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=100000120207580
Skoob: http://www.skoob.com.br/usuario/173535
twitter: @mary_gattuso

Responder

Clícia Godoy - 22, julho 2011 às (20:35)

Ahh!

Eu amei esse livro! Um dos melhores que li esse ano! É tão fofo! E melhor não é sobrenatural! Em tempos sobrenaturais… Eu amo unslivros dia-a-dia!

Eu quero su St.Clair pra mim!
AGORA!
asahsuhas

Bjinhos
Psiu!
Silêncio Que Eu To Lendo

Responder

isabela . m ! - 22, julho 2011 às (20:44)

passei pra avisar qe tem selinho pra vocês lá no nosso blog !
http://laco-de-cetim.blogspot.com/

Responder

Introducing you a book - 22, julho 2011 às (20:52)

Esse livro tbm engoli em um dia e, com certeza, está entre os meus favoritos!!!
Também amei o fato da Anna descobrir o seu “lar”! *-* Muito fofo!!!
É difícil de eu chorar hehehe mas quando eu acabei esse livro, eu fiquei pensando muito sobre a história… e é sério! Existem livros que fazem isso comigo, e Anna e o Beijo Francês é um desses.
Ahhh, e obrigada por esclarecer Beijo Francês hsauhsuahsua eu lia Beijo Francês na maior inocência hsuahsuahu

Beijos
Ale
http://www.introducingyouabook.com/

Responder

Kivia Nascentes - 22, julho 2011 às (21:17)

Não sabia que “Beijo Francês” tinha um significado além do óbvio, gostei, vou colocar no meu vocabulário, hahahaha.
Esse livro me lembra um pouco aquele filme da Amanda Bynes,tudo o que uma garota quer.

Mas acho que não vou me aventurar na leitura desse livro não, mesmo como suas ótimas resenhas ]!
Beijos!

Responder

Mônica B. - 22, julho 2011 às (21:19)

O livro é maravilhoso :’) Concordo com tudo o que você disse. É tão gostoso de ler, tão leve <3 Dá vontade de ter um milhão de Annas para conhecer suas histórias.

Responder

Milena - 22, julho 2011 às (21:47)

Nossa mi, que tamanho de resenha, HAHAHA! *-*
ai, esse livro é fofo mesmo, tudo de bom!

A cada dia seu blog está crescendo mais em, sucesso seempre! <3
Beijjjjão,

Mi – divertletras.blogspot.com

Responder

Lis - 22, julho 2011 às (23:22)

Oi, Aione!
Você sempre passa no meu blog para comentar e agora arranjei um tempinho para retribuir.
Primeiramente, seu blog é uma gracinha 😉
Agora, sobre a resenha, adorei seus comentários! Sério, me encantei com o livro só pela sua resenha, pela paixão que você passou por ela. Sério!
Eu estou doida pra ler esse livro, mas no original, porque eu sou daquelas chatas que prefere ler o livro seguindo a língua da personagem (ou seja quero ver tudo em inglês e francês *-*)
Mesmo assim, lerei em português também para fazer as devidas comparações ^^
Beijos

Responder

Ana Ferreira - 23, julho 2011 às (00:05)

Aione,
Foi um lançamento tão bom da Novo Conceito que todos estão falando coisas maravilhosas a respeito dele.
É delicioso o romance entre Anna e St. Clair, Stephanie Perkins é muito talentosa no gênero juvenil.
Gostei de verdade da sua resenha!

Beijinhos,
Ana – Na Parede do Quarto

Responder

Pah - 23, julho 2011 às (01:10)

Mi você escreve muito bem! AMEI a resenha >.<

Eu não sabia que isso é q. era um beijo francês, kaoakaok, ia pesquisar mas acabei esquecendo, OMG agora o título faz mais sentido! ahahahhah

Os detalhes do romance deles também foi o que me prendeu, fiquei encantada, com a amizade deles, a forma com que eles passam a depender um do outro, além dos detalhes das famílias e talz… E o amadurecimento da Anna foi perceptível, no final ela se descobriu, e eu gostei muito da forma com que tudo isso ocorreu… Quero Anna e o Beijo Francês 2 ahuahauah

Beijokas

Livros & Fuxicos

Responder

Luana Farias - 23, julho 2011 às (01:33)

Adorei a resenha menina, e é assim mesmo quando gostamos é mais dificil de falar. Eu estou louca pra ler esse livro parece ser super legal.

Bjs

Responder

Mari Soares - 23, julho 2011 às (02:40)

Oi Mi!

Primeiramente, muito obrigada pelo comentário fofo. Pode contar com meu apoio!

Ganhei esse livro de presente de aniversário e estou doida pra ler de tanto ler as resenhas elogiando.

Beijos!

Mari | http://brincandocomlivros.blogspot.com/

Responder

Jessica Asato - 23, julho 2011 às (04:57)

Aaai que bacana!! Estou super curiosa pra ler este livro! Estou com ele aqui em casa mas ainda tenho uma listinha pra seguir, se é que me entende… :$

Não sabia desse lance do beijo hot (beijo francês)! Olha só, que coisa… tem duplo sentido até no título, adorei! o

Beijos flor!

Responder

Vanessa - 23, julho 2011 às (14:02)

Esse livro é uma das minhas próximas leituras e eu to louca pra lê-lo. Parece ser bacana, tomara que eu goste, né? UASHAUHSAU adorei a resenha (:

Beijos, Vanessa.
This Adorable Thing

Responder

Julia G - 23, julho 2011 às (14:04)

Uxa, já é a segunda vez que eu perco meu comentário aqui ¬¬ Isso me dá nos nervos! uHAiuhaiu
Então vou ter que resumir. Ainda não li o livro, mas parece realmente muito fofo! E minha irmã quer que eu compre ele só por causa da tua comparação com o Michael Moskovitz, acredita?

Beijos

Responder

Pabline - 23, julho 2011 às (16:11)

Fiquei muito curiosa agora, tenho que compra-lo. Eu não sabia o que era um beijo frances.. kkkkkkkk

Responder

Entre Fatos & Livros - 23, julho 2011 às (18:13)

Menina, que resenha! Adorei!

Eu estou com esse livro aqui, na minha estante, piscando para mim. Mas estou empacada com outras leituras e não avanço de jeito nenhum. =/ Ainda essa semana, tenho esperanças de começar a lê-lo. Estou ansiosa! *.*

BjoO
Pri
Entre Fatos e Livros

Responder

May L. - 23, julho 2011 às (20:06)

Aione, amei a resenha.
Estou esperando ganhar esse livro, mas se não ganhar, eu compro (se não vou ficar maluca, haha)

Beijinhos -glowofthemoonlight-

Responder

Marcelo Lima - 23, julho 2011 às (20:47)

Concordo com tdo “) Sua resenha ficou a melhor de tdas “)

Responder

Emoções em páginas - 23, julho 2011 às (23:49)

Oi Aione!! Já li Anna e o beijo francês e amei!!
adorei sua resenha *-*
beijoos, Camila – Emoções em Páginas

Responder

Lucas Martins - 24, julho 2011 às (04:59)

Oiiiii Aione. Voltei para comentar de novo. Rsrs. Postou a resenha e nem me avisou né?! Haha. A-D-O-R-E-I a resenha. “Dica: não leia com fome.”, adorei, haha. Ouvi falar isso mesmo de a hora da tradução terem pecado na narração. Fora isso, ainda quero ler, ahha. Bj.

Livros, Filmes e Conversa Fiada.

Responder

Chef Y. - 25, julho 2011 às (00:21)

Oiii , Aione.
A-M-E-I a resenha, ficou ótimaa!!

Bjos
Yasmin – http://funhousesa.blogspot.com

Responder

gabi - 19, janeiro 2012 às (16:59)

Oi

Esse livro é muito, muito fofo!! Eu amei a narração da Stephanie Perkins. Amei os personagens e amei tudo para resumir o comentário haha.

Gabi

Responder

Maristela G Rezende - 26, outubro 2012 às (22:07)

Li esse livro. No começo eu não estava gostando muito não. Mas, a medida que fui prosseguindo passei a gostar. O livro é envolvente e você fica na expectativa de saber qual será o fim. gostei da sua resenha. Muito boa.

Responder

Bia Yumi - 27, junho 2013 às (01:44)

Terminei esse livro hoje, e também me apaixonei pela história! Confesso que não estava pondo muita fé no começo, por que achei a Anna muito chatinha e reclamona, mas o livro foi delicioso e a leitura voou! Recomendo.

Responder

Crislane Barbosa - 23, dezembro 2013 às (13:45)

Oi!
Adorei a história. É como você disse: o romance deles está nos detalhes. O que torna tudo mais fofo.

Beijos!

Responder

Karina - 26, julho 2014 às (12:41)

Um dos livros mais especiais que já li. Um romance fofíssimo que me encantou. Quando terminei de ler fiquei com vontade de ler novamente e poucos livros me despertaram essa sensação. A escrita da Stephanie Perkins é deliciosa e o romance é muito bem construído, além de ser em Paris, é claro.
Gostei muito das descrições da cidade e confesso que também não sabia o que era o tal beijo francês. Achei que era só uma referência mesmo à Paris, mas agora que você descreveu, tudo fica mais claro. LOOOOOOOOL.

Adoro seu blog!

http://literature-film.blogspot.com.br/ (este é o meu, mas estou apenas começando. Para quem gosta de livros e filmes, é só entrar lá) 🙂

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por