[Resenha] Quando Ela Se Foi - Harlan Coben | Minha Vida Literária
01

ago
2011

[Resenha] Quando Ela Se Foi – Harlan Coben

Oi gente!

Primeiro de tudo, gostaria de avisá-los que amanhã minhas aulas retornam infelizmente e meu tempo dedicado aos blogs vai com certeza diminuir. Assim, não sei se conseguirei continuar comentando com tanta frequência como foi nesse mês que passou, mas não deixarei de comentar nos blogs que comentam sempre aqui ok? O blog continuará sendo atualizado o máximo possível e, caso seja necessário sumir, aviso antes! Mas acredito que isso não vá acontecer!

A resenha de hoje é sobre o livro “Quando Ela Se Foi”, que recebi de cortesia da Editora Arqueiro. Muito obrigada por terem me enviado o livro!

Título: Quando Ela Se Foi
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 256
Ano de Publicação: 2011
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

O que Myron Bolitar menos poderia esperar era um telefonema de Terese Collins, após tantos anos sem contato, ainda mais um que apenas dissesse “Venha para Paris” no meio da madrugada. E quando o recebe, a reação não poderia ser outra que não a confusão.
Quando se conheceram, 10 anos antes, ambos passavam por momentos complicadíssimos em suas vidas, e o desespero de um foi a atração do outro. Sem explicações, os dois fugiram por 3 semanas para uma ilha, onde se entregaram sem nem ao menos saberem o que afligia o outro. Viram-se apenas mais uma vez, dois anos depois, quando Bolitar precisou da ajuda de Collins.
Agora era Terese quem precisava de ajuda e, após pensar sobre o assunto, Myron decide encontrá-la na capital do amor. Porém, logo ao chegar, Myron percebe que coisas estranhas estão acontecendo. Terese pediu sua ajuda para encontrar o ex-marido, Rick Collins. Entretanto, logo descobrem que esse está morto e Terese é a principal suspeita. O mais estranho, porém, foi o sangue encontrado próximo ao corpo de Rick, sangue cujo DNA indicou pertencer à filha do casal. Mas a única filha de Terese faleceu há 10 anos, em um acidente de carro. E isso é apenas o começo de todo mistério em que Bolitar se vê envolvido.

Lançado no Brasil pela Editora Arqueiro, Quando Ela Se Foi é com certeza um livro que desperta a curiosidade, do início ao fim. A leitura flui, página após página, em busca de novas descobertas, que possam auxiliar na resolução desse quebra-cabeça construído por Harlan Coben em 250 páginas.
Não consegui, entretanto, me sentir conectada a história. Os acontecimentos são todos muito rápidos durante a primeira parte do livro. Na segunda parte senti que desacelera um pouco, mas a conexão continua sem acontecer. Não foi um livro que despertou em mim grandes sensações ou emoções.
Independente disso, a história é boa. É escrita com muita ironia, há sarcasmo tanto nas falas das personagens quanto na própria narrativa, em primeira pessoa, de Myron Bolitar. Esse é um fator que pode tanto ser positivo quanto negativo, uma vez que dá humor para a história, mas pode, também, cansar um pouco por ser muito freqüente.
Myron é um personagem paradoxal, em minha visão. Ao mesmo tempo em que se comporta como cavalheiro e tem convicções baseadas na moral, seu instinto, muitas vezes violento, fala alto em suas atitudes. Terese, por outro lado, não é contraditória: é intensa, imprevisível, totalmente emocional. Foi a personagem que mais gostei no livro todo. Outras personagens se destacam: Win, melhor amigo de Bolitar; Esperanza, sócia de Myron; Berleand, policial francês, entre outros. Dentre esses, Win foi outro que, para mim, era contraditório. Difere de Myron no quesito moral, mas também possui um grande instinto de sobrevivência e seu lado violento fala alto, porém achei que entende demais de moda para um homem que é praticamente uma arma humana, mesmo com o estilo de vida que leva.
Fora isso, teve um ponto da história que é citado várias vezes durante o livro, mas quase não é explicado: o segundo encontro de Terese e Myron, quando esse pediu a ajuda dela. Achei que isso ficou faltando.
Harlan Coben poderia ter se aprofundado mais na escrita, poderia ter diminuído a velocidade dos acontecimentos e se aprofundado mais nos fatos.  Acredito que, dessa maneira, a conexão com a história, que tanto senti falta, seria facilitada. Coben escreveu um livro bom, mas tinha potencial para ter sido ótimo ou excelente.
De qualquer forma, recomendo o livro do mesmo jeito. Como falei, minha curiosidade ficou aguçada do começo ao fim e li muito rápido. A história flui: o interesse em descobrir o que vai acontecer faz com que páginas e mais páginas sejam lidas sem que se perceba. É com certeza uma boa leitura para se distrair e passar o tempo. Ademais, essa é a primeira história que envolve Myron Bolitar. Li que outros títulos, não continuações, ainda serão publicados pela Editora e espero que complementem a história, juntando os pontos que, aqui, ficaram soltos.
Espero que tenham gostado!
Não deixem de comentar!
Amanhã volto com surpresa pra vocês e quem comentar antes do próximo post vai ser beneficiado 😉
Beijos!




Deixe o seu comentário

27 Respostas para "[Resenha] Quando Ela Se Foi – Harlan Coben"

Thamires R. - 01, agosto 2011 às (21:56)

Aione, tem uma Tag pra vc lá no blog flor, venha conferir!!
Ahh adoreei a resenha, achei interessante o livro…mas estou beem ocupada com a volta as aulas que nem dah tempo!
Adoroo surpresaa, estou anciosa!

Beijos flor!
Até mais!

http://laco-de-cetim.blogspot.com

Responder

Geovanna Ferreira - 01, agosto 2011 às (22:04)

Esse livro não me interessou logo na capa…sei lá, não sei se é o meu tipo, eu tenho que amar muito um livro para lÊ-lo! Boa resenha!

Responder

Mari Soares - 01, agosto 2011 às (22:15)

Vários blogueiros elogiam muito o autor, mas nunca me interessei por nenhum livro dele.

Quem sabe um dia, né?

Curiosa com a surpresa, rs

Beijos1

Mari | http://brincandocomlivros.blogspot.com/

Responder

Naty - 01, agosto 2011 às (22:38)

Eu tenho interesse em ler os livros do autor, sempre ouço falarem muito bem dele. o que me deixa como um pé atrás em relação á esse livro é capa, que não é lá muito bonita. Maas, eu sei que não devo julgar um livro pela capa rsrs’

Ah, tem meme para você lá no blog! http://naty-justbooks.blogspot.com/2011/08/meme-literario-2.html

Curiosa para saber mais sobre a supresa *-*

Beijoos;*
Naty – Just Books !

Responder

Alinne Lopez - 01, agosto 2011 às (22:57)

Boa resenha.
Acho a capa desse livro muito bonita e diferente.
Tenho muita vontade de ler.
Fiquei curiosa com a surpresa.
Tem meme e selinho para ti lá no blog.
bjos.

Books E Desenhos

Responder

Marcelo Lima - 01, agosto 2011 às (23:07)

é tão ruim quando acontece isso na leitura. Mas a sua resenha ficou muito boa e justa ! Parabéns Mi. “)

Responder

Emmy - 02, agosto 2011 às (00:11)

Adorei a resenha Aione!
Tem selinho pra vc no blog
http://literatura-emmy.blogspot.com/2011/08/selinho.html
bjs, Emmy
Literary World

Responder

Eduarda Menezes - 02, agosto 2011 às (00:11)

Quero muito ler algum livro desse autor, mas particularmente esse já li algumas resenhas em blogs (inclusive a sua agora) e todas geralmente falam a mesma coisa, que o livro é bom mas que ficou algo faltando e não se sentiram muito conectados com a história! Levando isso em consideração acho que esse não vai ser um dos que eu vou ler. Vou começar por outro para não fica com uma impressão errada da escrita do Coben. E o engraçado é que eu adorei a sinopse, meio mirabolante mas desperta a curiosidade. Quem sabe mais à frente… 🙂

Beijos

Responder

Luciana A. - 02, agosto 2011 às (00:20)

Oiiiiii
Esse não li… Como fiz parceria com a Arqueiro estava pensando em pedi-lo… Eles me enviaram “Eu sei o que você está pensando”. Estou louca para lê-lo… Mas adorei sua resenha… Mais um título para lista de lerei futuramente ^^

Beijosss
Relíquias da Luciana – http://lyluciana.blogspot.com

Responder

Pabline - 02, agosto 2011 às (00:29)

Oiiiiiiiiii… Já ouvi falar do livro, e confesso que não me interessou muito. Mas sou uma pessoa extremamente curiosa, se duvidar eu ainda o leio. Adoro suas resenhas, é uma das melhores que já vi. Você escreve muito bem, além de ser uma escrita bem explicadinha e muito estimulante.
Bj.

Responder

Jovens Leitoras - 02, agosto 2011 às (00:31)

Eu acho que já li uma resenha desse livro.. só que eu não lembro se era boa ou não D: HSUAHSUAH;
Eu adorei sua resenha, como sempre.. E não cheguei a me interessar pelo livro.. sei lá.
Ai, essa coisa de volta as aulas atrapalha bastante né?! É tenso .-. haha

Beijos, Jovens Leitoras.

Responder

Mah - 02, agosto 2011 às (00:42)

Oii. Sabe que ainda não li nenhum livro do Harlan? Uma amiga ficou de me emprestar. Eu tenho muita curiosidade. Gostei da sua resenha.

Beijos,
Mah | Livro e Coração

Responder

Nathalia - 02, agosto 2011 às (00:44)

Oi, um livro que desperta curiosidade é ótimo, mas se estiver faltando essa conectividade do leitor com a estória fica bem chato, odeio ler livros assim!
Mas além disso a estória parece ser muito boa, espero ter a oportunidade de ler!

Beijos, @nathaliaduarte
http://www.mentalmorfose.com

Responder

Andressa Tomaz - 02, agosto 2011 às (01:33)

Tenho vontade de ler esse livro, parece ser legal. Mas acho que não lerei em um bom tempo ainda :s

E minhas aulas começam amanhã também, já estou sentindo falta das minhas férias, nem cheguei a postar muito no blog ainda e já vou ter que dimuir o ritmo :s mas fazer o que né? hauah

Sua resenha ficou ótima!
http://abrigoliterario.blogspot.com/
Beijos!

Responder

Camila Costa - 02, agosto 2011 às (02:15)

adorei a resenha; já vi muuuuitas coisas positivas sobre esse livro e muuuuitas coisas negarivas; to bem curiosa a respeito dele pq cmg livro é assim qnt mais direrentes sao as criticas, mais eu quero ler! kkk

beijoos!
Camila
blog cabelos ao vento

Responder

Lucas Martins - 02, agosto 2011 às (03:19)

Olá, Aione! Posso falar uma coisa? As chances de eu querer ler este livro AGORA, diminuiu bastante. Não gosto de livro que demora pra se desenvolver os acontece tudo muito rápido logo no começo… (Eu chato? Nãão! Rsrs) Adorei a resenha porque eu queria algo sincero sobre o livro, e objetivo. Eu queria muito este livro, porque tenho o Desaparecido para Sempre, que é também do Harlan, mas agora vou ter de baixar da listinha de compras. Rsrs.

Lucas, http://livrosfilmeseconversafiada.blogspot.com 😀

Responder

Jaine - 02, agosto 2011 às (03:49)

Oii flor, pelo que li da sinopse o livro me parecia ótimo, pena que, pelo que você disse, o autor acelerou muito a história sem contar que deixou alguns pontos sem explicação..
Mas como você diz que o livro mesmo assim é bom, realmente fiquei interessada em lê-lo. Esse estilo de narrativa me lembra os clássicos de Sidney Sheldon, quando o mundo literário tratava mais do cotidiano do que do sobrenatural.
Sua resenha ficou ótima Aione!
E quero agradecer por sua presença constante em meu blog, são pessoas como você que me incentivam a continuar postando!!

Beeijos
Jaine – Little Things

Responder

Nessa - 02, agosto 2011 às (12:38)

Olá!!
Eu não tive férias das minhas aulas, pois já estou me formando!!
Acho que já comentei que eu achei muito linda a capa desse livro e ela nos convida à ler!
Adorei a resenha e vi que vc está lendo Estigmas da Luz, eu já li e amei o livro. Vale muito apena ler. Recomendo!! bjinhs
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

Responder

Beatriz Gosmin - 02, agosto 2011 às (12:44)

Nem me fale das aulas…

Estou lendo este livro (no momento ele tá pausado, mas já retornarei a ele) e sua resenha me deixou curiosa.

Quero!

Bia | Blog Livros e Atitudes

Responder

Regiane Cristina S. - 02, agosto 2011 às (13:33)

Olá flor!

O único livro que eu li do Harlan Coben foi Cilada e eu adorei! Gostei da escrita dele, do suspense contido na história, etc. Bom, apesar de não ter encontrado alguns pontos negativos no livro que eu li, talvez eu enxergue essas falhas que você enxergou em Quando Ela se Foi.

Estou bem curiosa para ler, já que Coben me conquistou em Cilada. Espero sinceramente não me decepcionar.

Beijinhos

Ler e Almejar

Responder

Ana Ferreira - 02, agosto 2011 às (20:59)

Aione,
Faço das suas palavras as minhas. Concordo em tudo, tuuuuuuuuuudo.
Myron é completamente paradoxal, acho que comentei algo semelhante na minha resenha sobre esse humor instável dele. Win é meio caricato demais e a primeira parte se dá com uma rapidez absurda, do tipo, HÃ?
Também fiquei completamente curiosa em relação ao que aconteceu no passado, quando Terese ajudou o filho de Myron que é citado muito raramente. O que compensou, para mim, foi o final.

Beijinhos,
Ana – Na Parede do Quarto

Responder

Pah - 05, agosto 2011 às (14:15)

Oi Mi

Nunca li nada desse autor, mas já vi vários comentários positivos sobre seus livros, ao ler sua resenha fiquei na dúvida se vou, ou não, gostar do livro… Mas como você disse que a história flui e nos mantem curiosos, acho que vou arriscar!

Beijokas

Pah, Livros & Fuxicos

Responder

Luan Queiroz - 06, agosto 2011 às (16:22)

Muito boa a resenha!Harlan Coben é simplesmente um dos meus autores favoritos!Ele consegue por em uma mesma história: drama,ação e muito…suspense com uma boa pitada sexy romântica.É um cara que escreve ficção que não é ficção!”Quando Ela se Foi” não parece ser diferente!

Quero muito ler!

Responder

Drika - 08, agosto 2011 às (18:19)

Ainda não li.. mas vou tentar a sorte no sorteio aqui do blog, quem sabe neh?

Responder

Claudia - 10, julho 2014 às (18:00)

Acho que estou um 3 anos atrasada para esse comentário SHHSHSH mas como você é parceira da arqueiro talvez possa dar mais uma chance para o meu querido Harlan (quem sabe). Achei essa resenha porque procurei por ele nos “autores”. Não sei se você já sabe, mas procurei nos comentários e não vi ninguém comentando então achei que era legal falar.
Então, Quando ela se foi talvez tenha sido o livro mais importante e de certa forma (chato) do Harlan da série, Myron, digo isso porque tem mais três livros (Alta tensão, Refugio e Uma questão de segundos) que esta ligados de forma importante a essa história. Nesses três livros que eu citei eles falam sobre o anel dourado que tanto é comentado nesse livro. Acredite se quiser mais a série terá mais um livro, onde saberemos o que aconteceu com o irmão de Myron, esta tudo interligado de alguma forma. Contudo mesmo eu (fã de carterinha do autor) não gostei tanto desse livro. Quanto a história do filho do Myron, eu li todos os livros que a Arqueiro publicou e também não sei quando isso aconteceu e como, esse buraco aconteceu porque a Arqueiro não traduziu três livros da série que estão justamente nesse meio de tempo. Acho que isso desvaloriza o livro, mas não a série que é ótima 🙂 Não sei se leu outras obras do autor, mas se não leu, te aconselho a ler Desaparecido para sempre, esse sim é a um livro que vale 5 estrelinhas,
Beijos <3
eu realmente adoro seu blog

Responder

Aione Simões 10 jul 2014

Oi Claudia!
Bem que achei estranho um comentário nessa resenha! Aliás, quando recebo comentários em posts antigos, normalmente é spam hehe!
Mas adorei que tenha comentado e, principalmente, o que comentou!
Muito obrigada por toda sua explicação, acho que todos esses detalhes realmente fazem diferença.
Eu acabei não dando outra chance ao autor – ainda! Sabe aquela coisa de você ter tantos outros livros na frente pra ler, e deixar isso pra depois? O Harlan, coitado, acabou ficando pra depois. Mas eu tenho muita curiosidade em ler justamente “Desaparecidos Para Sempre” e, agora, “Seis Anos Depois”, que a Arqueiro lançará esse mês.
Sugestões ainda mais anotadas!!
Beijão!
P.S: Obrigada pelo carinho ♥

Responder

Talita Santos - 20, agosto 2014 às (19:45)

Olá, Aione! Eu particularmente gosto muito dos livros do Harlan Coben. A escrita dele é assim mesmo: tudo muito corrido, cada capítulo uma emoção. Não gostei muito desse livro pelo fato de haver outros muito melhores dele. Ótima resenha, parabéns!

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por