Coluna da Duhau #4 - Saúde | Minha Vida Literária
14

ago
2011

Coluna da Duhau #4 – Saúde

E aí pessoas, belezinha? E aqui vamos nós para mais um resumo da semana da coluna “Palavra do Dia” que rola lá no Livrificando, o tema dessa semana foi saúde. E essa semana foi bem corrida pra mim porque foi minha última semana de férias da faculdade, então tive que resolver várias coisas antes de voltar às aulas e não tive tempo mais pra nada. Por esse motivo só publiquei as palavras de segunda, terça e quarta-feira. Gente, tô fazendo o possível pra postar as palavras, mas confesso que é trabalhoso pesquisar palavras legais pra postar todo dia. O problema maior nem é esse, isso eu faço rapidinho, o problema é ter tempo de postar uma palavra todo dia. Então pessoal, relevem, ok? Essa introdução já ficou grande demais então vamos às palavras:

Segunda-feira:
– GOTÍCULAS DE FLÜGGE – 
Gotículas de Flügge são partículas líquidas que transportam agentes infecciosos. Foram descritas pela primeira vez pelo bacteriologista alemão Carl Flügge (1847-1923). Estas gotículas são dispersadas na atmosfera através de secreções oriundas principalmente das vias respiratórias a partir de espirros e tosse, formando aerossois que eventualmente podem ser aspirados, tornado efetiva a infecção. Muitas doenças são transmitidas por intermédio das gotículas de Flügge, entre elas a peste pneumônica, a varíola e a pneumonia.
Terça-feira:
– ADENOLEUCODISTROFIA – 
A Adenoleucodistrofia, mais comumente conhecida como Doença de Lorenzo, é uma doença genética rara que atinge os homens. Esta doença que pode se manifestar em qualquer idade, começa por deteriorar órgãos como as glândulas adrenais, o sistema nervoso e os testículos. As manifestações da doença de Lorenzo são graduais e irreversíveis. Aos poucos o indivíduo perde as capacidades de falar, interagir, tem que usar óculos devido ao estrabismo, tem dificuldades para andar, passa a se alimentar através de uma sonda, tem muitas convulsões até chegar ao estado de coma. O tratamento tem o objetivo de retardar a evolução da doença e se baseia em restrição e suplementação alimentar específica, além de medicação para as dores. Em alguns casos o transplante de medula óssea pode ser indicado mas não existe cura para a doença de Lorenzo.
Quarta-feira:
– FÔMITE – 
Um fômite é qualquer objeto inanimado ou substância capaz de absorver, reter e transportar organismos contagiantes ou infecciosos (de germes a parasitas), de um indivíduo a outro.Há vários exemplos de fômites na Medicina. Sapatos contaminados podem espalhar doenças nos pés e na boca. Toalhas sujas, talheres, maçanetas, corrimãos, ônibus e outros meios de transportes coletivos e mesmo superfícies tais como chão, paredes e mesas também podem servir de disseminadores de doenças porque são objetos que entram em contato com diversas pessoas e podem conter agentes patogênicos que são transmitidos de uns para outros devido ao uso comum desses objetos contaminados. Pesquisadores descobriram que superfícies lisas (não-porosas), transmitem bactérias e vírus melhor que materiais porosos; assim, é mais provável que se pegue uma doença de uma maçaneta de porta do que de dinheiro em papel. 
            Em homenagem à palavra de terça-feira – adenoleucodistrofia – trago uma dica pra vocês. É uma dica de um filme que é sobre exatamente essa doença e que é lindo demais! Chorei do primeiro ao último minuto desse filme, então se você não tá afim de chorar nem assista. Entretanto, eu recomento MUITO o filme por ser tão belíssimo. O filme se chama O Óleo de Lorenzo (Lorenzo’s Oil) e é baseado em fatos reais. Leiam a sinopse dele:
Um garoto levava uma vida normal até que, quando tinha seis anos, estranhas coisas aconteceram, pois ele passou a ter diversos problemas de ordem mental que foram diagnosticados como ALD, uma doença extremamente rara que provoca uma incurável degeneração no cérebro, levando o paciente à morte em no máximo dois anos. Os pais do menino ficam frustrados com o fracasso dos médicos e a falta de medicamento para uma doença desta natureza. Assim, começam a estudar e a pesquisar sozinhos, na esperança de descobrir algo que possa deter o avanço da doença.
O filme é de 1992, então provavelmente muitos de vocês podem ter visto. Aos que já viram, vale à pena assistir de novo. Aos que ainda não viram, não percam tempo e corram para assistir porque vale a pena demais! Além de o filme ser com a brilhante atriz Susan Sarandon que dá um show à parte. Enfim, filme recomendadíssimo. Aí vai o trailer:

 





Deixe o seu comentário

13 Respostas para "Coluna da Duhau #4 – Saúde"

Julia G - 14, agosto 2011 às (19:00)

AhauhAUI
Fala sério, não sei nem como ler a Doença de Lorenzo!
Credo ;~

Beijos
Conjunto da Obra

Responder

Amanda Moreira - 14, agosto 2011 às (19:27)

Muito legal, adorei. Nunca vi esse filme não, mas me interessei bastante.

http://www.doblushaosalto.blogspot.com

bjks

Responder

Ana Ferreira - 14, agosto 2011 às (20:11)

Olá, Duhau!
Adoro as palavras novas, sempre fico curiosa quanto a elas. Que triste essa Doença de Lorenzo…
Tem pessoas com efeito de “fômite” por aí, não? kkkkk
O filme parece muito dramático, triste… Gosto do gênero, é uma história bastante distinta.

Beijinhos,
Ana – Na Parede do Quarto

Responder

Jessica Asato - 14, agosto 2011 às (21:12)

Jesus, onde você acha todas essas palavras, credoo!! E pra pronunciar rapidão?? Huahauhauah

Eu ainda não assisti esse filme mas essa doença “adenoleucodistrofia” é terrível, credo!!
😡

Beijos!

Responder

Eduarda Menezes - 14, agosto 2011 às (22:20)

Olá Duhau,

Não conhecia o filme porém tenho um problema quanto a filmes de drama pois eu sou a pessoa mais chorona do mundo e simplesmente NÃO posso ver filmes desse tipo, eu choro até em comédia, quanto mais em um com uma carga dramática como esse… Fujo um pouco de filmes sobre doença, sempre fico meio cabisbaixa e pensando nas injustiças do mundo depois!! Sei que é besteira minha mass, enfim rs! Agora a Susan Sarandon é maravilhosa mesmo, gosto muito da atriz!
Bjo!!

Responder

­Nanda - 14, agosto 2011 às (23:25)

IUAHSEIUAHSEIUH neeeem sei falar o nome da doença, que medo! Muitas palavras estranhas, kkkkkkkkkkk XD

Beeijo, nanda
http://www.julguepelacapa.blogspot.com

Responder

Rachel Lima - 15, agosto 2011 às (03:00)

Adorei as palavras! Estão numa área que realmente me interessa, a da biologia #amo. Nunca nem ouvi falar deste filme, mas parece ótimo, vou procurar para ver. (: beijos!

Rachel Lima
http://etcoetra.blog.br/

Responder

Nana - 15, agosto 2011 às (04:05)

Oiee
HAHA adoro essa coluna, pq sempre leio a palavra e penso uma coisa, e é outra HAHA
Fômite…se encontra em alguns busões

Queria assistir o filme, mas nem sabia que se tratava da doença, mas já sabia que era drama.

bjs e boa semana
Nana – Obsession Valley

Responder

Beatriz Gosmin - 15, agosto 2011 às (13:33)

Nossa são tristes estas doenças!
Como pronunciar aquela segunda palavra?
Parece trava-lingua!
beijos

Bia | Blog Livros e Atitudes

Responder

Rayra Mirelem - 15, agosto 2011 às (13:58)

Cada nome dificil ein, não consigo nem falar direito!
HUAHAUAHUAHUA 🙂

Beijos,
Books Lovely

Responder

Niii - 15, agosto 2011 às (14:18)

NOSSA! HUAHUA
adorei!
dificil é pronunciar! haha

bjs

Responder

Van Castro - 15, agosto 2011 às (17:36)

Ai, sempre tive vontade de ver esse filme, deve ser lindo!

Responder

Naty - 15, agosto 2011 às (22:41)

Muitas palavras estranhas mesmo! HAUSHUAS’

Gostei da coluna de hoje ;D

bj;*
Naty – Just Books !

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por