[Resenha] Antes Tarde Que Mais Tarde - Liana Cupini | Minha Vida Literária
05

set
2011

[Resenha] Antes Tarde Que Mais Tarde – Liana Cupini

Título: Antes Tarde Que Mais Tarde
Autor: Liana Cupini
Editora: Publicação Independente
Número de Páginas: 214
Ano de Publicação: 2011
Skoob: Adicione
Compre: Site da Autora

Karla Kristina é uma mulher prestes a se tornar uma balzaquiana, ou seja, prestes a completar 30 anos. Como se não bastassem os “K” indesejados de seu nome, Karla, que nunca conseguiu enxergar em si as características de uma sagitariana, vê na descoberta do novo signo astrológico, Serpentário, a razão para tudo de errado que já lhe aconteceu. Como pode ter vivido todos esses anos acompanhando previsões de um signo que sequer era o seu?
Mas mais do que descobrir pertencer a um novo signo, Karla percebe como anda sua vida: o que tem feito nos últimos anos, o que deseja para si mesma, quais suas perspectivas para o futuro. E se dar conta da negatividade das respostas certamente não é algo fácil ou agradável.
Forçada a literalmente se transformar, Karla decide ser ela mesma a responsável pelas mudanças em sua vida e, para começar, cria uma lista de coisas a serem feitas antes de completar 35 anos. E para realizar os itens, nada melhor do que contar com a ajuda dos familiares e amigos e, claro, uma grande dose de automotivação.

Por que trinta e cinco? Primeiro porque eu li em algum lugar que depois dos trinta e cinco anos você não consegue mais emagrecer, e que isso era um fato científico (…). Segundo porque se você calculasse que a maioria das pessoas vive em média até os setenta anos (com saúde e qualidade de vida), aos trinta e cinco eu estaria no auge da minha vida. Depois, tudo seria declínio.
Página 35
Liana Cupini mais uma vez escreveu uma história deliciosa e agradável de ser lida. A leitura, aqui, não simplesmente flui, decola e, quando você se dá conta, o livro acabou. A narração em primeira pessoa, sob a ótica de Karla, é engraçada, direta e traz quem está lendo rapidamente para dentro da história. Não só pela narrativa, o livro é realmente rápido de ser lido: 112 páginas que podem ser lidas, tranquilamente, em menos de 2 horas.
Sou sempre suspeita para falar de chick-lits, porque realmente sou fã do gênero. Mas simplesmente ser um chick-lit não é o suficiente para que eu goste do livro; é preciso, para mim, enxergar a história, as evoluções e os sentimentos das personagens por trás da narrativa quase sempre cômica e agradável. E Liana não decepcionou nem um pouco!
Karla é uma mulher que teve sua vida completamente alterada devido a um relacionamento no passado. Quem nunca se viu perdida ao ser magoada ou acabou entrando em inércia por não conseguir encontrar um novo caminho? E quem nunca teve um estalo, percebendo o que vem sido feito da própria vida, e resolve mudá-la de uma hora para outra? A personagem é uma personificação da mulher, com seus medos, anseios, sonhos – que podem ser deixados de lado por uma mágoa -, crenças, desejos.
Não só a história de Karla, o livro mostra, também, a história das pessoas que a cercam. Inicialmente, Carol, a melhor amiga, e Laura, a irmã mais nova, são apresentadas como donas de uma vida perfeita e invejável. Entretanto, com o decorrer dos acontecimentos, é perceptível que essa visão represente apenas a de Karla e que a vida de ambas contém problemas como a de qualquer outra pessoa.
Como já dito, o livro todo é muito rápido. Não sei classificar se isso é um ponto positivo ou negativo, portanto, mostrarei os dois lados da mesma questão. Pelo fato de a evolução da história se dar rápido demais, em alguns momentos eu me via perdida, pois em um parágrafo muita coisa já havia acontecido. A sensação era a de estar assistindo a um filme com as cenas aceleradas. Por outro lado, todo esse dinamismo não torna a história maçante em momento algum. Talvez, se fosse escrita de outra maneira, em um ritmo mais lento, surgiriam as chamadas “enrolações”, o que foram comprovadamente desnecessárias, já que mesmo com o ritmo rápido de leitura, o livro é ótimo.
Outra maneira de entender o dinamismo da história é que tudo na vida de Karla também acontece nessa mesma velocidade: ela também é pega de surpresa com todas as transformações por que passa e pela rapidez com que tudo acontece. Acho que foi exatamente essa a sensação que Liana quis transmitir. Novamente, quem nunca passou por determinados momentos da vida em que tudo parece acontecer ao mesmo tempo? E, apesar de toda essa velocidade, é completamente possível acompanhar a evolução de Karla e compreender todo o turbilhão de emoções no qual ela se vê envolvida.
Um ponto que achei interessante no livro foram as notas de rodapé da autora com relação a algumas citações, tornando possível entendê-las quando desconhecidas. Outro foi que, mesmo sendo uma publicação independente, o livro contém pouquíssimos erros de ortografia e digitação.
Como vêm acontecendo, fui mais uma vez surpreendida pela qualidade da literatura nacional, cada vez mais mostrando não deixar nada a desejar, se comparada à estrangeira. O livro me ganhou logo de cara, com a declaração astrológica de Karla.
Para quem acompanha o blog, sabe que sou louca por astrologia e, portanto, não poderia deixar um comentário passar em vão: quando, ano passado, descobri sobre o novo signo, me recusei completamente a aceitar que seria de Virgem ao invés de Libra. Aliás, bato o pé até hoje: sou libriana, sem ter o que tirar nem por. Logo que li sobre a surpresa de Karla, pensei algo que ela mesma relata, no capítulo final e, por mais que não seja um spoiler importantíssimo e revelador, faz parte da história e, infelizmente, não contarei a vocês! Mas adoro quando isso acontece, de eu pensar algo que depois é escrito na própria história!
Se eu recomendo? Chick-lit de qualidade, engraçado, gostoso de ler plus nacional? Claro que recomendo!

Para maiores informações, não deixe de acessar o blog da Liana Cupini!
Espero que tenham gostado!

Beijos gente!





Deixe o seu comentário

42 Respostas para "[Resenha] Antes Tarde Que Mais Tarde – Liana Cupini"

Fernanda Faria - 05, setembro 2011 às (21:27)

Tenho que ler esse livro também! Ele é curtinho mesmo!
E parece ser uma leitura gostosa de se fazer.
Gostei bastante dos comentários e me instigou a ler logo 😉

Beijos

Responder

Alessandra Helena - 05, setembro 2011 às (21:57)

Nossa, só lendo os primeiros parágrafos já me interessei! Adoro um toque astrológico!!! O livro já subiu no meu conceito só com isso! Hahahaha 😛
Bom, sobre o livro ser rápido demais: depende (como vc disse). Pra mim, quando o livro é bom eu prefiro que seja grande (mas isso nunca funciona… vai dizer??? está pra nascer um livro que é tri bom e que demore para ser lido…)! Eu simplesmente concordo com tudo que foi escrito na tua resenha!!!
Só mais um elogio: preciso comentar aqui como todas as tuas resenhas são bem escritas!! Mais pessoas devem apreciá-las! Quantos blogs com mais de 1000 seguidores escrevem resenhas que nem se comparam com as suas!!! PARABÉNS! hehehe

Beijos
Ale
http://www.introducingyouabook.com/

Responder

Vanvan - 05, setembro 2011 às (22:02)

Oi Florzinha, tudo bem?
Nossa, eu estou com este liro aqui em e-book e só ainda não li por ser no computador, eu me nego a ler livros que não sejam material….mania minha.
Mas morro de vontade de ler este. E pelo visto você gostou muito dele né.

Balaio de Livros.

Responder

Luana Feres - 05, setembro 2011 às (22:21)

Adoro saber de autores nacionais. Sinto um sentimento de missao cumprida, brasileiros talentosos mostrando… seu talento, haha. E seu amor pela literatura! Confesso que o Karla Kristina no nome me fez rir, mas parece ser engraçado, divertido.

Beijos
Mulher gosta de falar

Responder

Gláu - 05, setembro 2011 às (22:44)

Estou louca para ler este livro e agora fiquei mais ansiosa ainda…
Ai Mi que vergonha, vc sempre por la no meu blog e eu sumida daki, mas ta corrido, não é facil estudar, trabalhar e ter blog…rs Sdds daqui…

Bjs

Responder

Mariana Ribeiro - 05, setembro 2011 às (23:01)

Olá, Aione!!
Ainda não li este livro da autora, mas por ser do gênero Chick-lit estou bem curiosa para conferir de perto a história!! Pela sua resenha, percebi que deve ser mesmo imperdível.
Realmente, concordo que cada dia mais são publicados livros de autores nacionais excelentes e que devem ser lidos!!
Adorei a sua resenha!!
Bjos.

Mariana Ribeiro
Confissões Literárias.

Responder

Amanda - 05, setembro 2011 às (23:05)

Já li ATMT e amei. Mesmo.
O livro é excelente, super divertido.

Beijo
Amanda
Amanda’s World

Responder

Priscilla Duhau - 05, setembro 2011 às (23:14)

Tenho uma extrema dificuldade em ler chick-lits, mas como já te disse, tô tentando dar uma chance a eles. Quero muito ler ATMT, porque se for pra ler chick-lits que sejam os nacionais, né? haha
Quando eu terminar de ler o “Lucy Sullivan is getting married” (chick-lit que já li em português) prometo que leio esse, rs.
Ótimo resenha, Mi. Também adoro assuntos astrológicos, por isso tbm estou com vontade de ler esse.

Beijão ♥
Priscilla Duhau
Livrificando

Responder

Amanda - 05, setembro 2011 às (23:16)

Nossa! Eu li, gostei bastante. Foi primeiro chick-lit que eu li.
É verdade, quando vai ver o livro acabou. Adorei isso.
Ah, eu adoro a Liana, ela é muito simpática.

Beijos,
Amanda Faustino
http://bookandcupcake.blogspot.com

Responder

Marcelo Lima - 05, setembro 2011 às (23:31)

Eu estou lendo o livro ,espero terminar amanha que acaba as provas auhsaushu e eu estou gostando bastante da personagem que é toda engraçada e tals. A narrativa é rapida mesmo e sabe que é até melhor porque não há aquela maçante do tipo : eu pequei a folhar cheia de linhas e nela havia letras cursivas em tom de …. ou seja não ha uma enrolação e pelo que eu li tem cara de que se tornaria um filme daqueles brasileiros aos moldes de Pernas por Ar kkk … Sua resenha está completa e muito boa Mi, aaaa e que linda a sua foto . Me lembra as fotos de autores na contra capa de livro uhsaush

Responder

Marcelo Lima - 05, setembro 2011 às (23:33)

P.S Ahhh e eu não vou perder meu primeiro lugar de Top , com licença querida Eduarda eu cheguei primeiro então vou flar mais um pouco kkk as notas de rodapé são um luxo msm “0

Responder

Lucas Martins - 05, setembro 2011 às (23:46)

Oi Mi! Mais uma ótima resenha para a coleção, hein? Rsrsrs.
Eu tenho muita vontade de ler algo da Liana Cupini, já que todos falam tão bem. Chick-lit não é meu gênero favorito, mas vai que com essa promoção de 14,90+frete, eu não compro e dou uma chance? Rsrs.
Adorei as mudanças no layout, ficou muito bom! 🙂
Bjão!

Responder

Milena - 05, setembro 2011 às (23:49)

O livro realmente parece ser bem interessante, fiquei com vontade de ler! Achei bem bacana fazerem essa jogada dos signos e tudo mais! Adoro essas coisas astrológicas! Haahahaha. Parabéns pela resenha, Mi! *-*

Beijos!

Responder

Bianca - 06, setembro 2011 às (00:06)

Eu adoro chick-lits porque são sempre leituras leves e descontraídas, esse livro parece ser muito legal e além disso é nacional.
Adorei a resenha!
beijos!
Bianca,http://behindenemyline8.blogspot.com/

Responder

Liana Cupini - 06, setembro 2011 às (00:28)

Aione, vc é uma fofa, rs… e sempre fofocamos no gtlak, então comentar é apenas para dizer: Obrigada!! Adorei a resenha, de coração!!

Eu respeito muito a opinião do blogs, principalmente daqueles que além de parceiros, são amigos… e VC é assim, uma amiga com quem eu sempre falo!!

Vc disse uma coisa importante: eu sou independente. E por isso eu tenho que calcular qtas paginas o livro vai ter, para se um dia ele for impresso, eu conseguir pagar kkkkkkkkkk Por isso ele é curto. Por isso e porque ele é um eBook, e eBook longo tbm é complicado, rs!!

Mas, mais uma vez, obrigada por ter descrito tão bem e delicadamente a historia da Karla!!

Bjao

Responder

Pabline - 06, setembro 2011 às (00:54)

O livro parece maravilhoso. Legal ele ser curtinho, às vezes um curtinho vem a calhar XD
Tbm gosto muito de Chick-lit. Amo me diverti com esse estilo.
BJ!

-Amigas Entre Livros-

Responder

Raquel Machado - 06, setembro 2011 às (01:10)

Oi flor,
Acabei de ler esse livro semana passada e adorei ele como vc tambem sou super fã de chick lit mas o livro da Liana me trouxe algo ha mais talvez por ter passado dos 25 comecei a pensar na vida…ahauahua fiquei com medo do 3.0 aahhaha…enfim amei tambem achei legal as notas de rodapé e so como vc achei a historia curtinha e rapida demais mas por ser uma produção independente o livro muito mais que vale a pena super recomendando ne…Tem Promoção nova rolando la no blog se quiser participar.
Bjks
Raquel Machado
Leitura Kriativa

Responder

Nana - 06, setembro 2011 às (02:40)

Oieee
Ahhh nossa eu comprei o livro na Bienal sábado com a Liana, ai hoje mexendo na bolsa (que nem tirei nada ainda, abafa) peguei o livro e nossa li rapidinho, e quando acabou ainda fiz beiço haha
Me diverti muito com a Karla e o Lely kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk figuraça

Ficou ótima a resenha Aione.

bjs

Nana – Obsession Valley

Responder

Nessa - 06, setembro 2011 às (12:09)

Olá!
Eu já li o ATMT, e adorei! É uma leitura super rápida mesmo, mas sabe que eu gosto?!!Amei o livro e cada vez mais estou ficando apaixonada por chick-lits!!bjinhs
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

Responder

@whosthanny - 06, setembro 2011 às (12:24)

Mas isso de novo signo só vale pra quem nasceu em 2011, não? A autora foi muito rápida em escrever um livro sobre esse tema, parece ser muito divertido, mas não faz meu tipo.

xx thanny in wonderland

Responder

Paulinha (Louca por Romance) - 06, setembro 2011 às (13:08)

Sou muito fã de chick lit também, Mi. E amo narrações em primeira pessoa!

Adooooorei sua resenha! A história parece ser bem interessante, e parece fluir muito bem, pelo que você fala.
Eu só não sei se entra na lista por uma coisa… diferente de você, não sou nada fã de astrologia =P

;*

Responder

Andressa Tomaz - 06, setembro 2011 às (13:18)

Nossa, suas resenhas são sempre ótimas, apesar de serem bem grandes, como você mesma diz, elas não são cheias de ”enrolação”. Quanto ao livro, fiquei super curiosa de ler, ainda mais por ter 112 páginas, e eu estar um pouco sem tempo, e também por parecer bem envolvente a história (adoro chick-lits também).
E sobre seu comentário da protagonista achar que a vida dos outros é perfeita, quando não é, acho que a maioria das pessoas é assim na realidade. Acham que as vidas de outros são sempre melhores, e no fim, só tem problemas diferentes.
Párabens pela resenha, Aione.
Beijos!

Responder

Igor Gouveia - 06, setembro 2011 às (13:36)

Um bocado de gente já leu o livro, mas adivinha quem ainda não leu? ~SUSPENSE~ Claro, eu. O livro parece ser muito bom, sua resenha ficou ótima. Maravilhosa! 😀

Igor Gouveia
http://25conto.blogspot.com/

Responder

Niii - 06, setembro 2011 às (13:50)

que legal! *_*
chick-lit é sempre bom! o/

bj

Responder

Pah - 06, setembro 2011 às (15:06)

Oi Mi

Assim que comecei a ler a resenha pensei, a Mi deve ter adorado esse lado “astrológico” do livro! E que história é essa de mudança de signo? Nem sabia disso.
Já faz um tempinho que quero ler esse livro, tenho ele em E-book disponibilizado pela autora. Fiquei curiosa ao ler sua resenha, gosto de histórias dinâmicas, acho que isso me prende mais a leitura.

Parabéns pela resenha Mi, adoro a forma como você liga os fatos!

Beijokas

Pah, Livros & Fuxicos

Responder

Eduarda Menezes - 06, setembro 2011 às (15:26)

Mii,

Eu me sinto uma alien aqui no meio pois pelo visto sou uma das únicas que não gostou tanto assim! Não é que o livro seja ruim, é que achei a história pouco desenvolvida. E foi como você disse em determinada parte do seu texto, os acontecimentos aconteciam muito rápido, e também acho que eram pouco descritos! Eu li em menos de duas horas, mas gosto quando os livros são mais elaborados, não é por ele ser pequeno pois tem vários livros pequenos que eu adoro, é porque acho que faltou alguma coisa mesmo!

Espero de coração que as pessoas me compreendam, pois afinal, todos temos o direito da liberdade de expressão e nem todo mundo é obrigado a gostar de alguma coisa.

Beeijo, querida! ;*
Ah e obrigada pelo seu comentário lá no blog, como sempre eu adorei! ^^

(e já postei a sua cartinha, mil desculpas pela demora, eu sou meio lerda as vezes)

Responder

Samuely B B L - 06, setembro 2011 às (17:01)

Oi, Aione, Jorge Amado é realmente muto bom… o estilo dele é fantástico! Lê Capitães da Areia 😀

Responder

Sora Seishin - 06, setembro 2011 às (17:27)

Oi Aione!
Não tenho interesse em astrologia, mas o livro parece ser bem divertido 🙂
Beijos,
Sora
Meu Jardim de Livros

Responder

Julia G - 06, setembro 2011 às (17:30)

Aione, acho que nossos autores estão realmente se superando! Não li os livros da Liana ainda, mas estou em uma lista de Livro Viajante para ler este, e estou bastante ansiosa!
Adorei a resenha, e aguçou ainda mais minha curiosidade.

Beijos
Conjunto da Obra

Responder

Ana Ferreira - 06, setembro 2011 às (17:41)

Olá, Mi! Como vai?
Só pelo começo da resenha, pelo trecho citado sobre astrologia, já fiquei encantada com esse chick-lit hahah!
Assim como você, embora eu seja extremamente cética, gosto de me considerar libriana. Eu jamais deixaria o meu signo para ser virginiana. Nããão. Sou de Libra, do primeiro decanato com ascendência em Áries e sou teimosa como os signos que me regem.
Adoro o que os chick-lits proporcionam a nós, mulheres. Gosto da superação acompanhada de doses de humor que eles passam, toda uma história que às vezes pode ser série escondida e aliviada com personagens atrapalhadas e um mocinho meigo…
Só pelos elogios que você fez, deu para notar que o trabalho da Liana Cupini foi realmente bom, a começar do capricho com a aparência do livro e a história muito interessante. Mais uma prova de que é possível haver literatura nacional de qualidade =)
Gostei muito da resenha!

Sua foto ficou ótima no perfil, super pensei em uma apresentadora de telejornal, pela pose heiuheiuehe

Beijinhos,
Ana – Na Parede do Quarto

Responder

Sofia - 06, setembro 2011 às (18:06)

Oi Aione!
Quando olhei lá no Twitter que você leu em menos de duas horas o ATMT fiquei de boca aberta… Até você dizer que ele tem 121 páginas… kkk…

Eu realmente achei que ele fosse mais grosso tipo: 349 p. 408.. Sei lá, me surpreendeu!

Eu estou com o Estigmas da Luz aqui, loucaaa pra ler. Mas vou esperar o O Herói Perdido acabar comigo kk… Por que é muito bom!

Ah história do livro parece bem interssante, porém eu fico me perguntando: É legal ler um livro rápido demais, sem haver pausas para a possível reflexão, ou apenas ler em tempos curtos? Fica essa pergunta. Ao menos eu acho que deve ser um pouco estranho, ainda mais se você fica interessadíssima no livro!

Beijos e até!

Responder

Jaine - 06, setembro 2011 às (18:29)

Ah eu já recebi meu exemplar mas ainda não consegui lê-lo, adorei sua resenha, estou ansiosa por ler esse livro mas com essa vida corrida está sendo difícil, será minha próxima leitura.

Beeijos
Jaine – Little Things

Responder

Beatriz Gosmin - 06, setembro 2011 às (18:48)

Gostei demais da sua resenha !!!

Então o livro é pequeno? A leitura parece ser rápida uma vez que voce disse que o livro é rápido!

Acho isso bom desde que não misture tudo numa massa só, o que não parece ser o caso do livro!

Como nunca li nada dela, fiquei curiosa!
Beijos
Bia | Blog Livros e Atitudes

Responder

Mah - 06, setembro 2011 às (18:49)

Oiii Aione.
Fiquei super interessada por esse livro quando vi que a Karla era sagitariana (tbm sou *-*) e por isso comprei o livro. Com a sua resenha vi que terei outros pontos que gostarei. xD

Sua resenha está super fofa.

Beijos,
Mah | Livro e Coração

Responder

Aline Lopes - 06, setembro 2011 às (20:10)

Oi
Adorei a sua resenha ficou ótima, tenho muita vontade de ler este livro, pois todo mundo fala super bem dele…Só fiquei triste por saber que ele tem poucas páginas, sempre gosto de livros grandes principalmente quando a história é boa, mas creio que mesmo assim deve ser bem cativante.
Amei o novo layout ficou lindo.Parabéns.
Há uns três dias atrás comecei a fazer um novo cabeçalho, mas vai demorar ainda para ficar pronto, pois dá tanto trabalho…Rs.
Beijos.
Books e Desenhos

Responder

Entre Fatos & Livros - 06, setembro 2011 às (23:48)

Eu tive oportunidade de ler um livro da autora e comprovar que ela tem uma escrita fluída. Acho que eu tb iria gostar desse livro, pois o gênero me agrada mto.

É mto bom ler um livro que vale a pena e melhor ainda quando esse livro é nacional.

BjoO
Pri
Entre Fatos e livros

Responder

Livy - 07, setembro 2011 às (00:57)

Eu amei este livro, simplesmente amei *-*
Ele é curtinho mas é uma delicia de ler! =D

Amei a resenha =D

Beijos
Livy
nomundodoslivros.com

Responder

Ni - 08, setembro 2011 às (21:08)

O problema é que a literatura nacional pouco divulgada resulta em aquele livro na prateleira da livraria para sempre. Porque não é todo mundo que se aventura a pegar um livro de autora e título desconhecido, principalmente quando é nacional – geral fica com um pé atrás. Mas bom saber que também temos ótimos chick-lits, agora esse que é o legal dos blogs, podemos divulgar e incentivar a leitura né? Gostei!
Xx

Responder

Evellyn - 09, setembro 2011 às (15:03)

Ahh eu quero!!
POoxa, parece mesmo mt legal.. acho que todo livro pequeno da essa sensação de que passa mt rapido e algumas coisa ficam sem tanto desenvolvimento, mas por outro lado essa historia parece mesmo mt bem escrita!! Achei legal essa coisa das notas de rodapé pq raramente vemos isso em livros atualmente!

bjs
Hey Evellyn!

Responder

Natalia Dantas - 11, setembro 2011 às (12:29)

OI, Aione =]

Amei a resenha. Quero muito ler esse livro. Achei a capa dele muito linda O/

beijos:*
Natalia.
http://musicaselivros.blogspot.com/

Responder

Clícia Godoy - 16, setembro 2011 às (05:45)

Oii!

Também achei que o livro é meio rapidinho, mas confesso que no final achei que combinou com o livro!

Eu adorei a Karla!
=)
#FATO

E os nacionais nos surpreendendo cada vez mais!
=)

Bjinhos
Psiu!
Silêncio Que Eu To Lendo!!

Responder

Vanessa Tourinho - 01, outubro 2011 às (23:45)

O livro parece delicioso.
Já está em minha interminável lista de desejos.

Bjs
ParaisoEmPapel

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil