[Resenha] Uma Aventura no Atlântico - Márcia de Oliveira | Minha Vida Literária
27

set
2011

[Resenha] Uma Aventura no Atlântico – Márcia de Oliveira

Título: Uma Aventura no Atlântico
Autor: Márcia de Oliveira
Editora: Baraúna
Número de Páginas: 364
Ano de Publicação: 2011
Skoob: Adicione
Compre: Site da Editora

Ao perder seu filho em um trágico acidente de barco, o famoso médico e pesquisador Dr. Rômulo Ventura perde, também, parte de sua felicidade e busca refúgio em seu laboratório, desenvolvendo novas pesquisas com o genoma humano. Sem conseguir se recuperar de seu trauma, o médico passa a buscar um meio de criar um ser que conseguisse respirar embaixo d’água. Assim, consegue, por meio da fertilização in vitro, desenvolver um ser mutante, humano, mas com características diferenciadas. Para concluir os 10 anos de pesquisa e descobrir se foi bem sucedido, bastaria apenas encontrar alguém disposto a servir de cobaia e gerar o ser.
Em um ato irracional, entretanto, Rômulo implanta o óvulo fertilizado em sua esposa sem que essa descubra. A gestação é concluída e, junto com a felicidade de Dóris pela chance de se tornar mãe novamente, chega o remorso de Rômulo por usar sua esposa como cobaia. Percebendo ser tarde demais, o médico decide continuar seguindo em frente, acompanhando a gestação com o máximo de cuidado possível e anotando tudo, como vinha anotando há 10 anos, em seu diário pessoal.  O que ele não contava é que o preço pago pelo nascimento de Dennis fosse tão alto, além do reaparecimento de seu irmão Ribamar, com quem não mantinha contato por problemas familiares.

Esse é apenas o começo de “Uma Aventura no Atlântico”, primeiro livro de uma trilogia que narra as aventuras e a vida de Dennis Ventura, um garoto dotado de características especiais por ter sido fruto de um experimento de laboratório.
Nesse primeiro livro, temos a introdução da história e a apresentação das personagens. Descobrimos como e porquê Dennis foi “criado”, quais os relacionamentos e características das principais personagens e quais os maiores conflitos, que só serão desenvolvidos nos outros volumes da série. Não que esse livro não tenha conflitos, mas os principais não são resolvidos aqui.
A escrita de Márcia de Oliveira é ágil e permite uma fluidez total da história. Apesar de conter 364 páginas, li o livro em apenas um dia. É possível ler muitas páginas de uma só vez sem nem ao menos se dar conta disso, além do fato de que a história desperta a curiosidade para os acontecimentos.
Narrado em terceira pessoa, senti falta, em alguns momentos, de um maior aprofundamento nas reflexões e emoções das personagens. Essas, em sua maioria, acabam nos sendo apresentadas durante os diálogos e gosto de acompanhar o desenvolvimento no interior das personagens, mesmo que a narrativa não seja em primeira pessoa.  Sobre os diálogos, achei bem adaptados às personagens mais velhas, mas não tão próprios para as personagens adolescentes. Apesar de ter inserido gírias e expressões próprias da idade, achei algumas falas não condizentes com a idade, tanto pelas palavras utilizadas quanto pela idéia contida nelas. Mesmo com Dennis, que tem uma inteligência e um grau de instrução acima da média, em alguns momentos o achei maduro demais para sua idade, enquanto senti falta, em seus momentos de imaturidade, de um maior aprofundamento de suas emoções. Porém, esse não é um ponto que atrapalha a história, é apenas uma impressão pessoal.
O fluxo da história é muito rápido. Achei interessante Márcia ter começado a contá-la antes do nascimento de Dennis, sendo que esse é o protagonista, até sua juventude, atingindo a idade de 18 anos. Não apenas por nos fornecer o panorama completo, o que facilita a compreensão dos fatos, Márcia está de parabéns pela originalidade, criatividade e pela inserção de informações a respeito da genética, adorei a história em si e fiquei curiosa para ler a continuação, uma vez que alguns fatos foram sutilmente citados e dão a impressão de que serão conflitos nos próximos volumes. O final, para mim, foi um pouco abrupto, mas, como uma continuação está por vir, não pode ser considerado como incompleto.
Em resumo, o livro é uma boa escolha de leitura agradável e rápida, contando com uma história diferente, já que o protagonista, ao mesmo tempo em que vive conflitos próprios da adolescência, é, também, um tipo de super-herói mutante. Agradeço à Márcia por toda atenção, pela parceria e pela oportunidade de conhecer seu trabalho, com certeza quero continuar o acompanhando!




Deixe o seu comentário

29 Respostas para "[Resenha] Uma Aventura no Atlântico – Márcia de Oliveira"

Natalia Dantas - 27, setembro 2011 às (21:53)

Ooi, Aione 🙂

Que mara esse livro, a capa é muitoo linda, amei!
Bem interessante a resenha dsse livro.. E caramba, Aione! Como vc consegue ler um livro em apenas um dia!? Tipo 364, é meio grande.. Gente fiquei impressionada com isso! Adorei 🙂

– Beijos:*
Natalia.
http://musicaselivros.blogspot.com/

Responder

Eduarda Menezes - 27, setembro 2011 às (22:14)

Particularmente prefiro narrativas em primeira pessoa, mas de forma alguma desgosto dos livros em terceira – muito pelo contrário – até porque é apenas uma questão de estética e em terceira dá perfeitamente para conhecer a personalidade dos personagens da mesma forma, quando bem narrado! Assim como você, eu gosto muito de acompanhar o desenvolvimento pessoal de cada um, e acho isso a parte mais legal do livro, pois permite aos leitores conhecer o ser ficcional e delineá-lo como alguém de carne e osso, e também proporciona o maior envolvimento do leitor com a trama ^^

Pena que justamente isso não seja um lado tão desenvolvido nesse livro, mas gostei dos pontos positivos ressaltados e a história parece ser bem inovadora! Engraçado que ando constatando que a maioria dos livros lançados agora são uma série.

O personagem Dennis parece ser bem interessante!
Beijos, Mi! :*

Responder

Marcelo Lima - 27, setembro 2011 às (23:05)

Muito boa resenha , acho que com a falta de expressão que autora colocou nas falas foi o que eu acho que ela queira ter passado uma coisa mais dinamica , pois se tem um narrador muito carregado sentimentalmente seja qual for o sentido a história acaba ficando chata e maçante. Enfim acho que você entendeu o que eu quis dizer. No momento não tenho vontade de ler esse livro não , tenho uma lista imensa que chegou kkk e desejo sucesso á autora “)e claro á vc Mi.

Responder

αmαndα cristinα ツ - 27, setembro 2011 às (23:10)

Não conhecia o livro. Quando iniciei a resenha pensei que era um livro científico (pelo título e capa), mas me surpreendi ao ler sua resenha! Me interessei pelo livro. Acho que só não gostei pelo fato de ser uma série (claro, tem seus pontos positivos), mas não gosto, pois posso não conseguir ler os outros livros, sei lá… rs’
A proposta parece ser bem inovadora! Adoro livros cuja leitura flui com certa velocidade. Bom saber que este também é assim! 🙂

Beijinhos,
http://www.primeiro-livro.com

Responder

Raquel Machado - 28, setembro 2011 às (00:56)

Oi flor,
Nossa que viagem..ahaha…ja tava achando que era uma coisa bem diferente…apesar disso parece interessante a história so não sei se seria o tipo que eu leria pessoalmente mesmo assim valeu para conhecer o título.
Bjksss
Raquel Machado
Leitura Kriativa

Responder

Milena - 28, setembro 2011 às (01:51)

Parece ser bem interessante, Mii! Na sinopse me pareceu meio que um O Clone de outras maneiras, hahaha. Sua resenha está ótima, como sempre! *-*

Beijo!

Responder

Lucas Martins - 28, setembro 2011 às (02:51)

A sinopse é boa e a resenha nem se fala! Parabéns. Mas confesso que não gostei da capa, e acho que a história não tem muito a ver comigo…
Fiquei impressionado… um dia? Eu gosto muito de livros que fluem rápido e bem. Pena que este não me chamou muita atenção. ):
Bjão, Mi!

Responder

Nessa - 28, setembro 2011 às (11:27)

Oi Mi!!
O livro parece interessante, mas confesso que não gostei muito da capa! é raro isso me acontecer, mas podia ter um pouco mais de brilho!
Fiquei curiosa! bjinhos
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

Responder

Paulinha (Louca por Romance) - 28, setembro 2011 às (11:28)

menina, já li uma resenha sobre esse livro e também foi positiva ^^
Só pela sinopse eu não acredito que eu leria, mas as resenhas falam tão bem dele que fiquei com vontade de ler ^^
Parece ser mesmo uma leitura que flui bem fácil!
Espero poder ler um dia =D

Responder

Andressa Tomaz - 28, setembro 2011 às (13:06)

Confesso que pela capa, o livro não me atraiu muito. Achei que parecia mais uma capa de documentário, não sei. Mas gostei da sua resenha, gosto de livros desse estilo, leituras leves, aventuras e etc.
Sua resenha realmente ficou menor! Mas ontem não choveu, pelo menos não aqui. hauah

Beijos, Aione!

Responder

Yago Dalben - 28, setembro 2011 às (13:48)

Hey,

Estava mega esperando por essa resenha (:

Sério, eu amei a sinopse e a análise! Fiquei com mega vontade de ler o livro. Uma história bem original, pelo menos para mim [: Sempre me interessei por genética, então. Sem contar que a capa é muito bonita.

Parabéns para Márcia, pelo livro, e para você, pela resenha 😀

Abraços,
Yago.

Responder

Bruno Miranda - 28, setembro 2011 às (15:32)

Eu já tinha lido uma resenha do livro. Me chamou bastante atenção, a capa não é tããão linda, mas ta valendo. rs Alguns livros os autores querem deixar um suspense no final para a continuação, o problema é que muitos deles não finalizam a história. :/ Espero que este livro não seja assim. Parabéns pela resenha. Beijos,

@minha_estanteMinha Estante

Responder

Sofia - 28, setembro 2011 às (15:56)

Oi Aione!

Sua resenha ficou menor, mas bem elaborada. Confesso que gostei muito da capa e como a Andressa disse acima, parece mais é um documentário! Haha.

Particularmente gosto de livros narrados em primeira pessoa, pois parece até mais agradável de se ler. Além, claro, de sabermos os sentimentos, emoções e óbvio, seus pensamentos. Comecei a ler ontem A Última Música, que se não me engano é narrado em terceira pessoa. É uma leitura realmente boa, muito boa. Além de ser separados (os capítulos) pelos nomes de personagens, mostrando O personagem de modo muito legal! Já leu? Haha

Estou muito interessada em lê-lo.

Parabéns pela resenha.
Beijos

Responder

Márcia - 28, setembro 2011 às (17:15)

Ótima resenha. Parabéns! Tem certeza que você só tem 22 anos?
E o resumo então, foi DEZ. Em poucas palavras disse tudo o que tinha que dizer, daria uma ótima sinopse. Acho que vou pedir para você fazer as dos volumes seguintes. O que achas?
Prometo que todos os “conflitos” serão solucionados ao final da trilogia, pode ficar tranquila.
Quando me perguntam para resumir em uma palavra minha obra, eu respondo: DINÂMICO.
Acho que consegui, pois o retorno que tenho tido prova isso. As pessoas não conseguem largar o livro antes de ler a última página. Isso me enche de orgulho.
Qualquer dúvida que surgir em relação a obra, responderei com o maior prazer por e-mail (ciamar.net@hotmail.com), no facebook (http://www.facebook.com/?ref=home#!/pages/Uma-Aventura-no-Atl%C3%A2ntico/103233596452702) ou no Twitter (@MarciaEscritora).
Beijinhos a todos.

Responder

Julia G - 28, setembro 2011 às (17:38)

Ai, que coisa, perdi meu comentário ;
Tive a impressão de que é um livro bom, mas que não te prendeu totalmente, mesmo que você tenha lido ele rapidinho. Você nem fez uma resenha gigante digna de Aione! haha
Mesmo assim ficou muito boa, e bem detalhada. A história parece interessante, mas nada que me deixe ansiosa para ler.

Beijos

Responder

Camila Costa - 28, setembro 2011 às (17:42)

Oi aione! muuito legal a resenha; me interesou bastante
sem contar que me interessa muuuito assuntos cientificos; cobaias etc *-*
beijooos

Cabelos ao Vento

Responder

Beatriz Gosmin - 28, setembro 2011 às (18:25)

Oláa! 😀

Gostei muito da sua resenha!
Adoro livros que envolvem e como adoro água (mar), acho que seria muito legal eu lê-lo!
(sem falar da capa linda)
Beijos!

Bia | Blog Livros e Atitudes

Responder

Niii - 28, setembro 2011 às (20:06)

Bem diferente!
mas vou te falar que a capa não casa com a proposta, pelo menos pra mim! =x
eu pensei outra coisa quando vi a capa!
bj

Responder

Amanda - 28, setembro 2011 às (20:24)

Oi Aione 🙂
Eu não conhecia esse livro, mas fiquei super curiosa!
Nossa, a história é super original, me deixou realmente curiosa.
Adorei a resenha.

Beijo,
Amanda
Amanda’s World

Responder

Igor Gouveia - 28, setembro 2011 às (22:35)

Oi Mi!

Sempre tive vontade ser oceanógrafo, desde de pequeno sou fascinado pelo mar sabe? A capa desse livro é fantástica. Quero muito ler ele, pareceu ser bem legal.
Mais uma vez, adorei a sua resenha.

Abraços!

Responder

Nana - 28, setembro 2011 às (23:01)

Oi Aione!

Nossa que capa linda desse livro, não conhecia.

Adorei sua resenha, o livro deve ser ótimo 300 páginas em um dia? OMG!

Acho que leria sim, se tivesse oportunidade.

beijos
Nana – Obsession Valley

Responder

Mayara - 28, setembro 2011 às (23:05)

Ótima resenha! Parabéns Aione!

Eu li o livro em 2 dias e achei excelente! Adoro livros que prendem!
Apesar de abordar um assunto que não me interessa muito (multantes com super poderes), o livro realmente consegue prender o leitor e a leitura flui com naturalidade. Está aí um livro de ficção que eu relamente recomendo.

Ao contrário de você, não achei Dennis maduro demais em suas falas e a de você, titudes, talvez seja pq eu mesma tenha amadurecido muito cedo. Amei o personagem!

Quanto a trilogias, eu adorooo… detesto quando só é um livro e acabou. É como novela com um capítulo. Sem graça.

Estou louca para ler os próximos livros!!

Parabéns a autora!! Excelente obra!!!

Beijos!!

Responder

May L. - 28, setembro 2011 às (23:43)

Oi Aione.
Nossa, pela resenha esse livro parece bem legal e interessante.
A sinopse também me deixou bem curiosa. Espero poder lê-lo em breve!!!

Beijos -glowofthemoonlight-

Responder

Anonymous - 29, setembro 2011 às (00:02)

Oi!!!!!
Adorei a resenha e mais ainda porque já li o livro
e é tal e qual a escritora Márcia Oliveira o descreve…DINÂMICO.
E Então!!!! O que vocês estão esperando??? Mirem-se no meu exemplo e leiam,garanto que vocês vão amar.
Beijooos
Cristina

Responder

Fernanda Faria - 29, setembro 2011 às (16:15)

A sinopse é bem interessante e parece ser uma história muito legal.
Gostei dos comentários, mas não achei a capa legal não.

Beijos

Responder

Pah - 29, setembro 2011 às (18:49)

Mi essa capa é linda!

O livro parece ser bem legal, fiquei curiosa, gosto um pouco desse “mundo biológico”, não que eu entenda, mas acho legal… Um final abrupto? Mi fazia muito tempo que não lia essa palavra, rs, mas acredito que seja assim pra nos deixar curiosos pra ler a continuação né.

Beijokas

Pah, Livros & Fuxicos

Responder

Ana Ferreira - 29, setembro 2011 às (22:26)

Mi,
Estou convencida de que é um título interessante e merecedor de atenção.
Creio que parte desses “devaneios”em relação à idade se deem pela própria maturidade da autora. Às vezes é difícil nos situarmos em um momento, ainda que literariamente, enquanto estamos em outro. Além disso, o que acontece com muitos autores, surge aquele medo de passar do ponto e deixar o protagonista infantil demais… É muito a ser visto…
Finais abrutos são típicos de inícios de trilogias. Lembro-me de “Cidade dos Ossos”, que não me agradou tanto quanto eu esperava que fosse agradar.

Beijinhos,
Ana – Na Parede do Quarto

Responder

Livy - 01, outubro 2011 às (16:37)

Eu não conhecia este livro e me interessei *-*

Final abrupto? eu acho q deve ser pq teve continuação, mas se o livro é interessante passa! 😉

Adorei a dica!
Eu gostei da capa, é simples mas bonita… a única coisa q comento, é que ficou parecendo um livro de biologia, e mta gnt vai fugir por causa disto hehehe

Beijos
Livy
nomundodoslivros.com

Responder

Naty - 01, outubro 2011 às (18:40)

Gostei da resenha, esse foi um livro que me deixou curiosa, com vontade de lê-lo e saber mais sobre ele.

Legal o livro ser grande e ser uma leitura rápida, aqueles livros que possuem muitos detalhes e são longos demais tornam a leitura cansativa.

beijoos;*
Naty – Just Books !

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por