Lendo Linda #12 - Por que você é linda? | Minha Vida Literária
05

nov
2011

Lendo Linda #12 – Por que você é linda?

O Lendo Linda é um post-meme que vai estar hospedado pelo Blog Silêncio Que Eu To Lendo. Porque toda Blogueira que se prese tem seus truques de beleza. E esse é o espaço para dividir dicas. Uma mistura de o que você está lendo com um pouquinho de glamour. E você? O que está lendo, Linda?

 Lendo
Os sobreviventes da Santa Inquisição – André Victtor
Já passei da metade do livro e estou gostando. A história conta sobre vampiros que são transportados para a Idade Média, onde passam a viver no corpo de pessoas que viviam naquela época. Não posso contar muito mais, pois poderia dar algum spoiler. Mas posso dizer que a história é rápida e fluida, além de mesclar pitadas de romance em meio às cenas de terror.

Tema do dia: Por que você é linda?
Dessa vez, a Clícia não deixou um tema para uma dica, e sim uma pergunta: Por que você é linda?

Lindo
(origem controversa)
adj.
1. Belo; formoso.
2. Elegante; gentil.

Beleza |ê|
s. f.
1. Perfeição agradável à vista, e que cativa o espírito.
2. Mulher formosa.

Pela maioria das definições acima, vemos a ligação entre o conceito de beleza com características visuais. Assim, algo é definido como belo quando segue um padrão que atenda a essa definição. Entretanto, sabe-se que esse padrão é modificado a cada época vivida. Hoje, por exemplo, prega-se que ser bonita é ser magra, enquanto que, na época da Renascença, os indesejáveis quilos a mais de hoje eram muito bem vindos.
Mas será que apenas um padrão pré-definido pode ser considerado belo, enquanto os que ali não se encaixam não o seriam?
O que é muito defendida é a questão da auto-aceitação: aceitar-se como se é e ser belo ao seu modo.
Nao discordo em nada com a idéia, até porque, para mim, a beleza é muito subjetiva, varia aos olhos de quem vê e é estritamente ligada aos sentimentos que temos por alguém. Quantas pessoas não eram belas aos seus olhos até que você passou a vê-las com o coração? Ou quantas não deixaram de ser belas ao se mostrarem mesquinhas ou, até mesmo, perversas?
Não entrarei a fundo nessa reflexão, até porque esse não é o foco da pergunta.
Afinal, por que sou e somos lindas?
 
Para mim, sentir-se linda vai muito além de simplesmente se aceitar. O conceito de “aceitação” implica em uma sensação de “é, sei que não sou bonita, mas tudo bem ser assim como sou”, pelo menos ao meu ver. A beleza, para mim, está ligada a auto-estima.
Acredito que todos já tiveram um dia pelo menos em que sentiu orgulho próprio, ou, simplesmente, esteve feliz consigo mesmo. Nesses momentos, quem não se sente belo?
Mais do que simplesmente se aceitar, acredito que a beleza seja uma questão de se conhecer.
Ao conhecer suas qualidades e defeitos, é possivel saber nossos pontos fracos e fortes e passar a vê-los como uma característica nossa, que nos torna únicos. Assim, conhecendo nossos pontos fortes, é possível apostar neles e fortalecer nossa auto-estima. E com uma boa auto-estima, não importa que padrão seja imposto, você estará imune a ele.
Por que eu sou linda?
Porque eu me amo, com meus defeitos e qualidades e porque sei o que posso e o que não posso fazer. Sou linda porque minha beleza depende do meu amor por mim, da maneira como me enxergo e me sinto comigo mesma.
Quando A Bela e a Fera nos ensinaram que a beleza vinha do interior das pessoas, não estavam dizendo apenas sobre a qualidade que as pessoas podem ter, mas sim como elas se sentem consigo mesmas.
Por isso, amem-se. Onde há amor, há beleza, e devemos começar amando a nós mesmos.
“Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato. E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome: Auto-estima.
Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é  Autenticidade.
Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de Amadurecimento.
Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é Respeito.
Quando me amei de verdade, comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável: Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo.
De início, minha razão chamou essa atitude de egoísmo. Hoje sei que se chama Amor-próprio.
Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é Simplicidade.
Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muito menos vezes.
Hoje descobri a Humildade.
Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é Plenitude.
Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é Saber viver.”
Charles Chaplin
Um bom final de sábado e um ótimo domingo pra vocês!
Beijos, seus lindos!
Está participando da promoção de Literatura Brasileira?
Comente nesse post e preencha o formulário mais uma vez!




Deixe o seu comentário

33 Respostas para "Lendo Linda #12 – Por que você é linda?"

Jovens Leitoras - 06, novembro 2011 às (00:12)

Aione, sempre adoro seus posts e com esse nao foi diferente, HUAHAUHA.
Concordo com tudo o que você falou. Na maoria das vezes me acho feia, KKK. Ou não me acho bonita (tem diferença?), mas é como você disse, tem tudo a ver com a auto-estima.
Tipo, todo mundo que ser magra e alta mas… eu gosto de ser alta mas queria engordar um pouquinho, KKK.

Beijos =)

Responder

Lucas Martins - 06, novembro 2011 às (00:12)

Mi, geralmente não acompanho o Lendo Linda, porque é algo mais voltado ao público feminino, né?
Mas eu li a post e adorei! Sério mesmo! Adorei sua resposta sobre o porque de você ser linda, ficou demais!
Enfim, um beijão, LINDA! Rsrs! 🙂

Responder

Gláu - 06, novembro 2011 às (00:34)

Caraca Mi, arrasou!!! Definiu muito bem o que é ser linda… Realmente, as vezes vemos pessoas que não achamos tão bonitas, mas ao conhecer mais essa pessoa fica maravilhosa aos nossos olhos… Acontece comigo com namorados rsrsrs As vezes uma pessoa passa despercebida e depois de algumas atitudes a gente se encanta, mas infelizmente acontece ao contrario as vezes tbm, um pessoa linda fisicamente e depois ela se torna feia, pela sua essência e caráter…

bjs

Responder

Fernando - 06, novembro 2011 às (01:10)

Oi Aione, bem, pelas suas fotos, pelo que vejo, você É LINDA, é super simpática e fofa. Adoro seu blog ! 🙂

Fernando | Nerd Literário.

http://nerdliterario.blogspot.com/

Responder

Raquel - 06, novembro 2011 às (09:53)

Concordo com você em cada palavra! Temos que nos amar primeiro, pois ninguém que não se ama será bonito. E quanto ao texto do Chaplin, uma palavra: ma-ra-vi-lho-so. 🙂

beijão!

Responder

Natalia Dantas - 06, novembro 2011 às (13:57)

Que post legal *-*
AMEI!

Beijos :*
Natalia.
http://musicaselivros.blogspot.com/

Responder

PamFardin - 06, novembro 2011 às (14:06)

Acho que que só depende da gente se achar linda, estar bem consigo mesma, sabe 🙂 Mais um dos posts maravilhoso da Mi *—–* rsrs’

Beijão!
aritmeticadasletras.blogspot.com

Responder

Julia G - 06, novembro 2011 às (14:19)

Resposta longa Mi, mas perfeita! Adorei, e concordo plenamente com você. Acho que ser belo é sentir-se bem com nós mesmas, não ter problemas com o que se tem. Até porque, não é por ser ou não modelos de revistas que seremos felizes 😉

Beijinhos

Responder

Camila Costa - 06, novembro 2011 às (14:21)

OI Aione! Gostei do tema do post; temos mesmo que nos sentir bem *-*
e esse livro os sobreviventes da inquisição parece ser muuuuito bom, me interessei!

Responder

Luara Cardoso - 06, novembro 2011 às (14:38)

Que post maravilhoso! Você disse exatamente o que eu tento me dizer todos os dias: ‘Eu sou linda porque eu me amo!’. Acho que com a insistência eu vou acabar acreditando!
Post maravilhoso!

Um beijo,
Luara – @luuara
http://estantevertical.blogspot.com/

Responder

Ana Terra - 06, novembro 2011 às (16:34)

Preciso dizer que amei o post? Perfeito… Parabéns! “onde há amor, há beleza (…)” sério, muito perfeito o texto. E terminou com estilo, com o lindo texto do querido Charles Chaplin <3 Mais uma vez, parabéns. Adorei 🙂 Beijos. http://doceescrita.blogspot.com/

Responder

Alessandra Helena - 06, novembro 2011 às (18:21)

Mi, PARABÉNS pelo texto! Amei!!! Concordo com cada vírgula!! *-*
Muito bem escrito!!
Aii, Charles Chaplin! s2
hahaha

Beijos
Ale
http://www.introducingyouabook.com/

Responder

Marcelo Lima - 06, novembro 2011 às (19:03)

Post super legal em mi “)

Responder

Sora Seishin - 06, novembro 2011 às (21:13)

Oi Aione!!
Que ótimo esse post! Concordo com tudo que você escreveu!
Ás vezes eu me sinto feia e outras acho que estou arrasando. Mas isso tem muita ver com o que sinto por dentro mesmo.
Beijos,
Sora – Meu Jardim de Livros

Responder

Loucos Por Livros! - 07, novembro 2011 às (00:31)

Eu não sou linda não. HUAHAU. Adoro esse meme. É diferente. 🙂 Assumo que não me amo. É isso mesmo HUAHAUA. Mas gosto de ver uma pessoa que se considera bonita e que não fica aproveitando disso. 🙂
Adforei o post!
Beijos ;*

Ana Carolina
http://loucospor-livros.blogspot.com

Responder

Bruno Miranda - 07, novembro 2011 às (00:35)

Nossa, Aione super concordo com tuuudo o que você disse. Esse negócio de ser “linda” está dentro de cada um, tem muito mais a ver com a auto-estima do que com o exterior. Se eu me sinto feliz e lindo do jeito que eu sou, dane-se os outros. A Adele deu uma declaração sobre o peso e tal, dizendo que ela gostava de comer e não se importava se ela estava gorda ou não:

http://www.sedentario.org/wp-content/uploads/2011/10/adeles-600×527.jpg

Acho que é assim que a gente deve agir com a beleza, se eu gosto de como eu estou, por que vou mudar para seguir um esteriótipo?

Beijos,

@minha_estanteMinha Estante

Responder

Luana Feres - 07, novembro 2011 às (01:14)

(Fechei tudo antes de apertar em postar, mas enfim)
Oi, Aione. 🙂
Gostei muito da coluna, é bom diversificar e fugir um pouco do costumeiro post das blogueiras literarias. Acho esse assunto super interessante! Ja tive muito problema de auto estima e acredita que foi num concurso de modelo que eu desenvolvi uma segurança? Me achava magra demais, mas lá, vi que havia dezenas de garotas como eu e que enxergavam isso como uma coisa normal, bonita até. Era genetica, tenho pais bem magros, minha alimentação é saudavel, e se eu era daquele jeito, era o MEU jeito. Mas enfim. Gostei muito do post!

Beijos

Responder

Gilciany Viana - 07, novembro 2011 às (01:59)

Nossa Aione, eu simplesmente amei o lendo linda dessa semana!
A sua reflexão foi bárbara, pq é realmente assim que temos que olhar pra nós mesmos. Acredito que antes de alguém nos achar linda, nós mesmos temos que ter esta visão, entretanto, a beleza não depende apenas de questões físicas, mas de algo que vai muito além disso, como vc citou, mas nem todos pensam desta forma, não mesmo?
Ainda temos que amadurecer essa ideia e quem sabe após esta evolução os seres humanos possam se sentir melhores e em paz consigo mesmo.
Sobre o livro, gostei do seu coment, vou adicionar este livro à minha lista, adoro esse tipo de livro!=)

PS: Fico feliz que vc gostou do poema da Adélia Prado, é mesmo lindo aquele fragmento…e o selinho, depois vou vir confeir seu texto, pq fiquei curiosa pra lê-lo, foi por esta curiosidade que eu indiquei vc pra responder…rsrs Bjinhos linda!

Responder

✿ Nessinha✿ - 07, novembro 2011 às (10:47)

Olá!
Adorei este tema, e ficou ótimo o seu post!
Nossa, pude até refletir!! bjinhs
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

Responder

Beatriz Gosmin - 07, novembro 2011 às (15:14)

Adorei o post!
Somos todas lindas mesmo, e desde sempre valorizei a beleza interior nas pessoas e em mim.
Porque, um dia a beleza exterior passará, e restará apenas a essência da pessoa.

Adoro este texto do Charles Chaplin. 😀

Beijos
Bia | Blog Livros e Atitudes

Responder

Van Castro - 07, novembro 2011 às (15:20)

Nossa, ADOREI esse post!
Deu até um ‘up’ no ânimo! Hehehe

Tod@s somos lind@s! o/

Responder

Esmalte de Morango - 07, novembro 2011 às (16:10)

Amei o post Mi!
Costumo dizer que sou Linda, Diva e Fabulosa! haha
Mesmo que isso nos faça parecer convencidos e etc, é bom nos sentirmos lindos e nos amarmos!

Beijão
http://manialiteraria.blogspot.com/

Responder

Vanessa - 07, novembro 2011 às (16:28)

Tá aí um blog com muitas utilidades, “Minha Vida Literária” é cultura sim senhor!!!!!
Amei o post, suuuper diferente.

Balaio de Livros.

Responder

Andressa Tomaz - 07, novembro 2011 às (18:07)

Nossa, Mi, adorei muito sua resposta.
”Porque eu me amo, com meus defeitos e qualidades e porque sei o que posso e o que não posso fazer. ”
Realmente é o que todas as mulheres deveriam pensar. Todas somos bonitas a nossos modos e sempre temos que nos achar isso, se não, quem mais poderá gostar de nós?

Beijos!

Responder

Érica Lopes - 07, novembro 2011 às (18:55)

Simplesmente lindoooooooooooo!!!!!!!

Amei, amei!!!!
Fiquei até sem palavras rs

Beijokas

Responder

Pah - 07, novembro 2011 às (19:13)

Nossa Mi, sério, agora eu juro que também fiquei com medo, sabe porque, se eu disser que ia colocar esse texto no post? Só não coloquei porque ele está no face de uma menina com a qual não me dou bem, se não, era esse que ia por, exatamente por causa da questão da Auto-estima, sempre tive inúmeros problemas com isso, porque fui um patinho feio, ficava triste por não ser do tipo bonitona, então aprendi que isso não é o que realmente importa e cresci muito como pessoa, hoje me vejo além disso, pq. sofri mto mesmo, não tem como explicar. Juro, lendo seu texto me vi hoje, porque atualmente, penso como você, sou bela porque me amo! E isso é o que importa! Acho que a gente podia ser tipo gêmeas, só pode… Mas gostei disso, acho que pessoas como vc, que enxergam a beleza além dos valores sociais são raras! Te admiro por isso!

Bjus

Pah, Livros & Fuxicos

Responder

May L. - 07, novembro 2011 às (20:06)

Amei o texto, muito lindo mesmo!
Todo mundo deveria lê-lo.

Beijos -glowofthemoonlight-

Responder

A Leitora - 07, novembro 2011 às (20:38)

Adorei a postagem de hoje, ficou muito boa.
Eu não me acho linda, me acho normal, queria ser um pouco mais magra, porque engordei alguns quilos quando comecei a namorar com o Guh, acho que preciso terminar com ele pra emagrecer novamente uhauhauhauha.
Ser lindo é ter características que o ternem lindo, mais isso não é só fisicamente, é o que você é que o trona lindo.
Quantas mulheres são lindas de corpo e rosto mais por dentro são podres?! isso se encaixa para os homens também.
Acredito que a gnt tenha que ser vaidoso e cuidar do corpo, pode ser na musculação ou em outro esporte que goste, e principalmente na comida, afinal é uma questão de súde.
Mais a gnt tem que fazer isso pra gnt mesmo, sentir prazer em fazer atividade física, se não não adianta. Ser feliz como se é. Sempre.
Parabéns pelo post.
Beijokas enormes.
Beijokas enormes
Brih
Meu Livro Rosa Pink
http://meulivrorosa.blogspot.com

Responder

Entre Fatos & Livros - 07, novembro 2011 às (23:18)

Achei seu post um máximo, Aione!

É claro que nós, mulheres, sempre qremos mudar umas coisinhas, né. Ngm está satisfeito com si mesmo, 100%. Mas acho mto importante aceitar seus defeitos- tdos temos.
A beleza está nos olhos de qm vê, né. E as pessoas acham q beleza é tdo de q precisam. Não é bem assim. Já cansei de ver pessoas lindas de morrer q nunca conseguiam se destacar, enquanto outras, com seus defeitos, chamavam atenção sempre. Isso se chama segurança e auto-estima.

Acredito mto nisso.

BjoO
Pri
Entre Fatos e Livros

Responder

Eduarda Menezes - 08, novembro 2011 às (01:28)

Mi, adorei demais o seu post e concordo com tudo que foi dito! A beleza é sim algo muito subjetivo e amei a parte que você citou a Bela e a Fera!(aiai esse era um dos meus filmes preferidos da infância, e confesso que ainda é até hoje hehehe)

Lembrou-me também um pouco da música Beautiful da Christina Aguilera!
Acho que a beleza mais importante sem dúvida é a interior mesmo, e que o nosso estado de espirito reflete demais na nossa beleza como um todo! É tudo uma questão de conhecer a si mesmo, aceitar os seus pontos fracos e fortes e seguir em frente, feliz consigo mesma! Afinal de contas, ninguém é igual, e é justamente as nossas diferenças que nos tornam belos!

Beeijo! =*

Responder

Naty - 09, novembro 2011 às (00:06)

Acho que esse foi um dos melhores Lendo Linda proposto pela Clícia, bem legal a pergunta e é uma que tem acarretado bons posts e boas discussões.

Concordo com tudo o que escreveu no post, temos de nos sentir bonita, interiormente, poder enxergar nossos defeitos e nossas qualidades e ter uma aceitação de tudo isso junto. Perfeito 😉

Você fechou o psot com um texto maravilhoso, Charles Chapplin é um gênio. ;D

Bjão;*
Naty – Just Books!

Responder

Rafael Fernandes Henrique dos Santos - 09, novembro 2011 às (10:47)

Acabei de ver sua resenha linda. Ser linda? QUe pergunta né? Mas as vezes nem conseguimos responder, mesmo com a simplicidade da pergunta, o fato é que nos todos somos lindos e bonitos! Leituras Vivas

Responder

Vanessa Tourinho - 10, novembro 2011 às (18:04)

Lindo post, Mi.
A beleza é definitivamente relativa.
E amar-se desde seus defeitos é o primeiro passo para sentir-se linda.
Parabéns pelo post, flor.
Adorei.

Bjs.
ParaísoEmPapel

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil