Parece, Mas Não É | Minha Vida Literária
29

dez
2011

Parece, Mas Não É

“Parece, mas não é” é uma coluna onde trago livros que, ao ver a capa pela primeira vez, achei tratarem de um assunto, mas, ao ler suas sinopses, descobri que não tinham nada a ver com o que pensei!

Romance histórico.
Sem maiores enrolações.
Só pode!

Sinopse – A Dinastia – by Aione Simões
Um governo. Uma família. Um amor. Dois destinos.
Mariane nasceu em uma das famílias mais ricas e poderosas da Londres do início do século 20. Os  Thompson há gerações vinham sendo um símbolo de soberania na nobreza britânica, o que sempre deixou claro para Mariane a necessidade da jovem se casar com alguém de sua mesma classe social.
No entanto, conhecer Richard despertou nela a revolta por não poder fazer sua própria escolha e, principalmente, por não poder optar pelo amor. 
Dividida entre honrar sua família ou seu coração, Mariane precisa escolher antes que seja tarde demais e Richard não mais suporte esperá-la…

Nem nos 45 do segundo tempo (aka: último “Parece, mas não é” do ano) eu acerto.

Sinopse – A dinastia – Trilogia Ravenscar – Livro 1 – Barbara Taylor Bradford
Uma saga sobre uma família extraordinária, ambientada em um tempo prodigioso.

Uma manhã glacial de 1904 o futuro da família Deravenel muda para sempre. Quando Cecília Deravenel conta a seu filho de dezoito anos que seu pai, seu irmão, seu tio e seu primo foram mortos em um incêndio, parte do jovem morre também.
Edward encontra solidariedade em seu primo Neville Watkins, que suspeita das circunstâncias da morte. Ambos prometem descobrir a verdade, vingar as mortes e recuperar o poder do império comercial roubado da familia há 60 anos atrás.
Bonito, carismático e com reputação de mulherengo, o jovem Deravenel casa-se em segredo com Isabel Wyland, uma jovem viúva que fica ao seu lado quando ele descobre que precisa enfrentar o primo Henrique Grant.
Entretanto, Isabel se mostra ambiciosa e com sede de poder. Enquanto o temperamento da esposa destrói seu casamento, Eduardo encontra na amante Jane Shaw a compreensão e o apoio de que precisa para alcançar seus objetivos.
A casa Deravenel é fortemente abalada com todos os episódios de traição.

Vale meio-certo?
Porque a parte do “histórico” eu acertei. A questão é que está muito mais pra “Suspense-dramático histórico” do que “Romance histórico”.
E vocês, o que acharam?

De um modo geral, achei bem interessante a sinopse original. Gostei do tom do livro, parece ser uma história forte. Eu leria 😀
(Mas isso não diz muita coisa, não lembro de já ter escolhido um livro aqui que eu não leria…)

Se tiverem sugestões, só deixá-las nos comentários, ok?

Beijão!

 





Deixe o seu comentário

16 Respostas para "Parece, Mas Não É"

Lariane - 29, dezembro 2011 às (18:36)

Bem, bem… confesso e está eu não cai hehehhee
Já havia lido alguns comentários sobre esta escritora.

Mããs, não erraste muito acho eu…

E estou louca pra ler algum dos livros dela.

Beijocas,
Lariane

Responder

Mariana Ribeiro - 29, dezembro 2011 às (18:45)

Olá, Mi!!
Sinceramente, com um título e uma capa como está eu ficaria tentada a achar a mesma coisa que você a respeito do livro.
Uma pena, porque eu preferi a sua versão da sinopse! Eu queria que fosse um Romance Histórico tradicional mesmo sem estar mais voltado para o suspense rs.
Bjos.

Mariana Ribeiro
Confissões Literárias.

Responder

Thamires R. - 29, dezembro 2011 às (19:32)

Mi, eu acho que não leria não este livro..a sinopse original não me agradou nem um pouco! Prefiro mil vezes a sua sinopse!! ^^
Você gosta de romance Mi? Porque quase todos os Parece, mas não é tiveram um pouquinho de romance nas suas sinopses hehehe adorei!
Beeijos.

Responder

Marcelo Lima - 29, dezembro 2011 às (20:17)

Mais um livro que eu não conhecia rs … e não quero conhecer kkkk

Responder

Andressa Tomaz - 29, dezembro 2011 às (21:12)

Oi Mi!
Acho que a maioria dos livros nós leriamos né? Sempre penso: eu leria esse livro. Mas faço isso com quase todos!
Enfim, quanto ao livro, nunca tinha ouvido falar e essa capa da um quê bem de histórico mesmo. Pelo menos isso tem a ver com a história original!
As vezes fico pensando porque alguns livros tem capas tão diferentes dos assuntos. Vai entender!

Beijos!

Responder

Milena - 29, dezembro 2011 às (21:37)

Oi, Mi!
Vale meio certo sim! Hahaha, mas realmente, parece um suspense-drama do que um romance. Fiquei curiosa para ler esse livro! Adoro suspense e junto de um bom drama, fica melhor ainda!

Beijos!

Responder

ka macedo - 29, dezembro 2011 às (23:00)

Eu me divirto taaanto com essa coluna! É, nesse não erramos taanto assim com a primeira impressão, não?
E parece ser legal mesmo! Eu amo Romances/Dramas/Suspenses Históricos. Ou seja; amo tudo que seja histórico. É tão gostoso ‘viver’ no passado *-*
Como sempre sua sinopse está ótima!

Beijoos Mi!

Responder

Lari - 29, dezembro 2011 às (23:33)

HAHAHAHA.
Eu me raxo com essa coluna! Caramba Mi, sua sinopse não tem nada a ver vai!
Nem vem tentar encaixar o “histórico” aí que não cola não. Kkkkkkkkkk

Enfim, gostei da resenha original tbm. Mas não sei se eu leria não.

Beijocas

Responder

Jovens Leitoras - 29, dezembro 2011 às (23:38)

Hmmmm, eu também me confundiria… HAUHA. Mas dessa vez a sinopse original me chamou mais a atenção.
Aione, desculpa pela ausência aqui no blog =/ Fiquei meio, sei lá, sumida sem motivos mesmo. Mas não só aqui.. Em todos os outros também.

Beijos, Bárbara.

Responder

Júlia - 30, dezembro 2011 às (01:28)

acho que você deveria escrever um livro Aione hahaha, quando eu vi a capa, com esse tipo de letra lembrei na hora de bela maldade, não sei haha
essa história parece ser super marcante, mais séria e tudo mais, nunca li nada sobre essa autora, vou até pesquisar um pouco mais, é bom conhecer!
Mas a opinião tava quase 😀
beijos,
Júlia.
http://www.saladacultural.blog.br

Responder

Danzinha - 30, dezembro 2011 às (01:55)

O.O Esses seus “parece, mas não é” Sempre dão um nó na minha cabeçinha. rsrsrs. Esse parece ser bem interessante mesmo. Me lembrou Madame Bovary embora seja só um pouco parecido O.o

beijos

Amigas entre Livros

Responder

Sora Seishin - 30, dezembro 2011 às (13:17)

Oi Aione!
Eu sempre acho a sua sinopse mais interessante que a sinopse verdadeira do livro! Acho que você deveria escrever sinopses para as editoras 😀
Mesmo assim, o livro parece ser bom!
Beijos,
Sora – Meu Jardim de Livros

Responder

Eduarda Menezes - 30, dezembro 2011 às (16:15)

Oi Mi!
Também gostei da sinopse do livro e com certeza leria! Minha mãe e tias me disseram uma vez que liam muitos livros da Barbara Taylor Bradford quando eram mais novas, era tipo os livrinhos de banca delas, eu até cheguei a comprar uns há alguns anos também!
Quando li a sua sinopse até achei que você estava acertando, levando em consideração que os livros da Barbara geralmente são romances e históricos, mas ainda não foi dessa vez rs

Beijão, Mi!! =*

Responder

Lucas Martins - 30, dezembro 2011 às (18:00)

Poxa! Que interessante a história real do livro, fiquei com vontade de ler. A sinopse sua também está ótima, leria os dois.
Ah, eu gostei da capa, não acho que ela enganou taaaaanto, sei lá.
Enfim, bjão, Mi!

Responder

Lygia Netto - 01, janeiro 2012 às (15:37)

Acho que a questão ficou mesmo por conta das cores e fonte das letras escolhidas para a capa do livro.

Acho que o rosa nos dá, naturalmente, a sensação de um romance. E letras mais rebuscadas tbm. Quem iria pensar que seria um suspense histórico? haha..Fiquei curiosa pela sinopse ‘real’ do livro! 😀

Beijos
Lygia
Brincando com Livros

Responder

Pabline - 03, janeiro 2012 às (03:09)

Como sempre, amo suas sinopse. Tu é criativa mulher 😀
Realmente dá de enganar com essa capa. Ela é um encanto *.*
Tbm leria o livro com a sinopse original XD
BJ!

http://amigasentrelivros.blogspot.com

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por