[Livros Na Telona] A Abadia de Northanger - Jane Austen | Minha Vida Literária
15

fev
2012

[Livros Na Telona] A Abadia de Northanger – Jane Austen

Livros Na Telona é uma coluna na qual analiso filmes que foram baseados em livros!

Sobre o Livro

Título: A Abadia de Northanger
Autor: Jane Austen
Editora: Martin Claret
Número de Páginas: 280
Ano de Publicação: 2010
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Como recém resenhei o livro aqui, não farei tantos comentários sobre ele.
A Abadia de Northanger foi o livro mais diferente da Jane Austen que já li, por ser mais divertido e leve do que as outras obras e, principalmente, pela protagonista fugir da caracterização das fortes heroínas criadas pela autora. Catherine, arrisco a dizer, é a mais ingênua das protagonistas de Austen.
Toda essa leveza aliada à atípica caracterização da personagem, me levaram a considerar o livro um distante precursor dos chick-lits.
Apesar de ter sido publicado em 1818, A Abadia de Northanger trata de temas atuais, com os outros romances da autora, além de trazer ricas caracterizações da sociedade e dos costumes da época. A linguagem utilizada é pertinente ao momento em que foi escrita, porém a leitura não é pesada, ainda que flua um pouco mais lentamente.
Sobre o Filme

Lançado em 2007, o filme traz Felicity Jones no papel de Catherine Morland e JJ Feild no papel de Henry Tilney.
A adaptação ficou muito fiel à história. Algumas poucas cenas do livro foram retiradas para que o filme não ficasse muito longo, mas nada da essência da história foi alterada. O filme é uma versão mais resumida do livro e que o representou muitíssimo bem.

Felicity Jones está perfeita como Catherine. Ela trouxe para a personagem todos os trejeitos necessários para lhe dar ares ingênuos, benévolos e sonhadores, como a protagonista inspira. Além disso, apesar de a atriz já ter 24 anos na época em que o filme foi gravado, convenceu perfeitamente ter 16 anos com sua estrutura mignon e seu rosto de menina.

Catherine e Isabella

Não só a atriz esteve bem no papel como todo elenco de um modo geral: Carey Mulligan, como Isabella Thorpe, representou exatamente o que eu imaginava da primeira amiga em Bath da protagonista. Uma grande surpresa, para mim, foi descobrir que a atriz é dois anos mais nova do que Felicity Jones, mas sua atuação, maquiagem e, principalmente, sua postura, realmente a faz parecer mais velha, como Isabella, de fato, é em relação à Catherine.

Carey Mulligan como Kitty Bennet

O papel de Isabella, ainda, não foi o primeiro da atriz em adaptações dos livros de Jane Austen. Em 2005, Carey interpretara Kitty Benneth, uma das irmãs de Elizabeth, em Orgulho e Preconceito. Porém, sua transformação foi tanta de uma personagem para outra que somente descobri ser ela ao ler sua ficha técnica no IMDB.

Algo que muito me agradou no filme foi a criação de algumas cenas representando a fértil imaginação de Catherine durante suas leituras, vendo acontecer consigo mesma diversos momentos dos romances lidos por ela. Tais momentos, além de representarem bem essa característica da protagonista, ajudaram a dar o tom divertido do livro ao filme, que provavelmente teria sido perdido se tais cenas não fossem criadas, visto que, no livro, o que lhe dá humor é sua linguagem.

No filme, tanto o encadeamento das ações que culminam ao final da história quanto o próprio romance foram mais focados e direcionados, já que, no livro, apareceram de maneira mais dispersas. Isso também foi positivo, porque, assim, a história ficou melhor orientada. Não que o filme seja melhor do que o livro, mas nem sempre o que funciona nas páginas funciona para as telas.

Assim, o filme foi uma positiva adaptação e é uma boa indicação para quem quiser conhecer a história de Catherine. Porém, como não apresenta algumas das cenas contidas no livro, este torna-se recomendável no sentido de completar o que é visualizado nas telas, as quais, por sua vez, contribuem perfeitamente para dar vida ao que já foi previamente lido ou que ainda será.

 

 

Confira o Trailer do Filme




Deixe o seu comentário

19 Respostas para "[Livros Na Telona] A Abadia de Northanger – Jane Austen"

Vanessa Vieira - 15, fevereiro 2012 às (20:10)

Parabéns pela dica Aione! Já assisti A Abadia de Northanger e amei! Beijos!

Responder

Renata Leite - 16, fevereiro 2012 às (00:04)

Oi Aione!
Já ouvi falar do livro, e parece ser muito bom – mais não faz meu tipo, rs.
Adoro filmes que são baseados em livros! Não sei porque! E o livro sempre acaba sendo um pouco melhor, rs!
Adorei o post ^^

Beijos ~

Responder

Bárbara Murat - 16, fevereiro 2012 às (00:34)

Gostei da dica, mas não acho que seja o tipo de filme que ia gostar de assistir. Ultimamente, estou sem paciência pra ver filmes; estranho, HUAHA.

Beijos.

Responder

Pabline - 16, fevereiro 2012 às (00:44)

Tenho muita vontade de assistir a esse filme. E como fico feliz em saber que o filme foi extremamente fiel ao livro. Acho isso fantástico. E é normalmente o que desejamos ao assistir uma adaptação de um livro, que seja o mais parecido possível. Que afortunada essa Kitty Benneth, participar de duas produções de um livro da Jane. Eu ficaria pulando de felicidade hehe
Agora fiquei na maior curiosidade sobre o filme e tbm o livro. Vou correr atrás XD
Bjão Aione!

-Amigas Entre Livros-

Responder

Jessica Asato - 16, fevereiro 2012 às (01:08)

Não conheço muitas obras da Jane! Apesar de todo mundo amar o livro “Orgulho e preconceito” eu só vi o filme, esse com a Keira e amei! Achei tão lindinho… mas não tenho ânimo pra ler o livro, que coisa de gente lesada né? Hauhauahuahuah!

Beijos!

Responder

Lucas Martins - 16, fevereiro 2012 às (02:16)

A Carey Mulligan em A Abadia de Northanger? Oh my!
Não sabia! Ainda tenho que assistir a adaptação (somente depois de ler o livro. Me recuso a fazer o que fiz com Orgulho e Preconceito. Ver o filme antes de ler. Embora Orgulho e Preconceito tenha sido bem adaptado).
Fiquei impressionado com a Carey nesse filme, juro, rsrs
Bjão, Mi!

Responder

Milena - 16, fevereiro 2012 às (12:04)

Oi, Mi! Obrigada pela dica! Adoro filmes que retratam a sociedade em tempos antigos e adoro os romances e adaptações dos livros da Jane! *-* O que eu não deixei de reparar, é que em todos os filmes dela, pelo menos um ator, ou uma atriz, tem em comum com outro filme. A Carey é uma excelente atriz, interpreta super bem!

Beijos!

Responder

✿Nessa✿ - 16, fevereiro 2012 às (13:42)

Oi Mi*
Ja tinha ficado muito curiosa para ler o livro, não sabia que tinha o filme!
Ai, agora quero muito assistir!! Adorei a dica!!
Bjinhs
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

Responder

Camila Costa - 16, fevereiro 2012 às (14:30)

eu amo ver essas adaptações, a de Orgulho e Preconceito pra mim é tão boa quanto o livro e minha mãe é simplesmente doida por Razão e Sensibilidade. Com os livros da Jane tenho mania de querer ver o filme primeiro e só depois ler, então acho que vou baixar e depois dar um jeito de comprar já que esse é um dos únicos que eu não tenho (ainda!!)
Beijooos Aione!

Responder

Babi Lorentz - 16, fevereiro 2012 às (15:47)

Por saber que o livro é mais leve do que os outros da mesma autora, fiquei com uma super vontade de ler. então vou deixar o filme pra depois, rs.
Beijão!

Responder

Érica Patricia Lopes - 16, fevereiro 2012 às (15:58)

O livro tenho interesse de ler, mas o filme…
Acho que não faz muito meu estilo, flor!

Beijokas

Responder

Mari ♥ - 16, fevereiro 2012 às (16:27)

Oi Aione, tudo bem?
Ainda não li o livro e não me lembro de ter assistido ao filme rs (sou péssima pra lembrar )
Mas já sei que vou ler esse livro sim, já tinha lido a resenha em algum blog e me chamou bastante atenção *-*

Beijo
http://marifriend.blogspot.com/
@Storieandadvic

Responder

Danzinha - 16, fevereiro 2012 às (16:46)

A Jane é A diva das divas. Sou fã desta mulher e já li várias de suas obras incluindo esta, e como não poderia ser diferente amei. Ainda não assisti ao filme, mas quero realmente vê-lo. Se a produção dele for tão perfeita como a de um dos meus filmes preferidos – Orgulho e Preconceito – então com toda certeza vai ser muito satisfatório.

Beijos, já estava com muitas saudades Mi.

Amigas entre Livros

Responder

Vanessa - 16, fevereiro 2012 às (16:51)

O filme é de 2007 e eu ainda nem conhecia? rsrsrs. Tô por fora mesmo!!!

Vou ler o livro antes e depois quero sim ver o filme, adoro filmes de época.

Van – Balaio

Responder

Esmalte de Morango - 16, fevereiro 2012 às (18:09)

Oi Mi!
Sempre ouço criticas bastante positivas em relação aos livros da Austen, porém nunca li, claro… morro de vontade.
Fiquei interessadíssima no filme. E é sempre bom quando a adaptação corresponde bem ao livro né Mi?

Beijo!

Responder

Lygia Netto - 17, fevereiro 2012 às (01:46)

Não assisti ao filme ainda (nem sabia que tinha, confesso =x)…acho que vou assisti-lo antes de pensar em ler o livro…

E tbm não conheço nenhum dos atores! XD
Legal saber que é uma espécie de ‘complemento’ do livro e que vc indica que leia-se o livro tbm, se for assistir ao filme! (trabalho duplo, hahah)

Beijos!
Lygia

Responder

Rafael Fernandes - 17, fevereiro 2012 às (16:40)

Adoro esse tipo de narrativa, quem sabe depois de minha montanha de livros, pegue o livro e o filme pra ver! ^^

Responder

Anna Carolina Schermak Alves - 17, fevereiro 2012 às (18:15)

Eu ainda não tive a oportunidade nem de ler, nem de assistir. Mas Jane Austem me encanta, na epoca que eu assisti orgulho e preconceito não dei atenção, tanto que nem lembro da história. Tenho que parar agora e ver.

Responder

Eduarda Menezes - 18, fevereiro 2012 às (12:48)

Acho que esse é um dos próximos livros da Austen que irei ler! O filme parece ser ótimo e adorei saber que a adaptação apesar de certas mudanças aqui e acolá, conseguiu ser fiel! Eu lembrava da Carey Mulligan em Oruglho e Preconceito e assim que vi a foto o meu primeiro pensamento foi que ela já tinha feito outro filme da Austen rs Mas realmente ela está bem diferente em ambos os papéis e acho que só reconheci mesmo porque já vi alguns outros filmes com essa atriz aí fica muito mais fácil! As vezes a idades dos atores interfere e muito na caracterização do personagem, mas concordo totalmente com você, dessa vez – pelas fotos – elas realmente não parecem ter a idade que tem!
Adorei a análise! Beijos, Mi!

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por