[Resenha] As Listas de Casamento de Becky Bloom - Sophie Kinsella | Minha Vida Literária
10

abr
2012

[Resenha] As Listas de Casamento de Becky Bloom – Sophie Kinsella

Atenção! Essa resenha pode conter spoilers dos outros livros da série Becky Bloom.

Título: As Listas de Casamento de Becky Bloom
Autor: Sophie Kinsella
Editora: Record
Número de Páginas: 445
Ano de Publicação: 2004
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Pela primeira vez a vida de Becky parece estar nos trilhos. Ela conseguiu um emprego de consutora de compras, no qual gasta o dinheiro de outras pessoas, e ainda é paga por isso. Mora num ótimo apartamento em Manhattan com Luke, o homem de sua vida, com quem abriu até mesmo conta conjunta! Então Lukea pede em casamento. E a confusão se instala na vida do casal. A mãe dela quer um casamento na Inglaterra. A sogra, uma festa de cinema em Nova York. Becky precisa escolher onde vai se casar, mas não consegue, perdida na preparação de listas de presentes, provas de vestidos e escolha de bufê. O tempo vai passando. E ela, de repente, percebe que está em grandes apuros. Como conciliar duas cerimônias no mesmo dia, na mesma hora e em dois continentes diferentes? Tudo bem, o noivo é o mesmo. Mas será que ele vai resistir a tamanha confusão? As listas de casamento de Becky Bloom é mais um romance muito divertido de Sophie Kinsella sobre uma mulher que não tem o menor controle sobre o seu cartão de crédito.

Há tempos não lia um livro da Sophie e só notei o quanto estava com saudades quando comecei a ler “As Listas de Casamento de Becky Bloom”. Logo nas primeiras linhas, o livro já me fez rir e a diversão se prolongou até o fim.
O livro, ao mesmo tempo em que é diferente dos outros, pois aqui temos uma Becky amadurecida, segue o padrão dos dois primeiros no sentido das confusões em que a protagonista se mete. Ainda que os problemas sejam outros, Becky os trata da mesma maneira, ou seja, fugindo deles.
Suas atitudes me deixavam agoniada por toda a história, como nos dois primeiros livros. Tinha vontade de gritar para ela “Resolva isso agora” a todo instante. Entretanto, ao mesmo tempo em que a agonia me acompanhou durante o livro inteiro, a diversão também não saiu do meu lado por nenhum instante sequer.
A escrita de Sophie Kinsella é sensacional. É engraçada tanto pelas piadas que faz quanto pelos próprios delírios de Becky. Se a série se chamasse apenas “Delírios de Becky Bloom”, ainda assim não perderia o sentido. Becky literalmente “viaja” com suas ideias e pensamentos, sempre criando situações e fugindo da realidade de uma maneira que apenas ela é capaz. Um fator que também contribui para a diversão são as diversas cartas que aparecem entre alguns capítulos, sempre ria horrores com elas! Ainda, eu gosto do estilo de construção de frases da Sophie. Ela se utiliza muito da “quebra” do raciocínio, começando as frases de uma maneira e, logo em seguida, mudando o estilo delas.

“- Acho que faz sentido dar uma olhadinha – digo casualmente. – Sabe, só para uma informação básica… só para saber o que existe disponível…
Ah, dane-se. Mamãe nem está ouvindo mesmo, por isso eu posso muito bem parar de fingir que não vou ler cada uma daquelas revistas avidamente de cabo a rabo.”

pág. 69
 
Luke me conquistou mais do que nunca, nesse livro, porque aqui vamos mais fundo em sua personalidade. Aliás, essa parte da história me sensibilizou e serve, também, para mostrar o lado mais sério do enredo de Kinsella, não só baseado nas trapalhadas de Becky. Suze, novamente, mostrou-se como uma de minhas personagens favoritas, tanto por ser um doce de pessoa quanto, e principalmente, por ser hilária. Outro destaque do livro é Danny, o vizinho estilista de Becky. Foi um dos responsáveis por muitas de minhas risadas.
Não há muito que eu possa comentar do livro sem soltar spoilers. O que posso dizer é que este foi, até o momento, meu livro favorito da série. Em “Delírios de Consumo de Becky Bloom” ficamos muito presos aos consumos de Becky, não há tanto romance, uma vez que a própria Becky não se dá conta disso e, ainda que eu tenha adorado o livro, senti faltar algo. Em “Delírios de Consumo na 5ª Avenida” achei que as coisas demoraram um pouco a acontecer, então, ainda que o livro seja divertidíssimo, deixou a desejar na primeira metade da história. Já esse me prendeu do começo ao fim e, não só isso, me envolveu do começo ao fim. Ri, chorei, me angustiei, fiquei assustada, tive todas as emoções possíveis durante a leitura e não fazia ideia de como a Becky ia resolver toda a confusão criada. Não queria parar de ler e fiquei triste quando o livro acabou, e só o que eu conseguia pensar, ao terminar, é no quanto eu admiro a Sophie Kinsella. Não hesito em dizer que é minha autora favorita quando o assunto é chick-lit, porque ela escreve seus livros com maestria. Agora não vejo a hora de ler “A Irmã de Becky Bloom”, quarto livro da série que já tem até o sexto volume publicado no Brasil pela Editora Record.
Ainda não conhece a Becky? Então está esperando o quê para delirar com ela?




Deixe o seu comentário

18 Respostas para "[Resenha] As Listas de Casamento de Becky Bloom – Sophie Kinsella"

✿Vanessa✿ - 10, abril 2012 às (21:43)

Oi Mi*
Eu quero muito ter a oportunidade de ler os livros desta autora.
Pelo que vc descreve o livro parece ser muito bom e bem do jeito que eu gosto!!

Bjinhs*
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

Responder

Vanessa - 10, abril 2012 às (22:44)

O único livro que li dela até agora foi o Delírios de Consumo que por sinal achei divertidíssimo, ainda pretendo ler mais coisa desta autora tão bem comentada.

Vanessa – Balaio

Responder

Bárbara Murat - 10, abril 2012 às (22:50)

Eu tinha curiosidade em relação aos livros dessa autora, mas não me lembro de ter visto nenhuma resenha, então não tinha muita vontade.. Agora com a sua resenha, minha curiosidade aumentou. Quero ler um livro que faça rir bastante.. Sério. Todo livro que eu pego para ler e falam que é engraçado, na verdade não me faz rir nem um pouquinho =/ HUAHA

Beijos.

Responder

Thalita Oliveira - 10, abril 2012 às (23:37)

Sou louca para ler os livros da Sophie, mas nunca me sobra grana para comprar e tempo para ler e-book T_T rsrs’.

Beijos,

Cantinho de uma garota
@thalita0liveira

Responder

Marcelo Lima - 10, abril 2012 às (23:38)

acabei de procurar a lista da Sophie no Submarino e morro de vontade de ler essa série ! rs adorei sua resenha , sabe acho que to precisando de um livro assim!

Responder

João Victor - 10, abril 2012 às (23:53)

Oi ..

Os livros não me chamam a atenção e nem fazem muito o meu estilo, mas a série parece ser bem legal e engraçada.

Enfim, gostei da resenha!

João Victor
Amigo do Livro
amigodolivro.blogspot.com.br

Responder

Ana L. S. Castro - 11, abril 2012 às (01:02)

Oi amiga!

Adorei sua resenha!
Amei esse livro!
Toda a série é demais, mas esse livro é especial não dá vontade de para e te deixa querendo mais!

bjus

Responder

Entre Fatos & Livros - 11, abril 2012 às (02:58)

Aione, eu ainda não li todos dessa série. Aliais, não estou lendo na ordem. Mas os que eu li, amei. Sou suspeita pq sou fã de Sophie Kinsela. A louca da Becky sempre me diverte!

BjoO
Pri
Entre Fatos e Livros

Responder

Érica Patricia Lopes - 11, abril 2012 às (12:03)

Mi,
Ainda não conheço a Becky, mas com certeza depois da sua resenha… Quero conhecê-la rs

É sério você falou tão bem do livro, da autora e da Becky que é impossível não ficar morrendo de curiosidade!

Mais um para minha lista de desejados!

Amei a resenha!

Beijokas

Responder

Camila - 11, abril 2012 às (14:10)

Nem me fale dos livros da Sophie!
Eu adoro os livros da autora, mas o único Becky Bloom que consegui ler foi o Delírios de Consumo! Já tenho o segundo da série, mas ainda não tive tempo!
beijos
Camis – Leitora Compulsiva

Responder

Eduarda Menezes - 11, abril 2012 às (19:28)

Oi Mi!
Estava meio receosa em ler a resenha, com medo de ver algum spoiler dos outros livros da série, mais fui em frente e não encontrei nenhum o/ Pelo menos nenhum que de fato tenha tanta importância assim! ^^
Adorei a resenha! Concordo demais com você, quando o assunto é chick-lit a Sophie é a melhor de todas. As suas personagens são completamente sem noção e ainda assim, as coisas que se passam em suas cabeças são tão comuns e hilárias que a gente acaba fisgada na narrativa envolvente. Mais divertida impossível!
Também fico como você, agoniada, querendo gritar com a personagem, tentando imaginar como ela vai conseguir sair de determinada situação, mas o melhor é que mesmo nessas horas a diversão é garantida! Ainda não li a série da Becky, apenas vi o filme, mas pretendo ler assim que possível.
Beijão!

Responder

Danzinha - 11, abril 2012 às (19:29)

Oiie Mi, Não li a resenha com medo de spoilers. Até agora só li o primeiro livro desta série e gostei muitíssimo a Sophie tem uma forma muito descontraída de escrever e eu adoro me divertir lendo um livro. Pretendo dar continuidade à série em breve.

Beijos

Amigas entre Livros

Responder

Lucas Martins - 11, abril 2012 às (21:11)

Mi, já te falei que morro de vontade de ler algo da Sophie Kinsella e até já comentei que quero ler a série da Becky.
Depois que eu ler O Segredo de Emma Corrigan, estava pensando em comprar o primeiro e ver se gosto.
Eu QUERO delirar junto com a Becky, rsrs
Beijão, Mi!

Responder

Ana Ferreira - 11, abril 2012 às (21:49)

Mi, você definitivamente evitou os spoilers e, naturalmente, achei isso ótimo.
De Becky Bloom, assisti apenas ao filme e achei bastante divertido, apesar de a maioria dizer que prefere mil vezes o livro, por conta de algumas adaptações desagradáveis feitas.
Os chick-lits acabaram me conquistando depois de “Qual Seu Número?”. Li em um dia e me diverti horrores, creio que com um título de Sophie Kinsella o sentimento seja parecido.
Sem contar que o Luke deve ser uma gracinha hahah

Beijos!
Ana – Na Parede do Quarto

Responder

Lili - 13, abril 2012 às (16:46)

Todo mundo fala bem, e apesar de eu gostar desse estilo e ter curtido o filme, ainda não peguei a Becky Bloom para ler.

Responder

Ni - 13, abril 2012 às (17:45)

Não posso concordar mais > “Entretanto, ao mesmo tempo em que a agonia me acompanhou durante o livro inteiro, a diversão também não saiu do meu lado por nenhum instante sequer”! Diferente de você, o segundo livro é o meu favorito. Como só li os três primeiros (até agora), a “ordem” para mim é 2ª, 1º, 3º! Todos são ótimos, mas este volume foi o que me deixou mais agoniada!

Responder

Fabrica dos Convites - 21, abril 2012 às (23:43)

Li apenas o volume um desta série e morri de ri.
Bjs, Rose.

Responder

Maria Eduarda - 15, outubro 2017 às (21:30)

Adoreiii…..o primeiro foi perfeito e o segundo melhor ainda o terceiro….nao vejo a hora de ler estou ao mesmo tempo ansiosa para o ultimo livro como triste ao saber que essa série ma ra vi lho sa vai acabar!amei a resenhaaa

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por