Parece, Mas Não É | Minha Vida Literária
19

abr
2012

Parece, Mas Não É

“Parece, mas não é” é uma coluna onde trago livros que, ao ver a capa pela primeira vez, achei tratarem de um assunto, mas, ao ler suas sinopses, descobri que não tinham nada a ver com o que pensei!

 

Como vocês puderam perceber, eu editei a imagem para que o título não aparecesse. Por que eu fiz isso? Simples, embora essa capa seja desconhecida (pelo menos era para mim, até que o Lu, do Livos, Filmes e Conversa Fiada a mostrou pra mim), o título não é. Nunca havia visto essa edição e fiquei chocada com ela, porque se eu tivesse conhecido o livro com essa capa, imaginaria uma história totalmente diferente do que realmente é.
Olhando para ela, eu pensaria em um romance impressionista a la Clarice Lispector. Uma história profunda, que desmembrasse o interior de uma mulher e suas percepções do mundo.
Não colocarei o título até a sinopse verdadeira, ok?
Sinopse – by Aione Simões
Aos 37 anos, Helen é atingida por uma profunda crise existencial. Após inúmeros relacionamentos mal sucedidos, ela não se tornou mãe, não viajou para todos os lugares que pretendia, não fez a diferença no mundo.
Se ela viver até os 90 anos, ainda não chegou nem na metade de sua vida. Mas o futuro é incerto e pode, também, ser ingrato. Teria ela tempo para fazer tudo o que ainda não fez? Seria possível viver algo capaz de tornar sua vida especial ou seu futuro seria uma extensão da mesmice atualmente vivida, sua amarga realidade?
E, como vocês já sabem, é claro que não é nada disso.
Mas vocês sabem sobre o que é? E que livro é esse?
(Pausa dramática. Fundo musical para aumentar o suspense)

 

Sinopse – O Diário de Bridget Jones – Helen Fielding

 

Livro que inspirou o filme estrelado por Renée Zellweger. O romance relata um ano na vida de Bridget Jones, uma mulher solteira, de trinta e poucos anos, que luta com todas as forças para emagrecer, encontrar um namorado, parar de beber e largar o cigarro. Uma história aparentemente comum, mas narrada em estilo impecável e extrema sensibilidade. Numa demonstração de acuidade, a autora tira do cotidiano de uma balzaquiana a matéria-prima para um livro memorável.

 

Pois é, peeps.
Um dos chick-lits mais famosos do mundo tem uma edição com essa capa.
O cigarro e a taça na mão da mulher até são condizentes com a Bridget, mas, falando sério e honestamente, essa capa não tem um ar totalmente melancólico e introspectivo?
Essa vida é realmente uma caixinha de surpresas.
Não é?
Beijos, seus lindos!




Deixe o seu comentário

21 Respostas para "Parece, Mas Não É"

Danzinha - 19, abril 2012 às (21:51)

OMG!! MI, eu jamais imaginaria que esta capa pertence a O Diário de Bridget Jones. Que estranho, realmente não tem nada relacionado a Chick-lit. #Estranho.

Beijos

Amigas entre Livros

Responder

Wendell Carvalho - 19, abril 2012 às (22:13)

Nunca tive a oportunidade de ler esse livro, apesar dos ótimos comentários a respeito dele. Mas sinceramente, essa capa não tem muito a ver com o que eu ja sei da história.

Beijos

Wendell Carvalho
Something ‘Bout Books

Responder

Priscilla Duhau - 20, abril 2012 às (00:43)

Mi, tenho que confessar que eu trapeceei na brincadeira de não descobrir o título do livro, haha. Isso porque como eu tenho acesso a sua página de posts, entrei pra fazer o post da Coluna da Duhau e acabei vendo esse post programado e um dos marcadores era “O Diário de Bridget Jones”, aí já viu, né? haha
Eu nunca li esse livro, mas tenho vontade sim de lê-lo, já que é tão famoso e faz sucesso até hoje. A capa dessa edição é linda, mas acho que realmente não combina com a história. Ficaria linda em um outro livro que tivesse exatamente esse tempa que você descreveu brilhantemente na sua sinopse. Ah, acho que ficaria melhor em preto e branco também, rs.

Beijão ♥
Priscilla Duhau
Livrificando

Responder

Mari ♥ - 20, abril 2012 às (01:37)

Oi Mi,
Realmente essa capa tem um ar melancólico, eu pelo menos olhando a capa não ia ler esse livro.
Realmente é estranho hein :S
Beijos

Responder

Lygia Netto - 20, abril 2012 às (01:49)

=OO

COMO ASSIM? Realmente me pegou de surpresa!
E achei SUPER válido vc editar o título para não sabermos antes de vc revelar a sinopse! Gostei da ideia! 😀

Beijos!

Responder

Anna Carolina Schermak Alves - 20, abril 2012 às (01:49)

Nossa, Nossa, nunca ia descobrir só pela capa. Você ganhou dessa vez amiga!

http://www.pausaparaumcafe.com.br

Responder

Eduarda Menezes - 20, abril 2012 às (05:46)

Super nada a ver, realmente! O tom melancólico da capa não poderia ser mais diferente do que o tema que iremos encontrar no livro. Aliás, mesmo você avisando com antecedência, tomei um susto quando vi o nome do livro hahaha Essa capa é brasileira? Nunca vi em canto nenhum! Vivendo e descobrindo rs
Beijão, Mi!

Responder

Aione Simões 20 abr 2012

Sabe que eu não sei, Duda?
Essa foi a única imagem que eu achei, e ela é muito pequena, não consegui ler o nome da editora… Mas eu acho que é brasileira sim!
Beijão!

Responder

Vanessa - 20, abril 2012 às (13:01)

Ahhhh, a capa não caiu bem de JEITO NENHUM ao livro, sou muito a mais a capa famosa, tem bem mais cara de chick-lit, ou será que quando o livro foi lançado a idéia era mesmo de ser uma história melancólica? Se era não conseguiram….

Vanessa – Balaio

Responder

Thamires R. - 20, abril 2012 às (13:09)

Oi Mi, tudo bem? Quanto tempo não passo por aqui hein o.o mas então, vi o post e não pude deixar de comentar! Eu nunca pensaria que essa capa fosse do livro O Diário de Bridget Jones hahaha realmente me assustei quando li o título!! Nunca li este livro, mas li um da série (Bridget Jones: No Limite da Razão) e achei a leitura muito cansativa. Um beijo,

Thamires.

Responder

Nuvem de Letras - 20, abril 2012 às (14:16)

Mi levei até um susto quando desci um pouco e li o nome do livro; eu pensei exatamente como você em relação ao livro, que fosse algo mais “cult”, sei lá rsrrs Nossa essa capa COM CERTEZA não tem nada ligado com O Diário de Bridget Jones, se enquadra completamente no propósito da coluna do blog, adorei!!
Beijinhos,
Daisy.
nuvemdeletras.blogspot.com

Responder

Babi Lorentz - 20, abril 2012 às (15:06)

Cooooomo assim O Diário de Bridget Jones com essa capa?
Jamais imaginaria porque acho que não se parece com a história.
Achei que sua sinopse se encaixou perfeitamente.
Beijão

Responder

✿Vanessa✿ - 20, abril 2012 às (16:03)

Oi Mi*
Nossa, eu não imaginei. Eu tenho este livro e a capa é bem diferente!!
Gostei*

Beijinhs
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

Responder

Pah - 20, abril 2012 às (17:59)

O quê? Pausa para fundo musical… OMG não acredito! ahauhauah Nunca iria imaginar que essa capa é do livro O Diário de Bridget Jones. Além da capa ser bem introspectiva, ela é tão apagadinha, tão simples, que nem parece um chick-lit. Com certeza faltou cor nessa capa! rsrs

P.S. Saudades de passar por aqui o/

Beijos

Pah, Livros & Fuxicos

Responder

Lili - 20, abril 2012 às (19:05)

hahaha Essa coluna sempre me diverte semanalmente. Eu adoro.
Vou dizer que não tem cara de chicklit, mas isso é totalmente válido para quebrar preconceitos, porque eu acho sim a cara de Bridget.
Usando tuas próprias palavras, ela é sim melancólica (e muito) e introspectiva no sentido que seu livro é um diário.

Vamos pensar na história dela, poxa se ela não fosse uma pessoa engraçada por natureza, seria uma história triste (afinal não é uma adaptação de orgulho e preconceito?).
Ela é uma mulher que chega aos trinta e sofre com pressões de casamento. E não é bem resolvida com isso, ela se sente sozinha. E se dá supermal nos relacionamentos pela sua carência emocional.
Entrega-se a vícios de cigarro, bebida e comida. (poxa quase parece Requiem para um sonho hehe).

E embora não seja alguém brilhante, gosto muito de passagens de ambos os livros onde mostram posições e reflexões interessantes, demonstrando que, apesar de hoje vivermos no culto a mulher bonita e inteligente (antigamente era bonita, com bom dote e amável para a família), cada mulher pode se sair bem na vida com os atributos que possuí.

liliescreve.blogspot.com

Responder

Aione Simões 20 abr 2012

Lili, adorei seu comentário!
Acho que você tem toda a razão!
Realmente, pontuando pela maneira que você colocou, é bem a cara da Bridget mesmo! Acredita que eu não li o livro ainda? E, por isso, provavelmente faltou um olhar certo pra capa!
De qualquer forma, acho que ela quebra preconceitos mesmo, porque ela foge do esteriótipo dos chick-lits sem deixar de se condizente com a história!
Beijos!

Responder

Fernando Turozi - 21, abril 2012 às (02:39)

Mi, já falei que você tem talento ? Nunca poderia imaginar que essa capa era de um chick lit ! Mas pensando bem, sua sinopse tem um pouco a ver com a história real.. Pois a mulher em seus 30 anos de idade, sem saber o que quer, sem saber o que quer fazer.. mas enfim, muito interessante esse #PareceMasNãoé ! Adorei !

Fernando

http://nerdliterario.blogspot.com/

Responder

Carolina Mello - 21, abril 2012 às (13:33)

Hahaha eu ri alto quando vi o título original.
Realmente não é nada do que você imaginou e nem do que eu imaginei. Também esperava algo a la Clarice.
Não gostei da capa desse livro, prefiro a outra capa. :/

Beijos, Carol.

http://www.perdidanaestante.blogspot.com

Responder

leitoracompulsiva - 26, abril 2012 às (21:01)

Hahahaha,
Adorei! Quando vi a capa pensei em algo melancólico, mas depois que vi o título, a capa me passou outra impressão! E não é que achei que combina? A imagem me remeteu a uma ressaca, que é a cara da Briget!
beijos
Camis – Leitora Compulsiva

Responder

Lucas Martins - 27, abril 2012 às (20:05)

Nem tenho muito o que falar, já que eu indiquei e já comentei horrores contigo no Twitter, rsrsrs
É, passa um tom de melancolia (tudo bem, em alguns momentos no livro é meio explícito, mas não a este ponto, rsrs)
Adorei ver que você postou a minha dica, Mi, rsrs Vou achar mais uns para indicar!
Beijão!

Responder

Sheylla - 27, abril 2012 às (21:29)

Eu fiquei ‘chocada’ em saber que essa capa é da Bridget. =O

Tudo bem que parando pra pensar -depois de ler o post inteiro-, pode até lembrar a personagem… mas prefiro aquela capa branca, com ‘figuras’. Bem mais alegre e não dramática como essa.

Beeijo

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil