Parece, Mas Não É | Minha Vida Literária
16

ago
2012

Parece, Mas Não É

“Parece, mas não é” é uma coluna onde trago livros que, ao ver a capa pela primeira vez, achei tratarem de um assunto, mas, ao ler suas sinopses, descobri que não tinham nada a ver com o que pensei!


Um romance adolescente. Um típico YA.

Sinopse – by Aione Simões
 
Marian sempre foi o tipo de garota “certinha”: dona das melhores notas da sala, de um sorriso gentil e de um ombro amigo. Filha de pais rígidos, nunca existiu para ela a opção de ser diferente. Assim, a garota se acostumou a fazer o “certo”, sem questionamentos.
Porém, tudo muda com a chegada de Luke, sua jaqueta de couro, o sorriso mais irresistível de todos e sua namorada, Bella.
É quando Marian terá que decidir o que é certo para ela: ouvir o que a sociedade prega ou o seu coração.

Pelo menos, foi isso que pensei ao ver o post do Yago.

Sinopse – Delírio – Lauren Oliver


Muito tempo atrás, não se sabia que o amor é a pior de todas as doenças. Uma vez instalado na corrente sanguínea, não há como contê-lo. Agora a realidade é outra. A ciência já é capaz de erradicá-lo, e o governo obriga que todos os cidadãos sejam curados ao completar dezoito anos. Lena Haloway está entre os jovens que esperam ansiosamente esse dia. Viver sem a doença é viver sem dor: sem arrebatamento, sem euforia, com tranquilidade e segurança. Depois de curada, ela será encaminhada pelo governo para uma faculdade e um marido lhe será designado. Ela nunca mais precisará se preocupar com o passado que assombra sua família. Lena tem plena confiança de que as imposições das autoridades, como a intervenção cirúrgica, o toque de recolher e as patrulhas-surpresa pela cidade, existem para proteger as pessoas. Faltando apenas algumas semanas para o tratamento, porém, o impensado acontece: Lena se apaixona. Os sintomas são bastante conhecidos, não há como se enganar — mas, depois de experimentá-los, ela ainda escolheria a cura?.
Então, eu sei que Delírio é um distópico bem romântico e tal, mas não acho que a capa da Holanda tenha sido uma boa escolha. O livro remete sim ao amor, mas eu jamais pensaria em uma sociedade diferente, jamais pensaria em uma distopia olhando para essa capa.
O que vocês acharam? Concordam comigo?
Já sabem: se tiverem sugestões, me enviem!
Beijos, queridos!




Deixe o seu comentário

15 Respostas para "Parece, Mas Não É"

Movidos por Palavras - 16, agosto 2012 às (18:31)

Eii Aione,
Concordo com você sim,olhando para a capa da Holanda,eu nunca pensaria que fosse um livro distópico.Antes de ler o post,olhando só para a capa,pensei que fosse um livro no estilo Bem Mais Perto.

Beijos,
Joyce
http://movidosporpalavras.blogspot.com/

Responder

Julia G - 16, agosto 2012 às (19:00)

Oi Aione, acho que tenho que concordar com você… Se me dissessem que era outra capa para Um Dia, por exemplo, eu até acreditaria (lembrei uma cena do filme). Mas Delírio? Sem chances! rsrs
Estou louca para ler esse livro.

Beijos

Responder

Lili - 16, agosto 2012 às (19:58)

Mais ou menos. Não li o livro, mas dessa vez eu discordo quanto ao romance adolescente. Poderia ser.. mas as cores e tal me parece algo mais denso. Eu jogaria até um esquema de assassinato adolescete 9quem sabe).

liliescreve.blogspot.com

Responder

Danzinha - 16, agosto 2012 às (20:54)

Oii Mi, sua linda!

Nossa, achei essa capa muito nada a ver. Sinceramente, eu jamais pensaria em uma distopia – mesmo que seja relacionado a amor – olhando para esta capa. Mi, adoro como você é sempre tão romântica nas suas sinopses!!

Beijos

Amigas entre Livros

Responder

Marcelo Lima - 16, agosto 2012 às (20:56)

essa é a mais sem noção que eu vi de Delirum , todos costumavam ser lindas … adoro essa série!

Responder

Sofia - 16, agosto 2012 às (23:44)

Meio sem noção mesmo! Eu imaginei algo diferente…

Beijos
Lendo de Tudo

Responder

Eduarda Menezes - 17, agosto 2012 às (00:23)

Concordo, Mi! Realmente não remete a uma distopia, apesar da capa ser até fofa. Diria um romance, e no máximo um suspense por conta das cores mais escuras. Não gosto muito da capa brasileira de Delírio (gosto das cores) mas não da capa em si, ainda assim é melhor do que a da Holanda!
Beijão!
Ps. Doida pra que chegue logo a Bienal hauhau

Responder

Lucas Martins - 17, agosto 2012 às (03:58)

MASOQ, Delirio? Hahaha Imaginei 1001 e livros, menos esse.
Alias, tenho que ler!
Beijao, Mi!

Responder

Leticia - 17, agosto 2012 às (05:52)

Nossa, nunca imaginária delírio olhando essa capa.

Beijo, Ticia;
http://obsessionvalley.blogspot.com.br

Responder

Lu - 17, agosto 2012 às (15:58)

realmente DELÍRIO não combina com essa capa.
Adorei essa coluna Aione. Tem muitas histórias que não tem nenhuma semelhança com a capa.

beijos.

Responder

Beatriz Gosmin - 17, agosto 2012 às (19:37)

Nossa, nunca imaginei que fosse Delírio. 😀
Mas achei a capa bonita para um livro sei lá, de auto-ajuda, romance fofinho.

Beijos
Bia | http://www.livroseatitudes.com.br

Responder

Thamires R. - 17, agosto 2012 às (23:26)

Oi Mi!
Nossa, vendo a capa pela primeira vez, pensei em algo do tipo romance adolescente também, só que a garota um pouco rebelde e tal…
Não conhecia a sinopse de Delírio, mas já tinha ouvido falar do livro e já havia visto a capa brasileira.

Mi, caso ainda esteja aberta a sugestões, tenho uma → http://skoob.s3.amazonaws.com/livros/194449/O_PASSARO_1324492532P.jpg

Caso ainda não conheça, acho que deve ser uma capa boa (:
Beijão,

Thamires – Laço de Cetim

Responder

Kéziah Raiol - 18, agosto 2012 às (03:54)

Quando olhei pra capa da Holanda nem reconheci que era delírio! hahaha’
Antes de ler o post todo eu jamais iria imaginar esse livro (baseada na capa) como um livro distópico, não foi uma boa escolha.

Beijinhos! E parabéns pela coluna.

Responder

Planet Pink - 19, agosto 2012 às (20:36)

Oi Mi!
Também achei essa capa não muito a ver com o livro não e não consegui enxergar sua visão dele também, acho que eu iria pra algo mais sofrido, drama, por aí

Beijos!

Responder

Pah - 20, agosto 2012 às (13:25)

Oi Gêmea, tudo bem?

Sério que essa capa é de um livro distópico? rsrs Imaginei logo de início um Y.A contemporâneo, algo bem “em busca da liberdade”, tudo culpa dessa borboleta da capa, ahuahua

Beijokas

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por