outubro 2012 | Minha Vida Literária
30

out
2012

[Resenha] Uma Proposta Irrecusável – Jill Mansell

Título: Uma Proposta Irrecusável
Autor: Jill Mansell
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 408
Ano de Publicação: 2011
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Lola não tem intenção nenhuma de aceitar a proposta de romper com seu namorado Dougie, pela quantia de £ 10,000, oferecida pela mãe dele. Então, ela descobre um segredo que a faz pensar outra vez. Dougie provavelmente teria terminado com ela, a longo prazo, e dessa forma ela pode ajudar uma das pessoas que ela mais ama no mundo. Dez anos mais tarde, porém, quando Lola encontra Dougie de novo, seus sentimentos por ele são tão fortes como nunca. Mas ela partiu o coração de Dougie – e ele está prestes a descobrir que ela foi paga para fazê-lo. Bem, Lola é muito atraente e muito persuasiva. Será que ela irá conseguir reconquistá-lo desta vez …

Continue lendo »

29

out
2012

Divulgações e Novidades

Olá gente linda que por aqui passa!

Vamos conferir várias novidades igualmente lindas?
Editora Novo Século
Sinopse: Quando a viciada em trabalho Pamela Smythe sussurra seu desejo de um bom homem, ela nunca esperava encontrar um–especialmente não em Vegas. Mas a deusa Artemis desafiou seu gêmeo Apollo à mudar isso.
26

out
2012

[Resenha] Sereia – Tricia Rayburn

Título: Sereia
Autor: Tricia Rayburn
Editora: Verus
Número de Páginas: 306
Ano de Publicação: 2011
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Vanessa Sands, de 17 anos, tem medo de tudo – do escuro, de altura, do mar –, mas sua destemida irmã mais velha, Justine, está sempre por perto para guiá-la a cada desafio. Até que Justine vai mergulhar num precipício uma noite, perto da casa de veraneio da família em Winter Harbor, e seu corpo sem vida aparece na praia no dia seguinte. Os pais de Vanessa tentam superar a tragédia retornando à vida cotidiana em Boston, mas ela sente que a morte da irmã não foi acidental. Depois de descobrir que Justine estava escondendo diversos segredos, Vanessa volta para Winter Harbor, esperando que Caleb, o namorado de sua irmã, possa esclarecer algumas coisas, mas o garoto está desaparecido. Logo, não é apenas Vanessa que está com medo. Winter Harbor inteira fica em alvoroço quando outro corpo aparece na praia, e o pânico se instala à medida que a pequena cidade se torna palco de uma série de acidentes fatais relacionados com a água, em que as vítimas são encontradas sorrindo horrivelmente de orelha a orelha. Vanessa e Simon, irmão mais velho de Caleb, unem forças para investigar os estranhos acontecimentos e, no caminho, a amizade de infância se transforma em algo mais. Conforme eles vão encontrando ligações entre a morte de Justine e a súbita erupção de afogamentos assustadores na cidade, Vanessa descobre um segredo que ameaça seu romance com Simon – e que vai mudar sua vida para sempre. 

Continue lendo »

25

out
2012

Parece, Mas Não É

“Parece, mas não é” é uma coluna onde trago livros que, ao ver a capa pela primeira vez, achei tratarem de um assunto, mas, ao ler suas sinopses, descobri que não tinham nada a ver com o que pensei!

Continue lendo »

24

out
2012

Um final discutível: A ambiguidade de Um Amor Para Recordar

Alerta! Esse post contem spoilers do filme “Um Amor Para Recordar!

Para aqueles que apenas assistiram ao famoso drama teen do Nicholas Sparks, não há dúvida de que o final triste, porém tocante, emociona a todos, pegos desprevenidos ou não, com o coração apertado e muitas lágrimas nos olhos perante a morte prematura da doce personagem Jamie. 

 
O que muitos não sabem, contudo, é que para muitos leitores do livro, não acontece bem assim. Fundamentado nas próprias palavras do autor presentes no enredo, há aqueles que acreditam na morte da personagem e há os que creem no acontecimento de um milagre e, consequentemente, na sobrevivência de Jamie. Pouco provável, mas há de se concordar que se tratando de uma história de amor, às vezes preferimos deixar a razão de lado e torcer por aquela luz no fim do túnel muito mais satisfatória para acalentar nossos corações. 
 
Mas de onde surgiu tudo isso? O próprio autor tem algo muito interessante e esclarecedor a dizer sobre o assunto: Afinal, a Jamie morreu ou não? 
 
Pensando em esclarecer esta questão, o Book Addict se uniu com o Minha Vida Literária para trazer a todos uma discussão saudável sobre o assunto, dividida da seguinte forma: primeiramente diremos o que cada uma de nós pensa sobre isto e, logo após, os leitores poderão conferir parte de uma entrevista feita com o Nicholas, onde ele responde de uma vez por todas a pergunta mais importante e fundamental a respeito de Um Amor Para Recordar.
Continue lendo »
23

out
2012

[Resenha] O Rosto Que Precede O Sonho – Mauricio Gomyde

Título: O Rosto Que Precede O Sonho
Autor: Mauricio Gomyde
Editora: Porto 71
Número de Páginas: 176
Ano de Publicação: 2012
Skoob: Adicione
Compre: Site do Autor

Os sinais que ele não percebeu, no dia do acidente, poderiam ter evitado que seus pais entrassem naquele avião. Tempos depois, algo inesperado mudou o rumo das coisas, e ele, então, passou a esperar o dia em que os sinais voltariam… Tomas Ventura levava uma vida quase perfeita, cercado por tudo que sempre quis: um violão, um telescópio, muitos discos bons, amigos, um emprego de sonhos e uma casa que flutuava. Mas no dia em que recebeu a proposta de trabalho da sua vida, o convite para participar da trilha sonora de um grande filme de Hollywood, ele decidiu dizer “não”. Até que dois sinais, os olhos cor de mel daquela menina, mostraram-lhe que ainda havia motivos para seguir em frente… 

Continue lendo »

21

out
2012

Coluna da Duhau #37 – Usos do Porquê

Oi, pessoal, tudo bem com vocês? Espero que sim. ^^ Bom, a coluna dessa semana traz como tema o uso do porquê. Sei que a gente aprende isso lá atrás, mas uma hora ou outra acabamos nos confundindo de vez em quando, não é mesmo?
De qualquer maneira, espero que vocês apreciem o post e que ele seja útil pra vocês de alguma forma. Vamos a ele:

– Porquê –
Regra: É um substantivo, portanto só poderá ser utilizado quando for precedido de de artigo (o, os), pronomes adjetivos (meu, este, esse, aquele, quanto…) ou numeral (um, dos, três…).
Exemplos: 

  • Ninguém entende o porquê de tanta confusão.
  • Este porquê é um substantivo. 
  • Quantos porquês existem na língua portuguesa?
  • Existem quatro porquês.
– Por quê –
Regra: Sempre que a palavra que estiver em final de frase, deverá receber acento, não importando qual seja o elemento que surja antes dela.
Exemplos: 
  • Ele não me ligou e nem disse por quê.
  • Você está rindo de quê?
  • Você veio aqui para quê?
– Por que –
Regra: Usa-se por que quando houver a junção da preposição por com o pronome interrogativo que ou com o pronome relativo que. Para facilitar, pode-se substituí-lo por por qual razão, pelo qual, pela qual, pelos quais, por qual.
Exemplos:
  • Por que não me disse a verdade? = por qual razão
  • As causas por que discuti com ele são particulares. = pelas quais
  • Mariana é a mulher por que vivo. = pela qual
– Porque – 
Regra: É uma conjunção subordinativa causal ou uma conjunção subordinativa final ou conjunção coordenativa explicativa, portanto ligará duas orações, indicando causa, explicação ou finalidade. Para facilitar, pode-se substituí-lo por já que, pois ou a fim de que.
Exemplos:
  • Não saí de casa, porque estava doente. = já que
  • É uma conjunção, porque liga duas orações. = pois
  • Estudem, porque aprendam. = a fim de que
Existem quatro uso do porquê, portanto não é tão difícil assim, né? Bom, de todo jeito, espero que tenham gostado do post de hoje. ^^
Beijão e uma ótima semana a todos! o/
páginas 123

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por