Parece, Mas Não É | Minha Vida Literária
18

out
2012

Parece, Mas Não É

“Parece, mas não é” é uma coluna onde trago livros que, ao ver a capa pela primeira vez, achei tratarem de um assunto, mas, ao ler suas sinopses, descobri que não tinham nada a ver com o que pensei!

A flor me remeteu à feminilidade.
O teclado e o caderno me remeteram à modernidade e à correria.
Resultado: pensei em um chick-lit a la Samantha Sweet.


Sinopse – Um Momento de Meditação – by Aione Simões
Leah é apaixonada pelo seu trabalho. Jornalista, conseguiu o emprego dos sonhos como editora de uma grande revista de moda, a Spotlight.
Tão acostumada a sua rotineira correria, Leah parece não notar o quanto sua vida pessoal está em segundo plano. Ou então, exatamente por saber disso, é que ignora o fato.
Eis que Alex, seu melhor amigo, propõe a ela um desafio: abrir mão de tudo por um mês em um centro de meditação com ele, longe da revista, da cidade e de seu celular. Disposta a provar que é capaz de conseguir, Leah aceita, sem saber que a crise de abstinência gerada pela distância de seu mundo seria o menor dos problemas que ela terá que enfrentar.

Bom, não.
E eu deveria imaginar apenas pelo selo que ele foi publicado e pela frase abaixo do título que fiz questão de ignorar…

Sinopse – Um Momento de Meditação – Martin Boroson
Pense em todos os momentos que você perde no trânsito, numa fila ou desconcentrado no trabalho. E se houvesse algo que pudesse fazer nesses instantes para revigorar a mente, reduzir o estresse e se sentir cen trado e feliz?
Um momento de meditação nos ensina que esse estado de concentração e paz não é um objetivo distante. Você vai aprender uma forma de meditar que pode ser praticada em apenas um instante, em todos os lugares e em qualquer situação.
O método começa com um exercício que requer um minuto por dia. Com a prática, você levará cada vez menos tempo para se sentir focado e tranquilo e poderá meditar em qualquer momento.
Ao aprender as técnicas deste livro e aprofundar sua compreensão dos ensinamentos aqui apresentados, você desfrutará benefícios não apenas espirituais, mas também bastante práticos. Você aprenderá a vivenciar a quietude profunda em meio à agitação cotidiana e isso pode melhorar o humor, amenizar a depressão, reduzir a pressão arterial, fortalecer o sistema imunológico e promover o otimismo.
Sábio, prático e inspirador, este livro pode ajudá-lo a encontrar inúmeras oportunidades em meio a um dia atribulado. Deixe-o na mesa de cabeceira ou de trabalho, como um lembrete para tirar um tempo para si mesmo.
Então.
A capa, na verdade, remete ao conteúdo, mas não consigo ver um auto-ajuda ao olhar para ela.
Sou só eu ou vocês também não?
Beijos!




Deixe o seu comentário

14 Respostas para "Parece, Mas Não É"

Planet Pink - 18, outubro 2012 às (19:10)

Aaah que capa gracinha!
Pelo nome, eu já imaginei logo um auto ajuda, mas a capa não dá ideia mesmo disso.

Vou tentar acessar uma net decente hoje, pq PRECISO ver seu bookshlef tour *-* haha

Beijos

Responder

Lili - 18, outubro 2012 às (19:13)

Dessa vez estamos em total desacordo. Esse título combinado a capa (talvez não a capa sozinha só no desenho) me fizeram crer na hora que era um auto-ajuda.

Quando propuseste um chick-lit eu fiquei pensando: será?

Mas, não. Pela primeira vez nossas mentes não seguiram o mesmo caminho.
Se eu fosse só olhar a capa talvez eu pensasse em um romance adolescente.

liliescreve.blogspot.com

Responder

Jessica Asato - 18, outubro 2012 às (22:30)

Hahaha, eu não associei o livro a um chick-lit, apesar de a capa com a florzinha dar essa sensação! Li o título e pensei em yoga, acredita?? *-*
Engraçado como podemos nos enganar facilmente, né?? E isso que é legal: um livro superar nossas expectativas ou mudar nossa opinião “pré-formada” com uma simples sinopse e/ou capa!

Beijos!

Responder

Kéziah Raiol - 19, outubro 2012 às (01:24)

Oi Mi, tudo bom?
Nossa eu jurava pela capa que era um chick-lit, me lembrou da capa de Bridget Jones, com vários objetos, realmente parece, mas não é! hahahaha

Beijinhos

Responder

Bianca de Borba Machado - 19, outubro 2012 às (02:44)

Eu imaginei que fosse auto-ajuda, pelo título, e pela editora! uahuaha
Mas eu amei sua sinopse, eei escreve um livro pra essa sinopse vai hahahaha! Fiquei com vontade de ler sabe o.O
Beijinhos flor

http://naestantedabia.blogspot.com.br/

Responder

Sora Seishin - 19, outubro 2012 às (12:49)

Oi Aione!
Ah dessa vez adivinhei, porque li o subtítulo, aí já percebi que era auto-ajuda.
Mas a sua sinopse daria um livro muito mais legal!

Beijos,
Sora – Meu Jardim de Livros

Responder

✿Nessa✿ - 19, outubro 2012 às (12:52)

Oi Mi*
Dessa vez vou descordar de vc. Certo, a capa é moderna, mas o título e o selo dizem tudo!

Bjinhs*
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

Responder

Julia G - 19, outubro 2012 às (13:55)

Ai Mi, pela primeira vez eu acertei do que se tratava o livro de olhar para capa/título (sem subtítulo). rsrs
Fiquei até orgulhosa de mim mesma, estava até achando que tinha feito o contrário de você, pensando que era um auto-ajuda e que na verdade era um chick-lit.

Beijos

Responder

Ana Ferreira - 19, outubro 2012 às (19:06)

Mi, pela capa eu também achei que fosse um chick-lit, mas logo que li o título e o lema, cheguei à conclusão de que era autoajuda, definitivamente. Como não aprecio o gênero, definitivamente, adoraria ler essa versão da sua resenha. Jornalista, ansiedade e melhor amigo… Ah, quem nunca? kkkk
Beijo!

Responder

Marcelo Lima - 19, outubro 2012 às (22:19)

tipo , sério mesmo ? eu até me interessei por esse livro , pensava que era algo do tipo auto ajuda !

Responder

Lucas Martins - 20, outubro 2012 às (18:25)

..Autoajuda.. ? Meu deus! Mas achei legal o livro, leria, hahaha
Beijão!

Responder

Igor Gouveia - 22, outubro 2012 às (11:57)

Mione 😉

Olhei a capa do livro e me deu sono. Deve ser a hora. K Adorei a sua sinopse, viu?

Abração!

Responder

Igor Gouveia - 22, outubro 2012 às (11:57)

Mione 😉

Olhei a capa do livro e me deu sono. Deve ser a hora. K Adorei a sua sinopse, viu?

Abração!

Responder

Mariana FS - 11, novembro 2012 às (00:35)

Oi Aione!
Dessa vez eu acertei. Achei de cara que fosse auto-ajuda. Mas acho que foi mais pelo subtitulo do que pela capa mesmo. Analisando como você analisou, concordo plenamente com a sua sinopse.
Beijos

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por