[Resenha] O Rosto Que Precede O Sonho - Mauricio Gomyde | Minha Vida Literária
23

out
2012

[Resenha] O Rosto Que Precede O Sonho – Mauricio Gomyde

Título: O Rosto Que Precede O Sonho
Autor: Mauricio Gomyde
Editora: Porto 71
Número de Páginas: 176
Ano de Publicação: 2012
Skoob: Adicione
Compre: Site do Autor

Os sinais que ele não percebeu, no dia do acidente, poderiam ter evitado que seus pais entrassem naquele avião. Tempos depois, algo inesperado mudou o rumo das coisas, e ele, então, passou a esperar o dia em que os sinais voltariam… Tomas Ventura levava uma vida quase perfeita, cercado por tudo que sempre quis: um violão, um telescópio, muitos discos bons, amigos, um emprego de sonhos e uma casa que flutuava. Mas no dia em que recebeu a proposta de trabalho da sua vida, o convite para participar da trilha sonora de um grande filme de Hollywood, ele decidiu dizer “não”. Até que dois sinais, os olhos cor de mel daquela menina, mostraram-lhe que ainda havia motivos para seguir em frente… 

O Rosto Que Precede O Sonho é um livro que eu sabia que gostaria antes mesmo de lê-lo e não me enganei. Não precisei ler a sinopse para basear minha opinião. Como sempre, preferi não saber o rumo da história até iniciar a leitura. Eu sabia que gostaria do livro por conta das outras obras do autor que já haviam me conquistado.
Algo que pude reparar na narrativa de Maurício em seus dois primeiros livros e que constatei nesse é que sua escrita é mais leve e mais cômica quando se baseia na visão de um protagonista homem. Quando se trata de uma protagonista, a escrita se torna mais delicada, mais doce. Dessa maneira, O Rosto Que Precede O Sonho, ainda que seja narrado em terceira pessoa, apresenta a visão de Tomas através de uma linguagem leve e divertida, mas, nem por isso, menos sensível.
Aliás, diria que “sensibilidade” é uma característica recorrente das obras de Maurício. Essa, em especial, é sensível desde o início, principalmente por conta dos detalhes e sutilezas inseridos estrategicamente pelo enredo. Ainda, uma história fundamentada em trilhas sonoras só poderia resultar em algo terno. Cada palavra, aqui, funciona como um acorde em uma música; cada uma contribui para dar o ritmo, a fluidez e a melodia ao enredo.
Tomas é um dos personagens mais encantadores que já conheci. A sensibilidade da história está, em grande parte, relacionada a ele, já que sua condição de artista o torna uma pessoa aberta aos pequenos detalhes e as nuances da vida. É um romântico discípulo do carpe diem. Também, é um sagitariano típico: sua condição de aventureiro faz jus a sua data de nascimento.
Ainda, preciso destacar o quanto a história é inteligente em diversos detalhes. Acredito que a ligação do autor com o mundo da música tenha sido de grande ajuda para criar alguns pontos; de qualquer forma, imagino que tenha sido necessária uma boa pesquisa e um grande insight para relacioná-los, inclusive com temas de outras áreas, como a biologia e, claro, a literatura.
 Houve um momento em que me senti revoltada, a ponto de desejar jogar o livro pra longe de mim, embora houvesse indícios de tal acontecimento por todo o enredo. Contudo, minha reação foi a inversa: mantive-me grudada ao livro para ver como seria finalizado.
Não posso, também, deixar de falar da habilidade de Maurício em criar uma história envolvente e verossímil independentemente do número de páginas. O livro é curto, os acontecimentos são rápidos, porém totalmente críveis. Talvez o final tenha tendido ao clichê; mas acredito que, dessa maneira, tornou tudo ainda mais intenso.
Apesar da linguagem leve e descontraída, não se engane. O livro é tocante e emocionante, fazendo-nos pensar que a importância do que vivemos não se dá na duração dos momentos, mas sim na força com que nos atingem.




Deixe o seu comentário

17 Respostas para "[Resenha] O Rosto Que Precede O Sonho – Mauricio Gomyde"

Sammy - 23, outubro 2012 às (17:36)

Primeira resenha que leio sobre o livro, e pelo visto é uma estória cheia de sentimentos, que vai tocar o leitor de várias maneiras. A literatura nacional se mostrando forte e cheia de qualidade =D

Bjs

Da Imaginação a Escrita

Responder

Babi Lorentz - 23, outubro 2012 às (19:01)

Maurício realmente é um ótimo autor. É um nome muito bom da literatura brasileira e quem eu admiro bastante. Quero muito ler logo O Rosto que Precede o Sonho porque parece mesmo ser uma boa história. E bom saber que agora voltamos para um personagem masculino.
Beijão.

Responder

Lili - 23, outubro 2012 às (19:47)

Estava curiosa para ver tuas palavras com relação a ese livro.
Fiquei bem empolgada com cada ponto de satisfação. Tenho muita votnade de ler esse livro e iamgino que também vá gostar.

liliescreve.blogspot.com

Responder

Marcelo Lima - 23, outubro 2012 às (21:36)

eu já tinha vontade de ler algo dele , acho que quero começar com esse ! adorei a resenha mi.

Responder

Neiva Meriele - 23, outubro 2012 às (22:11)

Oi Mi. Eu já tinha lido algumas resenhas desse livro do Maurício, e até participei de alguns sorteios na esperança de ganhar o livro rs. Como sempre sua resenha é perfeita, as palavras que usa, a forma como escreve, tudo é muito bem escrito, sem acrescentar nem diminuir, tudo na medida certa. Parabéns mais uma vez e esse é um livro que espero ler em breve. Beijos.

Responder

Raquel Machado - 23, outubro 2012 às (22:53)

Oi MI,
Primeiro começo pelo final e digo uau…que frase essa sua última hein “a importância do que vivemos não se dá na duração dos momentos, mas sim na força com que nos atingem.” adorei eheheh…mesmo mesmo…então sobre a resenha quero dizer que estou esperando receber essa obra do autor acho que atrasou um pouquinho mas espero gostar bastante parece ser um romance ne???Enfim mesmo sendo cliche tambem acho que vou curtir so vou ter que achar uma epoca em que não esteja sensivel senão vou morrer chorando…
Bjsss
Raquel machado
Leitura Kriativa

Responder

Michele Mourao - 24, outubro 2012 às (00:19)

acho que vou chorar..to muito sensivel hoje, imagino o quanto esse livro é lindo…

bjoss

Responder

Amanda Taisy - 24, outubro 2012 às (01:01)

Oiiii flor, votei muuuiito por essa capa, e a resenha é maravilhosa.
Estou doida por comprar o livro.

Beijinhos da Táta

http://umdiaacadalivro.blogspot.com.br/
@umdiaacadalivro

Responder

Alice Aguiar - 24, outubro 2012 às (04:39)

eu jpa li tanta resenha desse livro que eu to cansada o-o necessito urgente ler ele antes que eu tenha um troço hasuhusahu ok sem exageros, mas ele parece ser muito bom né.

Responder

Vanessa - 24, outubro 2012 às (09:56)

Olá 🙂
Uh, que linda sua resenha, adorei. Não estava muito interessada nesse livro, mas sua resenha me chamou atenção. Ainda não li nada desse autor, preciso ler, ain ain .-. Enfim, se eu tivesse uma oportunidade leria esse livro 😀

Beijos, Vanessa.
This Adorable Thing

Responder

✿Nessa✿ - 25, outubro 2012 às (10:51)

Oi Mi*
Eu Li somente um livro deste autor e eu amei que foi “Ainda não te disse nada” e esta já é a segunda resenha positiva que leio. Quero muito ler.

Bjinhs*
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/2012/10/dica-de-leitura-com-marco-antonio_24.html

Responder

Julia G - 25, outubro 2012 às (14:52)

Oi Mi, morro de curiosidade de conhecer mais livros do Maurício. Já percebi que a linguagem leve é sua característica, mas isso não significa uma leitura pobre, longe disso.
E a sensibilidade que vi em outro livro dele parece se destacar em todos. Um ponto positivo a mais, já que mostra intensidade e profundidade.

Beijos

Responder

JennyCullen - 25, outubro 2012 às (22:58)

Mi,como suas resenhas são tão profundas *-*
Só de você falar tão bem bateu uma vontade de ler esse livro,ou algum dos outros dois do Mauricio,que tenho bastante vontade de conhecer!
O livro parece ser delicioso de se ler,fiquei bem curiosa ‘-‘

Beijooss,
Jennifer

Responder

Lygia Netto - 28, outubro 2012 às (03:54)

Eu definitivamente PRECISO ler alguma coisa do Mauricio. Sei que a Mari ganhou ele na promo que o autor fez, vou ter que “roubar” pra ler dps, haha.

Mas parece que essa característica “sensível” do autor é que mantém os livros em uma qualidade tão boa! =)

Quero ler!!!!

Beijos!

Responder

Lucas Martins - 30, outubro 2012 às (18:20)

Eu não estava tão curioso assim pelo livro até ler sua resenha, Mi, de verdade.
Realmente, a linguagem do Mauricio é bem fácil e agradável. O enredo simples e bem desenvolvido não parece trazer grades reflexões… aí nos enganamos, porque refletimos sim, um monte!
E esse link que o autor fez com música e outros assuntos, como você mesma falou… Parece ainda mais interessante. Ele realmente sabe fazer um bom livro.
Quero ler ainda, só vou esperar ficar num preço mais ok ou se eu for sorteado qualquer hora :/
Beijão, Mi!

Responder

Marli Carmen - 30, dezembro 2012 às (22:23)

Aione, essa é a beleza da literatura ter vontade de jogar o livro longe, ter vontade de abraçar o livro, ter vontade de chorar durante a leitura…o magnífica encantamento que ela nos causa…essa deusa de olhos verdes!
bjs

Responder

Vanessa Grandin - 15, janeiro 2013 às (13:15)

Comprei esse livro depois de ler sua resenha e estou bem ansiosa para lê-lo…espero gostar tanto quanto você !

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil