[Resenha] Feche Bem Os Olhos - John Verdon | Minha Vida Literária
05

nov
2012

[Resenha] Feche Bem Os Olhos – John Verdon

Título: Feche Bem Os Olhos
Autor: John Verdon
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 432
Ano de Publicação: 2012
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

David Gurney sempre foi viciado em resolver enigmas. Mesmo dois anos depois de ter trocado a carreira policial pela pacata vida no campo, sua mente investigativa não consegue resistir a uma boa charada. Foi assim com o caso do Assassino dos Números, um ano antes. Agora, a história se repete quando ele é convidado para trabalhar como consultor e ajudar a polícia a desvendar um instigante homicídio. Jillian Perry, uma jovem de 19 anos, foi morta de maneira brutal no dia do próprio casamento. Todas as pistas apontam para um misterioso jardineiro, só que nada mais na história se encaixa: o motivo, o lugar onde a arma do crime foi deixada e, principalmente, o modus operandi. A princípio, David reluta em aceitar o convite, preocupado em preservar seu casamento, já que sua esposa, Madeleine, é totalmente avessa ao seu envolvimento em qualquer assunto policial. Porém, recusar-se a participar da investigação seria ir contra sua essência e David acaba se convencendo de que não conseguirá dormir em paz enquanto o criminoso estiver à solta. Quando começa a entrevistar parentes e conhecidos de Jillian e a avançar no caso, fica claro que o assassino é não só mais inteligente e implacável do que ele esperava, como também destemido o suficiente para atacar seu ponto fraco. David terá que pensar além das evidências para desvendar o quebra-cabeça mais sinistro com que já se deparou.

Feche Bem Os Olhos é o segundo livro da série do detetive aposentado David Gurney. Escrita por John Verdon, não há dependência entre os casos dos diferentes livros, possibilitando a leitura de cada um de maneira independente. Se eu já havia gostado de Eu Sei O Que Você Está Pensando e o achado um livro inteligente, Feche Bem Os Olhos superou toda e qualquer expectativa.
A começar, John Verdon tem a capacidade de produzir uma narrativa rica em detalhes e, ao mesmo tempo, não cansativa e capaz de envolver o leitor. A leitura não é rápida, visto a quantidade de informações que a compõe, mas a curiosidade, o envolvimento com o enredo e o prazer da leitura impulsionam o leitor a virar página após página sem sentir vontade de deixar o livro de lado.
É notável, aqui, o peso de fatores psicológicos no enredo. Estão presentes desde os primeiros capítulos e foram os que mais achei interessante em todo o contexto. Cada detalhe, conversa ou palestra sobre o assunto ajudam a compor o esclarecimento do caso, mesmo que de forma indireta.
Além desses fatores, o próprio caso em questão me agradou mais do que o solucionado no primeiro livro. Entretanto, é necessário dizer, também, que este é mais pesado, com uma temática mais forte, já que traz questões como o assédio sexual na infância e a própria sexualidade nesse período de vida.
Provavelmente, o diferencial da série para outras policiais é seu protagonista. David Gurney é incrivelmente real e complexo, dono de uma brilhante inteligência e abrigando em si, ao mesmo tempo, medos, inseguranças e falhas, como qualquer pessoa. Merece destaque, também, sua esposa Madeleine e o relacionamento entre eles, também incrivelmente reais. É admirável a maneira de como o autor expõe o conflito entre diferenças e expectativas, apaziguadas pela força de uma verdadeira união.
O que posso dizer é: se você gosta de suspenses policias, você deve ler esse livro. Não é preciso ler seu antecessor, mas é interessante fazê-lo, principalmente para compreender e melhor se afeiçoar a David Gurney. John Verdon já está na minha lista de autores em destaque no gênero.




Deixe o seu comentário

16 Respostas para "[Resenha] Feche Bem Os Olhos – John Verdon"

Leonardo Rodrigues do Nascimento - 05, novembro 2012 às (17:10)

Aione, òtima resenha! Fiquei ainda com mais vontade de ler os livros de John Verdon!

Bjos!

Léo Born

Responder

Vanessa - 05, novembro 2012 às (17:46)

Olá 🙂
Eu tenho muita vontade de ler esse e o outro livro. Adoro esses livros policiais inteligentes e que ainda tenham uma pitada de fatores psicológicos, como você citou. Eu acho que iria gostar desse livro. Adorei a resenha.

Beijos, Vanessa.
This Adorable Thing.

Responder

Amanda Faustino - 05, novembro 2012 às (21:41)

Preciso ler algum livro desse gênero, me sinto uma estranha por nunca ter lido NADA do gênero. E o pessoal gosta tanto…
Esse livro eu não sei se tenho vontade de ler, acho que prefiro o primeiro livro Eu Sei o Que Você Está Pensando.

Beijos,
Mandi – Book and Cupcake.

Responder

Lili - 05, novembro 2012 às (21:46)

Pelos motivos que destacaste eu tenho bastante curiosidade em saber se eu também vou gostar. Imagino que sim, porque é um dos gêneros que mais gosto e mais rápido devoro. Só que ainda não li nada do autor.

Obrigada pela lembrança e os parabéns!

Beijos e boa semana,
liliescreve.blogspot.com

Responder

Marcelo Lima - 05, novembro 2012 às (22:42)

é um livro que me pegaria de jeito caso eu estive em um clima mais sherlock homes , rs , pois é alguns livros pra mim tem que vir na hora certa , então mesmo que eu queira ler esse agora acho que não seria o momento , mas pelo que vc contou me deixou com vontade de ler.

Responder

Eduarda Menezes - 05, novembro 2012 às (22:44)

Oi, Mi!
Nossa, todas as três vezes que eu abri a resenha para comentar no post alguém me chamou aqui em casa e eu tive que sair (e está chamando AGORA!), é uma conspiração para eu não comentar na resenha!

Concordo totalmente com você, Mi. A narrativa do autor é super rica e a gente nota que ele tem domínio do que está escrevendo. O protagonista é um dos maiores acertos do autor, tão bem construído que parece real. Fora o enredo que, assim como o primeiro livro, é mega envolvente e dessa vez conseguiu ser ainda melhor.

Beijão, querida!

Responder

Leandro de Lira - 05, novembro 2012 às (23:44)

Oi!
Eu gosto da capa desse livro e a acho simples também. Sobre a história, acredito que seja boa mesmo. Eu gosto de romances policiais e esse parece ser muito bom.
Parabéns pela resenha!
Abraço!

“Palavras ao Vento…”
http://www.leandro-de-lira.com

Responder

Alexandre Koenig de Freitas - 06, novembro 2012 às (07:47)

Oi Mi,
Além da Mari falar super bem do Verdon, li a resenha da Duda essa semana, tbm elogiando o livro. Agora vc faz mais uma resenha positiva, o que praticamente me obriga a ler o livro nas férias rsrs.
Gosto mto de livros que conseguem explorar o fator psicológico, pois torna a obra mto mais profunda.
Fiquei mto curioso para conhecer o detetive David Gurney. Vamos combinar que acertar o ponto na verossimilhança do personagem é essencial para qualquer romance policial.
Abraço,
Alê
alemdacontracapa.blogspot.com

Responder

Lu - 06, novembro 2012 às (12:32)

Achei a resenha bem interessante e gostaria de ler, parece ser uma boa leitura. =)

beijos.

Lu – http://www.leiturasedevaneios.com.br/

Responder

Ceile - 06, novembro 2012 às (23:53)

Ahh, shame on me, nunca li nada policial, mesmo recebendo inúmeras indicações.
Isso não é recente, mas muitas séries têm livros independetes e mesmo que sejam casos diferentes, eu sempre gosto de começar pelo primeiro.
Como vc disse, é sempre bom conhecer “desde o início” os personagens.

Beijos!

Responder

Raquel Machado - 07, novembro 2012 às (00:54)

Oi Mi,
Adorei ler sua opinião parece ser um otimo livro e mesmo para mim que não sou fã do genero ele pareceu bem interessante mesmo. Não li nada do autor então como você disse seria melhor começar pelo outro??Bom tenho mais um james patterson aqui em casa assim que ler esse quem sabe eu peça esses do Johnn(hauha estranho isso esse é o nome do meu chefe nunca pensei que ia usar ele assim em uma frase.) Enfim amanhã volto pra ver seu video se conseguir desculpe se sumir um pouquinho e que ando com alguns probleminhas de saude em casa mas assim que der volto a vir te ver viu.Ahhh que bom que tu gostou da história do povo não sabia que tu estava se formando em nutricionismo…que legal…e sim a joana vai ter um bom final de qq forma…ihihi
Bjss
Raquel Machado
Leitura Kriativa

Responder

Michele Bowkunowicz - 07, novembro 2012 às (22:13)

Oie
Eu li esse livro e adorei, li os dois livros do John Verdon, e mega recomendo.

http://www.lostgirlygirl.com/

bjos

Responder

Mariana FS - 11, novembro 2012 às (00:31)

Oi Aione.
Eu também adorei esse livro. Assim como você, já tinha gostado muito de “Eu sei o que você está pensando” e depois de “Feche bem os olhos” virei fã de Verdon.
Sem dúvida uma das melhores coisas em seus livros é Gurney e o quão real o personagem ele. Me agrada muito o fato de ele ser brilhante, sim, mas ser um cara absolutamente normal.
Confesso que não gosto muito da Madeleine, mas gosto de ver como o autor insere o relacionamento deles na história, dando ainda mais realidade à trama e, ao mesmo tempo, um pausa no história principal, sem deixar o leitor entediado.
To super ansiosa pelo próximo.
Beijos

Responder

Michele Vaz Pradella - 01, outubro 2013 às (22:14)

Tenho medo de romances policiais porque todos parecem “mais do mesmo”. Mas esse parece ser bem interessante, espero curtir

Responder

Airton Sena - 02, outubro 2013 às (00:15)

Como você apontou em sua resenha o diferencial da série é seu protagonista. Gosto de personagens reais e complexos, com personalidade, sabe? Brilhante, inteligente e, ao mesmo tempo, com seus medos, inseguranças e falhas…

Responder

SR. LIVRO - 09, outubro 2013 às (01:32)

Incrível!

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por