Parece, Mas Não É | Minha Vida Literária
22

nov
2012

Parece, Mas Não É

“Parece, mas não é” é uma coluna onde trago livros que, ao ver a capa pela primeira vez, achei tratarem de um assunto, mas, ao ler suas sinopses, descobri que não tinham nada a ver com o que pensei!

 


Hey peeps!

Semana passada, por conta do feriado, acabei tirando uma folga da coluna. Antes dele chegar, estava numa correria insana e não consegui deixar o post preparado com antecedência. Achei justo tirar o dia de folga de tudo, inclusive do blog, pra descansar e fazer outras coisas, como ir à pré-estréia de Amanhecer (aliás, o filme surpreendeu mesmo, hein? E o que foi aquela cena final com os flashbacks e A Thousand Years de fundo? Acabou comigo!) e sair com meus amigos.
Bom, agora de volta à coluna!
A imagem do avião, a cor azul… Tudo me remeteu a um sentimento de melancolia.
Assim sendo, pensei em um romance, com pitadas de drama.
(Também não pude deixar de pensar em Três Céus, do Enderson Rafael, e, não sei porque, em A Primeira Noite, do Marc Levy. Provavelmente, por causa da capa azul).

 

Sinopse – by Aione Simões

Desde que conheceu Richard, Lana anda com a cabeça nas nuvens. Literalmente.
Conheceram-se em um avião. Ela, uma passageira, ele, comissário de vôo.
Enquanto Richard dava as instruções de segurança, Lana não conseguia desprender os olhos daqueles azuis que faziam inveja ao céu que os envolviam, embora não estivesse prestando atenção em uma só instrução. Pediu por água mais vezes do que sentiu sede, apenas para ter um motivo para falar com ele. Antes de estarem em terra firme, já haviam prometido adicionarem um ao outro no Facebook.
Agora, após quase um ano, Lana não duvida em nada do que sente pelo namorado, porém, as dificuldades de um relacionamento a distância, a dependência de acompanhar os horários dos vôos e o pouco tempo juntos parecem mais fortes do que o próprio sentimento de um pelo outro.
Então, quando surge a oportunidade de um emprego dos sonhos, Lana se vê dividida entre conquistar o sonhado patamar de estabilidade em sua carreira profissional ou manter seu decadente relacionamento, já que o novo emprego implicaria em uma distância ainda maior entre eles.
Talvez seja a hora de Lana descobrir qual distância o amor é capaz de superar.
A parte do “romance” ok…

Do drama também. #SóQueAoContrário

Sinopse – O Segredo de Emma Corrigan – Sophie Kinsella

 

Funcionária Júnior da Panther Corporation, uma empresa de produtos energéticos e esportivos com filiais por toda Grã-Bretanha, Emma vai a Glascow participar da reunião de marketing sobre um novo refrigerante, a Panther Cola. O que parecia uma grande oportunidade profissional se transforma num pesadelo. Como se não bastasse ter derramado a bebida num superior, seu vôo de volta para casa quase cai. Em momentos de tensão as pessoas fazem as coisas mais estranhas. E Emma Corrigan não é exceção. Acreditando estar a um passo de uma morte trágica, ela conta todos os seus pequenos pecados para o passageiro ao lado. Afinal, qual a probabilidade de vê-lo de novo? Ainda mais com vida?
Mas o destino decide brincar com a protagonista: o avião pousa em segurança e o distinto cavalheiro nada mais é que o fundador e presidente da empresa onde trabalha. E além dos segredos pessoais, Emma abriu o verbo sobre todos os colegas da Panther e suas estratégias para enrolar no serviço. Para recuperar o respeito profissional – e voltar às boas com o pessoal do escritório – Emma se mete nas situações mais inusitadas, quase novelísticas, mas com as quais todas as mulheres acabam se identificando.

 

 

Simplesmente meu livro favorito da minha diva dos chick-lits.
Se vocês repararem, a capa é de um áudio livro, mas mesmo assim! Chick-lits exigem capas mais leves e engraçadinhas, a diversão tem que estar presente até na capa, é quase que um preparo para o que será encontrado por entre as páginas.
Assim sendo, não, eu não concordo em nada com essa capa! Jamais pensaria em um chick-lit com ela!
E vocês, o que acharam?
Beijos a todos!

 





Deixe o seu comentário

15 Respostas para "Parece, Mas Não É"

Babi Lorentz - 22, novembro 2012 às (17:36)

Como assim???? Essa capa não tem nada a ver com O Segredo de Emma Corrigan. Ok, ok, ela o conhece no avião e tem todo aquele drama lá dentro que nos faz rir pra caramba, mas… Mesmo assim! Naaaada a ver mesmo, hahahahaha

Responder

Pah - 22, novembro 2012 às (17:55)

Nooossa gêmea, nunca que eu iri imaginar! Nada a ver essa capa para o livro, ainda não o li, mas a imagem que tenho é que, o bom humor prevalece, fato que não está nenhum pouco aparente nessa capa que você encontrou! Quando vi também lembrei de A primeira Noite e da continuação de @amor, a capa é azul assim, daí a gente liga uma coisa com a outra né! ahuahauh

Super post 😉

Beijokas

Responder

Bárbara Murat - 22, novembro 2012 às (18:10)

Oi (:
Nossa, também não imaginei um Chick-lit :O Imaginei um drama, coisas assim, hahaha. Fui surpreendida também.

Beijos.

PS.: A cena no final de Amanhecer com A Thousand Years também me fez chorar, haaaahaha ):

Responder

Lygia Netto - 22, novembro 2012 às (18:19)

WHAT? O.o

Hahahhaha…adoro as suas sinopses..sempre pro lado do romance…incorrigível a senhorita né? 😉

Beijos!

Responder

Lili - 22, novembro 2012 às (18:44)

Gente! Nada a ver. Mas assim, eu imaginei um livro de açao, com viagens pelo mundo numa trama internacional. Aquele avião era muito duro para um romance aos meus olhos. Ainda assim adorei a resenha.

Lana ficará sozinha gastando seu salário com bolsas de marca… afinal, ela nunca aprendeu a amar alguém além de seu pônei que Mia conquistou de volta.

liliescreve.blogspot.com

Responder

Planet Pink - 22, novembro 2012 às (19:57)

Nossa, super diferente! hahaha
Eu pensaria algum livro espírita talvez.

Beijos!

Ps.: Desculpe o sumiço daqui =, mas com isso de dar uma pausa no blog, eu passo nos blogs amigos, mas sempre esqueço de comentar =

Responder

Amanda Faustino - 22, novembro 2012 às (20:03)

Nossa, que feia essa capa. Totalmente diferente da daqui do Brasil.

Beijos,
Mandi – Book and Cupcake.

Responder

JennyCullen - 22, novembro 2012 às (20:59)

Uaaauu!
Surpreendente,nunca me passaria pela cabeça um chik-lit!
Concordo com você que esse tipo de livro exige uma ‘graça’ na capa. Se eu visse essa capa sem ler a sinopse,provavelmente não compraria =/

Mas super desejo ler O Segredo de Emma Corrigan,parece ser muito bom!!

Beijooss,
Jennifer♥

Responder

Marcelo Lima - 22, novembro 2012 às (21:25)

até tem a ver com a história , mas ficoi séria demais essa do avião rs

Responder

Aline T.K.M. - 22, novembro 2012 às (21:43)

Hahaha muito bom!! Também não curti a capa do avião, nada a ver! Acho que a capa de qualquer livro tem que ser “sexy”, despertar vontade de comprar. Essa aí, francamente, acho que eu nem pegaria p/ ler a sinopse na livraria…

bj
livrolab.blogspot.com

Responder

Vanessa - 23, novembro 2012 às (17:14)

Oinnnn, nada a ver esta capa azul feia!!! Rsrsrs
Sério mesmo, tá muito sem graça, eu nunca compraria um livro por esta capa, hiuahiua.

Van – Blog do Balaio

Responder

Alice Aguiar - 23, novembro 2012 às (17:58)

a capa do avião nada haver né? saasuhuh gente
se eu fosse ler esse livro só por causa da capa ele estaria fora da minha lista pq essa capa é muito feia (do avão)
e eu nem ia advinhar que o livro falava disso
hsahuuh

Responder

Preto no Branco - 24, novembro 2012 às (05:00)

Oii!!
Realmente Aione, chick-lits precisam ter a capa de acordo, engraçada e tudo mais, rs. ESsa capa não tem nada a ver, e a brasileira é muito melhor, haha.
O filme [amanhecer] surpreendeu mesmo, *-*. Adorei a cena final tb, super fofa.
Beijo!

Responder

Alinne - 26, novembro 2012 às (16:45)

Nada ver essa capa! Imaginei que se tratava de um livro de ação relacionado com guerra ha ha ha !
E não gostei dessa capa, sou mil vezes a brasileira.
Beijos.

Responder

Eduarda Menezes - 28, novembro 2012 às (04:59)

Uau! Completamente não condizente com a proposta do livro. Tudo bem que existe um avião e ele é importante na história, mas isso não é nem perto do suficiente pra justificar uma capa desse tipo. Não entendo onde esse pessoal está com a cabeça.
Você, como sempre, encontrando capas inimagináveis huahau Se depender desse pessoal, o acervo será infinito.
Beijos, Mi!

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil