[Livros Na Telona] A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça - Washington Irving | Minha Vida Literária
28

nov
2012

[Livros Na Telona] A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça – Washington Irving

Livros Na Telona é uma coluna na qual analiso filmes que foram baseados em livros!

Sobre o Livro

Título: A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça
Autor: Washington Irving
Editora: Leya
Número de Páginas: 72
Ano de Publicação: 2011
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

O livro de Washington Irving nada mais é do que um conto infantil sobre uma lenda. 
A narrativa, apesar de ser em primeira pessoa, não pertence a um personagem da história, mas sim a alguém que a está contando. A sensação de que eu tinha era a de estar em um acampamento, de noite, sentada ao redor de uma fogueira comendo marshmallows enquanto alguém contava uma história de terror sobre um local chamado Sleepy Hollow.
Aliás, vale dizer que o título original é The Legend of Sleepy Hollow, o que tem muito mais a ver com a história do que a tradução brasileira A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça. Tal cavaleiro faz parte da história, mas ela não é sobre ele, e sim sobre Ichabod Crane, o excêntrico professor apaixonado por Katrina Van Tassel, e a forma com que a lenda do cavaleiro o afeta.

Sendo um conto infantil, a história não verdadeiramente aterroriza o leitor. Ao contrário, é leve e contada com um ar divertido, tornando a leitura ainda mais rápida. É preciso dizer, também, que não há diálogos na história nem separação de capítulo, o que reforça ainda mais a sensação de ela estar sendo diretamente contada por alguém e implica em um aumento de sua velocidade de leitura, uma vez que é contada interruptamente. É realmente o tipo de livro para se sentar e ler de uma só vez. Qualquer pausa pode quebrar o fluxo, porém as 70 páginas mescladas com ilustrações permitem que a leitura seja feita de uma só vez.
Minha observação é que, de modo algum, a sinopse da aba seja lida (pelo menos a dessa edição da Editora Leya – linda, por sinal). Ela, além de contar quase toda a história, ainda remete a um enredo que não acontece. Não a leia, isso pode causar falsas expectativas.

Sobre o Filme
Lembro-me de ter assistido ao filme quando criança e de ter gostado. Porém, não me recordava de mais nada dele, apenas que era contracenado por Johnny Depp e Christina Ricci. Também, lembrava-me da versão da Disney, anterior ao filme, e que ambos eram bastante diferentes um do outro. Falarei aqui de ambas versões, a começar pelo filme.
A adaptação dirigida por Tim Burton tomou rumos próprios e fugiu por completo da história de Washington Irving. Aqui, a presença do cavaleiro é muito maior e realmente central no enredo, é ao redor da lenda que os fatos se desenrolam. 

Ichabod Crane, apesar de ter mantido sua excentricidade nessa versão, não é um professor, mas sim um investigador que parte para Sleepy Hollow a fim de desvendar o mistério dos assassinatos que por lá têm acontecido. Até mesmo sua história com Katrina Van Tassel é diferente da do livro.

Também, o filme tem muito mais terror em suas cenas do que o livro, ainda que tal terror acabe por ser cômico por conta de suas cenas sangrentas. Não sei dizer se a intenção do filme era ser irônica e, por isso, muitas das cenas serem bem falsas, ou se essa falsidade ser tão visível por conta da época em que foi produzido. Levando-se em conta as bizarrices dos filmes de Tim Burton, fico com a primeira opção.
A adaptação da Disney, por outro lado, é extremamente fiel ao livro, inclusive por ser contada por um narrador onisciente. O desenho é tão fiel que, enquanto eu fazia a leitura, fui-me lembrando das cenas, as quais eu não assistia desde criança. Por outro lado, por ser um desenho, é ainda mais infantil do que o livro.
Assim como o livro, o desenho é curtinho, com pouco mais de 30 minutos. Deixarei o vídeo da animação no Youtube aqui no post, para quem tiver interesse poder assisti-la. 

Por fim, devo dizer que as duas adaptações são extremamente diferentes por, provavelmente, terem sido produzidas com propósitos diferentes. A versão da Disney é uma representação da obra de Washington Irving e, por isso, tão fiel. A de Tim Burton, por outro lado, é apenas uma adaptação, que se baseou na obra literária para criar seu próprio rumo, como uma segunda história completamente diferente.
Indico ambas: uma para se ter o gostinho de assistir a história lida e a outra para passar duas interessantes horas na companhia de Johnny Depp, com uma versão mais aterrorizante e diferente da vida de Ichabod Crane. Não assista a essa versão esperando encontrar o que há nas páginas do livro, e não leia o livro esperando encontrar a mesma história que Tim Burton dirigiu.

Confira o trailer do filme!

 





Deixe o seu comentário

15 Respostas para "[Livros Na Telona] A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça – Washington Irving"

Lili - 28, novembro 2012 às (18:50)

Sim, esse foi meu grande erro. Acreditar que Tim Burton tinha retirado sua história brilhante do conto.

Ainda assim eu não adorei o conto. Talvez no futuro eu releia tentando modificar minha opinião (já que será sem expectativas agora).
Ainda assim, Irving não conseguiu abalar as estruturas com a lenda de Sleepy Hollow.

liliescreve.blogspot.com

Responder

Pabline - 28, novembro 2012 às (20:01)

Adorei *.*
Fiquei na maior curiosiddea, quero tbm sentir essa sensação de acampamento com alguém contando uma história de terror. Deve ser maravilhoso hehe

Nunca assistir ao filme, e na verdade nem sabia dessa versão do Divo Tim, mas mesmo não sendo fiel, só saber que tem ele e Johnny Depp numa produção, já são critérios suficientes para mim já ir atras do filme XD

BJão flor!

-Amigas Entre Livros-

Responder

Lygia Netto - 29, novembro 2012 às (01:41)

Não li o livro ainda, e gostei de saber da curiosidade (confesso que nunca tinha procurado saber do nome original, hhhaha).

Eu sei que gostei bastante do filme, mas só pq é com o Depp, hehhe!

Beijos!

Responder

Marisa Sousa - 29, novembro 2012 às (02:08)

Oi, tudo bem? Espero que sim. Fiz um meme sobre incentivo à leitura e seu blog foi um dos meus indicados. Dá uma olhadinha lá tá, por favor 🙂 Desde já agradeço! Beijos http://vivonasuaestante.blogspot.com.br/

Responder

Alexandre Koenig de Freitas - 29, novembro 2012 às (06:32)

Oi Mi,
É apenas eu que associo esse livro com o Nike Quase Sem Cabeça de HP?
Anyway, não vi os filmes, nem li o livro, mas a premissa do livro parece ser realmente interessante.
Essa questão da sinopse é um problema mesmo. Já li sinopses com cada spoiler que já fiquei traumatizado rsrs.
Abraço,
Alê
Além da Contracapa

Responder

Beatrice - 29, novembro 2012 às (09:22)

Sempre muito boa essa coluna!
Vários aqui eu lembro de ter assistido quando era mto nova (1/4 de século não é pra qualquer um!) e me deu vontade de assistir tudo de novo.

As férias estão chegando, já estou fazendo minha listinha de filmes pra assistir depois que o Giovanni dormir …. rsss

Parabéns, de novo!
O blog está cada dia mais lindo!

Responder

JennyCullen - 29, novembro 2012 às (21:17)

Tenho bastante curiosidade de ler esse livro,principalmente por essa edição ser tão fofa.
Já assisti ao filme de Tim Burton,e eu adorei (claro,Johnny Depp,oi?),e fiquei interessada em saber a história original criada por Washington Irving,eu não sabia que Burton havia mudado o rumo da história.
Adorei o post,como sempre ótimo!!

Beijooss,
Jennifer♥

Responder

Raquel Machado - 30, novembro 2012 às (00:07)

Oi flor,
Então eu so vi o filme com o jhonny deep na verdade e para mim sempre foi uma história de terror mas pelo que vocÊ diz parece que não e sim tim burton + jhonny deep e loucura na certa mesmo…legal saber mais sobre essa história adorei mesmo…Falando em filmes tu viu que saiu o trailer de cidade dos ossos espero que não estraguem a historia.
Bjss
Raquel machado
Leitura Kriativa

Responder

Lis - 30, novembro 2012 às (02:20)

Oi Mi!
Poxa, adorei o post, comprei esta versão do livro tem pouco tempo, ainda bem que não li a sinopse, vou seguir seu conselho, vou ler só depois que terminar o livro. Quanto aos filmes eu não assisti, é, nem livro nem filme, mas com certeza vou assistir, as duas versões claro.

Beijos
Lis – Batalha Literária

Responder

Anonymous - 30, novembro 2012 às (16:33)

eu tinha vontade de ver o filme tempos atrás , nem sabia que tinha livro , mas é de se pensar 🙂 Gostei da review mi ! – Marcelo Lima

Responder

✿Nessa✿ - 01, dezembro 2012 às (11:11)

Oi Mi*
Que vontade me deu de assistir este filme, parece ótimo!!
Eu não conhecia o livro!
Adorei a dica*

Bjinhs*

Responder

Mariana FS - 03, dezembro 2012 às (17:44)

Oi Aione!
Que sensação legal essa que a leitura te transmitiu 🙂
Meu conhecimento sobre essa história é apenas a do filme do Tim Burton, diretor que eu adoro. Adoro essa mistura de terror e comédia que ele faz. Acho que a falsidade das cenas é proposital para ser algo mais artístico do que aterrorizante de fato. Em Sweeney Todd, por exemplo, ele faz algo semelhante.
Não sabia que existia um desenho da Disney.
Não digo que tenha vontade de ler o livro, mas adoro essas analises que você faz, apontando as diferenças de cada obra. Por mais que sejam adaptações de uma mesma história, a experiencia de ler o livro e a de assistir o filme são bem diferentes, mesmo que a história seja adaptada com o maximo de fidelidade. Mas é legal também quando cada uma das versões consegue se destacar em algo e tornar-se única.
Beijos

Responder

Planet Pink - 05, dezembro 2012 às (20:53)

Oi Mi!!!!
Estou de volta à blogosfera, então pretendo passar por aqui com mais frequencia *-*

Eu vi esse filme tem muito tempo, nem me lembro muito bem, só lembro que quando vi, gostei bastante!
Comprei esse livrinho, é tão fininho que até assustei rsrs

Beijão!!

Responder

Matheus Kullack - 24, abril 2013 às (00:35)

o filme é miutooooo melhor

Responder

Matheus Kullack - 24, abril 2013 às (00:44)

o filme é miutooooo melhor

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil