[Resenha] O Caminho Para Casa - Kristin Hannah | Minha Vida Literária
30

jan
2013

[Resenha] O Caminho Para Casa – Kristin Hannah

Título: O Caminho Para Casa
Autor: Kristin Hannah
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 352
Ano de Publicação: 2012
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Durante 18 anos, Jude pôs as necessidades dos filhos em primeiro lugar, e o resultado disso é que seus gêmeos, Mia e Zach, são adolescentes felizes. Quando Lexi começa a estudar no mesmo colégio que eles, ninguém em Pine Island é mais receptivo que Jude. Lexi, uma menina com um passado de sofrimento, criada em lares adotivos temporários, rapidamente se torna a melhor amiga de Mia. E, quandoZach se apaixona por ela, os três se tornam companheiros inseparáveis.
Jude sempre fez o possível para que os filhos não se metessem em encrenca, mas o último ano do ensino médio, com suas festas e descobertas, é uma verdadeira provação. Toda vez que Mia e Zach saem de casa, ela não consegue deixar de se preocupar.
Em uma noite de verão, a vida dá uma guinada, levando os personagens a viverem sentimentos intensos que qualquer um de nós poderia experimentar. Uma decisão muda seus destinos, e cada um deles terá que enfrentar as consequências: encontrar um jeito de esquecer ou a coragem para perdoar.

Conheci a escrita de Kristin Hannah há muitos anos, ao ler Para Sempre. Lembro-me de ter ficado encantada com o livro, a ponto de relê-lo várias vezes. Ao ver que O Caminho Para Casa seria lançado pela Editora Arqueiro, não pude deixar de me sentir empolgada, afinal, outra obra da autora já havia me agradado. Ler várias resenhas positivas sobre ele aumentou a minha vontade, mas não me preparou para gostar tanto do livro.
Fui envolvida na primeira página e, quando digo isso, não me refiro somente à sensação de ter conseguido entrar na história, mas, principalmente, à vontade alucinada de continuar lendo e não interromper por nada a leitura. Não há nenhum grande acontecimento inicial que possa ter sido o causador de meu envolvimento, apenas a narrativa da autora e suas complexas personagens.
Logo de início, me encantei com Lexi e sua sofrida história de vida. Quanto à Jude, não sabia o que pensar sobre ela, apenas que seu excesso de preocupação e necessidade de controle me incomodavam. Ao longo da leitura, ela também provou ser a personagem que mais me despertou agonia. Mia e Zach também me conquistaram, mas mais pela história construída junto das outras duas do que por seus papeis isoladamente. Não que elas não sejam admiráveis, elas são.
Não sei explicar o porquê de o livro ter me encantado tanto. Talvez tenham sido as palavras escolhidas pela autora, resultando em uma narrativa fluida, madura, bem estruturada e característica de alguém que sabe o que faz enquanto escreve. Talvez, tenham sido os sentimentos tão bem existentes dentro de suas personagens, convidando o leitor a conhecê-las a fundo. Talvez, também, tenham sido os tantos elementos que rechearam a história e fizeram dela bela: há romance, há drama, há a juventude e há a maturidade. Acima de tudo, há a vida e tudo aquilo implícito no ato de viver.
O que posso dizer é que não vi o tempo passar enquanto lia O Caminho Para Casa e soube desde o início que ele entraria para minha lista de favoritos. Foi uma das melhores leituras que fiz nesse início de ano, já recheado de livros, tanto pelas boas sensações que me proporcionou quanto pelas ruins, provas de como eu estava evolvida. Eu não senti a menor vontade de deixar o livro de lado enquanto o lia e, nos momentos em que precisei interromper a leitura, quis voltar para ela o mais rápido possível.
Aos que procuram um bom livro, carregado de emoções, que tempera a realidade com uma chama de esperança, então não deixe de fazer essa leitura. Esteja preparado para se aprofundar e se emocionar com uma história sobre relacionamentos: entre um homem e uma mulher, entre irmãos, entre amigos e, principalmente, entre mães e filhos.




Deixe o seu comentário

40 Respostas para "[Resenha] O Caminho Para Casa – Kristin Hannah"

Carol - 30, janeiro 2013 às (17:34)

Eu gostei da idéia desse livro desde que li a sinopse pela primeira vez. Pensei em comprar pra minha mãe, ela adora esses dramas; mas acabou que esqueci e ficou por isso mesmo.
Ainda conseguirei comprar. Um dia! kkkkk

Resenha linda!
bjus
terradecarol.blogspot.com

Responder

Lú Miranda - 30, janeiro 2013 às (17:59)

Que linda sua resenha, Aione!
Esse livro traz temas bastante impoortantes desde sempre, a família.
Realmente ele é uma ótima leitura.

clicandolivros.blogspot.com

Responder

Amanda Faustino - 30, janeiro 2013 às (18:21)

Quando foi lançado eu não quis ler, mas depois de ler resenhas super positivas fiquei tão curiosa…

Beijos,
Mandi – Book and Cupcake.

Responder

Natalia Dantas - 30, janeiro 2013 às (20:33)

Oi, Mi.

Confesso que nunca senti interesse nesse livro, mas depois de sua resenha… Espero poder lê-lo em breve, de preferência o mais rápido possível. Parabéns pela resenha.

Oi, Coral (:

Mesmo que eu ouça muita gente comentando sobre os livros de bancas nunca tive uma oportunidade de lê-los. Mas em breve essa situação mudará! Adorei o post.

Abraços.
Entre Livros e Livros [http://musicaselivros.blogspot.com.br/]

Responder

Kéziah Raiol - 30, janeiro 2013 às (20:40)

Oi Mi, como vai?

Desde que eu vi que esse livro seria lançado fiquei com muita vontade de lê-lo. É bem o estilo de livros que eu gosto. Eu adoro quando o livro nos prende e nos faz querer ler mais e mais. Isso é magico.
Já que é um livro que aborta tantos relacionamentos assim, sei que vou adorar. Parabéns Mi, como sempre você escolhe as palavras certas para escrever.

Beijocas!

Responder

Érica Lopes - 30, janeiro 2013 às (20:44)

Nossa, não imagina que o livro fosse tão bom!
Acho que essa é a primeira resenha que leio dele, fiquei super empolgada para lê-lo!

Beijokas, flor!

Responder

Eduarda Menezes - 30, janeiro 2013 às (21:47)

Mi, se eu tivesse lido a sua resenha primeiro eu teria ficado com uma impressão totalmente diferente do livro. O problema é que eu li outra nesta semana, também igualmente positiva, só que ela se aprofundou um pouco mais no enredo então pude ver que realmente não é o meu tipo de livro. Eu não gosto muito dessa carga de drama, do tipo que o romance é impedido por um motivo facilmente descartável. Fiquei impressionada ao saber que os personagens principais lutam com todas as forças contra os seus sentimentos só porque a irmã do mocinho é a melhor amiga da mocinha.. achei uma complicação tão… pequena. E já vi que muita coisa acontece, provavelmente algo bem triste e sofrido que poderia ter sido facilmente evitado. Sim, eu fico agoniada e com raiva dos personagens nesse caso. Achei bem parecido com o estilo de livro da Danielle Steel que eu não gosto. Até gostei MUITO de um livro dela, mas li um que o drama escorria pelas páginas, um que um monte de gente amava e fiquei com tanta raiva que entrei em abstinência da autora HUAHUA justamente porque toda a complicação do livro poderia ter sido facilmente resolvida através da conversa.
Ai, falei demais! huahau Espero que tenha dado para entender mais ou menos.
A sua resenha está ótima e não tenho dúvida que o livro seja envolvente, só não é o meu tipo de livro.
Beijos!!

Responder

Felipe Santos - 30, janeiro 2013 às (23:04)

Há tempos que esse livro me chama atenção. A capa é convidativa e o título mais ainda, e agora com sua resenha, o livro simplesmente parece-me necessário. Não conheço a autora, mas amo sentir-me envolvido pelas palavras de alguém ou pelos personagens. Lerei com certeza. – Felipe (A Hora do Livro)

Responder

Maria Silvana Santana - 31, janeiro 2013 às (03:59)

Own|!
é a primeira vez que leio resenha sobre esse livro e amei!
Quero ter a oportunidade de ler e me sentir como você!
Amo, pega um livro e me perder em suas páginas a ponto de não escutar nada ao meu redor s2
Beliscões carinhosos da Máh
Felicidades nos Livros

Responder

Thaynan Lira Galhardo - 31, janeiro 2013 às (13:43)

A resenha ficou maravilhosa e despertou a minha curiosidade. Foi para o caderninho de livros à comprar.

Beijos.

Responder

Jessica Asato - 31, janeiro 2013 às (16:32)

Oi Aione!
=)
Como é bom ser envolvida dessa forma por um livro, né? Creio que sua empatia pela autora influenciou muito nesse segundo livro! Queria saber se o final é marcante também ou o desenvolvimento da história que tem mais força? Às vezes me deparo com leituras assim. O desenrolar é tão bom que, mesmo o final sendo fraquinho, o livro tem muito impacto positivo na minha vida!;)

Beijos!

Responder

Lili - 31, janeiro 2013 às (17:07)

Que bom ver essa resenha. Esse é um livro que não em interessaria. Talvez eu comprasse numa promoção, mas jamais seria algo que eu desejasse.

Mas a história parece mesmo recheada de emoções. E eu me peguei desejando-o pela questão dos relacionamentos. Algo que me atrai muito.

liliescreve.blogspot.com

Responder

Alinne - 31, janeiro 2013 às (17:36)

Oi Mi.
Adorei a sua resenha e concordo com tudo o que disse, O Caminho para Casa é um livro cativante e a história é linda! Se tornou uma das minha melhores leituras do ano passado.
Espero ler outros livros da autora e que estes sejam tão bons como esse foi.
Beijinhos.

Responder

Profª Lourdes - 31, janeiro 2013 às (18:27)

Olá querida, hoje estou com um recadinho pronto, me desculpe, havia prometido a mim mesma que não visitaria meus seguidores com recadinho deste tipo ,mas como hoje é um dia especial ,aniversário do blog, um aninho de vida, venho te convidar a experimentar um pedacinho do bolo e buscar um selinho de presente.
Deixo um pensamento de Wilton Lazarotto que diz: “ Ser persistente é o melhor caminho para o sucesso e as grandes realizações”.Na vida muitas vezes temos que ser persistentes, se quisermos ver os nossos sonhos realizados. Um dos meus sonhos é manter a nossa amizade nesta blogosfera, uma vez que a tua presença lá no meu cantinho é motivo de grande satisfação e alegria.
Abraços uma linda tarde.
O link da postagem é: search/label/ANIVERSARIO DO BLOG.

Responder

Marcelo Lima - 31, janeiro 2013 às (23:54)

ai mi eu tinha adorado essa capa , mas ai li uma resenha que não falava o que a sua falava o.o acho que a minha vontade de ler esse livro voltou !

Responder

Lucas Martins - 01, fevereiro 2013 às (02:46)

Nem gosto de dramas carregados, né, Mi? Hahahahha
Quando eu vi o livro, li rapidamente a sinopse e me lembro de não ter me chamado tanta atenção. E também não me recordo de ler lido alguma resenha do livro, mas agora fiquei curioso.
Eu estou com dois solicitados, então depois que lê-los, pretendo solicitar esse, Mi, parece realmente ótimo!
Beijo!

Responder

✿Nessa✿ - 01, fevereiro 2013 às (14:03)

Oi Mi*
Recebi este livro da editora no final do ano passado e ainda não o li.
Sua resenha me deixou muito curiosa, deve ser muito bom.
Logo pretendo ler.

Bjinhs*

Responder

Ana Ferreira - 03, fevereiro 2013 às (04:38)

Mi, eu não sabia que a Kristin Hannah tinha outros livros publicados no Brasil. Poderia jurar que era apenas este. A história, a princípio, não me chamaria tanta atenção, ainda que eu goste de um bom drama.
Após ler sua resenha, entretanto, gostei de cada detalhe ressaltado. Também costumo me encantar com personagens bem construídas. Muitas vezes elas valem pela narrativa. Nada como um livro que nos faça querer parar tudo para lê-lo.
Beijo!

Responder

Rafael Fernandes - 03, fevereiro 2013 às (07:41)

Oi querida, lembro como se fosse ontem, e li esse livro e amei, e lendo sua resenha me lembrei de várias partes boas, no caso emocionantes, não sei se foram os personagens ou intenção da autora… Concordo, a escrita da autora é divina, foi o que me prendeu à história. Espero reler em breve.
Beijos.

Responder

Cynthia Kássia - 04, fevereiro 2013 às (02:26)

Estou terminando de ler o livro, e vi sua postagem com a capa dele no face, e vim correndo ver sua resenha, ficou linda. Estou amando a história.

Responder

Julia G - 14, fevereiro 2013 às (16:48)

Mi, como falei no outro post, não sei porque não tinha comentado aqui o.Õ
Eu fiquei super curiosa com essa resenha e juro que não sabia que era um romance, misturei essa capa com outra nesses mesmos tons e achei que era um suspense também (nada a ver). Mas gostei de saber sobre o tanto de emoções que desperta, adoro livros nesse estilo.

Beijos

Responder

Roberta Krutzmann - 14, fevereiro 2013 às (17:29)

Este comentário foi removido pelo autor.

Responder

Roberta Krutzmann - 14, fevereiro 2013 às (17:34)

Eu acho que eu já li uma resenha sobre este livro em algum outro lugar, mas fiquei curiosa a respeito da história, já que você disse que não conseguiu desgrudar do livro, mas acabou não nos passando muitos detalhes sobre o livro. Aguçou minha curiosidade hahahahahaha quero muito ler!

Responder

cristiane - 14, fevereiro 2013 às (18:01)

Muito boa essa história, fiquei mega curiosa pra ler quando saiu. Ainda não tive oportunidade, mas espero ler em breve. Gostei muito.

Responder

Danila Gonçalves - 17, fevereiro 2013 às (00:05)

Oi,

Faz muito tempo que não encontro um livro que me prenda desse jeito, estou a procura de um livro que faça isso comigo (:

A sua resenha ficou muito boa, fiquei super curiosa pra ler!

Beijos

Responder

Glenda R. - 17, fevereiro 2013 às (18:30)

Nossa, amei sua resenha! Vc colocou tanta emoção nela! O livro parece ser lindíssimo e emocionante. Adoro histórias de relações familiares. O livro parece retratar um pouquinho da vida da gente msm com nossas mães preocupadas, nossas rebeldias e incertezas adolescentes. Já coloquei o livro na minha lista de desejos!

Responder

Juliana - 17, fevereiro 2013 às (19:06)

Este comentário foi removido pelo autor.

Responder

Suzi - 18, fevereiro 2013 às (16:24)

Oi Mi!!Acho a capa desse livro linda e todas as resenhas que já li sobre são sempre muito positivas!!Gosto de livros com envolvimento familiar que abordam vários tipo de relacionamento desde amizade até paternal..Gostoso demais ler um livro que te envolve ao ponto de vc não querer parar de ler!!Fiquei ainda mais curiosa depois da sua resenha!!Bjão

Responder

Ademar Júnior - 19, fevereiro 2013 às (17:25)

Este comentário foi removido pelo autor.

Responder

Ademar Júnior - 19, fevereiro 2013 às (17:31)

Oi Mi, vi você comentando sobre este livro em seu vídeo da caixinha de correio. Isso já aconteceu comigo, de eu ler um livro há muuuito tempo e ver que outras livros da autora estava sendo lançado recentemente, uma delas foi Katherine Paterson, que eu já tinha lido Duas Vidas, Dois Destinos e só bem depois eu descobri que ela tinha escrito Ponte Para Terabítia, que por sua vez eu só conhecia o filme.
Gosto deste tipo de você que trazem a gente um pouco para a realidade. Ótima resenha.
Beijos

Responder

Sayonara - 24, fevereiro 2013 às (13:11)

Nossa, deu para ver pela resenha o quanto você se empolgou com o livro, é tão bom quando conseguimos encontrar um livro que nos encante tanto. Eu senti a mesma coisas lendo Eu sou o Mensageiro de Markus Zusak, que é o meu livro favorito. Claro que vários outros livros prenderam minha atenção, mas esse entrou para minha lista de melhores. Ainda não li O Caminho Para Casa, mas sua resenha me deixou empolgada para ler, os personagens parecem ser muito bem construídos.

Responder

Anna Leticia - 25, fevereiro 2013 às (05:41)

Curti muito, querooo! agora é esperar pra ver se essa belezura cai nas minhas mãos pela promo 😀

Responder

Cristiane de oliveira - 28, fevereiro 2013 às (15:56)

Desde que foi lançado eu achei essa capa muito bonita e quis esse livro por isso mas depois de ler a resenha vi que é um tema que gosto muito de ler e me surpreendi com uma historia tão boa assim, vou colocar na minha lista com certeza.

Responder

Minha Velha Estante Adriana Roque - 05, março 2013 às (00:24)

Parece um livro para vc se preparar um pouco antes de ler,
mas aí quando vc mergulha nele não consegue mais parar.
A resenha me deixou curiosa e com um bom pressentimento quanto ao livro.
adriana medeiros

Responder

Emerson Freitas - 05, março 2013 às (06:05)

Oltima resenha Aione !!
Quero muito ler este livro, parabéns 🙂

Responder

Jéssica Rodrigues - 07, março 2013 às (04:21)

Oie Mi.
Confesso que é a primeira resenha que leio desse livro.
Lembro-me de quando a Arqueiro lançou ele fiquei bastante animada com a sinopse, mas acabei esquecendo de ler.
É tão bom quando o livro nos prende, que emociona o leitor.
Vou procurar para ler em breve.
Parabéns pela resenha linda. Realmente me emocionei com ela e estou ansiosa para ler o livro.
Beijos

Responder

Ariana Alves - 07, março 2013 às (05:08)

Eu não tinha curtido a capa que me lembrava mto o livro “A cabana”
rss
Nada a ver…
Parece ser um drama bem denso envolvendo relações familiares.
Com certeza darei uma chance ao livro.

Responder

Melanie Batista de Melo - 28, maio 2013 às (20:24)

O livro é muito bom. Eu comecei á ler e simplesmente não consegui mais parar, fui ficando cada vez mais envolvida. Apaixonei-me pela Lexi desde á primeira página e a Jude… Ela é a personagem que eu mais odeio em todos os livros que eu já li. Mas mesmo assim o livro é demais.

Responder

Anonymous - 03, janeiro 2014 às (23:42)

Amei esse livro

Responder

Stefani - 28, fevereiro 2017 às (01:09)

Meu deus q livro lindo chorei muito sonhei muito com esse livro.. Tenho ele guardado como uma relíquia.
Amei d verdade super recomendo

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil