[Resenha] Química Perfeita - Simone Elkeles | Minha Vida Literária
01

fev
2013

[Resenha] Química Perfeita – Simone Elkeles

Título: Química Perfeita
Autor: Simone Elkeles
Editora: Underworld
Número de Páginas: 307
Ano de Publicação: 2011
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Os garotos do instituto Fairfiel, do subúrbio de Chicago, sabem que South Side e North Side não se misturam. Assim, quando a líder de torcida Brittany Ellis e o marginal Alex Fuentes são obrigados a trabalhar juntos como parceiros de laboratório na aula de química, os resultados prometem ser explosivos. Mas nenhum deles estava pronto para a reação química mais surpreendente de todas: O amor. Poderão romper os preconceitos e estereótipos que os separam?

Devido ao grande número de comentários positivos que li sobre Química Perfeita, estava mais do que ansiosa para lê-lo. Ainda assim, mesmo com as expectativas nas alturas, não me decepcionei em nada com ele.
Esse é o típico livro viciante por conta do relacionamento nele apresentado. Aparentemente, o que temos é a líder de torcida perfeita, admirada e invejada por todos, e o bad boy, temido por todos. Entretanto, os personagens vão completamente além disso, o que é nítido e dito desde as primeiras páginas.

A questão é que tanto Brittany quanto Alejandro, ou Alex, criaram imagens deles próprios e vivem conforme elas. Embora saibam não serem aquilo que demonstram, ainda assim acreditam na máscara do outro, sem perceberem o quanto se parecem, nesse quesito, a despeito de todas as diferenças gritantes entre eles.

“-Somo atores na vida, Brittany, fingindo ser o que queremos que as pessoas pensem que somos”

(página 131)
Tais diferenças aliadas ao preconceito foram responsáveis por criar uma poderosa aversão inicial entre os protagonistas e ai está a chave do vício: o leitor devora as páginas por conta de toda a tensão existente entre eles. Ao mesmo temo, a verdadeira vida de cada um é emocionante, tocante, triste e angustiante, o que faz deles personagens fortes e amedrontadas,complexas e convidativas. Adorei Brittany por ela não ser nada do que aparenta, e Alex por ser tão apaixonante por trás de seu estereótipos (ok, a pose de bad boy é um tempero a mais bem caliente nesse mexicano).

” – Este é Alejandro Fuentes. (…) Nesse verão, enquanto não estava vagabundeando pelas esquinas ou perturbando pessoas inocentes, ele fez uma turnê  pelas cadeias da cidade, se é que vocês me entendem. Mas Alex tem um desejo secreto que ninguém poderia imaginar. (….) O desejo secreto de Alejandro Fuentes… é ir para a Universidade e tornar-se um professor de química, assim como a Senhora Peterson.”

(página 30)

” – Esta é Brittany Ellis. (…) Nesse verão, ela foi ao shopping, comprou muitos modelos novos para incrementar seu guarda roupa e gastou o dinheiro do papai numa cirurgia plástica, para melhorar sua… fachada. (…) Seu desejo secreto é namorar um Mexicano, antes da formatura.”

(página 30)

 

O que acho importante ressaltar, também, é que diferente de muitos romances nesse estilo no qual a relação é de amor e ódio, o relacionamento entre Brittany e Alex é sim saudável, visto que o ódio é decorrente de aparências e não da real personalidade em cada um. Aliás, diria que ambos despertam o melhor um do outro.
Como já dito, a verdadeira vida de cada um é emocionante e foi essa a parte da história que mais mexeu comigo e que mais me encantou. A autora, ao falar de temas como o preconceito e a desigualdade social, além de abordar a temática sobre deficiência mental, levou a história para além do romance entre dois jovens adolescentes. Ela criou personagens fortes por detrás das máscaras, o que fortaleceu o amor entre eles.
A narrativa em primeira pessoa alterna, entre os capítulos, a visão de Brittany com a de Alex, o que possibilita enxergarmos tudo por dois lados diferentes, mesmo que não haja repetição das cenas. Isso foi uma ótima estratégia da autora, principalmente pelas aparências serem tão distintas da realidade e, dessa maneira, sermos capazes de enxergar ambas.
Achei o final um pouco corrido, com alguns importantes acontecimentos descritos muito rapidamente, mas, talvez, tenha sido melhor dessa maneira, como uma forma de indicar a indiferença desses momentos na vida das personagens.
O único ponto que realmente me desagradou foi a revisão da editora. Encontrei diversos erros ortográficos e de pontuação, bem como na estruturação dos parágrafos. Às vezes, não havia separação entre diálogos e narrativa, o que tornavam essas passagens confusas. Isso não diminuiu meu encanto pelo livro, mas é uma pena que uma leitura tão boa tenha tido tão má revisão. Fica o alerta para a editora.
No resumo, esse é mais uma recomendação aos que procuram por uma leitura envolvente e viciante, capaz de despertar suspiros pelo romance quente entre Brittany e Alex e, ao mesmo tempo, capaz de sensibilizar por suas histórias familiares. Pra lista de favoritos!




Deixe o seu comentário

23 Respostas para "[Resenha] Química Perfeita – Simone Elkeles"

Lú Miranda - 01, fevereiro 2013 às (17:12)

Que bom que gostaste desse livro, eu não curti muito ele, apesar da sua opinião. Acho que não gostei pelo estilo. sua resenha está fiel novamente. rs
Beijos, Aione!

Responder

Pah - 01, fevereiro 2013 às (17:22)

GÊMEA já compreendi que narrativas profundas, personagens que seguem a aparecia para fugir de seus medos e escrita estruturada com dois narradores é a CARA da autora. Nem preciso falar que fiquei ainda mais curiosa e que estou PIRANDO para ler meu livro logo, espero que semana que vem já esteja come ele em mãos. Adorei sua resenha e esses quotes, ai cara, preciso logo desse livro! rsrs

Beijokas

Responder

Vanessa Vieira - 01, fevereiro 2013 às (18:02)

Parabéns pela resenha Aione! Estou ansiosa para ler Química Perfeita! Beijo!

Responder

João Victor - 01, fevereiro 2013 às (18:34)

Tenho muita curiosidade em ler esse livro. As resenhas são mesmo sempre muito positivas. A história em si é muito interessante.
Parece ser realmente um bom livro.

Parabéns pela resenha 🙂

João Victor, Amigo do Livro
http://amigodolivro.blogspot.com.br/

Responder

Sammysam Rosa - 01, fevereiro 2013 às (19:17)

Ótima resenha! Uma pena mesmo os erros de revisão, pois com um livro tendo uma estória tão interessante e emocionante, é uma pena mesmo, espero que revejam em um futuro relançamento.

Bjs

daimaginacaoaescrita.com

Responder

MsBrown - 01, fevereiro 2013 às (21:06)

Gostei muito da resenha. Confesso que fico raivosa quando há erros ortográficos nos livros, mas pelo que você disse, ainda assim vale a pena lê-lo.

Responder

Arine-san - 01, fevereiro 2013 às (21:28)

Faz um tempinho que quero ler o livro… Quando as resenhas dele começaram a aparecer, foi impossivel não amar toda a historia! Já conheço alguma coisa de alguma lançamento anterior da autora, e gosto muito da escrita dela… Sua resenha só me fez ter mais vontade ainda de ler o livro! rs’ Realmente, adoro romances em que bad boys estão envolvidos… hahaha’

Ótima resenha!
Beijos [:

Responder

Natália Alves - 01, fevereiro 2013 às (23:16)

Quero muito ler esse livro, sempre vejo resenhas positivas sobre ele e a premissa do livro me chama bastante atenção.

Adorei a resenha!

Beijo:*
Naty.

Responder

Planet Pink - 02, fevereiro 2013 às (00:08)

Eu já queria ler esse livro, agora eu quero mais ainda!!

Parabéns pela sua sinceridade de sempre, Mi =)
Beijos!

Responder

Profª Lourdes - 02, fevereiro 2013 às (03:29)

Foi grande a alegria de te ver lá no meu cantinho, comemorando o aniversário do blog. Obrigada que juntos nesta blogosfera possamos fazer a diferença, postando conteúdos de boa qualidade e atrativos, para que os nossos internautas sinta vontade de retornar. Abraços uma noite abençoada e um amanhecer de muita paz e alegria. Bjuss

Responder

Catavento de ideias - 02, fevereiro 2013 às (03:31)

Oi MI!

Você disse bem, todo mundo fala bem desse livro. Minhas expectativas estão altíssimas. Adoro o clima de tensão entre os personagens, torna o livro tão viciante. Acho chato quando o final é corrido, mas como você disse acho que a leitura ainda vale muitíssimo a pena.

Um beijoo
Brenda Lorrainy
cataventodeideias.com

Responder

Dany - 02, fevereiro 2013 às (12:46)

Sou louca pra ler esse livro. Já um bom tempo que quero.
Gostei muito da resenha, cada vez mais estou convencida de que tenho que ler ele.
Bjos…

Responder

Thais Priscilla - 02, fevereiro 2013 às (13:30)

É um livro realmente bom e viciante.
Adorei as quotes escolhidas *-*
Vontade de reler o livro agora….

beijinhos,
Thais P.
http://thaypriscilla.blogspot.com.br

Responder

Mari ♥ - 03, fevereiro 2013 às (01:15)

Oi Mi,
Mais um livro que leio sua resenha e já quero lê-lo, adoro livro com esse estilo, mesmo com os erros acho que compensa pela história em si.
Beijos
http://marifriend.blogspot.com.br/

Responder

Ana Ferreira - 03, fevereiro 2013 às (04:25)

Mi, confesso que, a princípio, achei que esse livro era mais um “Belo Desastre” da vida, mas parece que não. Deu para notar, só pela sua resenha, que a história vai um pouco além dessa fachada de casal popular que se odeia, ao início.
Não é também a primeira resenha positiva que leio, já deu para notar que “Química Perfeita” está sendo muitíssimo bem recebido.
Gostei dos trechos que você escolheu, parecem sintetizar muito bem a história.
Uma pena que as editoras não invistam mais em trabalhos de revisão… Isso diminui – e muito – a qualidade da leitura.
Ótima resenha!
Beijoo!

Responder

Jéssica Rodrigues - 03, fevereiro 2013 às (16:46)

Oie MI.
Eu já li esse livro é amei.
Foi uma leitora gostosa e divertida.
Parabéns pela resenha.

Jéssica Rodrigues
Leitora Sempre
http://leitorasempre.blogspot.com.br/

Responder

Marcelo Lima - 03, fevereiro 2013 às (17:21)

louco pra ler esse livro faz um tempão , espero poder ler em breve , adorei a resenha 🙂

Responder

Giovanna Milanez - 03, fevereiro 2013 às (20:14)

Olá!!!! Tenho vontade de ler esse livro, já vi várias resenhas agora falta tê-lo aqui hehe
Ótima resenha..
Beijos, Giih
http://sonhando-com-livros.blogspot.com.br/

Responder

Rapha - 04, fevereiro 2013 às (11:45)

Ufaaaa, ainda que bem que temos uma relação saudavel aí, já esperava ver vc falando que sobre obsessão rsrsrs Tenho mta vontade de ler esse livro *-*

Beeijão
Rapha ~Doce Encanto

Responder

Érica Lopes - 04, fevereiro 2013 às (15:22)

Oi, flor!
Acho a capa desse livro perfeita!
Também vi várias resenhas positivas, tenho vontade de lê-lo!

Beijinhos

Responder

Lili - 04, fevereiro 2013 às (17:40)

Vou poupar apalavras. Você me convence com um argumento perfeito nesse parágrafo:
“O que acho importante ressaltar, também, é que diferente de muitos romances nesse estilo no qual a relação é de amor e ódio, o relacionamento entre Brittany e Alex é sim saudável, visto que o ódio é decorrente de aparências e não da real personalidade em cada um. Aliás, diria que ambos despertam o melhor um do outro.”

Gosto muito disso.
E fiquei curiosa pra ver como encararia esses momentos corridos que você acredita ser pelo modo como os personagens viviam aquilo.

Quero acrescentar que adorei o nova caixinhas dos quotes. Ficou bem charmoso e combinou ainda mais com o lay do blog.

liliescreve.blogspot.com

Responder

Raquel Machado - 04, fevereiro 2013 às (22:49)

Ai flor,
Acabei de te odiar…huahuaha…sabe por que? Faz um tempo que quero esse livro mas assim um bom tempo mesmo e ainda não consegui ele e agora com vocÊ falando tudo isso bem pensei em mandar tudo pro espaço e ir lá comprar sendo o primeiro livro do ano…kkk..sim sabe que eu gosto desse estilo de livro ne? Então esse parece que vai me conquistar muito mesmo se eu queria antes lendo as suas opiniões aqui só me deixaram mais com vontade.
Bjsss
Raquel Machado
Leitrua Kriativa
http://leiturakriativa.blogspot.com.br

Responder

Alinne - 05, fevereiro 2013 às (17:30)

Oi Mi.
Esse livro é uma das minha próximas leituras, estou super ansiosa para lê-lo e espero gostar da história.
Achei interessante os pontos que você ressaltou e por se tornar favorito de muitos é um motivo a mais para mim passar ele na frente rs.
Parabéns pela resenha.
Beijão.

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2016 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por