[Resenha] Lola e o Garoto da Casa ao Lado - Stephanie Perkins | Minha Vida Literária
08

fev
2013

[Resenha] Lola e o Garoto da Casa ao Lado – Stephanie Perkins

Título: Lola e o Garoto da Casa ao Lado
Autor: Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 288
Ano de Publicação: 2012
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.

Duvido que alguém que tenha lido Anna e o Beijo Francês e se apaixonado não tenha tido vontade de ler Lola e o Garoto da Casa Ao Lado. Praticamente todas as resenhas que li sobre o livro se iniciavam mencionado a outra obra de Stephanie Perkins e não serei eu a exceção.
Da mesma maneira deliciosa com que conduziu a história de Anna, Perkins nos apresenta à Lola, uma garota espontânea, colorida, talentosa e que não acredita em moda, mas sim em figurinos. A narrativa, também em primeira pessoa, é gostosa de acompanhar, sendo divertida – com alguns trechos realmente engraçados por conta de seus diálogos inteligentes – e, em vários momentos, incrivelmente intensa.
“(…) onde uma banda punk medíocre está assassinando Thriller. Encolho os olhos para o bumbo do baterista. Minhas lentes de contato coloridas já são uma prescrição médica antiga.
– Os Quiabos da Moita?
– Os Diabos da Noite – corrige Lindsay, irritada.”
(página 184)
“Tristeza. Desejo. Uma dor dentro de mim, tão forte que não sei como acreditei que ela já tinha me deixado. Olho sua nuca e é como se o oxigênio tivesse desaparecido de meu quarto. Meu coração transborda de emoções. Estou me afogando.”
(página 208)
Perkins, novamente, nos presenteia com personagens apaixonantes. Talvez seja esse o segredo de seus livros serem tão bons de serem lidos, afinal, nem sempre boas narrativas são capazes de envolver o leitor no enredo desenvolvido aos seus olhos. Não é difícil gostar de Lola, nem muito menos de Cricket. E, se não bastassem os dois, ainda somos presenteados com os pais de Lola, Andy e Nathan, e com uma importante presença de Anna e St. Clair, para matarmos as saudades.
Percebe-se, também, que a autora também tentou incluir temáticas mais sérias em sua obra, como o alcoolismo, além de abordar os relacionamentos familiares. Contudo, nada disso chega a tornar o livro profundo ou faz dele menos divertido, são apenas fatos presentes na história que chamam a atenção e que, principalmente, definem boa parte de quem são os protagonistas.
Confesso que, por praticamente o livro inteiro, não senti a mesma sensação tida ao ler Anna e o Beijo Francês.  Lola e o Garoto da Casa Ao Lado passou bem longe de me decepcionar, só não o considero tão bom quanto o primeiro. De qualquer forma, o final foi recheado de cenas lindas, românticas e intensas, a ponto de me fazer terminar a leitura suspirando e sabendo ter finalizado um livro que virou favorito.
Não há como negar: o livro é previsível, até mesmo por abordar, de certa forma, o mesmo conflito de Anna e o Beijo Francês visto por outro ângulo. Ainda assim, o fato de saber como a história terminaria só me fazia querer continuar lendo; eu precisava ver as coisas acontecerem para poder dormir feliz.
Com mais esse livro, Stephanie Perkins firmou a certeza de que já tinha após meu primeiro contato com sua escrita: de que lerei (ou vou querer ler, ao menos) qualquer livro que ela resolver lançar. Suas obras são ótimas no quesito Young Adult e entretenimento, e escolha certa para quem procura livros desse gênero para relaxar, se divertir e, ao final, suspirar.
Esse livro foi lido para o Desafio Realmente Desafiante, realizado pela Clícia do Silêncio Que Eu Tô Lendo, e foi o meu segundo livro lido para o desafio.
Desafio #9. Ler um livro cujo título tenha mais de 5 palavras.




Deixe o seu comentário

29 Respostas para "[Resenha] Lola e o Garoto da Casa ao Lado – Stephanie Perkins"

Babi Lorentz - 08, fevereiro 2013 às (17:01)

Adorei a resenha, Mi!
Meu Deus, esse livro me conquistou tanto!
E pirei quando você disse que Anna é ainda melhor. Tô doida pra ler (já pedi na página de vantagens da Novo Conceito) e saber o porquê de tanta gente ter gostado dele também, apesar de já imaginar os motivos.
Stephanie Perkins também me conquistou. Com certeza lerei qualquer coisa que ela pensar em lançar.
Beijos.

Responder

Lucas Kammer Orsi - 08, fevereiro 2013 às (17:02)

Confesso que estou bem curioso pela leitura! Li Anna e o Beijo Francês e gostei bastante! A respeito desse, só ouço comentários positivos!!

Beijos
Lucas

Responder

Leandro de Lira - 08, fevereiro 2013 às (17:59)

Oi!
Super concordo com a sua resenha! Você citou pontos interessantes e eu pude me identificar bastante com eles.
“Anna e o Beijo Francês” é melhor mesmo, mas como você, eu também curti bastante a história de “Lola e o Garoto da Casa ao Lado”. Eu adoro a narrativa da Stephanie e assim como você, qualquer livro que ela lançar, lerei sem medo. rs
Parabéns pela resenha!
Abraço!

“Palavras ao Vento…”
http://www.leandro-de-lira.com

Responder

Julia G - 08, fevereiro 2013 às (20:03)

Miii, eu fico louca quando leio uma resenha assim. Fiquei super curiosa com o lançamento de Lola, muito mais do que com o de Anna, e foi especialmente por causa desse novo que tive maior vontade de ler o primeiro, que já tenho em casa há um tempão.
Essa mistura de leveza e diversão que parece ter na obra da autora me agrada, e espero me encantar tanto quanto os que já leram as histórias.

Beijos

Responder

Érica Lopes - 08, fevereiro 2013 às (23:03)

Pois é, Mi! Amei Ana e o beijo Francês!
Tá todo mundo falando bem de Lola, estou bem curiosa pra ler 🙂

Ótima resenha ^^
Beijos

Responder

Aline T.K.M. - 09, fevereiro 2013 às (02:26)

Muito boa a sua resenha! Acredito que o fator previsível do livro não seja algo negativo, da mesma forma como não achei que Anna e o Beijo Francês foi “menos fofo” por se tratar de uma história previsível. Ainda não li Lola, mas gostei muito da escrita leve, simples e divertida da autora em Anna. É aquele livro para ler quando se precisa relaxar um pouco, um livro para ler sorrindo. =)

Bj
Livro Lab

Responder

Ana Ferreira - 09, fevereiro 2013 às (02:57)

Mi, eu, como quase toda a blogosfera, adorei “Anna e o Beijo Francês” e estou ansiosíssima par também ler “Lola”. Acho que é aquela leitura ideal para balancear um livro mais pesado, dramático e outro.
Bacana esse interesse da autora em inserir questões mais séries do cotidiano, ainda que superficialmente. Adorei os trechos que você selecionou também, a propósito.
Ótima resenha!
Beijo!

Responder

✿Nessa✿ - 09, fevereiro 2013 às (10:44)

Oi Mi*
Eu gostei muito deste livro. Eu não comparei ele com o outro sabe, para mim cada um teve uma história, um enfoque e nos dois a autora me conquistou, adoreii.

Bjinhs*

Responder

Lú Miranda - 09, fevereiro 2013 às (15:17)

Mii!
Confesso que gostei do livro, não a ponto de suspirar ou ir para os favoritos, mas ainda sim gostei. Achei a história por trás bem melhor do que o romance de Lola e Cricket, a história do preconceito com homossexuais, a personalidade de Lola que é toda colorida. Enfim… Acho que a autora poderia explorar muito mais esse universo, já que ela tem o poder de fazer as palavras dançarem em nosso olhos.

clicandolivros.blogspot.com

Responder

Michelle - 09, fevereiro 2013 às (15:28)

Oi Mi!
Impossível não se apaixonar pela escrita da Stephanie Perkins, pelo modo leve e divertido que ela conduz a história.
Como você disse, ela aborda de uma maneira legal as relações familiares, nada que pese na história, mas que influência na personalidade da Lola, por exemplo.
Ainda não decidi se gosto mais de Anna ou de Lola, ambos foram deliciosos de ler, mas é difícil escolher de qual eu gosto mais.
Adorei sua resenha!
Beijinhos

Responder

Lili - 09, fevereiro 2013 às (17:19)

Eu gostei MUITO de Anna, mas acho que Lola será mais a minha praia. Não lerei tão cedo (quem sabe compre na bienal no Rio). Terei que esperar para tirar as dúvidas.

Sempre há alfinetadas nos livros da autora, né? Aí com o alcoolismo, mas no primeiro também senti isso demais no modo como pai dela e o pai de Etienne lidam com os filhos.

liliescreve.blogspot.com

liliescreve.blogspot.com

Responder

Thais Priscilla - 09, fevereiro 2013 às (17:45)

Eu também adorei este livro da Perkins.
Adorei a narrativa, os personagens e tudo mais mas ainda prefiro Anna e o beijo francês *_*

Beijinhos,
Thais Priscilla
http://thaypriscilla.blogspot.com.br

Responder

Mari ♥ - 10, fevereiro 2013 às (00:49)

Oi Flor,
Esse foi o primeiro livro da autora que li,amei e em breve pretendo ler Anna e Beijo Francês *-*
Beijos
http://marifriend.blogspot.com.br/

Responder

PamFardin - 10, fevereiro 2013 às (17:46)

Ei Mi 😀
Acho que essa é realmente a fórmula da Stephanie: ela aposta em personagens que vão cativar o leitor. Acho que isso faz os livros dela ficarem apaixonantes <3
Quero muito ler Lola 🙂

Beijos
aritmeticadasletras.blogspot.com

Responder

Marcelo Lima - 10, fevereiro 2013 às (20:07)

eu discordo quando você diz que os elementos que a autora usou não torna o livro profundo , eu acho que dessa maneira ela expressa que o livro não é só mais uma comédia e faz o seu diferencial e o torna profundo , é aquele tipo de reflexão mascarada… mas eu adorei a resenha mi e amei esse livro tbm , queria uma Lola pra mim , ou ser o Ckicket kkkk

Responder

Tais Bruna - 11, fevereiro 2013 às (11:13)

Oi Mi,
Eu amei LOLA tanto quanto Anna *.*
A Sthepanie escreve super bem e já estou ansiosa pelo próximo livro dela.
Achei muito legal poder ver um pouco do namoro da Anna e St Clair em Lola, já que em Anna e o Beijo Frânces eles só ficam juntos para valer no final do livro.

bjs
Tais
http://www.leitorafashion.com.br

Responder

Natália Alves - 11, fevereiro 2013 às (18:42)

Ah, os livros da Stephanie são muito fofos, adoro a narrativa dela! Espero que tenha outros lançamentos dela *-*

Beijo:*
Naty.

Responder

Ni Portela - 11, fevereiro 2013 às (19:37)

MIIIIIIIIIIIIIIII! Sua resenha diz TUDO! Mentira, só não concordo que não tenha sido melhor do que “Anna”. Na verdade eu não sei, ainda estou em dúvida, porque amei muito os dois, sabe? De verdade, acho que preciso reler ambos para tomar a decisão <3 mas é verdade, “Lola”, é “Anna” por outro ângulo. Mas, como você disso, essa previsibilidade só me deixou com vontade de ler tudo com meus próprios olhos <3 *-*
Beijãaaaaaaaao, tô sumida, mas é que tô estudando! Muito! Beijão 😀 <3

Responder

Rafael Fernandes - 11, fevereiro 2013 às (23:12)

Oi Mih, parabéns pela resenha, eu ainda nem li Anna e o Beijo Francês, mas já quero ler o Lola e o garoto da casa ao lado mesmo ele sendo previsível vou acabar gostando assim como a maioria dos leitores que leram o livro anterior.
Beijos.

Responder

Nana Barcellos - 12, fevereiro 2013 às (02:11)

Hey Aione!
Adorei a resenha.
Acho que apesar do novo livro vai ser um pouco difícil as pessoas esquecerem “Anna..’ né?
Sempre vai rolar a comparação básica com o favorito.

Lola parece ser mais despojada que a Anna, mas só lendo para saber. hahaha

Bom feriado!

Nana – Obsession Valley

Responder

Kéziah Raiol - 12, fevereiro 2013 às (03:02)

Oi flor, tudo bom?
Nem preciso dizer o quanto amei Anna e o Beijo Frances, e o quanto fiquei sonhando com Paris, Beijo Francês e obvio, o St. Clair *-*
Fiquei muito mais curiosa com relação a Lola, agora. Só de saber que temos a Anna aparecendo, e que a Lola é também uma personagem que nos cativa *-* acho que a Perkins sabe como escrever. Se virou seu favorito, com certeza é bom, vou ler breve *-*

Beijocas!

Responder

Tahis - 12, fevereiro 2013 às (03:15)

Olá Mi!
Eu me apaixonei por Lola e o Garoto da casa ao Lado, é um livro tão fofo, meigo que vai conquistando a cada página lida! Eu adorei Anna e o Beijo Francês, outro livro fofo, com personagens cativantes, é impossível não gostar da leitura. Em Lola, os personagens são tão bem descritos, com personalidades que te cativa logo de cara e sem contar dos cenários né, sempre que lembro de Paris vem o Anna e o St. Clair na minha cabeça!
Sem dúvida entrou para os meus favoritos!! Ótima Resenha flor!!

Beijão
http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br

Responder

Alessandra - 12, fevereiro 2013 às (04:44)

Ai, estou louca para ler este livro!! Li Anna and the French Kiss e depois li o mesmo em português! Simplesmente uma história deliciosa!! Quando vi que a autora lançou este livro, pulei de felicidade!! Impressionante como a autora me cativou já na primeira obra dela! E saber que a Anna e St. Clair aparecem na leitura, já me dá uma coisa aqui shaushaushua amei esses personagens! Acho que não irei me decepcionar com Lola e o Garoto da casa ao Lado!!
E, como sempre, livro muito bem resenhado por ti!!

Beijoos
Ale
Introducing you a Book
http://www.introducingyouabook.com/

Responder

Sora Seishin - 12, fevereiro 2013 às (13:05)

Oi Aione!
Acho que sou uma das poucas que não curtiram tanto Anna e o Beijo Francês. E por isso estou enrolando para ler este livro. Mas vou tentar dar um chance a ele!

Beijos,
Sora – Meu Jardim de Livros

Responder

Sofia - 12, fevereiro 2013 às (16:44)

Oi Mi! “Anna e o Beijo Francês” parece extremamente bom, mas confesso que tenho a impressão oposta à “Lola e o Garoto da Casa ao Lado”. De qualquer forma, não vale julgar, rsrs!

Beijão

Responder

Eduarda Menezes - 13, fevereiro 2013 às (05:41)

Oi Mi!
Ah você e o Lu escolheram o mesmo livro para essa etapa do desafio HAHA Realmente não é fácil encontrar títulos com mais de 5 palavras e, nesse quesito, Lola cai como uma luva.
Eu TENHO que ler Anna, já está ficando muito repetitivo isso rs
Todas as resenhas que venho lendo sobre Lola são basicamente parecidas. Dizem que Lola é divertido, mas não chega a causar o mesmo encantamento sentido em Anna. De certa forma me deixa mais animada ainda para pegar o livro anterior logo para ler. Me sinto uma ET na blogosfera literária nesse sentido! kkkkkk
A história parece ser leve e divertida, uma boa pedida para uma tarde tranquila, mas realmente não parece ser tão boa quanto o anterior, ou chama a mesma atenção. Curiosamente, não tenho tanta vontade de ler esse, mas pretendo.
Beijos!

Responder

Camila Loricchio - 13, fevereiro 2013 às (19:57)

HAHAHA.. que desafio legal! ^^
Não li esse livro ainda, mas vi muuuitas resenhas positivas sobre ele, nessa questão dele ser óbvio, percebo que tem muitos livros que conseguem nos conquistar mesmo sendo clichês e previsíveis 🙂

Beijos!!!

Responder

Kelly Barros - 14, fevereiro 2013 às (06:13)

Esse livro é lindo né? Sabe o que é concordar com cada vírgula da sua resenha? Bem, é assim neste instante. Concordo com tudo o que você disse. Sabe o que eu mais gosto dos blogs literários? É quando eu acho alguém com a mesma opinião que a minha, eu fico tão feliz 🙂

Responder

Sarah Martins - 14, fevereiro 2013 às (14:22)

Eu preciso ler esse livro o mais rápido possível!
Eu li Anna há pouco tempo, esse mês mesmo, e eu adorei o romance que a Perkins criou! Me apaixonei por Paris e pelo St. Clair (impossível isso não acontecer, né?) e eu adorei a narrativa da autora! Ao mesmo tempo em que vemos o drama de Anna, nos divertimos com ela e passamos pela experiência com ela! É apaixonante! Eu tenho ideia de que esse livro, o da Lola, será muito parecido em muitos quesitos e que eu vou amar também! Eu adoro romances YA contemporâneo e os da Perkins com certeza se encaixam nessa categoria! Assim que der, darei uma conferida em Lola!
Beijos!

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por