[Resenha] Uma Questão de Confiança - Louise Millar | Minha Vida Literária
18

fev
2013

[Resenha] Uma Questão de Confiança – Louise Millar

Título: Uma Questão de Confiança
Autor: Louise Millar
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 384
Ano de Publicação: 2013
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Em um subúrbio tranquilo de Londres, algumas mães se ajudam através de amizade, favores e fofocas. No entanto, algumas delas não parecem confiáveis e outras têm segredos obscuros. Quando Callie se mudou para seu novo bairro, pensou que seria fácil adaptar-se. Contudo, os outros pais e mães têm sido estranhamente hostis com ela e com sua filha, Rae, que também descobriu como é difícil fazer novas amizades.

Suzy, seu marido rico e seus três filhos parecem ser a única família disposta a fazer amigos, mas, recentemente, a amizade com Suzy anda tensa. Ainda mais com a atmosfera pesada que pairou sobre o bairro após a chegada da polícia e o relato de um possível suspeito morando no bairro.
O que Callie e sua pequena Rae podem esperar? Em quem confiar? E, sobretudo, como imaginar que certas atitudes rotineiras podem colocar em risco a vida de sua pequena filha? Verdades e mentiras parecem se esconder nestas pequenas casas.

Uma Questão de Confiança se inicia de maneira tranquila, apresentando os fatos ao leitor. Através de uma narrativa que se divide em capítulos sob o ponto de vista de Callie, em primeira pessoa, e de Suzy e Debs, em terceira pessoa, conhecemos essas personagens, bem como a rotina que as envolve.
Por ser um thriller psicológico, as vidas das três mulheres são contadas a partir de suas emoções e impressões. Conhecemos primeiro seus pensamentos e sentimentos para depois compreendermos suas vidas. Inicialmente, a história aparenta tranquilidade e o suspense não fica tão evidente. Contudo, Louise Millar soube desenvolvê-lo com maestria, manipulando o leitor e o encaminhando exatamente para onde ela desejou, para depois surpreendê-lo e envolvê-lo a ponto de se tornar impossível interromper a leitura. A leitura se mostrou fluida logo de início e a fluidez só tende a aumentar conforme a complexidade da história também cresce.
Callie, Suzy e Debs são complexas, e, por isso, é impossível compreendê-las logo de início. A história se desenvolve ao passo que também são desenvolvidos os fatos necessários para que as personagens, enfim, sejam compreendidas. Ainda, Miller soube muito bem como entregar os pontos para o leitor aos poucos, criando o suspense de maneira quase imperceptível. Quando todas as peças começaram a se juntar, fiquei realmente surpresa porque não havia imaginado nada daquilo. Tive uma única suspeita muito superficial, mas, no momento em que ela me ocorreu, era impossível de encaixá-la no contexto apresentado, então logo a descartei.
Um dos pontos que mais me chamou a atenção foi a maneira de como a autora conseguiu tão rapidamente criar um vínculo entre o leitor e as personagens. Apenas a partir das impressões delas, dadas por meio de de seus pensamentos, criei as minhas sobre elas e acabei por simpatizar com algumas e antipatizar com outras, e foi exatamente essa a chave de minha surpresa final.
Em minha opinião, a história se faz surpreendente por conta da habilidade da autora em construir suas personagens e de conduzir o leitor a ter suas impressões sobre elas. A história em si não é recheada de grandes acontecimentos em todos os momentos, mas o principal está em conhecer as personagens a partir de suas emoções e pensamentos e, dessa maneira, compreender a vida ao redor delas. A autora soube como esconder todos os segredos que as envolvem, bem como a hora exata de revelá-los.
Uma Questão de Confiança certamente me surpreendeu e me proporcionou uma ótima leitura. Aos que procuram por um thriller psicológico desenvolvido calmamente no início, eletrizante no final, e sempre de maneira fluida e agradável, certamente recomendo essa leitura.




Deixe o seu comentário

17 Respostas para "[Resenha] Uma Questão de Confiança – Louise Millar"

Lili - 18, fevereiro 2013 às (17:59)

De volta em grande estilo!
Você me recepciona com um estilo que eu mais gosto, com uma autora que consegue enganar o leitor sem deixá-lo com raiva. Eu adoro quando Agatha Christie faz isso comigo!

E ainda por cima um livro estrelado por relações femininas. Eu fiquei bem afim. É totalmente diferente de qualquer coisa que eu esperava desse livro (um romance bem assim assim).

liliescreve.blogspot.com

Responder

Colina do Tordo - 18, fevereiro 2013 às (18:20)

Oi Mi…Não imaginava que o livro fosse assim, mas não é um gênero que eu curta muito. Na verdade passo longe deles haha

Beijo

Responder

Alexandre Koenig de Freitas - 18, fevereiro 2013 às (19:30)

Oi Mi,
Vamos combinar que este livro poderia ter ido para o Parece, mas não é. Pela capa, eu jamais imaginaria que se tratava de um thriller psicológico.
Acho mto bom quando o autor consegue desenvolver bem os personagens, pois fica mais fácil para o leitor se envolver.
Já acrescentei na wishlist.
Abraço,
Alê
Além da Contracapa

Responder

Rafael Fernandes - 18, fevereiro 2013 às (19:51)

Oi Mih, meu livro chegou hoje, comecei a folhear quase que já comecei a ler… Pelo visto o thriller é muito bom, ainda mais com a escrita da autora descrevendo aos poucos os personagens, já ansioso aqui para lê-lo.
Beijos.

Responder

Planet Pink - 18, fevereiro 2013 às (20:55)

Oi Mi!!
Acho que esse livro poderia entrar até no Parece Mas Não É rs.
Eu me inscrevi pro sorteio deste na cortesia d Skoob, mas confesso que nem sabia que se tratava desse gênero.
Adorei a história, parece um livro muito bom!

Beijos

Responder

Natalia Dantas - 18, fevereiro 2013 às (21:15)

Oi, Mi!
Parabéns pela resenha!
Estou louca para ler esse livro, pena que o meu ainda não chegou :/ Só sei que quando ele chegar tratarei de lê-lo logo, sua sinopse é muito boa.

Abraços.
Natalia Dantas, Entre Livros e Livros.
http://musicaselivros.blogspot.com.br/

Responder

Sammysam Rosa - 18, fevereiro 2013 às (21:25)

Ótima resenha! Desde que vi o lançamento do livro, fiquei interessada em lê-lo e ao ler sua resenha, vejo que tem tudo para me agradar =D

Bjs

daimaginacaoaescrita.com

Responder

Leandro de Lira - 18, fevereiro 2013 às (22:27)

Oi!
Eu agora estou mais animado e seguro de que gostarei da leitura. Eu solicitei esse livro para a editora, mas ainda estava um pouco receoso. Acredito que essa maneira que a autora utilizou de ir desenvolvendo tudo aos poucos foi o grande ponto alto da história.
Enfim, quero lê-lo o mais breve possível. rs
Parabéns pela resenha!
Abraço!

“Palavras ao Vento…”
http://www.leandro-de-lira.com

Responder

Lucas Kammer Orsi - 18, fevereiro 2013 às (23:34)

Eu esperava algo totalmente diferente do que você disse. Mas a surpresa foi para o lado positivo! Gostei da parte que diz que a autora vai preparando o território, para depois soltar a bomba. Não se torna algo cansativo, e a história acaba rendendo. É revelado em dose homeopática! hahahaha
Gostei e está na lista de desejados!

Beijos
Lucas

Responder

Eduarda Menezes - 19, fevereiro 2013 às (02:44)

Oi Mi!
Nossa, você já leu esse livro haha
Ainda não recebi o meu. Esse é um dos que mais tô esperando e um dos poucos que pedi pra janeiro.
Adoro suspenses psicológicos e olha que nem tava esperando tanto assim, mas a sua resenha me fez ver que há algo de engenhoso na trama da autora. Gosto muito de ser surpreendida com a leitura. É extremamente satisfatório quando o autor me leva a crer uma coisa, e no final é outra!
A resenha está ótima, querida! ^^
Beijão!

Responder

Kéziah Raiol - 19, fevereiro 2013 às (04:28)

Oi Mi, tudo bom?
Você leu rápido né? hahaha.
Estou louca pra ler *-* Adoro esse gênero, adorei a sua resenha, principalmente a parte que você diz que a autora soube como esconder os segredinhos e também soube a hora certa de revela-los.

Parabéns Mi. Muito bom!

Beijocas

Responder

✿Nessa✿ - 19, fevereiro 2013 às (13:10)

Oi Mi*
Ainda não li resenhas do livro e nem sabia do que se tratava.
Achei super interessante a temática, se eu tiver oportunidade irei ler.
Essa capa me deixa pensativa.

Bjinhs*

Responder

Alinne - 19, fevereiro 2013 às (18:57)

Oi Mi.
Essa é a primeira resenha que leio desse livro e confesso que foi exatamente como eu esperava! Logo quando vi esse livro, pensei que poderia gostar e agora depois da sua resenha, posso dizer que me encontro mais confiante, vou até passá-lo na frente da lista 🙂
Parabéns pela resenha.
Beijos.

Responder

Raquel Machado - 20, fevereiro 2013 às (00:42)

Oi flor,
Saudades daqui…ehehe..dessa vez voltei para começar o ano mesmo..então sobre a resenha estou com esse livro para receber eu acho ele pareceu interessante ainda mais pelas surpresas que o livro traz em si espero gostar tanto quanto você gostou. Ah fui ver meu namorado e zumbi comentei contigo ne? Achei hilario ehehe…logo sai post no blog…e ganhei o inferno de gabriel para ler…ebaaa espero gostar…
Bjsss

Raquel Machado
Leitura Kriativa
http://leiturakriativa.blogspot.com.br

Responder

Pah - 21, fevereiro 2013 às (13:10)

Oi gêmea 🙂

Então, quando li a sinopse desse livro não fiquei com vontade de lê-lo, e agora lendo sua resenha, por mais que só veja pontos positivos, tem algo que me trava, sabe? Não consigo ficar curiosa, é como se não compreendesse essa trama emocional feminina, e olha que adoro livros assim. Vai entender? De qualquer forma, é ótimo quando um livro surpreende a gente.

Beijos

Responder

Roberta Krutzmann - 01, março 2013 às (16:23)

Nossa, esse livro com certeza vai ir para a minha lista de próximas leituras. Lendo a tua resenha ele me lembrou o livro A Farsa, mas depois que li a sinopse do livro eu fiquei intrigada!

Responder

Fabi Liberati - 01, março 2013 às (18:05)

Esse livro deve ser daqueles que você entra de cabeça né!
Espero gostar dele tanto quanto você gostou, parece que temos o mesmo gosto para livros. Porque também ler aqueles livros que acontece tudo no começo e depois fica sem emoções para o final também não tem graça né =P. É muito bom que a autora soube esconder o segredos e revela-los só no final, para fechar com chave de ouro.
Enfim estou curiosíssima para ler, Beijos flor =)

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por