[Resenha] O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares - Ransom Riggs | Minha Vida Literária
05

mar
2013

[Resenha] O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares – Ransom Riggs

Título: O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares
Autor: Ransom Riggs
Editora: Leya
Número de Páginas: 336
Ano de Publicação: 2012
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Tudo está à espera para ser descoberto em O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares, um romance inesquecível que mistura ficção e fotografia em uma experiência de leitura emocionante. Nossa história começa com uma horrível tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo – por mais impossível que pareça – ainda podem estar vivas. 

Desde que vi a resenha de O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares no Book-Addict fiquei curiosa pela leitura. Afinal, um livro envolvendo mistérios com uma história não usual e repleta de fotografias reais ao longo de suas páginas só poderia ser interessante.
O livro me ganhou nas primeiras páginas por conta do prólogo. Achei sua narrativa incrível e muito bem elaborada, a ponto de ficar impressionada e certa de que gostaria da leitura. Não me enganei, mas, ao mesmo tempo, não me senti arrebatada ao dar continuidade à história como havia me sentido logo no início.

“Eu tinha acabado de aceitar que minha vida seria apenas comum quando coisas extraordinárias começaram a acontecer comigo. A primeira delas foi um choque terrível e, assim como qualquer coisa que muda você para sempre, dividiu minha vida em duas partes. Antes e depois. Como muitas das coisas extraordinárias que viriam, ela envolveu meu avô, Abraham Portman.”

página 8
Acredito que o ponto alto do livro – além de sua narrativa – seja a sua originalidade. A história é recheada de mistérios desde o início, e sempre temperada com um ar sombrio, mesmo que de forma leve. Em nenhum momento cheguei a ficar amedrontada ou horrorizada com alguma descrição, mas sim curiosa. Há um comentário do aclamado diretor Tim Burton na contracapa do livro que, acredito, resuma muito bem essa atmosfera da história:
“Vocês têm certeza de que não fui eu quem escreveu esse livro? Parece algo que eu teria feito…”
Também, não posso deixar de citar a habilidade do autor em inserir, sutilmente, problemáticas da família de Jacob apenas com pequenos comentários feitos por/sobre seus pais. A narrativa em primeira pessoa permite que sejam relatadas, apenas, as impressões do garoto; contudo, por meio desses comentários, consegui visualizar os possíveis problemas que afetam o relacionamento de seus pais, principalmente ligados à profissão de seu pai e do papel de sua mãe como esposa e mãe. De qualquer forma, esses foram momentos pontuais do livro e que chamaram a minha atenção, não constituindo como foco da história ou momentos de grande importância no desenvolvimento como um todo. Acredito que eles foram importantes para ajudar a situar a vida de Jacob e de como ele se sente sobre ela.
Jacob, ao sair em busca por maiores informações sobre seu avô, acaba entrando em uma jornada sobre si mesmo e em diversos momentos do enredo me perguntei se os fatos relatados não eram simplesmente frutos da sua imaginação e de seu psicológico abalado pela morte do avô (não é spoiler). Acredito que essa seja uma vantagem da fantasia: ela tanto pode funcionar para a criação de um mundo novo como, também, para metáforas sobre o nosso quotidiano. Também, todo o mistério envolvendo a morte de seu avô é o grande impulsionador da leitura no início da história.
Não costumo falar sobre a diagramação dos livros nas minhas resenhas, mas, nesse caso, torna-se imprescindível comentar sobre ela. Achei interessantíssimo que o autor tenha se utilizado de diversas fotografias antigas para desenvolver a história, e a presença delas no livro só torna a leitura ainda mais curiosa.
 Comentei que não me senti arrebatada ao longo da leitura, mas, até o momento, apenas a elogiei. Por mais contraditório que possa parecer, não consigo pensar em comentários negativos para fazer sobre o livro, apenas que ele não me envolveu tanto quanto supus ao iniciar sua leitura. Há ação em suas páginas, há suspense e, até mesmo, leves pitadas de romance. Entretanto, faltou algo para, de fato, conseguir me prender em suas páginas a ponto de eu não querer sair delas. Infelizmente, não consegui adentrar por completo no universo da Srta. Peregrine, o que não torna o livro menos interessante ou incapaz de conquistar a outros leitores, nem ao menos me torna incapaz de apreciá-lo. Sendo assim, indico-o a todos que procuram por uma leitura diferente e com uma ótima narrativa e que estejam dispostos a conhecer um universo, digamos, peculiar.
Vale lembrar que o livro pertence a uma série – sem quantidade de livros definidas, até onde eu saiba – e que sua continuação já foi anunciada pelo autor.




Deixe o seu comentário

27 Respostas para "[Resenha] O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares – Ransom Riggs"

Kelry Caroline - 05, março 2013 às (16:47)

Que historia de arrepiar, adorei!

Responder

Michelle Boyd - 05, março 2013 às (16:50)

Oi Aione!
Eu ia comentar exatamente isso, parece algo que Tim Burton faria, UAHUAHAU, que coisa boa! E esse detalhe de que tudo isso pode ser fruto da imaginação do personagem me deixou bem curiosa, não leio muito esse tipo de livro, mas quem sabe né!
Adorei a resenha!

Michelle Boyd
The Little Things

Responder

Katrine Bernardo - 05, março 2013 às (16:58)

Nossa, eu não conhecia esse livro, mas estou mt curiosa agora! Adorei sua resenha hihi.
Um beijo.
http://livrodagarota.blogspot.com.br/

Responder

Alinne - 05, março 2013 às (17:01)

Oi Mi.
Desde que li a resenha no blog da Duda fiquei curiosa para lê-lo. Parece ser um livro bem interessante.
Gostei dos pontos que você ressaltou e fiquei ainda mais curiosa para conhecer a história. Pena que não foi um livro que prendeu totalmente.
Parabéns pela resenha.
Beijos.

Responder

Manu Hitz - 05, março 2013 às (17:23)

Me interessei por este livro assim que conheci, coloquei nos meus desejados mas resisti a pegá-lo numa troca. Sei lá, fiquei receosa, sou medrosa com certas leituras… rsrs.
Sua resenha me mostra um livro interessante e bem construído, não preciso ficar com medo do que vou encontrar… rsrs. Quero ler, agora é oficial.

Responder

Fabi Liberati - 05, março 2013 às (18:18)

Oiee Mi. Nossa a capa do livro é muito legal, confesso que achei que teria terror nessa historia, me interessei bastante no livro, vou lê-lo em breve, pois no momento estou lendo lendo a serie da Maldição do Tigre.

Amei o post, e você me deixou bem curiosa para ler kkkk

Beijos flor =)

Responder

cristiane - 05, março 2013 às (18:27)

De novo esse livro. Estou vendo umas resenhas dele e a cada hora fico mais curiosa. A história é bem doidinha, gostei disso, só que não sei se leria de boa vontade no momento. Não estou muito com vontade de livros assim por esses dias…parece que empaquei em ler livro chichê e bobinho só pra passar o tempo. Fases…
Acho que mais pra frente vou tomar coragem e ler, mas por enquanto só vou ler as resenhas que vejo dele mesmo.

Responder

Vanessa - 05, março 2013 às (19:29)

Humm, eu não sabia que seria uma série….legal.
Bem, este é o livro que mais quero ler desde o ano passado, já vi muita gente falando que não gostou tanto assim da leitura, mas assim mesmo eu quero muito ler e tirar minhas conclusões.

Beijoksss

Vanessa – Blog do Balaio

Responder

Illyana - 05, março 2013 às (23:30)

Oi, Ayone o/

QUERO este livro – não o conhecia, mas… QUERO ESTE LIVRO!!!!!!!

Uma narrativa que traga doses de mistério, suspense e originalidade?

AMO suspense + mistério. Coisas estranhas acontecendo com crianças e adolescentes junto com os dois primeiros itens, então, me instigam na hora!!! o/

Como eu já disse… QUERO ESTE LIVRO JÁÁÁÁÁÁÁ´!

Obrigada pela resenha, Ayone!!
^____________^

Illy

Illyana HimuraWakai
illyana.himura@gmail.com
@IllychanHimuraW
http://www.facebook.com/illychan.himurawakai
http://www.entropiacomic.com.br/
http://www.fanfiction.net/u/554504/Illy_chan_H_Wakai

Responder

Gilciany Viana - 06, março 2013 às (00:01)

Oi Mi, que saudades docê flor…precisava e estava te devendo uma visita há tempos.
Pois então, vim num dia ótimo, pra ler suas resenhas que tanto me deixam abismadas, pela intensidade com que vc escreve.
Menina, quando li a sinopse do livro, me veio na hora um filme que vi há uns três anos atrás chamado Orfanato.
Tá certo que o enredo do filme, nada tem a ver com o do livro, mas não sei dizer o motivo, pelo qual esse livro me fez lembrar do filme. Pode ser, que tenha sido o teor de mistério presente nos dois.
Apesar de vc ter dito que não foi um livro que te prendeu muito, acho que só fato do enredo ser original já nos ganha de uma certa maneira, pois achar um livro que conte uma história completamente diferente das que já lemos é bem difícil.
Fiquei muito interessada na leitura e gostei demais dessa capa. Sinistra e super bem elaborada!
Parabéns pelo seu texto belo amiga. Bjokas!

http://www.lerepensar.com

Responder

Ana Paula Barreto - 06, março 2013 às (00:10)

Sei que você não ficou com horror de nada, mas só de ler a resenha já fiquei com “medinho” rs. Eu adoro suspense, mistérios, ainda mais em uma história tão diferente e até inovadora em alguns aspectos. Ainda não sei se tenho vontade de ler, mas quem sabe se ficar mais “corajosa”, não arrico! rs
bjs

Responder

Lili - 06, março 2013 às (01:07)

Eu também fiquei bem afim de ler após a resenha da Duda. E a sua manteve a chama, apesar de dizeres que não te sentiste envolvida, fica difícil acreditar com tantos elogios.
Talvez o momento da leitura não tenha funcionado contigo agora.

Beijos,
liliescreve.blogspot.com

Responder

Laura Zardo - 06, março 2013 às (01:25)

Ahhhh, não acredito que a leitura não é tudo isso. =(
Faz tempo que estou querendo ler este livro, fiquei super interessada quando descobri ele, achei que seria uma estória bem a minha cara, bem o gênero que eu gosto.
Mas parece que vou me identificar com você em questão do envolvimento com o livro, o que é uma pena. Porém não vou desistir de lê-lo.

Responder

Marcelo Lima - 06, março 2013 às (01:28)

não tem lá taanta vontade de ler mais depois da sua resenha me animei , quem sabe mais pra frente 🙂

Responder

Kéziah Raiol - 06, março 2013 às (01:36)

Oi Mi, tudo bom?
Tempo que não passo aqui :/
Nossa, assim como a Gil lembrei pelo nome do filme “O Orfanato”
Fiquei desesperada para ler esse livro, você sempre me convence com as suas resenhas tão intensas e verdadeiras. Admiro muito a forma como você descreve as coisas.
Esse livro é bem o estilo que eu gosto, adicionei ao skoob como desejado *-* Obrigada pela dica.

Beijocas.

Responder

Amanda.. - 06, março 2013 às (02:10)

Logo de cara eu gostei da capa.. tá muito show..
mas assim a sinopse me deixou super curiosa.. eu quero saber porque elas estão lá..
eu quero saber o que tem de peculiar nesse livro.. tenho que ler..

Responder

Lú Miranda - 06, março 2013 às (13:57)

É um pouco complicado quando há esse confronto de personagem principal com a história geral, acredito que é isso que tenha acontecido com esse livro em relação à você. Mas mesmo assim é uma leitura que eu almejo.

clicandolivros.blogspot.com.br

Responder

Philip Rangel - 06, março 2013 às (14:20)

Eu não consigo ver chances para esse livro ainda. Mesmo sendo um livro cheio de mistérios ainda me deixa pensando.

bjos

hilip Rangel

Entrando Numa Fria

http://www.entrandonumafria.com.br

Responder

Natália Alves - 06, março 2013 às (14:23)

Quero muito ler esse livro, sempre vejo comentários sobre ele mas a sua é primeira resenha que leio e conseguiu me deixar ainda mais empolgada.

Beijo:*
Naty.

Responder

✿Nessa✿ - 07, março 2013 às (13:24)

Oi Mi*
Não sei pq esta capa e a sinopse me deixaram intrigada e com um pouquinho de medo para ler este livro. Aho que não seria o momento de lê-lo agora, mas com ceretza leria.

Adorei sua resenha!
Bjinhs*

Responder

Gladys Sena - 08, março 2013 às (02:36)

Já li algumas resenhas desse livro e não pretendo lê-lo.
Só não sabia que é uma série…

Responder

Eduarda Menezes - 08, março 2013 às (16:54)

Oi Mi,
Fico feliz que tenha gostado da história, ainda que não tenha te arrebatado ou te conquistado por completo.
Eu adorei a temática, principalmente por não ser terror. Eu imaginava algo aterrorizante e estava na dúvida se ia gostar desse aspecto ou não, então quando me deparei com uma fantasia fiquei maravilhada tanto pela surpresa, quanto por ser uma temática que gosto muito.
Gostei do Jacob, e gostei muito do desenvolvimento incomum da história. Certamente pretendo ler a continuação!
Ah, que linda você mencionando o Book Addict lá em cima 😀

Beijão!

Responder

Mariana FS - 09, março 2013 às (04:55)

Oi Aione,

Não dá para falar desse livro e não citar o quote inicial, né? Eu também fui arrebatada por ele instantaneamente.
Acho que tivemos sentimentos parecidos com relação ao livro. Eu também não fui tão envolvida como imaginei que seria, mas mesmo assim gostei bastante do livro (que é, sem duvida, muito original) e também não consegui apontar uma única coisa negativa sobre ele.
Beijos

Responder

Elaine André - 10, março 2013 às (16:22)

Ahh tenho um medo dessas leituras com suspense, fatos ocorridos com crianças, somado ao fato que tem fotos antigas. 🙁
Acho que sou uma pessoa super medrosa Aione hahaha espero mudar um dia.
Mas só tenho a dizer que amo a suas resenhas. Elas nos dão realmente a atmosfera dos livros, seus cenários e suas histórias.

Beijos.

Responder

Thielen Costa - 16, março 2013 às (04:54)

Já conhecia o livro… to mega ansiosa pela leitura. Acho que vou sentir medo em várias partes. Também já to louca para ver a adaptação que o livro vai ganhar no cinema. Espero que seja tao bom quanto o filme!!

Responder

Naah doida - 23, março 2013 às (17:10)

Não tenho muita vontade de ler esse, mas quero ver as fotos (devem ser legais pra ter inspirado um livro)…KkK dava pra ir no ‘parece, mas não é’ ^^

Responder

Jessica Lisboa - 31, março 2013 às (13:22)

Wow, adorei esse livro. Ele ja tinha me chamado atenção por conta da capa (que pelo amor que coisa linda!!), porem nem li a sinopse do livro, mas agora ledo sua resenha vi que esse livro é muiito bom! Adoro livros de suspenses sempre me encantam, ja ta na minha lista ><

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por