março 18, 2013 | Minha Vida Literária
18

mar
2013

Delírios após “Delírio”

Muitas vezes, um livro mexe comigo a ponto de me deixar pensando nele por bastante tempo. Invariavelmente, quando penso demais em algo, sinto a vontade de escrever sobre isso. Delírio me causou essa vontade e, dessa vez, resolvi dividir com vocês o resultado de minhas reflexões.
Portanto, o post de hoje será um pouco diferente do que costumo fazer por aqui.
Eu espero que vocês gostem!
Pense numa sociedade sem amor.
Seria maravilhoso estar livre do sofrimento que o sentimento proporciona, não seria? Se o amor não existisse, Romeu e Julieta teriam tido mais vida para viver em suas histórias, Bentinho não teria ganhado o apelido de “Casmurro” após o descontentamento pela possível traição de Capitu, e Heathcliff não teria enlouquecido em seu Wuthering Heights.
Baseado nessa lógica, o amor surge como uma doença em “Delírio”.

Continue lendo »

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por