[Resenha] A Pedra do Sapato - Deborah Pimenta | Minha Vida Literária
19

abr
2013

[Resenha] A Pedra do Sapato – Deborah Pimenta

Título: A Pedra do Sapato
Autor: Deborah Pimenta
Editora: Navilouca
Número de Páginas: 126
Ano de Publicação: 2011
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Os contos de Deborah Pimenta abordam a realidade do nosso cotidiano por meio de personagens delicados que revelam as fraquezas do ser humano. Seus textos incomodam e, com elegância e leveza, denunciam situações contemporâneas que nos passam despercebidas.

É a primeira vez que resenho um livro de contos, então me desculpem se ela não estiver completa o suficiente.
Através do uso de uma linguagem simples, mas, ao mesmo tempo, bem trabalhada e repleta de figuras de linguagens, A Pedra do Sapato conta com 38 contos que podem ser lidos rapidamente, tanto pela leitura ser agradável quanto pela própria temática abordada permitir tal fluidez.
Na maioria dos contos, as histórias relatam situações do quotidiano, sendo poucos aqueles cujos conteúdos sejam predominantemente reflexivos ou de situações mais fantasiosas, como no caso de Esquecida, no qual a personagem é uma boneca. Independentemente da situação contada, a reflexão comum aos temas é o próprio ser humano e suas fragilidades e imperfeições. Há diversas críticas sociais inclusas em muitos dos contos, mesmo que de maneira sutil, possibilitando uma reflexão a cerca de situações que, como diz a própria sinopse, nos passam despercebidas ou tratadas sem a devida importância.
Há, também, aqueles cuja narradora é a própria Deborah, nos quais ela relata situações ocorridas com ela em um tom mais bem humorado e irônico. Arrisco a dizer que esses estão entre os que mais agradaram. Os de cunho mais reflexivos, que representam mais divagações do que situações em si, também me agradaram bastante, principalmente por serem os pensamentos diretos da própria autora, o que cria uma proximidade maior com o leitor, diferentemente dos contos nos quais há uma situação narrada, já que esses refletem indiretamente os pensamentos de Deborah.
Deborah mantém um blog, o Memórias da Pedra do Sapato, e nele compartilha seus textos. É uma ótima sugestão para os que tiverem interesse em conhecer o trabalho da autora.




Deixe o seu comentário

20 Respostas para "[Resenha] A Pedra do Sapato – Deborah Pimenta"

Fabi Liberati - 19, abril 2013 às (17:21)

Oie Mi, nunca li nada assim, na verdade nunca me chamaram muita atenção. Agora lendo a sua resenha eu gostei bastante e não me custa nada da uma chance ao livro. Adoro livros bem humorados =D
Beijos flor

Responder

Ademar Júnior - 19, abril 2013 às (17:55)

Oi Mi,
Resenhar livros de contos é sempre complicado, rsrs. Mas há duas formas de fazer que me agradam muito. A primeira é abordando cada conto individualmente, mas em geral só fica legal quando são poucos contos ou quando os mesmos não têm um elemento em comum ou fio condutor para compor a coletânea. A segunda é justamente quando há um “tema” ou fio condutor, daí dá pra falar de forma geral e destacar apenas os contos que são mais interessante por um motivo ou por outro.
Mas cada caso é um caso, e nem todo livro de contos entra nesses dois perfis. Eu gosto muito de contos, mas leio poucos livros assim. A maioria são de autores que eu já acompanho nesse gênero específico, são eles: Philip K. Dick, Julio Cortázar, Edgar Allan Poe, Anton Tchekhov e André de Leones. Leio outros, mas esses eu busco de forma mais assídua.
Pelo que entendi do seu texto parece que a Deborah faz um misto de contos e crônicas no livro dela, digo isso pela forma como você descreve alguns textos no penúltimo parágrafo da resenha.
Beijos!

Beijos querida!

Responder

Vanessa - 19, abril 2013 às (20:21)

Eu adoro livros de contos e já tinha ficado de olho neste desde quando você mostrou ele numa caixinha de correio, prestei atenção mesmo. Deve ser uma leitura gostosa para descontrair…

Vanessa – Blog do Balaio

Responder

Lindsay Leão - 19, abril 2013 às (21:48)

Oi Mi,

Que legal esse livro. Já li alguns contos de diversos autores e realmente é um tipo de leitura que me agrada bastante. Achei a capa de “A Pedra do Sapato” super bonitinha, uma graça mesmo.
Beijos

Responder

Andy Lima - 19, abril 2013 às (22:36)

Tenho alguns livros de contos e não sabia como os resenhar, adorei a forma como você fez…
O livro me pareceu muito bom…

Estandy Books – A Estante Da Andy

Responder

Laura Zardo - 20, abril 2013 às (01:02)

Eu não gosto muito de contos, não me chamam a atenção, não me prendem, mas às vezes encontro exceções, quem sabe essa possa ser uma, espero que sim!

Responder

Lú Miranda - 20, abril 2013 às (01:45)

Livro de contos é um pouco difícil de resenhas – mesmo quando o livro é pequeno -, mas você falou de forma “geral”, abrangendo os contos, citando alguma de um, outra coisa de outro. Muito inteligente! rsrs

Flor, respondendo ao comentário sobre o livro Cante para eu dormir:
É que a autora escreve muito os pensamento da protagonista com ponto em seguida (.). Tipo, ela escreve três palavras e pontua, mais duas e pontua, entende?

Responder

Rafael Fernandes - 20, abril 2013 às (12:27)

Oi.
Que demais, uma resenha diferente do que costumo ler por aqui, bom saber que a Mih sempre abre novos horizontes pra gente, e é sempre bom ler seu ponto de vista. Não conhecia o trabalho dessa autora e nem tão pouco costumo ler contos, há muito tempo eu lia, mas hoje em dia não. Se me dessem o mesmo para ler, eu leria sim, com certeza.

Beijos!

Responder

Manu Hitz - 20, abril 2013 às (19:58)

Gosto de contos, sim, são uma leitura rápida e fragmentada, sem ligação ou continuidade, o que é muito bom quando se está sem tempo. Essa variedade também torna a leitura mais gostosa, porque ora fazemos uma reflexão, outras vezes lemos uma situação engraçada ou curiosa, e assim avançamos na leitura sem precisar lembrar o que foi dito antes.
Bela indicação!

Responder

Ana Paula Barreto - 21, abril 2013 às (00:03)

Eu não gosto muito de contos, mas o que achei interessante foi o teor dos mesmos. Talvez este aspecto reflexivo torne a leitura mais interessante para mim. Acho que daria uma chance ao livro!
bjs

Responder

Anonymous - 21, abril 2013 às (02:47)

you’re really a good webmaster. The website loading speed is amazing. It seems that you are doing any unique trick. Moreover, The contents are masterwork. you have done a fantastic task on this subject!

Check out my blog post; germany

Responder

Carol - 21, abril 2013 às (22:32)

Tenho problemas em ler contos porque não me apaixono pelos personagens, e isso é uma necessidade básica minha.
Mas a capa desse livro é linda, e a sua resenha o vende totalmente!

bjus
terradecarol.blogspot.com

Responder

Vanessa Grandin - 22, abril 2013 às (11:30)

Faz muito tempo que não leio livros de contos ….eu até gosto porque alguns são bem desenvolvidos …mas não é um gênero que eu morra de amores!

Responder

Planet Pink - 23, abril 2013 às (20:37)

Olha o MVL passando por mudanças!! Estou adorando =)
Adorei essa capa e fiquei mais ainda interessada pela sinopse dizer que os textos da autora incomodam.
Não conhecia ainda esse livro, apesar de não ler contos com tanta frequencia; fiquei bem interessada e curiosa.

Beijão!

Responder

Stefani Goulart - 24, abril 2013 às (23:19)

Olá!
Eu nunca li livros de contos. Mas eles me chamam muito a atenção por se tratarem de histórias curtinhas, melhorar ainda quando apesar de curtinhas são ótimas! hehe
Me interessei bastante por A pedra do sapato e o conteúdo dos contos me chamaram a atenção =D

Beeijos,
iSteh

Responder

Gladys Sena - 28, abril 2013 às (22:17)

Particularmente não curto contos, pois sempre fico com a sensação que falta “algo”, entende?
Achei a premissa boa: ” o ser humano e suas fragilidades e imperfeições”. Deve render boas reflexões!

Responder

Elaine André - 29, abril 2013 às (13:06)

Só li um livro de contos e eu era muito nova, então não lembro muito se eu gosto ou não… Precisava retomar esse tipo de leitura, pois estou presa no maravilhoso mundo dos chick list hahaha…
Vou dar uma olhadinha no blog da Deborah, pois sempre é bom conhecer novos blogs.

Beijos.

Responder

Renata Kerolin - 30, abril 2013 às (04:37)

Nunca li livro de contos.
Esse tipo de leitura não me atrai.

Responder

Fernanda Faria - 01, maio 2013 às (02:23)

Eu não me interessei muito, eu não consigo gostar de contos ;/ Mas achei a capa bem bonita *_*
beijos

Responder

Mariana Fontana Szewkies - 13, maio 2013 às (19:47)

Oi Mi,
Que linda essa capa!
Eu confesso que até pouco tempo tinha um certo preconceito com contos (acho que vinha dos contos policiais que nunca são tão envolventes quanto os romances, pelo menos eu acho), mas depois passei a apreciar a beleza do conto.
Essa antologia parece ser gostosa de ler. Do tipo que você lê por horas sem perceber ou que pode ler um ou dois contos por dia e ir intercalando com outra leitura. Eu não gosto de ler mais de um livro ao mesmo tempo, mas quando é esse tipo não vejo impedimento.
Beijos
alemdacontracapa.blogspot.com

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil