[Resenha] Louca Para Casar - Madeleine Wickham (Sophie Kinsella) | Minha Vida Literária
10

maio
2013

[Resenha] Louca Para Casar – Madeleine Wickham (Sophie Kinsella)

Título: Louca Para Casar
Autor: Madeleine Wickham (Sophie Kinsella)
Editora: Record
Número de Páginas: 348
Ano de Publicação: 2013
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Milly está a quatro dias de um casamento digno de contos de fada com Simon, um jovem rico por quem é perdidamente apaixonada. É a cerimônia mais aguardada do ano pela alta sociedade, mas um detalhe pode pôr tudo a perder. Dez anos antes, Milly se casou com um amigo americano gay para que ele vivesse na Inglaterra com o parceiro, mas logo ambos perderam o contato e nunca se divorciaram. Tudo permaneceria em segredo se não fosse a chegada de Alexander, o fotógrafo, que por acaso também presenciou a primeira união. Agora ela terá que correr contra o tempo para encontrar o “marido” e obter o divórcio antes que todos descubram que a noiva, na verdade, já é casada.

Pela primeira vez, fiquei com receio de que um livro de Sophie Kinsella pudesse me decepcionar. Felizmente, isso não chegou a acontecer por completo, mas estive longe de me sentir maravilhada, como de costume, durante a leitura de Louca Para Casar.
Tendo sido esse meu primeiro contato com uma obra da autora assinada por seu nome verdadeiro, eu não imaginava em que ela poderia se diferenciar tanto das assinadas pelo pseudônimo que a fez famosa, e agora sei que as diferenças são nítidas.
A começar, a narrativa se dá em terceira pessoa, e não em primeira como em seus mais conhecidos chick-lits. Acredito que tenha sido essa a causa para meu estranhamento, porque, por consequência, diversos outros aspectos da história foram afetados. Não me entendam mal: sua escrita continua fluida e gostosa de ser lida; em momento algum se fez monótona ou cansativa.
Contudo, foi inegável meu afastamento com a protagonista. Normalmente, são as protagonistas de Kinsella que fazem de seus livros brilhantes aos meus olhos: suas maneiras únicas de pensar e agir fazem do humor da autora perfeito para meu gosto, além de causarem um enorme grau de envolvimento por ser possível compreender as personagens mesmo quando suas decisões são as piores possíveis.
Já em Louca Para Casar, durante a maior parte da história, só o que consegui sentir por Milly, a protagonista, foi irritação por conta da maneira de como ela lida com seu problema. Simon, seu futuro marido, também não contribuiu para que eu me afeiçoasse a ele e ao romance de ambos. Diria, aliás, que as únicas personagens que me agradaram desde o início foram Isobel, irmã de Milly, e Harry, pai de Simon. Além disso, o humor da história é extremamente suave e em momento algum chegou a me causar verdadeiras risadas, principalmente porque somos privados da voz interior de Milly.
Por outro lado, o fato da narrativa ser em terceira pessoa possibilita ao leitor que outros aspectos do enredo, inclusive outras tramas, sejam também acompanhados, tirando o foco de Milly em alguns pontos. Como não foi a trama central a que me conquistou, achei isso positivo, porque foram as paralelas as que, de fato, fizeram com que eu me envolvesse com o enredo, chegando a, inclusive, me sentir emocionada em alguns momentos.
Assim, um livro que começou, sinceramente, me deixando sem entender como poderia ter sido escrito por uma de minhas autoras favoritas, já que não estava conseguindo me envolver ou verdadeiramente me divertir, melhorou consideravelmente durante seu decorrer por conta do desenvolvimento de suas tramas paralelas.
Aos que procuram um bom entretenimento, recomendo a leitura. Contudo, se você já tiver tido contato com outras obras de Kinsella, esteja preparado para encontrar algo diferente e bem menos hilário; caso contrário, poderá se decepcionar.




Deixe o seu comentário

26 Respostas para "[Resenha] Louca Para Casar – Madeleine Wickham (Sophie Kinsella)"

cristiane - 10, maio 2013 às (16:47)

Não sei se leria, só porque é dela…Tenho vontades de ler os livros da autora, mas também tenho receio porque esse gênero as vezes não me agrada. E não é a primeira resenha que vejo falando da falta de envolvimento, daquela coisa de achar o livro bom…é bom, mas não sei se eu gostaria =/

Responder

Fabi Liberati - 10, maio 2013 às (17:17)

Oie Mi, eu nunca li nada da autora, então acho pra mim não vai mudar nada, quanto a narrativa ser em 3° pessoa me incomoda um pouco, sei la não sou muito chegada. Eu vi esse livro esses dias na saraiva e me chamou a atenção, afinal eu sou louca para casar kkkk =P
Gostei da resenha, e me interessei bastante, pois me pareceu uma leitura bem leve e agradável, pra relaxar mesmo, já que estou sempre lendo livros com suspense, psicológicos e aventuras, um livro mais leve me parece uma boa ideia =D
Beijos flor

Responder

Katrine Bernardo - 10, maio 2013 às (18:34)

Até hoje li apenas um livro dessa autora – não lembro qual era, mas acho que era do casamento, n lembro haha – adorei sua resenha!!!
Um beijo.
http://livrodagarota.blogspot.com/

Responder

Brubs. - 10, maio 2013 às (20:13)

Nunca li nada da autora e meio que não curto muito chick-lit(esta certo?) Mais o título me chamou atenção, mas a resenha me desanimou um pouco, mas mesmo assim fiquei curiosa pelo livro. Parabéns pela sinceridade, Mi.
Brubs

Responder

✿Nessa✿ - 10, maio 2013 às (23:01)

Oi Mi*
Nossa, nunca imaginei isso deste livro. Mas te confesso que eu não comprei o livro pq fiquei com receio achei ele tão diferente dos outros da autora.
Minha vontade de ler ele diminuiu. Adorei sua resenha!

Beijos*

Responder

Ana Paula Barreto - 11, maio 2013 às (00:27)

Como não li nada da autora ainda, acho que não vou me decepcionar. Desde que vi o livro fiquei animada. A história, apesar de parecer um pouco clichê, deve ser divertida. Estou curiosa para saber o que acontece com a personagem, porque realmente está em um “beco sem saída”.
Aliás, se este livro for bom (na minha opinião), ao ler outros, vou amar! rs
bjs

Responder

Van Castro - 11, maio 2013 às (00:32)

Gosto dessas opiniões sinceras 🙂
Tem tantos outros livros dela que quero ler, vou deixar esse pro final da lista então! rs

Responder

Lygia Netto - 11, maio 2013 às (02:38)

Sim, sim…ela escrevendo com o nome verdadeiro parece mais “fria”, é estranho neh? Deve ser pela escrita em terceira pessoa, como você destacou. Fico receosa de ler ‘Quem vai dormir com quem?’ justamente porque ouvi críticas bem negativas. Assim como você, eu gostei de Louca para Casar, mas não consegui encontrar aquela “magia” e empatia com a protagonista!

Beijinhos!

Responder

Thais K. - 11, maio 2013 às (13:35)

Livro muito bom, gostei ! Amei o blog e já estou seguindo, ele é bem fofo!

http://mundoda-resenha.blogspot.com.br/

Responder

Tais Bruna - 11, maio 2013 às (14:07)

Oi Mi,

Estou bem curiosa para ler esse livro exatamente por amar a escrita da Sophie Kinsella.
Mais fico feliz que tenha lido a sua resenha antes da leitura, pois agora já vou ficar preparada para encontrar uma escrita diferente e não me decepcionar.

Bjs
Tais
http://www.leitorafashion.com.br

Responder

MsBrown - 11, maio 2013 às (18:03)

Oi, Aione! Ah, sou fã da Sophie Kinsella. Quanto à Madeleine, ainda não descobri e na verdade tenho receio de ler os livros dela; sei que vão ser muito diferentes daqueles hilários chick-lits com quais a Sophie me conquistou. Mas quem sabe um dia? Ótima resenha!

Responder

Cachola Literária - 11, maio 2013 às (19:13)

Oi,Mi!
Essa foi minha primeira experiência com Sophie. Gostei demais justamente pela narrativa ser em 3ª pessoa. Gosto muito de chicklit por sua leveza e humor. Apesar de Louca para Casar ter fugido um pouco da característica comum ao gênero, não tenho do que reclamar do livro. Pelo contrário, a partir dele desejo adquirir todos os livros da autora. Pena que custam caro!
Excelente resenha.
Bjs e bom fim de semana!

Zilda
http://www.cacholaliteraria.com.br

Responder

Kéziah Raiol - 12, maio 2013 às (01:56)

Oi Mi, tudo bom?

Primeiro de tudo que eu ia morrer e não ia saber que o verdadeiro nome da Sophie era Madeleine, nossa que desinformada.
Apesar de saber que você é fascinada pelo gênero e que adora a Sophie, eu não me empolgo muito em ler nada dela, nem do gênero. Criei um bloqueio enorme depois de uma leitura não muito “bem sucedida”. Quem sabe futuramente não dou uma chance pra ela? Acho que vocÊ vai acabar me convencendo com tuas resenhas hahahaha’

Ah, te indiquei pra uma tag *-*
http://www.paixaoliteraria.com/2013/05/tags-desafio-dos-titulo-e-alfabeto.html

Beijocas!

Responder

Lucas Martins - 12, maio 2013 às (02:07)

Então, Mi, apesar de você ter tido algumas ressalvas com relação a forma de narrativa utilizada pela Sophie/Madeleine nesse livro. Eu adorei tanto a sinopse.. fiquei mais curioso do que já estive por qualquer outro livro dela, eu acho!
De qualquer forma, é Sophie, hahahaha
Beijão, Mi!

Responder

Sofia - 12, maio 2013 às (02:14)

Oi Aione! Que pena que o livro tenha te arrancado bem menos risadas e não ter sido tão ‘envolvente’ como suas outras obras. Estranho, pois seus livros me aparentam o contrário quando você cita, hehe.

Beijão!

Responder

Anonymous - 12, maio 2013 às (16:31)

I have to say I’m extremely impressed with the two custom batteries I ordered (Cooperstown/El Paso).

my web page; Green Smoke Kit

Responder

Naty - 12, maio 2013 às (22:44)

Eu adoro a autora e já vi pelos comentários que esse livro é bem diferente dos livros assinados como Sophie. Mas mesmo assim pretendo lê-lo, quero conferir essa novo formato dela.

Responder

Raquel Machado - 13, maio 2013 às (01:01)

Oi flor,
Voce sabe que eu não consegui me identificar muito com essa autora certo???Talvez tenha sido a epoca ou o livro menina de vinte que eu peguei para ler…mas enfim não conseguiu fluir para mim…parece que esse e bem diferente em varios aspectos ne…e livros em terceira pessoa acho que costumam ter esse afastamente com os personagens mesmo eu acho…
Bom restinho de domingo
Raquel Machado
Leitura Kriativa
http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

Responder

Lú Miranda - 13, maio 2013 às (19:47)

Sabe, eu li três livros da autora mas não gostei muuuito. Achei os livros bons, mas ótimos pra mim não causou essa impressão. Mas todos estão falando tão bem desse livro que estou bem curiosa.

Responder

Planet Pink - 13, maio 2013 às (21:22)

Mi, esse já é sua leitura pro desafio desse mês?
A minha de abril ainda está parada, acredita? rs
Não conhecia esse livro e apesar da história ser bem interessante e ter tudo para dar certo, parece não ser tão bom assim.

Bejinhos

Responder

Tahis - 14, maio 2013 às (02:06)

Olá Mi!
Poxa,estou curiosa para ler esse livro, e depois de saber a sua opinião fiquei um pouco receosa, mas com uma curiosidade enorme de saber como é a narrativa e a história! A capa é linda e o título chamou a minha atenção! Ótima resenha!

Beijos,Tahis
lovesbooksandcupcakes.blogspot.com

Responder

Lucas Kammer Orsi - 15, maio 2013 às (16:51)

Acreditar que só li um livro da Sophie Kinsella até hoje? Me culpo a todo instante por causa disso, porque morro de vontade de conhecer obras dela. Já encontrei livros dela no sebo, não comprei, e depois o arrependimento foi grande. Como Madeleine, já vi resenhas do outro livro, “Quem vai dormir com quem?”, e foram negativas. Ano passado, por sinal, esse livro ESTAVA POR 10,00 na feira do livro, e eu não comprei. Acabei não comprando. RAIVA! Apesar disso, tenho certa curiosidade, e então Louca para Casar está na lista dos desejados..

Beijos
Lucas
ondeviveafantasia.blogspot.com.br

Responder

Pah - 16, maio 2013 às (16:36)

Como nunca li nada da autora, acho que esse livro me daria uma primeira impressão bem negativa. De qualquer forma, eu fiquei curiosa, mas não ao ponto de dizer que quero ler o livro, senti que é uma leitura dispensável, e que buscando por algo da autora optaria pelos livros narrados em primeira pessoa, para poder me divertir e me sentir na pele das protagonistas.

E outro ponto, chato quando uma autora favorita (mais ou menos) decepciona né?

Bjs

Responder

Ana Luiza Moraes - 16, maio 2013 às (23:55)

Aione, eu adoreeeeeeei sua resenha! Está muito boa mesmo! Eu costumo me sentir assim, quando o livro está em terceira pessoa eu fico afastada do personagem e não tem aquela conexão entre mim e o livro. Mas estou curiosa para ler esse livro, estou louca para conhecer algum da Sophie. *-*
Beijos!

Responder

Eduarda Menezes - 18, maio 2013 às (01:12)

Awnn, parece que os livros que ela escreve com o nome verdadeiro realmente não são dos melhores. Tô até receosa com o Quem vai dormir com quem.
É tão difícil imaginar a Sophie escrever algo que não seja verdadeiramente hilário. Isso realmente é a melhor parte dos livros dela.
Pelo menos as tramas paralelas agradaram, mas acho que por enquanto não vou me aventurar nesse, até porque tô com outros assinados por Kinsella pra ler antes. rs
Estava esperando a resenha pra saber o que você ia achar e, talvez, solicitar o livro. Ninguém melhor pra falar sobre ela do que você!
Beijão, lindona!

Responder

Lili - 25, maio 2013 às (01:32)

Que pena porque o título combina exatamente com meu momento né? Louca pra casar! hahaha
Eu achei que ele ia ser mais romance, por conta da capa. Que bom que o ponto contra se tornou a favor quando permitiu que tu te envolvesse com outros personagens já que não gostaste do casal principal.

Estou entrando bem na onda da Sophie, não abale minha fé! hehe

liliescreve.blogspot.com

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil