Parece, Mas Não É | Minha Vida Literária
16

maio
2013

Parece, Mas Não É

“Parece, mas não é” é uma coluna onde trago livros que, ao ver a capa pela primeira vez, achei tratarem de um assunto, mas, ao ler suas sinopses, descobri que não tinham nada a ver com o que pensei!

Todas as vezes que olho para essa capa, penso automaticamente em uma ficção científica.

Sinopse – A Síndrome [E] – by Aione Simões

Quando o pesquisador Mathew Andrews desenvolve com sucesso um novo fármaco capaz de inibir o processo de replicação de células cancerígenas em ratos, acredita estar a um passo da cura da doença.
Contudo, ele não contava com vários dos efeitos colaterais surgidos e desenvolvidos em uma velocidade assustadora, nem muito menos com o surgimento, após o uso da droga, de um organismo unicelular desconhecido, capaz de ser propagado rapidamente – inclusive para humanos.
Agora, ele precisa encontrar uma forma de combater a síndrome, nomeada “E”, antes que seus efeitos devastadores atinjam proporções ainda maiores do que aquela para a qual ela foi desenvolvida para combater.

Isso também acontece com vocês?

Sinopse – A Síndrome [E] – Franck Thilliez

 

Um estranho caso vem atrapalhar as férias de verão de Lucie Hennebelle, tenente de polícia em Lille. Seu ex-namorado ficou cego depois de assistir a um filme mudo, anônimo, com um roteiro enigmático, concebido por uma mente doentia. Simultaneamente, o comissário Franck Sharko, veterano da Divisão de Homicídios e analista comportamental na Divisão de Repressão à Violência, passa por um tratamento na tentativa de curar a esquizofrenia.
No norte da França, cinco cadáveres não identificados foram encontrados sepultados a dois metros de profundidade mutilados de maneira atroz e em estado de decomposição avançada e Sharko cede ao chamado da aventura. Enquanto Lucie descobre os horrores escondidos no estranho filme, um misterioso informante do Canadá aponta-lhe o elo entre aquele rolo e os cinco cadáveres.
Um único e mesmo caso, graças ao qual Lucie e Sharko, tão diferentes e ao mesmo tempo tão próximos em sua concepção do ofício, irão se encontrar. Das favelas do Cairo aos orfanatos do Canadá nos anos 1950, os dois colegas irão se deparar com um mal desconhecido, batizado como “síndrome E”. Uma realidade assustadora que revela como o ser humano pode ser capaz das maiores atrocidades.

 

Pois bem. Na verdade, é um thriller policial.
Não me arrisco a dizer que a capa não é compatível com a história, afinal, não li o livro, mas eu realmente penso em ficção científica cada vez que olho para ela, mesmo já sabendo ser um thriller.

E vocês, o que me dizem?

Beijos a todos!





Deixe o seu comentário

14 Respostas para "Parece, Mas Não É"

Rafael - 16, Maio 2013 às (16:16)

Ficção científica, com certeza. A história original parece interessante, a questão do filme, tipo O Chamado. Mas só lendo para saber, não é? 🙂
Beijos

@rafaschiabel
http://lembradaquelahistoria.blogspot.com/

Responder

Gabrieel - 16, Maio 2013 às (16:37)

Eu imaginei uma ficção científica alienígena rsrsrs

@gabrieelbs
umpapoentrepaginas.blogspot.com.br

Responder

Jonathan H. - 16, Maio 2013 às (17:09)

Eu já imaginei diferente: um livro de não-ficção. Mas, realmente, a capa passa a ideia de ficção científica.

Abraços,

Responder

Fabi Liberati - 16, Maio 2013 às (17:11)

Mi, concordo com você.
Mas eu li algumas resenhas desse livro e parece que é muuuito bom, é uma mistura de suspende, com ciência e arte. Interessante né? Estou louca pra lê-lo. Beijos flor =D

Responder

Van Castro - 16, Maio 2013 às (18:25)

Nossa, parece muito mesmo com a história do filme “O chamado”. Até que eu achei interessante!
Mas, com certeza, essa capa é pura ficção científica.

Responder

Katrine Bernardo - 16, Maio 2013 às (22:23)

Ficção Científica sem sombra de dúvidas! haha
Um beijo.
Tem promoção de aniversário rolando lá no blog, participa ><
Um beijo.
http://livrodagarota.blogspot.com.br/

Responder

Van Tourinho - 16, Maio 2013 às (22:24)

Jurei que fosse um Sci-fi ou uma distopia, Mi! Sua sinopse descreve bem essa visão.
Acho que a capa não combina com o gênero, mas como você disse, eu também não li. Só que a capa, unida ao título, com certeza, me lembra um sci-fi ou distopia. :S Aaah, essas capas confusas…

Responder

Ana Luiza Moraes - 16, Maio 2013 às (23:46)

Eu também achava que o livro era de ficção científica!
Teve um livro também que eu vi a capa e quando li a resenha percebi que não era nada haver: Paperboy. Depois dá uma olhada, não tem nadaaa haver! UASHUSAHUASH’
Beijos!

Responder

Naty - 16, Maio 2013 às (23:51)

Eu também pensei isso quando vi rsrs A sinopse original é boa, mas a sua ficou também, daria um ótimo livro/filme.

Responder

Ana Paula Barreto - 17, Maio 2013 às (00:46)

Eu também pensei nisto. Aliás, por causa de um prejulgamento (errado, claro), não queria nem ler a sinopse. Mas depois que li e fui ver sobre o que se trata o livro, fiquei doida para conhecer a história. Tem tudo a ver com o que amo ler e pretendo fazer isto logo!
bjs

Responder

Flor De Lis - 17, Maio 2013 às (15:43)

Nossa, que surpresa! Adorei o blog.

http://www.blogflordelis.com/

Responder

Joice Cristine - 21, Maio 2013 às (22:22)

Eu ainda não tinha lido a sinopse, pra mim era ficção científica também. Gostei do enredo, espero poder ler logo.

Responder

Lili - 25, Maio 2013 às (01:39)

MEU DEUS!
Caí pra trás!
Definitivamente esse é o parece que mais parece e não é. NADA A VER. O que aconteceu?

Mi, escreve o livro pra eles que eles erraram e trocaram as capas.

liliescreve.blogspot.com

Responder

Planet Pink - 26, Maio 2013 às (23:11)

Oi Mi.
Não consigo entender muito bem a capa deste livro, mas concordo contigo, a capa remete muito à ficção científica! Até o próprio nome. E claro, como sempre, adorei sua sinopse =p

Beijão

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por