Semana Especial: Literatura Nacional | Minha Vida Literária
22

jul
2013

Semana Especial: Literatura Nacional


Não é segredo que a literatura nacional sofre certo preconceito por parte de muitos  leitores, ainda que esse preconceito tenha diminuído nos últimos tempos.
A provável origem desse problema está no fato de a relação feita pelos leitores com livros nacionais ser exclusivamente a com os livros clássicos, cujas leituras são obrigatórias nas escolas e para os vestibulares, e nem sempre cumprem o objetivo de entreter, já que exigem uma diferente ótica enquanto lidos, além de uma prévia bagagem, para que possam ser compreendidos e apreciados. Contudo, cada vez mais autores contemporâneos têm se destacado nos mais diversos gêneros literários, deixando para trás, aos poucos, essa impressão de que a literatura nacional é exclusivamente a clássica ou erudita.
Para demonstrar essa verdade, que tal falarmos de livros nacionais durante essa semana? Lembrando que já fiz, ano passado, uma semana especial dedicada a eles. Os posts podem ser conferidos aqui, aqui, aqui e aqui.
Vale lembrar que está acontecendo a “Semana do Livro Nacional” promovida por diversos autores e blogueiros. Quando decidi fazer a minha, não estava ciente dessa que está acontecendo (ando meio por fora de tudo na internet), mas não deixa de ser válido que vocês também acompanhem as postagens, promoções e eventos promovidos nela!
Minha ideia para o post de hoje é apresentar alguns dos livros nacionais que mais me agradaram, bem como o gênero pertencente a cada um. Talvez ele fique um pouco longo, mas eu espero que vocês gostem!
  • Romances

 

Vocês já devem saber que os romances têm um lugar especial dentre minhas leituras favoritas, então é com eles que decidi começar! Ressalto que deixei de incluir vários romances que me agradaram para não fazer uma lista muito extensa.

 

 

 

Apesar de ter enquadrado todos como “Romance”, os estilos de cada um divergem bastante entre si.
Até Eu Te Encontrar, por exemplo, pode ser considerado como Young Adult, ainda que os personagens já estejam na faculdade. Considerando a classificação feita pela Giu do Amount of Words, poderia ser um Mature Young Adult. Contudo, por conta das temáticas abordadas serem bastante leves e de não haver cenas mais explícitas, prefiro enxergá-lo como Young Adult. É simplesmente um dos meus livros favoritos e queridinhos ever!
Também com uma narrativa bastante leve e doce, Ainda Não Te Disse Nada foi uma leitura encantadora! Típico livro que não dá vontade de parar de ler e que, ao terminar, deixa o leitor com um suspiro saindo pelos lábios!
Terra Ardente, por outro lado, já se enquadra como Romance Adulto, tendo uma narrativa mais densa, cenas mais explícitas e personagens bastante complexas. Um livro incrível e extremamente recomendado!
Por sua vez, Uma Herança de Amor é um Romance Cristão, ainda que bem sutil. A história é belíssima e emocionante, e se estende, também, para as temáticas familiares.
Em Por Linhas Tortas, o drama aparece com mais frequência do que nos demais livros, mas sem fazer da história triste. Aliás, Ester está entre as personagens que mais me marcaram exatamente por sua força e capacidade de superação, e foi impossível não me apaixonar por sua história.
Por fim, Para Sempre Ana foi um dos melhores livros que já li. A história, além de extremamente bem escrita, com uma linguagem mais madura, foi brilhantemente construída. Perdi as contas de quantas vezes me surpreendi com as reviravoltas da história e terminei a leitura maravilhada com ela.
  • Chick-Lits
Os chick-lits estão ao lado dos romances entre meus gêneros favoritos, então não é novidade que eu também me empolgue para falar sobre eles.

 

 

Carol Sabar aparece em dose dupla na lista. Enquanto Azar O Seu! se destina a um público mais adulto, Como Quase Namorei Robert Pattinson tem os mais jovens como público alvo, ainda que seja capaz de agradar as mais diferentes idades. Em ambos os livros, o divertimento e a fluidez da escrita da autora se fazem presentes!
Tais características, na realidade, aparecem em todos os livros dessa lista.
Do Seu Lado, por exemplo, foi um livro que peguei para ler no final da noite, apenas para iniciar a leitura, e só parei ao finalizá-la, poucas horas depois.
Em Procura-se Um Marido, me apaixonei não só pela história, mas também pelo mocinho que nela aparece. Max, definitivamente, é o máximo – com todo respeito à Alicia!
Simplesmente Ana me permitiu sonhar acordada! Não só me transportou para uma terra cativante, da qual eu não queria retornar, como me proporcionou uma leitura deliciosa!
Por fim, Você Tem Meia Hora é um dos meus queridinhos! A história me surpreendeu demais porque, além de me divertir durante todo o enredo, me arrancou lágrimas completamente inesperadas ao final.
  • Fantasia
Como não sou a maior fã do gênero, minhas leituras desse estilo foram mais limitadas.

 

 

Tanto Equinócio quanto Estigmas da Luz têm anjos em suas temáticas. Contudo, enquanto esse se aprofunda mais na mitologia em si, o primeiro foca mais no romance.
Em A Destinada, o talento de Paula Ottoni para a escrita ficou ainda mais evidente, em minha opinião. O livro, na verdade, só tem como elemento fantástico o fato de a protagonista ter visões paranormais, e a história foi ótima de ser acompanhada.
O que mais me agradou em O Príncipe Gato foi poder ver o desenvolvimento de um mundo fantástico lado a lado da real capital paulista. Também na cidade de São Paulo, Pacto Secreto é um livro recheado de pesquisas e questionamentos e, por isso, ganhou minha atenção.
Por fim, O Poder Do Fogo é o único dentre esses que se passa em um cenário completamente fantástico. Foi uma leitura que não consegui interromper e que me ganhou principalmente pela forma de como me envolveu.
  • Outros Destaques

 

Deixei esses três livros separados porque, embora sejam romances, não focam, necessariamente, em histórias de amor, como foi o caso do primeiro grupo de livros que apresentei, além de terem mais características psicológicas em seu enredo.
Em Divã, a abordagem é completamente introspectiva e trás os questionamentos de Mercedes. Entrou sem pensar duas vezes para minha lista dos favoritos!
Marta, embora parta do princípio de uma garota apaixonada, tem muito mais a ver com a garota em si do que com sua paixão. Foi um daqueles livros que só fui perceber o quanto me agradou após ter terminado a leitura.
Por fim, Um Lugar Escuro é uma daquelas leituras que tiram o leitor de sua zona de conforto. Impossível ficar indiferente a ela, e fiquei bastante tempo pensando nele depois de lê-lo.

  • Na Espera
Resolvi mostrar, também, os livros nacionais que estou mais ansiosa para ler. Vou privá-los dos comentários, uma vez que não fiz as leituras ainda, e vale lembrar que alguns dos livros ainda serão lançados!


 

 

 





Deixe o seu comentário

23 Respostas para "Semana Especial: Literatura Nacional"

✿Nessa✿ - 22, julho 2013 às (13:48)

Oi Mi*
Eu gosto muito de livros nacionais, e vários aí que vc citou eu li e muitos outros eu quero ler.
O livro “Você tem meia hora” foi um marco na minha vida, eu ameii lê-lo.
O livro Por linhas tortas é outro que eu gostei demais de ter lido e a autora é uma querida.
Eu estou mega curiosa para ler este novo livro da Tammy Luciano, adoro ela!!
Opah, gostei de ver minha Diva aí, o livro Divã é muito bom, bem eu sou suspeita em falar. rsrsrs

Beijos*
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

Responder

Amanda Aureliano - 22, julho 2013 às (16:10)

Oi Mi,
Amei o post! Gosto muito de livros nacionais e concordo que há um preconceito por parte dos leitores, porém precisamos prestar atenção em autores nacionais que são realmente muito bons, mas que às vezes não têm a oportunidade de mostrar seu trabalho por conta desta barreira que existe entre leitor e autor nacional.
Paula Pimenta, de modo geral, é uma autora fantástica, acompanho e adoro o trabalho dela.
Na verdade, os livros nacionais que me atraem bastante, ao contrário da maioria das pessoas, são os clássicos. Tenho uma prateleira na minha estante totalmente dedicada aos clássicos.

Beijinhos,
Amanda

Responder

Renato Jardim. - 22, julho 2013 às (16:16)

Um dia o brasileiro acorda pra vida e começa a perceber que aqui também existem coisas boas…

http://www.cabecadetinta.com/

Responder

Pamela Liu - 22, julho 2013 às (17:01)

Li alguns livros de autores nacionais e gostei muito. Acho que ainda existe um preconceito por parte dos leitores, além da divulgação dos livros nacionais não ser tão massiva quanto dos livros estrangeiros.
Dos livros citados, gostei muito de Procura-se um marido, Perdida e O sonho de Eva =)

Responder

Fabi Liberati - 22, julho 2013 às (18:03)

Oie Miiiii….
Ótimos livros, estou louca pra ler Azar o Seu mas ainda estou empaca em Will & Will =/
Queria muito ler Até eu te Encontrar mas não acho =/ procurei tanto ele que até desisti mas vendo ele aqui de novo já to querendo =D
Por Linhas Tortas também parece muito bom, Procura-se um Marido também quero e Simplesmente Ana =)
Beijinhos

Responder

Aline Gonçalves - 22, julho 2013 às (21:25)

Eu ainda não li os livros da Paula Pimenta, mas estou comprando aos poucos.
Esse mês estou lendo muitos livros nacionais, mas acredito que o romance seja o que mais é lançado. Amei Azar o Seu, que li recentemente, e estou doida para ler Simplesmente Ana.
Faltou livros policiais…
Temos que valorizar nossos produtos!
Beijos!
http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

Responder

Pabline - 22, julho 2013 às (22:28)

Pois é Mi, a literatura nacional precisa de uma valorizada. Ela é muito boa. Li alguns dos livros citados, dos que mais gostei estão o Como Quase Namorei Robert Pattinson, Perdida e Ainda Não Te Disse Nada. O espaço para os livros nacionais ainda é escasso, eu acredito que conheço muitos dos títulos justamente porque sou do meio da blogosfera, mas quem não é acaba não tendo conhecimento deles; o que é uma pena. Há muito autores maravilhosos.

Beijo!

-Amigas Entre Livros-

Responder

Mari ♥ - 23, julho 2013 às (03:53)

Oi Mi,
Eu estou um pouco desligada da net também perdi algumas coisas na última semana também rs.
Alguns livros que você citou eu já e outros estão na fila de espera que em breve vou ler claro.
Beijo
http://marifriend.blogspot.com.br/2013/07/minha-opiniao-lua-de-mel.html

Responder

Naty - 23, julho 2013 às (03:58)

Adorei o post. Estou louca para ler os chick-Lits citados no post, amo o gênero e não consegui ler muitos nacionais deles.
E a sua de desejados é a minha também!

Responder

Vanessa Grandin - 23, julho 2013 às (12:28)

Adorei o post e desses livros que citou gostei de vários como Procura-se um marido, Do seu lado e a série Fazendo meu filme que é meu amorzinho……. leia o quanto antes Aione..é muito bom !
Já li O rosto que precede o sonho do Maurício Gomide depois de ter lido um post seu e gostei bastante!
Já comprei Perdida, Simplesmente Ana e O sonho de Eva que espro ler em breve 1

Responder

Lucas Goulart Duarte - 23, julho 2013 às (14:04)

Fiquei um pouco triste agr 🙁 Ainda n te disse nada está na minha lista desde o começo do ano, pois havia prometido que iria ler alguns livros nacionais que n fossem classicos esse ano e ainda n li : preciso muito ler e agr, provavelmente n vou ler, ja que tenho muitos outros livro na frente.

Responder

Luiza V. - 23, julho 2013 às (19:04)

ain,eu realmente tenho um pouco de preconceito com a literatura brasileira.Jorge Amado,Graciliano Ramos…etc,são autores que me cansam sabe?Não curto muito,maaass,A série Fazendo meu filme da Paula Pimenta( e os outros livros dela) que vc citou eu gosto,é muito boom mesmo! =D e os Chick-lits que vc citou tooodos estão na minha wish-list kkk,o “procura-se um marido” eu nem sabia que era nacional(que vergonha :O) enfim,adorei!hahaha bjss

Responder

Gabriela - 23, julho 2013 às (21:16)

Adorei o post, até pq éuma boa base pra quem quer comprar um livro nacional mas não sobe por onde começar. Recomendo demais a Paula Pimenta, onde vc esteve que não leu nada da autora ainda?? E trata de adicionar Minha Vida Fora de Série nesse meio pq é muito boa tbm, melhor até q FMF. Quero ler demais Do Seu LAdo, mas cadê oportunidade??

Responder

Hannah Monise - 24, julho 2013 às (02:46)

Adorei o seu post, Mi!
Dos romances que citou, eu li Para Sempre Ana e Ainda Não te Disse Nada e amei. Cada um com seus toques diferentes, mas maravilhosos!
Simplesmente Ana e Do Seu Lado estão na minha lista de leitura. E desejo muito também logo Quero Ser Beth Levitt e a série Fazendo Meu Filme.
Não perca tempo e leia logo O Sonho de Eva, que é realmente muito bom!

Beijos,
Hannah – Secrets of Book.

Responder

Naah doida - 25, julho 2013 às (22:53)

Oi Mi, estou com o livro Procura-se um Marido aqui pra ler, super ansiosa…kkk
Os outros que você citou eu só li Do seu Lado ( achei legal, mas nada de mais…) e a série FMF ( amei, amei,amei, me identifiquei muito com a personagem kkk recomendo muito).
Bjooos!

Responder

Rafaela B. - 26, julho 2013 às (00:32)

Oi Mi.
Nunca fui muito fã de livros nacionais, mas os que vem sendo lançadas de uns anos pra cá estão me deixando muito curiosa.
Sou louca pra ler Como Quase Namorei Robert Pattinson, além da série Fazendo Meu Filme da Paula Pimenta.
Acho que os livros nacionais estão finalmente ganhando mais espaço e aceitação por aqui, o que é ótimo.
Bjs ;*

Responder

Thaynara ribeiro - 26, julho 2013 às (12:18)

Estou surtando nesses livros!!! Os autores nacionais estão atrasando!!
Gostei muito de Até eu te encontrar, Terra Ardente, Herança de Amor, Azar o Seu, Como Quase namorei Robert Pattinson, Simplesmente Ana, Procura-se Um Marido, Perdida, Claro que te amo, Amigas Imperfeitas e os livros da Paula Pimenta!!!

Responder

Ruti - 26, julho 2013 às (15:01)

Sou louca por livros de fantasias e romances. O príncipe gato já esta na minha lista, o pacto secreto é um livro que não conhecia, e depois que li sua resenha me interessei muito. Adorei o post.

Responder

Vinicius alves - 27, julho 2013 às (00:59)

Não me lembro de ter lido nenhum livro nacional,só li alguns páginas do livro Reinações de Narizinho do Monteiro Lobato(mas tive que devolve era do meu primo).Vou procurar ler mais livros nacionais,começando pela Clarice Lispector.

Beijos,amei o post!

Vinicius Alves-Fortaleza das Letras-
http://fortalezadasletras.blogspot.com.br/

Responder

Joiciane - 27, julho 2013 às (22:23)

Dei uma sumida essa semana que passou, mas agora consegui vir conferir os seus ultimos posts…
Não tenho mto a falar sobre livros nacionais, porque eu tbm sou uma das pessoas que os descriminavam, até pouco tempo onde comecei a me interessar mais por eles…
Dos livros que vc mostrou me interesso msmo é pelos chic-lits, e não sabia que Simplismente Ana é um chic-lits. Curiosa pra ler, tbm tenho vontade de ler a serie fazendo meu filme, mas eles estão maio carinhos então vou ter que esperar por uma promoção =)

Responder

Jéssiica C.S - 28, julho 2013 às (05:30)

Oie *-*
De todos os livros que li apenas dois são nacionais e esses dois entraram para a minha lista de favoritos!
Tenho uma lista imensa (sério!) de livros nacionais que quero ler, vários citados no post estão nela (:Minha próxima leitura é Fazendo Meu Filme e eu estou super ansiosa para ler..

Beijos!

Responder

Ademar Júnior - 02, agosto 2013 às (04:17)

Oi Mi,
Adorei o post, eu acho que o preconceito com os livros nacionais nem é só pelo fato de ser associado a livros clássicos, até pouco tempo as pessoas os vias como de qualidade inferior a livros estrangeiros, isso associado ao fato das grandes editoras daqui não investiram tanto em novos autores, o que só alimentava esse mito da falta de qualidade. Mas as coisas tem mudado, ainda bem.
Temos excelentes autores, sejam clássicos ou contemporâneos.

Desses que você citou, eu só li (e resenhei) a prova de Todas as Estrelas do Céu, quando o Enderson o escreveu. Muito legal.

Beijos
Ademar Júnior
http://coolturalblog.wordpress.com/

Responder

Fe Fernanda - 29, Janeiro 2016 às (15:41)

Literatura nacional cada vez surpreendendo mais

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por