[Resenha] A Cidade Sombria - Catherine Fisher | Minha Vida Literária
23

ago
2013

[Resenha] A Cidade Sombria – Catherine Fisher

Título: A Cidade Sombria
Autor: Catherine Fisher
Editora: Bertrand Brasil
Número de Páginas: 336
Ano de Publicação: 2013
Skoob: Adicione

A única esperança para Anara, um mundo às portas da total devastação, reside em um mestre, seu aprendiz e nas antigas e ilegais relíquias com poderes misteriosos que eles colecionam. Ao saírem à procura de uma relíquia secreta com grande poder escondida há séculos, Raffi e Galen serão caçados, espionados e testados além dos seus limites, pois existem monstros — alguns deles humanos, outros não — que também desejam o poder desta relíquia até consegui-la.

A Cidade Sombria é o primeiro livro da série O Mestre das Relíquias, composta por quatro volumes, a ser publicada pela editora Bertrand Brasil.
Não é segredo para quem acompanha minhas resenhas que tenho certa dificuldade e resistência quando se trata de literatura fantástica, uma vez que não me identifico muito com o gênero. Sendo assim, essa leitura acabou se desenvolvendo da forma que eu esperava, sem que eu tenha conseguido um grande envolvimento com a história e as personagens. Aliás, diria, inclusive, que meu contato com o enredo foi bastante superficial, de forma a ter perdido muitos dos detalhes essenciais para adentrar na leitura, bem como as grandes emoções proporcionadas quando há um real envolvimento. Contudo, estaria mentindo se dissesse que não observei detalhes que me agradaram, principalmente com relação à construção do enredo como um todo.
Em primeiro lugar, achei a escrita de Catherine Fisher extremamente rica e bem estruturada. Sua narrativa é bastante detalhada, fornecendo informações suficientes para conseguir visualizar as cenas e o mundo criados pela autora, tendo sido utilizados, também, diversos recursos capazes de criar impressões sensoriais. Depois, o universo fantástico foi desenvolvido tão ricamente como sua narrativa. A cada início de capítulo, um trecho sobre a criação desse mundo era contado, além de outras informações dadas ao longo da história, e gostei da mitologia criada por Fisher, que se assemelha à Mitologia Grega no sentido de diversos Deuses serem responsáveis pela construção desse mundo, e de cada um deles estar ligado a um diferente aspecto e elemento da natureza.
Depois, também me agradou a forma de como algumas temáticas foram trabalhadas. A fé é um importante fator no enredo e foi citada em diferentes momentos, tanto por meio das falas de Galen, um guardião das relíquias, quanto pelas situações vivenciadas por ele. Também, foi incluída a reflexão de como o “bem” e o “mal” são, muitas vezes, relativos, já que estão intrinsecamente ligados as nossas crenças, às vezes enraizadas em nossa cultura e experiência de vida.
De modo geral, acredito que a leitura agradará aos fãs do gênero por ser ricamente construída e por apresentar um conteúdo interessante. De minha parte, não fosse minha pouca identificação com a Literatura Fantástica, certamente teria feito uma leitura mais proveitosa.




Deixe o seu comentário

15 Respostas para "[Resenha] A Cidade Sombria – Catherine Fisher"

Alice Aguiar - 23, agosto 2013 às (14:10)

eu ainda fico em dúvida as vezes se vou gostar desse livro sabe

Responder

Ruti - 23, agosto 2013 às (14:28)

Eu ainda não havia ouvido e nem lido nada a respeito, mas fiquei interessada, sua resenha, como sempre,despertou meu interesse, mas ainda não vou colocá-lo na listinha dos desejados! 🙂

Responder

Nara Brasil do Amaral - 23, agosto 2013 às (18:40)

Confesso que também não curto muito a literatura fantástica, até agora não terminei de ler o livro ‘O trono do sol: a magia da alvorada’ e provavelmente não vou termina-lo, porque realmente não estou conseguindo me entreter com a história e talvez por isso, mesmo que você tenha dito que a autora soube escrever muito bem o romance e destacar perfeitamente alguns detalhes, não esteja pronta para mergulhar em outro livro do mesmo gênero, mas quem sabe em algum dia eu compre o livro e mude de opinião sobre esse tipo de literatura?! Porém, neste momento, infelizmente não estou muito interessada :/

Responder

Michelle Ladislau - 23, agosto 2013 às (19:27)

Eu adoro fantasia, mas no momento estou fugindo de séries, pois senão entro em falência total…hehehehe

Não conhecia o livro, mas a história parece ser maravilhosa! Parabéns pela resenha!

Beijinhos
http://www.estilogeek.blogspot.com.br

Responder

Ana Luisa - 23, agosto 2013 às (20:40)

Também tenho certa resistência com relação a estórias fantásticas. Mas gostei da resenha, sempre bom exaltar uma escrita bem estruturada dos autores.

Beijos

Responder

Cristiane Dornelas - 23, agosto 2013 às (23:00)

É uma leitura muito boa mesmo, pra quem gosta do gênero e por ser bem feita assim. Achei legal e tenho vontade de conferir, mas com continuação é tenso, cansada de tantos assim =/
Pelo menos se tiver energia dá pra saber que ler seria muito bom, ela escreve bem mesmo.

Responder

Amanda Z. Dutra - 24, agosto 2013 às (01:07)

Mais uma série??? Ai meu Deus, vou falir hahahaha!
Adorei a resenha,

Beijo

Responder

Lindsay Leão - 25, agosto 2013 às (19:25)

Oi Mi,

Gostei da resenha, não sou muito fã do gênero, mas confesso que estou num momento
“universo fantástico”, por isso estou buscando leituras do tipo. Resolvi aderir “As Crônicas de Nárnia” e etc.
Achei bem interessante a autora colocar mitologia grega no livro, mesmo que eles não sejam o foco principal do enredo.
Como disse, não sou propriamente uma fã desse gênero, mas resolvi dar uma chance para ver se a literatura fantástica me conquista.

Beijos

Responder

Nuvem de Letras - 25, agosto 2013 às (19:57)

Oi Mi!!
Me senti nostálgica lendo sua resenha rsrsrs O primeiro gênero de livro que me encantou quando comecei a ler foi literatura fantástica, e acredito que iria me encantar por esse livro. Faz tanto tempo que não dou uma chance a livros desse tipo… 🙁

Beijinhos
Daisy
nuvemdeletras.com

Responder

Natália Alves - 26, agosto 2013 às (00:35)

Já li o livro e como gosto bastante do gênero fantasia consegui curtir bastante a leitura. Adorei a resenha!

Beijo:*
Naty.

Responder

Fabi Liberati - 26, agosto 2013 às (13:00)

Eu adoro literatura fantástica e com isso acho que vou conseguir me aventurar bastante nesse livro, gosto muito também de mitologia e como você citou que no livro há mitologia então acho que vou consegui curtir bastante a leitura.
Só não me agradou muito a capa.
Adorei a resenha como sempre né flor =D
Beijinhos

Responder

Petra Henning - 26, agosto 2013 às (21:40)

Eu até gosto de Literatura Fantástica, mas não gostei muito desse livro. A capa não me chamou atenção (e isso é um fator importante pra mim) e também tem a questão de que é uma série. Estou meio desgostosa com séries ultimamente, cansada um pouco. Ando preferindo livros únicos, sabe?

Responder

Ademar Júnior - 28, agosto 2013 às (00:00)

Oi Mi,
Eu recebi a prova desse livro, comecei a lê-lo, mas como você não me senti muito preso à narrativa, apesar de ela ser bem estruturada.
Acho que criei expectativas demais e não me envolvi o suficiente.
O resultado é que pausei a leitura para ler outra coisa, depois eu retorno.
Beijos
Cooltural

Responder

Raquel Machado - 29, agosto 2013 às (21:20)

Oi flor,
Infelizmente tambem não sou ligada em literatura fantastica então passo essa…rsrs
Raquel Machado
Leitura Kriativa
http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

Responder

Gabriela C. - 30, agosto 2013 às (16:11)

Sério, que medo que me deu essa imagem da capa! =O
kkkkkkk

Responder

Últimas Resenhas

Calendário de posts

agosto 2013
S T Q Q S S D
« jul   set »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Participo

<div class="titulo participo"><h6>Participo</h6></div>

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por