[Resenha] Céu Em Chamas - Janice Diniz | Minha Vida Literária
09

out
2013

[Resenha] Céu Em Chamas – Janice Diniz

Título: Céu Em Chamas
Autor: Janice Diniz
Editora: Lexia
Número de Páginas: 512
Ano de Publicação: 2013
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compre: Site da Autora

Começa em Matarana a estação das chuvas e o prado se torna verdejante e úmido, transformando a paisagem hostil. A chegada do tráfico de óxi e de um antigo inimigo de Franco também transformará o cotidiano dos caubóis do cerrado. E Rodrigo Malverde abrirá fogo contra os velhos e os novos criminosos da cidade, sendo obrigado a se aliar ao homem que quer roubar a sua mulher. Amor, sensualidade, ação, intriga e muitos tiros. Não se iluda com as aparências… As pessoas boas não estão mais aqui.

Céu Em Chamas é a aguardada continuação de Terra Ardente, da série Matarana, de Janice Diniz. Com um começo de tirar o fôlego, seguido por um incrível aprofundamento na vida de seus personagens, a autora, mais uma vez, mostrou todo seu talento como escritora.
Desde o primeiro volume, o que mais me chamou a atenção na série Mataranafoi a sua escrita – embora seus mocinhos de arrancar suspiros não fiquem atrás. Janice Diniz apresenta uma narrativa bem construída, que se faz fluida e dotada de esmero, transmitindo não apenas as descrições do universo criado por ela, como também – e principalmente – as emoções de suas personagens. Ainda que a narrativa seja em terceira pessoa, a autora sabe como apresentar, com maestria, o que de mais íntimo se passa com cada um dos responsáveis por dar vida à série.

“A estação das chuvas transformava a terra de ninguém em um lugar radiante e poderoso. Karen parou e contemplou a impetuosidade que habitava dentro de si, mas, tornada tempestade, pairava diante de seus olhos. Ah, então era isso… – ela pensou, ao descobrir-se integrante daquela energia absurdamente natural. E reconhecendo sua consistência mais íntima, dois caminhos a escolher. Podia aceitar-se e se jogar debaixo da boca de um furacão. Lançar-se à tempestade de si mesma e viver o inferno e o paraíso de ser quem era para todo o sempre. Ou optar pela estrada reta e plana, adaptando-se a uma existência saudável e pacífica. Vestindo roupas leves e escondendo a armadura de aço debaixo da cama. Saber sobre sua própria natureza dava-lhe o poder de trilhar o caminho que fosse. Porque qualquer um deles receberia a força de seus pés e a decisão de sua vontade.”

páginas 171 e 172
Ainda, diria que Céu Em Chamas veio para estreitar ainda mais os laços entre personagens e o leitor: se eu já havia me encantado pelos protagonistas, tive ainda mais certeza de meu apreço por eles, principalmente por Franco e Nova¸ que ganharam ainda mais destaque nessa continuação. Também, não posso deixar de citar o quanto adorei conhecer com mais profundidade o complexo Thales Dolejal, visto, em um primeiro olhar, como o vilão, mas, sendo, na verdade, tão humano quanto a explosiva Karen ou o moralmente correto Rodrigo.

“A tristeza que experimentava ao permitir-se recordar a juventude relacionava-se muito mais a si mesmo que aos outros. Algo misterioso acontecia-lhe ao olhar para trás, pois o sentimento que o consumia nada mais era que a falta que sentia de si, de quem um dia ele fora. Uma época em que ainda acreditava em dias ensolarados, na bola de futebol exprimida contra a rede e no paraíso depois da curva da estrada.”

página 14
Vale lembrar que essa é uma série adulta, e não reforço esse comentário apenas devido às cenas de sexo presentes no enredo. Janice explora o cenário político de sua cidade fictícia de forma bastante próxima à realidade e, principalmente, vai fundo no psicológico de suas personagens, o que faz da leitura mais densa e complexa, exigindo uma maior maturidade do leitor para estar atento as suas nuances. Ainda assim, a leitura está longe de ser pesada ou monótona, sendo plenamente capaz de deliciar, envolver, entreter e divertir o leitor.
No mais, só posso recomendar com entusiasmo a série. Janice Diniz foi extremamente feliz ao criar Matarana, dando a ela o típico clima do Centro-Oeste brasileiro com ares dos famosos Faroestes das telonas, mas, principalmente, foi feliz por dar vida a personalidades tão complexas, reais e, sobretudo, apaixonantes. Mal posso aguardar pelo volume que fechará a trilogia, Fogo no Cerrado, ainda mais com o final eletrizante de Céu Em Chamas.  




Deixe o seu comentário

10 Respostas para "[Resenha] Céu Em Chamas – Janice Diniz"

Julia G - 09, outubro 2013 às (13:56)

Oi Mi, publiquei a resenha do livro lá no blog ontem e, como vi que você já tinha terminado a leitura, vim aqui ver se já tinha feito a resenha (dei de cara com ela! rsrs)
Eu assino embaixo sobre tudo o que você falou! Essa série é, sem sombra de dúvidas, uma das minhas favoritas, e a Janice conseguiu criar um enredo extremamente complexo sem se perder. Também adorei conhecer um pouco mais do Thales… e ele também se tornou tão apaixonante quanto os outros, o que não era exatamente assim anteriormente.

Beijões!

Responder

Amanda Z. Dutra - 09, outubro 2013 às (16:55)

Confesso que nunca tinha ouvido falar da autora, por isso ainda não li o livro Terra Ardente :S
Como adorei sua resenha aqui, da continuação, acho que vou dar uma chance para a série 😀
Valeu pela dica

Beijo
http://heysisteraj.blogspot.com.br/

Responder

Gabriela C. - 09, outubro 2013 às (17:48)

Ainda não li nenhum livro da série, mas já a conhecia e sempre com ótimas resenhas.
Quero comprar os livros, tenho muita curiosidade, e creio que vou gostar bastante!

Responder

Fabi Liberati - 09, outubro 2013 às (20:03)

Mi, não li ainda Terra Ardente mas sempre vejo boas resenhas dos livros da Janice adoro as capas =P hhahahahaha…Adorei a sua resenha e adoro livros picantes c(=
Beijinhos

Responder

Janice Diniz - 09, outubro 2013 às (22:48)

Mi, queridona,

Eu estava curiosa e ansiosa para saber como tinha sido seu retorno a Matarana. Na verdade, quando terminei de escrever o segundo livro, já me pegava imaginando a resenha aqui, no Minha Vida Literária, e o seu texto lindo, gostando ou não da continuação. Caprichei para que gostasse! E você, como sempre, me devolveu com um maravilhoso presente. Muito obrigada!
Agora vou começar a imaginar Fogo no Cerrado aqui…kkkk

Beijão!

Responder

Natália Alves - 09, outubro 2013 às (23:51)

Já vi muitos comentários positivos sobre Terra Ardente e tenho curiosidade de conferir a história, adorei os quotes que você selecionou para a resenha.

Beijo;*
Naty.

Responder

Cristiane Dornelas - 10, outubro 2013 às (17:44)

Só vi esse primeiro livro e nada mais depois. Não é dos que me deu uma vontade doida de ler, apesar de achar as histórias boas. A resenha dá uma boa ideia do que esperar, até agora só com resenhas deles já fico satisfeita.Sei lá se leio…

Responder

Franciele de Santana - 14, outubro 2013 às (17:00)

Olá, Ainda não tinha ouvido falar nessa série mas me pareceu bastante interessante. Ainda não me aventurei no mundo Hot, mas tudo a seu tempo.

Responder

Michelli Santos Prado - 16, outubro 2013 às (19:31)

Olá Mi!! Não conhecia esta série, mas achei ela super interessante, espero poder conferir ela em breve!! Apesar de não ser muito fã do estilo hot, mas quero poder conhecer melhor.
Bjuss

Responder

Thaly Meirelles - 17, outubro 2013 às (17:27)

Ainda não li nenhum livro da autora, mas pela quantidade de elogios que já li sobre ela, e sobre essa série, despertou minha curiosidade de conhece-la. Beijos!

http://irr4diando.blogspot.com.br/

Responder

Últimas Resenhas

Calendário de posts

outubro 2013
S T Q Q S S D
« set   nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Participo

<div class="titulo participo"><h6>Participo</h6></div>

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por