[Resenha] Caninos Brancos - Jack London | Minha Vida Literária
13

jun
2014

[Resenha] Caninos Brancos – Jack London

caninos-brancos
Título: Caninos Brancos
Autor: Jack London
Editora: Penguin – Companhia das Letras
Número de Páginas:  296
Ano de Publicação: 2014
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Parte lobo, parte cão, Caninos Brancos é vendido por seu dono índio ao perverso Beleza Smith. Sofrendo mil tormentos, o animal aprende que para sobreviver é preciso adaptar-se sempre e sempre. Nesta aventura clássica, Jack London mais uma vez traça um empolgante paralelo entre bicho e homem, natureza e civilização.

Jack London é um dos escritores americanos mais traduzidos e reconhecidos internacionalmente. Algumas de suas obras são conhecidas por serem baseadas nas experiências do próprio escritor. Em Caninos Brancos, publicado pela primeira vez em 1906, o autor demonstra toda a riqueza e sutileza da sua escrita nos presenteando com uma série de reflexões.
Caninos Brancos é um lobo nascido no território de Yukon, no norte congelado do Canadá. Capturado ainda filhote antes de completar um ano de idade, passa a ser usado como puxador de trenó e é obrigado desde cedo a enfrentar matilhas hostis e lutar por sua sobrevivência.
Posteriormente, as coisas na vida de Caninos Brancos só pioram, pois ele é repassado a um dono inescrupuloso e sem nenhum afeto aos animais. Ele acaba sendo transformado em um cão de rinha, sendo obrigado a enfrentar outros animais selvagens e servir como centro das atenções para os seres humanos, que assistiam empolgados aos animais enfrentando uns aos outros.
A partir desse acontecimento e desse universo de violência que o cercava, Caninos Brancos passou a não confiar mais nos seres humanos e seus instintos de fúria ficavam cada vez mais aguçados e assustavam a todos que se aproximassem. Até o momento em que ele se depara com um humano diferente, que o trata com amor, com afeto e que demonstra ser diferente de tudo que ele conheceu até o momento.
A narrativa em terceira pessoa é muito rica em detalhes e nos aproxima a todo tempo do personagem principal. Desse modo, a partir de determinado momento do livro, o leitor é levado pelo ponto de vista do lobo, o que é incrível, já que podemos acompanhar de perto suas lutas diárias, não só contra os perigos da vida selvagem, mas também da crueldade dos seres humanos e também das suas formas de adaptação aos novos ambientes, além de como ele vai lidando com todos esses aspectos.
A leitura desse clássico é indispensável para a vida. Apesar de ser uma história sobre um lobo, ela está longe de ser superficial. É uma história que através de metáforas bem construídas e bem introduzidas na narrativa, nos permite refletir sobre a condição do ser humano em relação aos animais, sobre a solidão, sobrevivência, medo, poder, sobre amor. Enfim, é um livro que tem o poder de nos despertar muitas emoções e mostrar a vida pela perspectiva de um animal, que, sobretudo, é o personagem central dessa trama e tem muito a nos ensinar e a nos transmitir de sua experiência nesse mundo.




Deixe o seu comentário

7 Respostas para "[Resenha] Caninos Brancos – Jack London"

Fernanda Costa - 13, junho 2014 às (12:13)

Eu sou uma pessoa simplesmente apaixonada por animais, já pensei em cursar veterinária ou biologia para poder passar mais tempo perto dessas criaturas incríveis, lendo essa resenha de Caninos brancos já pude ter uma pequena noção do paralelo traçado entre o lobo e atitudes e acontecimentos do nosso dia a dia. Realmente deve ser um livro muito bom. Quando vc mencionou o fato do dono colocar o animal para fazer rinha automaticamente pensei no que acontece com a raça pitbull, onde seus donos cortam as orelhas, rabo, coloca o cachorro pra fazer rinha e depois quando acontece de serem atacados saem falando que o animal é traiçoeiro, chegando até mesmo a matar o animal em seguida, mas não levam em conta a questão da maldade que fizeram ao animal.

Responder

Rosângela Andréia - 13, junho 2014 às (12:48)

Que lindo! Não sabia que tinha saído por aqui! Com certeza lerei! 🙂

Responder

Edilza - 14, junho 2014 às (11:53)

O que me chamou a atenção nesse livro foi o fato de ter o ponto de vista do cachorro, nunca li um livro assim, eu acho. Fiquei empolgada pra ler e saber sobre a vida de Caninos Brancos que parece ser muito sombria. Já coloquei no Skoob “vou ler” o quanto antes.
Amei a resenha! Bjs e abrçs…

Responder

Lise - 17, junho 2014 às (09:07)

Confesso que tenho o maior preconceito com esse livro. Porque eu assisti ao filme quando era pequena, e bem, não me interessei nada. E especial pela minha idade.
A verdade é que várias vezes já fiquei olhando para ele e pensando em comprá-lo. Mas aí me lembrava do filme e, deixava para lá.

Mas curti, de verdade a resenha.

liliescreve.blogspot.com

Responder

FABRINE - 20, junho 2014 às (10:55)

Adorei a capa, mas definitivamente não é um livro para mim. Sou apaixonada por animais e não aguentaria ler a crueldade que o ser humano é capaz de fazer com eles. Sei que no fim do livro deve ter uma mensagem bacana quando ele conhece uma pessoa boa, mas não aguentaria lê-lo.

Responder

ELIZABETH MACHADO SALLES - 23, junho 2014 às (17:44)

Que história incrível. Diferente e muito interessante. Preciso conferir esta história e ver como termina. Adoro animais e sabendo que fala sobre um, me deixa curiosa e ansiosa . beijos.

Responder

Rena Késsia - 28, junho 2014 às (20:04)

Olá!
Gosto muito de animais, mas não curto livros que são narrados, ou contam a história de algum animal. Caninos Brancos é um livro que parece ser interessante, mas não leria por conta desse meu problema com livros desse tipo.

Beijo

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil