[Resenha] Os Três - Sarah Lotz | Minha Vida Literária
04

jul
2014

[Resenha] Os Três – Sarah Lotz

Título: Os Três
Autor: Sarah Lotz
Editora: Arqueiro
Número de Páginas:  400
Ano de Publicação: 2014
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Quinta-Feira Negra. O dia que nunca será esquecido. O dia em que quatro aviões caem, quase no mesmo instante, em quatro pontos diferentes do mundo. Há apenas quatro sobreviventes. Três são crianças. Elas emergem dos destroços aparentemente ilesas, mas sofreram uma transformação. A quarta pessoa é Pamela May Donald, que só vive tempo suficiente para deixar um alerta em seu celular: Eles estão aqui. O menino. O menino, vigiem o menino, vigiem as pessoas mortas, ah, meu Deus, elas são tantas… Estão vindo me pegar agora. Vamos todos embora logo. Todos nós. Pastor Len, avise a eles que o menino, não é para ele… Essa mensagem irá mudar completamente o mundo.

Os Três é um livro maravilhoso, uma mistura de Michael Crichton com Shirley Jackson. Muito instigante, impossível parar de ler.” Stephen King.

 

Um livro que propõe aventura, mistério, suspense ,muita adrenalina e, ainda por cima, traz em sua contracapa um comentário do Stephen King, um dos mais aclamados escritores de horror fantástico e ficção, já é uma excelente porta de entrada.
O livro gira em torno de uma grande tragédia quando, em uma quinta-feira que ficou conhecida como Quinta-Feira Negra, quatro aviões caem em quatro países diferentes, quase no mesmo momento. Três crianças sobrevivem, sem nenhuma lesão física, entretanto elas possuem muitas peculiaridades e problemas comportamentais pós-tragédia, que vão surpreendendo e assustando todo mundo. O fenômeno dos Três, como fica conhecido o mistério em torno das crianças, tem uma repercussão imensa e é permeado de teorias conspiratórias, conflitos religiosos, políticos, familiares e midiáticos.
Os Três foi um livro que me surpreendeu muito positivamente por sua estrutura narrativa que foge ao lugar comum. É dividido em dez partes, intercaladas entre a queda, sobreviventes, conspiração e fim do jogo. A narrativa é em primeira pessoa, feita através de depoimentos recolhidos por uma jornalista que investigou e aprofundou as pesquisas sobre a Quinta-Feira Negra e publicou em um livro. Sendo assim, apesar das três crianças serem os personagens centrais, não temos um protagonista específico, o enredo reúne todas as pessoas envolvidas de algum modo com o acontecimento, desde parentes mais próximos até vizinhos, policiais ou jornalistas. Desse modo, o livro é narrado através desses depoimentos, de transcrições de artigos, conversas pessoais através de mensagens na internet e notícias. Todas as pessoas envolvidas trazem contribuições valiosas e o melhor é que a maioria são pessoas comuns que levam suas vidas normalmente, mas que de uma hora para a outra se veem permeadas de dúvidas e conflitos.
Uma das grandes sacadas da autora é que ela depositou no livro um teor psicológico que fez toda a diferença. Aos poucos ela vai incrementando a história com pitadas de medo, ansiedade e agonia. Não é um terror escancarado, ela envolve o leitor aos poucos até não conseguirmos mais tirar o olho da trama. O formato do livro é muito envolvente e temos a oportunidade de conhecer diferentes pontos de vista e, também, de ir desvendando os acontecimentos de acordo com nosso ritmo de leitura e com a nossa compreensão sobre os fatos. É como se autora depositasse em quem está lendo a possibilidade de interagir com o que está sendo descrito, através de dúvidas, ansiedade, questionamentos, porque o sentimento é o de perturbação, somos constantemente instigados à reflexão sobre o mistério que circunda a história.
É um livro que explora, acima de tudo, a natureza humana, é preciso depositar concentração na leitura e atenção às entrelinhas. Para quem gosta do gênero, é um prato cheio, mas prepare-se para mistérios e indagações do começo ao fim, não há como não ser arrebatado pela escrita da autora e se sentir envolvido nas tensões que a história proporciona. Ele mexe plenamente com a imaginação e os sentimentos do leitor.




Deixe o seu comentário

14 Respostas para "[Resenha] Os Três – Sarah Lotz"

Aline - 04, julho 2014 às (10:58)

Oi, Mi!
Terminei essa semana esse livro…É verdade que vai ter continuação?
Bjss

Responder

Edilza - 04, julho 2014 às (11:27)

Vi algumas resenhas sobre o livro, e umas pessoas gostaram e outras odiaram.
Os Três tem uma coisa que me instigou: medo, ansiedade e agonia, é muito bom sentir isso no livro, como você disse, não se consegue parar. Vou ler assim que possível.
Amei a resenha! Bjs <33

Responder

Juu-Chan ;3 - 04, julho 2014 às (19:20)

BOOOOOOOOA TARDE, Clivia! Como está? Bem? ♥ Ooooomg, só pelo comentário do maravilhoso Stephen eu já fiquei malucaaaaaa, hahaha! Eu sou looooouca por livros assim, cheios de mistérios, suspense e tudo o mais! Como você disse, é para nos prepararmos para indagações e mistérios, coisas que eu simplesmente adooooooro e admiro num livro! A história em si é muuuito interessante e me conquistou por completo! Imagine só: quatro aviões caem na mesma noite em quatro lugares diferentes! Que demais, uashuhasuahsuash! Minha mãe iria adooorar, pois ela adorar histórias assim! Uma pena que ela não gosta de ler :c Haha, adoooooorei a sua resenha, Clivia! Muuuuito boa, viu? Me instigou a adicionar esse livro divooooo em minha lista! Deixa eu só dizer mais uma coisa: meu Deuuus, fiquei curiosa com essa mensagem que a menina deixa, uahsuahsuahs!

Um enoooooorme e grande beijo,

Juu-Chan || Nescau com Nutella

Responder

Fernanda Costa - 05, julho 2014 às (12:52)

Ah… Os Três <3 Estou acompanhando este livro desde antes do lançamento, pela internet, infelizmente ainda não consegui comprar o livro pq aqui na minha cidade ele está custando R$40,00 e pra mim esse valor é um pouco puxado. Mas tenho certeza que este livro é maravilhoso, quando li essa nota do Stephen King tive ainda mais certeza de que o conteúdo desse livro promete prender o leitor. Sem contar na arte do livro que é perfeita diga-se de passagem, além da capa pretona com ares de mistério, tem aquele acabamento preto na lateral das folhas que arrematou com perfeição a arte do livro.
Da mesma forma que o livro surpreendeu você de maneira positiva espero que ele me surpreenda também, porque eu fico babando toda vez que vejo esse livro na prateleira da livraria.

Responder

Fernanda - 05, julho 2014 às (21:33)

Olá!!!
Fiquei empolgada com o livro.Não é o estilo que eu costumo ler, mas a história me chamou muito a atenção!!!

Responder

Neny - 06, julho 2014 às (19:13)

Tenho visto muitas resenhas do livro e cada uma que leio, fico me perguntando por que ainda não comprei rs.
O livro em si..lendo a sinopse é misterioso, vocÊ fica imaginando muitas coisas, mas quando leio as resenhas assim como a sua, vejo que trata de um livro com um enredo mais trabalhado, espero gostar do livro e le lo logo rs.
beijos.

Responder

tagila gomes - 07, julho 2014 às (09:44)

Aione estou lendo e não sei se é comigo mas a leitura está sendo um pouco lenta … não sei se é pela forma como ele é escrito vários personagens que descrevem os fatos e pela sua resenha até me ajudou muito porque tem fatos que passam batidos e se não prestar muita atenção …

obrigado

Responder

Thallya Kelly - 07, julho 2014 às (14:49)

Parece ser um livro bem interessante. amei a arte da capa.. e essa autor e muito bom, e eu adoro seu trabalho. Stephen King.

Responder

Adriana Correa - 08, julho 2014 às (20:41)

Adoro livros de suspense e esse com certeza me deixo mais do que curiosa para fazer a leitura. Não sô muito boa em prestar extrema atenção em todos os detalhes durante a leitura, mas, mesmo assim, vô arriscar.

Responder

Diane Ramos - 10, julho 2014 às (17:31)

Nossa ! Conheci o blog hoje e estou amando suas resenhas , mesmo aqueles livros que não fazem muito o meu estilo você me convence á ler .

Responder

Letícia Souza - 19, julho 2014 às (20:28)

Oiee
Tenho certeza que vou amar esse livro e eu nunca tinha notado as três crianças na capa.
Adorei a história,estava mesmo procurando um livro pra botar meu cérebro pra funcionar e encontrei.E se o King falou bem do livro,faço dele as minhas palavras,sou uma grande fã dos livros dele e confio na sua opinião.
beijos

Responder

FABRINE - 21, julho 2014 às (11:37)

Medo, ansiedade e agonia, amooo livro assim, de suspense.
Amei sua resenha e me deixou com muita vontade de lê-lo. Pena que é um livro bem caro :/

Responder

Michele Lopez - 25, julho 2014 às (19:47)

Parece ser um livro cheio de ação, mistérios e suspense. Gostei bastante da resenha e quero muito saber como foi o final do livro.
Pretendo ler em breve.

Responder

Karolyne Kazakeviche - 31, julho 2014 às (20:15)

Um livro como esse, que mexe com o leitor, realmente vale a pena.
Eu já estava interessada antes por se tratar de um dos meus gêneros favoritos, e agora com tanta resenha positiva, minha vontade só aumenta. Altas expectativas.

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por