[O Livro Que Mudou A Minha Vida] Extraordinário - R.J. Palacio | Minha Vida Literária
22

jul
2014

[O Livro Que Mudou A Minha Vida] Extraordinário – R.J. Palacio

Na coluna O Livro Que Mudou A Minha Vida, a Alana traz um depoimento de um leitor cuja vida tenha sido modificada, em algum aspecto, por um livro, além de curiosidades sobre o livro em questão. Para estrear a coluna, a Alana irá falar do livro que mudou a vida dela.

EXTRAORDINARIO_azul
Título: Extraordinário
Título original: Wonder
Autor(a): R.J. Palacio
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Ano: 2013

August (Auggie) Pullman nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade…até agora. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.
Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos. Um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo tipo de leitor.

Para inaugurar a coluna O Livro Que Mudou A Minha Vida, o primeiro que veio à cabeça foi aquele que mudou a minha maneira de pensar, agir e sentir em relação às pessoas. É um livro humano, delicado, irreverente e que nos deixa uma baita lição. A obra de que falo é da escritora R.J. Palacio: Extraordinário.

Conheci esse livro lindo na Turnê Intrínseca 2014, na Livraria Cultura da minha cidade (Fortaleza), e nunca mais fui a mesma. Ele fala de um garoto, como tantos outros, chamado August Pullman, ou Auggie, para aqueles que tiveram a sorte de tê-lo como amigo. Esse menino nasceu com uma anomalia genética que o deixou com o rosto tão deformado que nem ele pode descrever, por isso ele nunca frequentou a escola. Com o tempo, sua mãe decide que ele deveria frequentá-la. No começo ele hesitou, mas depois encarou esse novo desafio, que na verdade nem seria o maior. Porque muito mais difícil seria a convivência com várias outras crianças.

Então, resumindo, o livro é narrado por Auggie, Via (irmã de Augguie), Summer (Amiga fofa da escola de Augguie), Jack (Amigo da escola de Augguie), Justin (Namorado de Via) e Miranda (Amiga – ou ex amiga – de Via e se considera irmã de Augguie) e a maior parte da história se passa na escola do Auggie.

Quando penso nesse livro, os que já leram sabem, é o quanto o amor dos pais de Auggie o transformou. Ele poderia ter sido qualquer garoto frustrado e envergonhado com todos, mas não. O nosso pequeno Extraordinário nem que tivesse o rosto sem deformação não deixaria de ser notado. Porque desde criancinha foi depositado tanto amor em sua criação, que ele se tornou um menino com um coração do tamanho do mundo.

Gosto desse livro principalmente por isso, pelo amor. Um dos meus maiores sonhos é ser mãe e esse livro me ensinou algo muito especial: senti realmente do fundo do coração que o amor puro, verdadeiro e incondicional, como o que nossos pais têm pela gente, pode salvar qualquer pessoa. E esse amor salvou o nosso pequeno protagonista.

Uma cena marcante no livro, que me fez chorar e refletir, foi quando a babá do Auggie o leva para uma sorveteria. Lá, um menino grita ao vê-lo. A babá leva Auggie embora, mas ele fica triste por ter escutado o grito. Me emocionei muito nessa parte, porque muitas vezes não orientamos as nossas crianças a respeitarem o outro, tanto por ser diferente como por qualquer outro motivo.

É, esse livro mudou a minha vida! Com várias lições, ao acabar de lê-lo, pensei duas vezes ao olhar estranho para o diferente, ao julgar alguém pela aparência. Enfim, é um livro que indico sempre. Até dei de presente para uma amiga que está grávida. Resultado: ficou mais sensível ainda. O bom é que a leitura é leve e com ele podemos entender que são as nossas diferenças que nos fazem humanos, aceitá-las tal como são é o primeiro passo para aceitarmos a nós mesmos. R.J. Palacio, com Auggie, me fez perceber que há muito mais além de uma simples aparência, há um coração. Às vezes tão grande que não cabe nem no próprio corpo.

Curiosidades

EXTRAORDINARIO_branca

  • Foi o primeiro livro da escritora R.J. Palacio;
  • Ficou em primeiro lugar na lista de best-sellers do The New York Times e foi eleito pelo jornal como Livro Notável do ano;
  • Após Extraordinário, a autora iniciou uma campanha antibullying no site www.choosekind.tumblr.com, da qual milhares de crianças já participaram;
  • Possui diversas referências à cultura pop, como Star Wars, Halo e David Bowie;
  • Extraordinário foi listado entre os melhores lançamentos de 2012 pelos mais expressivos veículos norte-americanos, entre eles Publishers Weekly, Kirkus Reviews, Booklist e School Library Journal;
  • A nova capa de Extraordinário (azul) é a capa oficial. A primeira edição brasileira foi com a capa branca (ao lado) por causa do grandioso livro A Culpa é das Estrelas, lançado na mesma época de Extraordinário, e, por esse motivo, a editora preferiu não publicar dois livros com capas “parecidas”.

 

Para participar da coluna, envie um email para contato@minhavidaliteraria.com.br ou acesse o formulário de Contato do blog, com o assunto Participação na coluna: “O Livro Que Mudou A Minha Vida”.





Deixe o seu comentário

21 Respostas para "[O Livro Que Mudou A Minha Vida] Extraordinário – R.J. Palacio"

tagila gomes - 22, julho 2014 às (17:01)

este livro é realmente incrivel já ouvi muito bem sobre ele e saber que ele mudou a vida e a maneira de uma pessoa pensar sobre a vida e tem mil lições no livro só me fez querer mais e mais le-lo ele já ganhou muito pontos comigo e bem legal saber das experiencias de outras pessoas com os livros

visitem :
amigadaleitura.blogspot.com

Responder

Alana Gabriela 22 jul 2014

Que bom, Tagila. Pois te indico ele, é simplesmente M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!

Visitei teu blog, só tá faltando a resenha do Extraordinário! Hahaaha

Responder

Edilza - 22, julho 2014 às (17:57)

Parece ser mesmo um livro bem emocionante e reflexiva, fiquei bem curiosa pra ler. O seu texto me tocou de certa forma.
Agora entendo porque a primeira capa é branca, a culpa é das estrelas, rsrsrs.
Abraço, Alana S2

Responder

Alana Gabriela 22 jul 2014

Hehee, ultimamente a culpa tem sido das estrelas. Que livro fantástico aquele também, né?! Com certeza, deve ter mudado a vida de muitos leitores!

Pois não deixe sua curiosidade ficar aguçada demais, Edilza, leia o livro. É baratinho!!!

Bj. ;*

Responder

Diane Ramos - 22, julho 2014 às (19:28)

Um livro que também me emocionou bastante , adorei Auggie ele é mesmo um garoto extraordinário .
A escrita da autora também é ótima , ela coloca o ponto de vista de vários personagens em relação á Auggie , e esse é um ponto que merece ser elogiado .

Responder

Alana Gabriela 22 jul 2014

Bem lembrado, Diane. O fato da R.J. ter narrado o livro por meio de vários personagens foi uma das coisas que fizeram o livro ser realmente Extraordinário. Além de todos aqueles preceitos, né?! Amei todos!
Inclusive a autora está prestes a lançar um novo livro: “365 dias extraordinários: Livro de Preceitos do Sr. Browne”. Porque os preceitos do Extraordinário fizeram tanto sucesso que ela não podia deixar de escrever um outro livro falando daqueles reflexivos preceitos.

Aliás, para mim, o melhor é esse: “Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil”.

Responder

FABRINE - 23, julho 2014 às (14:09)

Nunca li esse livro, mas ouço falar tão bem dele que estrará para minha listinha.
Não vejo a hora de conhecer Auggie e o quão extraordinária é a sua vida.
Parece mesmo ser uma lição de vida para qualquer um.
Beijos

Responder

Alana Gabriela 30 jul 2014

Fabrine, pois leia mesma. Se possível fure até fila, mas coloque esse livro na frente dos outros. Hahahaa

Não, mas sério, esse livro é surpreendente. Ele é leve e lindo, tipo O pequeno príncipe, nosso eterno loirinho, que agora tem parque temático e tudo! Hehee

Bjs.

Responder

Lise - 25, julho 2014 às (10:56)

Também adorei extraordinário, porque é uma história cativante.
Pelos motivos que te impactaram e te fizeram desenvolver esse carinho. Recomendo também O livro de Julieta. Extraordinário me fez lembrar muito a leitura do outro livro, lá é uma história verídica sobre a mãe de uma menina com Síndrome de Down.

Eu fiz resenha se quiseres te orientar um pouco
http://liliescreve.blogspot.com.br/2013/04/resenha-o-livro-de-julieta.html

Responder

Alana Gabriela 30 jul 2014

Que bom que gostou. Me interesso muito por sick-lit, é uma leitora que me envolve, emciona e me comove. Apesas de, às vezes, ser um pouco triste, mas sempre vale a pena a reflexão.

Agradeço pelas dicas, vou colocar na minha listinha aqui no excel. Hahaa

Abraço, querida Lise.

Responder

Michele Lopez - 25, julho 2014 às (19:08)

Ainda não li o livro, mas já ouvi falar muito bem dele. Gostei do enredo trazido na coluna e pretendo lê-lo sim. Parece ser uma ótima leitura.

Responder

Alana Gabriela 30 jul 2014

Que bom que gostou, Michele. Vai gostar também do próximo, que vai ser publicado aqui dia 06/8.

Aguarde!!!

Bj

Responder

Neny - 29, julho 2014 às (18:48)

Eu tenho este livro a algum tempo na minha estante mas tenho medo de ler, pois tenho a impressão que é triste rs,
eu vjo todo mundo falando como este livro é perfeito, mas confesso que tenho medo dele, eu fujo de livro triste..bobeira eu sei.
Mas uma hora crio coragem e leio,
beijos.

Responder

Alana Gabriela 30 jul 2014

Mulheeer, não acredito não?!! Já tive esse medo, mas só quando estou meio pra baixo, aí não leio nem escuto música triste de jeito nenhum.

Mas quando estou feliz, acho a oportunidade certa para ler livros que parecem ser triste.

Só que, Neny, ele não é tão triste, têm partes tristes, claro, mas é uma lição de vida. Leia, por favor. Principalmente se você tiver filhos ou irmãos pequenos.

Acaba com esse medo e lê, pelo amo de Deus!!!!

Bjãao!

Responder

Karolyne Kazakeviche - 31, julho 2014 às (18:41)

Eu tenho o livro e estou esperando o momento para lê-lo.
Espero realmente curtir a leitura que tantos falam que é maravilhosa. Pela história em si, já dá para perceber que é um livro único!

Responder

Alana Gabriela 01 ago 2014

Karolzita, pois o momento é exatamente este. Leiaaaaaaa! Hahahaaa
Não vai se arrepender. Depois diz o que achou.

Bjs.

Responder

Gabriela Gomes - 31, julho 2014 às (20:09)

Este livro não tinha chamado a minha atenção… mas acabo de mudar de idéia!!! Mais um para a minha listinha de compras!!!

Responder

Alana Gabriela 01 ago 2014

Que coisa boa, Gabriela!! E ele é baratinho, ótimo e perfeito, você vai A M A R.

Bjs.

Responder

Letícia Souza - 31, julho 2014 às (21:35)

Por que ninguém me avisou que esse livro era tão maravilhoso assim antes
por que já teria o comprado e relido várias vezes.
Sabia que a história era emocionante mas não nesse ponto,adoro
refletir sobre a vida e sempre acabo chorando com enredos dessa forma.
Vou ler em breve,sem dúvida alguma.
beijos

Responder

Alana Gabriela 01 ago 2014

Letícia, flor, pois agora você já está avisada e já pode comprá-lo ou pegar emprestado.

É uma leitura leve, divertida e, algumas vezes, triste. Mas vale a pena demais, pode ter certeza!!

Bj.

Responder

Júlia - 20, Fevereiro 2015 às (21:37)

Nossa, não sei como não descobri seu blog antes, que demais!!! Adorei todas as dicas e já coloquei vários livros na minha lista! Amei amei amei seu blog! 🙂 bjs

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por