[Divulgação] Projeto Pegaí | Minha Vida Literária
27

jul
2014

[Divulgação] Projeto Pegaí

Pegaí4

O Projeto

O Projeto “Pegaí – Leitura Grátis” é uma iniciativa sem fins lucrativos, não governamental, criado na cidade de Ponta Grossa, no Paraná, e mantido por um grupo de pessoas apaixonadas por leitura e que acreditam que os livros não podem ficar guardados na estante, privados de serem lidos, juntando poeira ao invés de disseminar conhecimento.
Idealizado pelo professor universitário Idomar Augusto Cerutti, a proposta do projeto é simples: propõe-se às pessoas que doem, peguem, leiam e compartilhem livros.

Qualquer pessoa, de qualquer lugar do Brasil ou do exterior, pode doar livros. O PEGAÍ aceita a doação de obras do “gênero literário” (poesia, soneto, romance, crônicas, contos, ensaios e todos os tipos de literatura).

Pegaí5

As obras recebidas são catalogadas para que seu caminho nas mãos dos leitores seja acompanhado. E se o livro estiver “velhinho”, com as páginas caindo, não tem problema, ele é restaurado. Todas as doações recebidas são disponibilizadas, gratuitamente, para a população com o único pedido de que eles sejam devolvidos, assim outras pessoas podem desfrutar da mesma leitura.

 

“Eu sempre quis fazer algo assim dentro da universidade, ter um local onde os acadêmicos pudessem deixar livros lidos e pegar outros. Então, em 2013, eu assisti uma reportagem sobre um grupo de motoboys que estava distribuindo livros em praças de São Paulo e pensei: se eles conseguem fazer isso, por que nós não podemos fazer também? Contei para alguns amigos o que tinha em mente e fui estimulado a iniciar o projeto.”

Idomar Augusto Cerutti

 

A maneira encontrada para transformar esse desejo em realidade foi criar a “Pegada Cultural”, um evento itinerante que ocorre sempre em locais públicos e com grande circulação de pessoas, como terminais de ônibus, feiras, parques, supermercados e escolas. Aproximadamente 200 títulos, dos mais diversos gêneros literários, são disponibilizados em cada “Pegada”. Estes eventos são divulgados através da Fan Page do projeto no Facebook (www.facebook.com/ProjetoPegai). Além disso, algumas estantes fixas estão espalhadas em locais estratégicos da cidade.

Pegaí1Voluntários do PEGAÍ acompanham a estante nas “Pegadas” com o objetivo de explicar aos leitores como funciona o projeto, motivar a doação de livros e estimular a leitura. Hoje, o projeto tem o apoio de 72 voluntários, pessoas que disponibilizam um pouco do seu tempo para essa ação social.

Os leitores não precisam fazer cadastro algum para poder pegar o livro e ler, e a devolução pode ser feita em vários pontos de coleta espalhados pela cidade de Ponta Grossa.

Fazer com que os leitores entendam a necessidade de devolver os livros ainda é o principal desafio do projeto, mas que foi assumido por todos os envolvidos porque acreditam nessa iniciativa. “Espero plantar uma sementinha nas pessoas. A leitura é muito prazerosa, cria uma sociedade mais crítica, questionadora”, assinala o idealizador do projeto.

Desde julho de 2013, mais de 12 mil livros já foram entregues para os leitores em 42 “Pegadas Culturais”. Destes, 260 foram restaurados e 630 devolvidos depois de lidos.

O PEGAÍ – LEITURA GRÁTIS conta com a parceria de: Supermercados Tozetto, Gráfica i-Print, Gráfica Planeta, Gráfica Santana, Gráfica Inpag, Carbonar – Comunicação Visual, M2 Fotolitos, Maco Brindes, Livrarias Curitiba, Tolemax, Rádio Jovem Pan, Rádio T, Rádio Santana, Rádio MZ, Rádio Mix, Princesa FM, TV Educativa, TV Vila Velha, TV Guará, Jornal da Manhã, Expresso Princesa dos Campos, Viação Campos Gerais, KMM Informática, Linuxponta, Rotary Vila Velha, UQMarca, Ruraltécnica, WinPonta Informática, Adega Viva, Invicto Publicidade e Propaganda, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e Produtora Zero Z.

Estantes Permanentes:

  • Supermercados Tozetto – Filiais: Jardim Carvalho, Oficinas e Uvaranas.
  • Correios – Agência Centro;
  • Ponto de Venda da Viação Campos Gerais – Terminal Central da cidade de Ponta Grossa;
  • Agência do Trabalhador.

 

Pontos de Coleta (doação e devolução de livros):

Pegaí2

  • 2o Cartório de Protestos e Títulos – Cartório Carneiro;
  • Agência do Trabalhador;
  • Bibliotecas da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) – Campi Central e Uvaranas, e Bloco L no Campus Uvaranas;
  • Correios – Agência Centro;
  • CREA-PR – Ponta Grossa;
  • Delegacia da Polícia Federal;
  • Padaria Brioche;
  • Padaria Deguste;
  • Ponto de Venda da Viação Campos Gerais – Terminal Central da cidade de Ponta Grossa;
  • Sesi Ponta Grossa;
  • Supermercados Tozetto – Matriz: Vila Estrela; e Filiais: Jardim Carvalho, Oficinas, Uvaranas.

 

 

Mais informações sobre o projeto PEGAÍ – LEITURA GRÁTIS:

Site: www.pegai.info
Fan Page: www.facebook.com/ProjetoPegai
E-mail: contato@pegai.info
Fone: (42) 9917- 4888


 

 

Texto enviado para divulgação.





Deixe o seu comentário

8 Respostas para "[Divulgação] Projeto Pegaí"

tagila gomes - 27, julho 2014 às (12:27)

nossa que boa ideia , um bom incentivo e uma maneira de não ficar com livros que não temos mais vontade de lê-los , vou procurar algum ponto para que eu possa ajudar essa otima ideia
bjos

Responder

Diane Ramos - 27, julho 2014 às (12:55)

É uma bela iniciativa , levar livros para outras pessoas , talvez para pessoas que nem tem condição de comprar .Sem dúvida , é um projeto que deveria servir de inspiração para outras pessoas .
Agora mesmo vou dar uma olhada na minha estante e doar alguns …

Responder

Edilza - 27, julho 2014 às (17:33)

Que legal essa ideia!!!!
É como se fosse uma biblioteca pública itinerante, rsrsrs. Espero muito que o projeto dê certo!

Responder

FABRINE - 28, julho 2014 às (14:32)

Adorei esse projeto. Um grande incentivo a leitura, o que de qualquer forma é muito bom e achei esse ideia o maximo.
Estarei torcendo para que de tudo certo.

Responder

Michele Lopez - 28, julho 2014 às (17:46)

Gostei bastante da iniciativa e participo de uma proposta meio parecida!
Na minha cidade (dracena) tem um projeto chamado Perca um livro, onde os participantes leem o livro e depois o esquecem em algum lugar público para que outra pessoa o encontre e o perca novamente. Os livros são identificados com o banner do projeto e assim, e também com doações, o projeto segue em frente.

Responder

Neny - 29, julho 2014 às (17:21)

Achei muito legal este projeto, queria que fizessem aqui na minha cidade.
Este ano eu fiz uma limpa na minha estante e fui no colegio fazer uma doação e descobri que não tinha biblioteca…so tem livros didaticos eles não tem outro tipo de leitura, eu fiquei chocada.
Cade o incentivo a leitura dos jovens, lindo o projeto de Ponta grossa.
beijos.

Responder

Karolyne Kazakeviche - 31, julho 2014 às (17:32)

Super projeto, principalmente para aqueles que possuem vários livros inutilizados, que podem fazer a alegria de outras pessoas. Projeto muito bom, fantástico.

Responder

Letícia Souza - 31, julho 2014 às (21:09)

Projeto maravilhoso,e é uma ótima maneira de incentivar a leitura
para aqueles que até agora não tiveram o privilegio de se encantar com ela.
E Ponta Grossa nem fica tão longe da onde eu moro,quem sabe eu colabore
com uns livros meio velhos que não quero mais.
beijos

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por