[Resenha] Colin Fischer - Ashley Edward Miller e Zack Stentz | Minha Vida Literária
01

ago
2014

[Resenha] Colin Fischer – Ashley Edward Miller e Zack Stentz

Colin FischerTítulo: Colin Fischer
Autor: Ashley Edward Miller e Zack Stentz
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas:  176
Ano de Publicação: 2014
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Resolvendo o crime. Uma expressão facial por vez. O ano letivo de Colin Fischer acabou de começar. Ele tem cartões de memorização com expressões faciais legendadas, um desconcertante conhecimento sobre genética e cinema clássico e um caderno surrado e cheio de orelhas, que usa para registrar suas experiências com a MUITO INTERESSANTE população local. Quando um revólver dispara na cantina, interrompendo a festinha de aniversário de uma das garotas, Colin é o único que pode investigar o caso. Está em suas mãos provar que não foi Wayne Connelly, justamente aquele que mais o atormenta, que trouxe a arma para a escola. Afinal de contas, a arma estava suja de glacê, e Wayne não estava com os dedos sujos de glacê…

Esse livro tem muitos diferenciais, a começar por não ter sido escrito apenas por uma pessoa, mas sim por duas. Os autores se conheceram pela internet por causa de uma paixão em comum com Jornada nas Estrelas. Os dois formaram uma ótima dupla de nerds e já escreveram muitas coisas para a televisão.
Outro diferencial é que Colin Fischer é portador da Síndrome de Asperger, uma condição neurológica relacionada ao autismo, um tema relevante e interessante de ser tratado em um livro direcionado ao público jovem.
Colin, um jovem de 14 anos, é um personagem altamente inteligente, carismático e que nos conquista a cada capítulo. Apesar de ter um QI elevado, o garoto tem muita dificuldade de socialização, não gosta de ser tocado e geralmente identifica o que as pessoas estão sentindo através de suas expressões faciais. Tem um caderno inseparável aonde faz as mais diversas anotações, que dizem respeito, sobretudo, as suas curiosidades e investigações.
A narrativa em terceira pessoa é muito tranquila e foi muito bem construída, tratando da Síndrome de Asperger de uma maneira muito sutil e mostrando as dificuldades de Colin nos relacionamentos familiares, na escola e na sociedade como um todo. Um recurso muito bacana utilizado pelos autores é que cada novo capítulo tem uma abertura feita pelo Colin, geralmente dando explicações inteligentíssimas sobre alguma curiosidade como, por exemplo, o comportamento dos tubarões. As explicações são muito interessantes e relacionadas com o conteúdo do que vem a seguir. Ao mesmo tempo, em nenhum momento ele aparece como vítima; ao contrário, mesmo sofrendo alguns preconceitos, o personagem tem uma forma maravilhosa de encarar o mundo, é muito focado nos estudos, nas pesquisas, e até diria que ele é um ótimo autodidata, já que no seu quarto existem pilhas e mais pilhas de livros, revistas e equipamentos eletrônicos nos quais ele testa suas experiências. Sempre com muita sinceridade e clareza em suas relações, o garoto sem dúvidas é encantador.
O livro mescla a vida de Colin com um crime que ocorreu em sua escola a partir do qual ele passa a ser o principal investigador. Desse modo, os autores conseguiram trazer outro diferencial à trama, já que não fica apenas no lugar comum de uma escola com um garoto inteligente e que sofre bullying dos “valentões”. A investigação fez com que Colin mostrasse todas as suas qualidades e potencialidades, apesar de passar por algumas situações arriscadas para um garoto da sua idade.
A leitura é muito leve e de fato direcionada ao público mais jovem e pode ser lido em uma tarde por ser fluído e envolvente. Porém, deve ser lido sem muitas expectativas. Mesmo sendo um bom livro, é indicado para quem quer fazer uma leitura tranquila e que trazem adolescentes como protagonistas e ambientes escolares como plano de fundo. A história deixa um gostinho de quero mais e Colin Fischer nos desperta admiração, além de nos cativar completamente.




Deixe o seu comentário

15 Respostas para "[Resenha] Colin Fischer – Ashley Edward Miller e Zack Stentz"

Nathalia Simião - 01, agosto 2014 às (13:43)

Achei super legal os dois autores escrevem o livro juntos e ainda por cima tratarem de um jeito legal a Síndrome de Asperger, até porque muito gente desconhece essa síndrome ou não faz a mínima ideia do que seja; ler um livro onde o personagem principal tenha isso e acompanhar todas as sua dificuldades de relacionamento com o mundo e não só isso, mas as suas conquistas deve ser muito interessante. Esses tempos atrás eu bati o olho nesse livro mas achei a capa meio feinha e não me interessei em saber mais sobre ele. Lendo sua resenha agora me arrependo de ter julgado pela capa e confesso que gostaria muito de ler. Gosto de leituras leves pra passar o tempo. beijo

Responder

Diane Ramos - 01, agosto 2014 às (15:18)

Vi esse livro em varias estantes no skoob e ele parece ser muito bom , a sua resenha me animou a ler !Enfim , sua resenha ficou ótima !!!!

Responder

Juu-Chan ;3 - 01, agosto 2014 às (15:39)

OOOOOOOOOOOOOOOLHA eu aqui de novo! Haha, tudo bem, Clivia? Espero que sim, amorzinho, hahaha! ♥ Ei, sabe que eu tô doidinha por esse livro? Quer dizer, nem tanto, mas tô! Hahaha! Achei a sinopse bem legal e cativante! Vamos ver sua resenha mais que diva, hahaha! Uau! Escrito por duas pessoas? Que incrível, gente! Sério! É um diferencial e tanto mesmo, hein? Haha! Também achei legal o fato de abordar uma doença, esse gênero de autismo. Um tema bem bacana a ser discutido, né? Adorei! Bom, os autistas são mesmo mais inteligentes, né? Ou não? Hahaha! O sobrinho da amiga da minha mãe sofre de autismo, só que ele é muuuuito violento :3 Enfim, haha! Epa, comportamento dos tubarões? Que legal, hahahahaah! Ele aparenta ser mesmo muuuuuito inteligente! Achei bacana! Sabe quem o garoto me lembra? O August, do Extraordinário. Haha, adooooorei! ♥ Sua resenha ficou perfeita!

BEIJOS INFINITOOOOOOOOOOOOS! ♥

Juu-Chan || Nescau com Nutella

Responder

Michele Lopez - 01, agosto 2014 às (17:50)

Gostei bastante de conhecer um pouco mais sobre o trabalho dos autores e achei legal eles terem escrito o livro juntos. Ainda não li nenhum livro deles, mas fiquei muito interessada em ler este livro. Desconhecia a sindrome de Asperger e gostei de poder conhecer.
Pretendo ler o livro. O enredo parece ser muito bom e envolvente.

Responder

Edilza - 01, agosto 2014 às (18:13)

Eu quero muito ler esse livro. Muito interessante abordar uma trama sobre alguém com Síndrome de Asperger.
Deve ter ficado bem legal essas curiosidades em cada início de capítulo.
Ótima resenha, Clívia! Abraço!!!

Responder

Vitoria Pantielly - 01, agosto 2014 às (19:30)

Poucas pessoas conhecem a Síndrome de Asperger .. Tive que fazer uma pesquisa para uma das matérias da faculdade e esse foi um dos livros que minha professora indicou! Confesso que não é meu tipo de livro preferido e foi meio dificil continuar a leitura, mas no final acabei gostando! O que mais me encantou foi o humor de Colin.. É um livro mais tranquilo e ao mesmo tempo divertido !
Parabéns pela resenha, ficou muito boa ! 🙂

Responder

Rafaela Brixner - 02, agosto 2014 às (14:38)

Oi Clivia!
Gostei muito do fato de os autores terem se conhecido pela internet e iniciado um trabalho juntos. A forma como a Síndrome de Asperger é apresentada na obra parece deixar a leitura leve, e conseguir mostrar que uma pessoa com esse problema tem sim muitas qualidades só aumentou minha curiosidade para lê-lo.
Beijos!

Rafaela, Eterna Leitora.

Responder

Amanda Arrais - 03, agosto 2014 às (22:55)

Aparentemente pela capa eu não daria nada por ele..
provavelmente seria um daqueles livros q eu passo olho, pego mas
sempre acabo não levandoo..

Parece ser um livro bem leve.. pra ler sem preocupção..
depois da resenha me parece muito mais interessante..

Responder

Gisele Aguiar - 04, agosto 2014 às (21:22)

Hey Clivia! Tudo bem? Quando olhei para a capa desse livro parei e pensei: o que?que coisa estranha! esse livro fala do que?
Se fosse para comprar pela capa eu não compraria,sério! Mas quando li a sinopse fiquei meio em dúvida, mas depois da sua resenha com certeza vou ler. Sabe, achei super interessante duas pessoas escreverem um livro! Ta ai, vou fazer isso! Eu entro com a ideia e alguém topa entrar com a escrita?kkkkk tenho mil ideias para histórias mas nunca consigo passar para o papel!oh,vida!
Boa resenha, beijão!!!!

Responder

Fran Ferreira - 05, agosto 2014 às (21:38)

Oi Clívia.
Está história realmente é fascinante. Conheci este livro através da Pah e me apaixone instantaneamente por ele, acho incrível histórias que mostram uma auto superação envolvendo algum tipo de doença ou não. No começo não entendia muito bem o porque não tinha um rosto formado na capa, depois caio a ficha, devido a síndrome ele enxerga várias expressões e isso me deixou fascinadas.
Adorei sua resenha.

Bjsss

Responder

Neny - 06, agosto 2014 às (18:39)

Acho a ideia de dois autores se juntarem para escrever um livro muito legal,
e a doença tratada no livro eu não conhecia ainda, acho legal um garoto que tem problemas nessa idade e não se torna vitima..não se deixa ser a vitima, esse livro parece ser bom e tenho vontade de le lo, quem sabe uma hora, beijos.

Responder

RUDYNALVA - 06, agosto 2014 às (21:21)

Clívia!
Gostei muito da sua análise do livro.
Tive oportunidade de lê-lo e gostei demais, principalmente porque mostra que mesmo uma pessoa com determinadas limitações, tem de alguma forma algo para acrescentar e mostra que nem tudo é tão limitado quanto imaginamos.
Colin é demais e me apaixonei por ele e por sua forma de pensar e se expressar.
cheirinhos
Rudy

Responder

Tati Yegorovna - 07, agosto 2014 às (20:15)

É bem difícil encontrar um livro escrito por dois autores juntos , mais deve ser bem legal , gostei de casa do livro pela capa , ela é linda , e logo depois pela sinopse , essa coisa dele dar uma de investigador pra ajudar o próprio cara que praticava bullying com ele , adorei isso e tenho certeza que o livro deve ser bem emocionante e divertido , agora ate eu fiquei curiosa pra ver quem é o culpado por ter dado o disparo haha , beijos 🙂

Responder

Oliveira - 08, agosto 2014 às (19:27)

Esse livro chama muito a minha atenção pelo tema desenvolvido. Gostei do que disse sobre o bom humor do personagem e de enfrentar tudo de forma diversa do que a maioria faria. Quero muito muito ler esse livro!

Responder

Aline Ramos Costa - 31, agosto 2014 às (21:26)

Oi Clivia, tudo bom?? Eu gostei muito de saber mais sobre o livro..fiquei encantada ao ver que o livro trata sobre Síndrome de Asperger, isso foi uma forma inteligente de conscientizar mais aos leitores sobre essa “doença” e tirar as dúvidas. Alem disso, ao juntar uma investigação com a história de Colin e como dele vive com essa síndrome , deu um toque a mais a trama e me fez querer ler ess lviro o mais rápido possivel.. parabéns pela resenha, ficou ótima..bjs

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil