[Resenha] Mansfield Park - Jane Austen | Minha Vida Literária
03

out
2014

[Resenha] Mansfield Park – Jane Austen

Mansfield Park
Título: Mansfield Park
Autor: Jane Austen
Editora: Penguin – Companhia
Número de Páginas:  608
Ano de Publicação: 2014
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Na literatura, esperamos que o herói seja vigoroso, tenha um espírito aventureiro, audácia, bravura, capacidade de superação e uma pitada de imprudência. Ele deve ser ativo, enfrentar obstáculos e afirmar a própria energia. Fanny Price, a heroína de Mansfield Park, é o oposto de tudo isso.Frágil, tímida, insegura e excessivamente vulnerável, a pequena Fanny deixa a casa dos pais pobres para morar com os tios mais afortunados em Mansfield Park. Lá, convive com diversos familiares, mas se aproxima apenas do primo Edmund, seu companheiro inseparável. A tranquilidade de casa, no entanto, é abalada com a chegada dos irmãos Mary e Henry Crawford em uma propriedade vizinha. Edmund se apaixona por ela, enquanto Henry flerta com todas as moças.
Mansfield Park é o romance que marca a maturidade de Jane Austen. Apresenta um tom mais contido, sardônico, em comparação com obras idealizadas antes, como Orgulho e preconceito Razão e sensibilidade. Aqui, mais consciente dos verdadeiros males e sofrimentos inerentes à vida em sociedade, uma das maiores autoras da língua inglesa enaltece, na figura de Fanny, a imobilidade, a solidez, a permanência e a resignação.


Mansfield Park é o romance que marca a maturidade de Jane Austen. O livro apresenta um tom mais contido, quando comparado a obras como Orgulho e Preconceito e Razão e Sensibilidade, mas continua trazendo toda a elegância e sensibilidade inerentes à escrita da autora.

Nessa obra vamos conhecer Fanny Price, que é a personagem central do romance, uma menina frágil e tímida que nasceu numa casa muito pobre, mas que acabou sendo adotada e indo morar com seus tios ricos em Mansfield Park, no entanto, apesar de ter sido acolhida no lugar, nem tudo são flores na abastada mansão e Fanny passa por altos e baixos na nova morada, sendo inferiorizada e humilhada inúmeras vezes. Lá ela convive com vários familiares, no entanto, tem uma maior aproximação com seu primo Edmund por quem Fanny cultivará um grande sentimento.

Com o passar do tempo Fanny se torna uma bela mulher e passa a despertar o interesse de alguns rapazes ao seu redor e, com a chegada dos irmãos Henry e Mary Crawford nas redondezas, logo o jovem se sente atraído por ela. Sabendo do interesse de Henry por Fanny, o tio da garota se adianta e promove um encontro entre eles alegando que o rapaz é um bom partido e que Fanny não pode perder a oportunidade de arranjar um bom casamento com ele, porém, nossa personagem central não aceita a imposição do tio e demonstra certo desprezo pelo jovem apaixonado.

A narrativa de Jane Austen é extremamente rica e envolvente. Nesse livro ela desenvolve um núcleo de personagens muito interessantes com características diferentes, mas que se assemelham por terem uma identidade muito bem construída e trabalhada na trama. Como no caso de Fanny, personagem que vemos florescer e amadurecer, sem falar na sua tia, de caráter suspeito e com toques de crueldade. Uma das coisas que mais me agradou no livro foi justamente o fato da autora ter tornado os personagens tão reais, com seus defeitos e virtudes e de como tudo isso influencia nos rumos de suas vidas e dos outros personagens envolvidos na história, podendo causar muito sofrimentos, mágoas, alegrias. Sem falar que a narrativa é extremamente envolvente e contém detalhes preciosos e muito bem dispostos a cada capítulo, a sensação durante a leitura é de estarmos no cenário onde se passa a história.

Enfim, a meu ver, Jane Austen demonstra com essa obra, sobretudo, sua inteligência e sutileza para fazer certas críticas sociais e de enfrentamento a determinados aspectos morais da época, sem perder a delicadeza e o charme da sua escrita, mesmo com uma personagem central um pouco mais introspectiva. Ao longo da narrativa o leitor atento conseguirá captar toda a essência e fluidez da escrita dessa maravilhosa autora. Recomendo muito a leitura desse clássico, principalmente aos apreciadores de um bom romance histórico.





Deixe o seu comentário

21 Respostas para "[Resenha] Mansfield Park – Jane Austen"

Morringhan - 03, outubro 2014 às (09:28)

Parabéns pela resenha! Eu não li esse livro, na verdade nem de nome o conhecia. Sou novata em Jane Austen, tendo lido apenas seus mais famosos livros: Razão e sensibilidade, Orgulho e Preconceito e Persuasão.
Me interessei enormemente em ler Mansfield Park, em apreciar com meus próprios olhos a construção dos personagens e a profundidade de suas personalidades, com suas nuances tão bem delineadas.
Eu me pergunto como foi na época que esses livros foram lançados…quero pesquisar sobre, talvez tenha alguma biografia interessante sobre Jane Austen…porque não importa como se veja, considerando a época em que foram escritos há muitas críticas facilmente identificáveis…me pergunto se muitas meninas foram proibidas de lerem. Por mais sutis e por mais “clichês moralistas” que ela tenha usado para encobrir algumas coisas, tenha reescrito (tipo em Persuasão)…continua lá.

Responder

Júlia Benedete - 03, outubro 2014 às (11:12)

Já perdi a conta de quantas pessoas me recomendaram Jane Austen, até mesmo minha professora mas nunca tive oportunidade de ler alguma coisa ou quando decido comprar algum livro dela acabo comprando outro. Pelas resenhas que vi sobre seus livros ultimamente acho que vou gostar bastante, na próxima oportunidade de comprar algo da autora pretendo comprar.

Responder

Edilza - 03, outubro 2014 às (11:42)

Não fiquei muito interessada nesse livro, pois como tem romance e não gosto já sei que não vai fluir pra mim.
É muito bom mesmo quando um autor torna os personagens bem realistas!
Ótima resenha! Abraços Clivia!

Responder

Leci Teresinha Rodrigues - 03, outubro 2014 às (18:14)

gostei muito da resenha, fique muito curiosa p/ ler o livro ,adoro romance.

Responder

Larissa Pinheiro - 03, outubro 2014 às (20:36)

Olá, Aione!
Gostei da sua resenha, muito bem embasada e descritiva. Ainda não conhecia esse livro, na verdade, nunca li nenhum livro da autora Jane Austen, é verdade também que já ouvi falar muito à seu respeito e sobre o seu livro “Orgulho e Preconceito”. Já vira em outros lugares assuntos sobre a autora e estava mesmo pensando em adentrar na leitura de suas obras, então, agora com mais um incentivo seu, com certeza irei em buscar de seus livros. Me interessei pela a história de “Mansfield Park” e junto com “Orgulho e Preconceito” vai ser um dos livros que irá me iniciar no mundo de Jane Austen.

Abraços literários! ^^

Responder

Rudynalva - 04, outubro 2014 às (00:24)

Clívia!
Bom poder ver o desenvolvimento literário de um autor.
Romances históricos são fascinantes e os escritos pela Jane ainda mais porque a riqueza nos detalhes é fenomenal e nos transporta para os cenários dquela época.
Gostaria de acompanhar tudo que Fanny passou através dos olhos da Jane.
cheirinhos
Rudy

Responder

Neny - 04, outubro 2014 às (16:19)

Adorei sua resenha, vocÊ conseguiu me convencer a ler rs, eu confesso que leio muito pouco classicos, eu li muito na época do colegial, hoje…nem tanto rs.
Mas fiquei curiosa para saber como esta mocinha se sai nessa historia, se ela consegue se ver livre desta familia,
fora que nunca li um livro da Jane Austen..então quem sabe começo por este,
beijos.

Responder

Renata - 04, outubro 2014 às (16:56)

Mansfield Park está na minha imensa lista de leitura, pois quero muito ler toda a obra de Jane Austen, pois depois que li Ogulho e Preconceito me apaixonei pela autora, depois li Persuasão e ainda não li os outros. Acho que quem gosta de romances e literatura inglesa do século 19 deve gostar de Jane Austen com certeza!
grande bj

Responder

Maria Amorim - 05, outubro 2014 às (14:24)

Mesmo apaixonada por romances ainda não li nada da Jane, mesmo tendo em casa Orgulho e preconceito e Emma. Pela sua resenha vi que esse livro é um bom candidato para a minha “coleção” da Jane, rs.

Responder

Milena Soares - 05, outubro 2014 às (21:19)

Gosto muito de romance histórico, especialmente os da Jane Austen e esse parece maravilhoso, já foi pra minha lista de leituras.

Responder

Bianca Martins - 06, outubro 2014 às (08:59)

Gosto bastante de romances históricos..
Achei bacana a forma da Jane ter feito as críticas sociais. Sempre divando neah! hahaa
Gostei da descrição dos personagens e do enredo.
Vou colocá-lo na listinha básica neah ^^

Responder

keidma ferreira - 06, outubro 2014 às (09:17)

Adorei a resenha!! Ainda não tenho esse da Jane, e qd vejo resenha que eu gosto, fico louca para comprar :S:S .. enfim essa é a vida né kkkk!! Beijinhos ♥

Responder

ANIELLY RAYANE - 06, outubro 2014 às (14:24)

Oiii
Os livros da Jane Austen,são realmente ótimos, esse ainda não tive a oportunidade de ler,mas a sua resenha me deixou bem curiosa pra saber o fim do romance….
bjs….

Responder

Cristiane Oliveira - 07, outubro 2014 às (15:46)

Eu ainda não li nada da Jane Austen, tão famosa, recomendada e amada. Este livro eu nunca tinha ouvido falar, acho que não é dos mais conhecidos dela. Achei legal você ter comentado que os personagens dela são bem reais neste livro. Adoro isto em um livro, não gosto de personagens superficiais, que não parecem verdadeiros.

Responder

Adriana Cardoso - 10, outubro 2014 às (18:09)

Eu não conhecia esse livro da Jane Austen,e através desta resenha conheci um pouco da escrita dela,já que eu nunca li um livro dela.. Esse me parece um bom partido para começar a leitura dessa escritora,segundo a resenha,vi que é uma leitora envolvente,que é do gênero romance (eu amo romance),e que além de tudo parece que o leitor está na cena em que os personagens se encontram no livro.
Certamente,procurarei ler algum livro desta maravilhosa escritora que todos relatam ser uma das melhores. E um dos que procurarei é Mansfield Park,que é um romance histórico,será o primeiro romance histórico que lerei.Amei a resenha!

Responder

Oliveira - 12, outubro 2014 às (11:23)

O que mais gosto nos livros da Jane Austen é isso, ela sempre ver além de seu tempo e conseguir fazer críticas construtivas, seja sociais ou de outro tipo.

Responder

Gabriela C. - 13, outubro 2014 às (15:00)

Até ler essa resenha, ainda nem conhecia o livro. Também sou das que só conhecem os mais “famosos” da Jane Austen, mas me interessei demais por ele.
É legal saber que é um livro que marca uma certa maturidade na escrita de Jane, mas que ainda assim mostra toda a sensibilidade que ela possui.
E com certeza pretendo ler, pois gosto demais de romances históricos, da Jane Austen então, com certeza deve ser ótimo!

Responder

Bruna Lombardi - 16, outubro 2014 às (16:04)

Minha experiência com Emma, da autora, foi mais do que incrível! Adoro os detalhismos dela e a perspicácia incrivelmente única que ela tem de ver a vida dos personagens que ela se presta a falar sobre. Mansfield Park sempre me chamou a atenção para ler, assim como todas as obras da autora. Austen é um cânone – é aquele tipo de autora que, se você se apaixona, você quer desesperadamente seguir os passos (ou palavras) até não mais poder (quando os livros deste/desta não existam mais uaisuahs). Bons escritores deveriam ser eternos, não? Fico pensando o quanto mais Austen poderia ter produzido se houvesse tido uma vida realmente longa…
Cantinho da Bruna

Responder

Amanda Arrais - 19, outubro 2014 às (20:56)

Eu ainda não conhecia esse livro.. já li Orgulho e Preconceito e Razão e Sensibilidade..
tentei até ler Emma que se não me engano é dela também porém deixei ele por a metade..
desde então não li mais nada dela..

A verdade é que eu não gosto tanto de Romances históricos.. são são todos que me agradam.. em sua maioria são livros em que eu tenho uma leitura muito lenta.. não consigo me concentrar direito..

Responder

Rayme - 23, outubro 2014 às (10:08)

Oi Clivia,
apesar de inúmeros livros da Jane e de várias edições diferentes, nunca li nenhum deles =/
confesso que não conheci este, mas achei legal a trama que ele traz.
adoro este tipo de trama, com esses problemas “familiares”

Responder

Anne Viana - 31, outubro 2014 às (07:10)

Nunca li nada da Jane oO e me encantei por essa estória..com certeza será uma de minhas próximas compras 😀

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por