[O Livro Que Mudou A Minha Vida] Todo Dia - David Levithan | Minha Vida Literária
16

out
2014

[O Livro Que Mudou A Minha Vida] Todo Dia – David Levithan

Na coluna O Livro Que Mudou A Minha Vida, a Alana traz um depoimento de um leitor cuja vida tenha sido modificada, em algum aspecto, por um livro, além de curiosidades sobre o livro em questão.

 

A nossa leitora de hoje é da cidade linda de João Pessoa. O nome dela é Larissa Lorena e o livro que mudou a vida dela foi o Todo Dia, do David Levithan. No seu depoimento, ela descreve os sentimentos e reflexões que teve ao ler o livro e revela o motivo pelo qual ele mudou sua vida. Quando se busca ler um livro, dificilmente sabemos o quanto ele vai ser importante e especial. Todo Dia, por exemplo, quebrou um grande preconceito na vida da Larissa, espero que não só da vida dela. E esse é o bom do livro, essa reflexão em volta do ser por dentro, independente de raça, sexo ou religião.

 
capa todo-dia
Título
: Todo Dia
Título original: Every Day
Autor(a): David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 280
Ano: 2013
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.

“Para mim, um livro que mude a vida de uma pessoa de alguma forma é um que faz o leitor mudar o jeito de pensar ou agir. Um livro que fez isso comigo foi Todo Dia, de David Levithan, um livro que além de ter uma história linda, ainda faz o leitor refletir.
No livro, A é um ser sem sexo definido que a cada dia acorda em um corpo diferente. No livro, o autor (pelo menos no meu caso) não só me fez sentir próxima ou sentir grande empatia ao personagem, eu realmente fui “ele”, e em cada corpo no qual acordei, eu poderia dizer que era uma pessoa diferente. Isso me fez ver diferentes pontos de vista e acabou mudando o meu jeito de ver o mundo.
Bem, deixe-me explicar. Apesar de não ser tão religiosa, cresci em uma família muito religiosa e de costumes tradicionais, na qual a homossexualidade não era vista de boa forma e eu acabei “pegando isso para mim”. Eu não aceitava isso muito bem, não que eu desejasse algum mal, só achava que era uma coisa errada. E como tenho vergonha de admitir isso hoje!
Bem, como já disse antes, A acorda em vários corpos e muitos deles são de pessoas homossexuais, e eu fui notando que, ao contrário do que eu pensava, não é modinha ou vontade de aparecer. Com o passar da leitura, percebi que realmente é amor, como todos os outros. Hoje, graças a esse livro, notei que eu tinha preconceito com homossexuais por eles simplesmente amarem.”

 


Curiosidades 

ger_quotes9_campanha_tododia_semana16

  • Todo Dia tem um e-book que o precede chamado Six Earlier Days. Ele é bem curto e David fala mais um pouco sobre o que criou para o seu personagem principal;
  • Muitos leitores acham a história parecida com a do livro A mulher do viajante do tempo, da escritora Audrey Niffenegger. Vale ressaltar que qualquer semelhança é mera coincidência.

 
 

Para participar da coluna, envie um email para contato@minhavidaliteraria.com.br ou acesse o formulário de Contato do blog, com o assunto Participação na coluna: “O Livro Que Mudou A Minha Vida”.





Deixe o seu comentário

15 Respostas para "[O Livro Que Mudou A Minha Vida] Todo Dia – David Levithan"

Lise - 16, outubro 2014 às (11:30)

Fiquei emocionada com a mudança que o livro fez na Larissa e fico extremamente contente com isso. Quando com palavras e uma história alguém consegue chacoalhar a nossa realidade.

liliescreve.blogspot.com

Responder

Bruna Lombardi - 16, outubro 2014 às (15:36)

Eu ja li este livro,super recomendo!
Realmente foi um livro que mudou meu modo de enxergar a realidade.
E um livro ótimo!

Responder

Gabriela C. - 16, outubro 2014 às (17:50)

Desde a primeira resenha que li desse livro (se não me engano, foi até aqui no blog mesmo) eu sempre tive muita vontade de ler…
Já vi muitas pessoas dizerem que nunca tinham lido nada parecido com esse livro, e hoje em dia em meio a tanta coisa parecida que tem por aí, é até difícil encontrar algo que surpreenda… mas esse livro mostra estar surpreendendo todos os leitores.
Agora, mais ainda, tenho muita vontade de ler esse livro.

Responder

Yonarah - 16, outubro 2014 às (22:14)

vcs principalmente a Aione já elogiaram tanto esse livro que quero ler ele, esse mês ainda compro o meu.

Responder

Adriana Cardoso - 16, outubro 2014 às (22:37)

Adorei essa coluna ”O Livro Que Mudou A Minha Vida”,não havia visto ela antes aqui no blog,e gostei de saber que ela existe,pois se pode ver ,o livro que fizeram as pessoas verem algo ou o mundo diferente,e poder encontrar algum outro leitor que tenha se impressionado,quem sabe o mesmo livro que você acredita ter mudado a sua vida.
Ainda não li o livro Todo Dia,mas realmente dizem ser impressionante,já que o ”A”,acorda todos os dias em um corpo diferente, e experimenta vidas de outras pessoas,que podem ser diferentes em alguns sentidos,como ser homossexual. Através desse livro,as pessoas refletem sobre como é ser alguém que não é você,e sim outra pessoa. Parece ser uma experiência,única.Não é á toa que todos elogiam esse livro,e eu não acredito que eu ainda não o li,não vejo a hora;

Amei a coluna,bjo

Responder

Cristiane Oliveira - 17, outubro 2014 às (10:40)

Eu sou muito, muito curiosa em conhecer este livro, todos falam muito bem dele. E acho o maior barato a ideia desta coluna, tem livros que realmente marcam nossa história.

Responder

Oliveira - 17, outubro 2014 às (19:05)

Um livro que tenho e não li ainda, e não sabia que muitos pensavam ser parecido com o livro A Mulher do Viajante do Tempo, amei esse livro, agora animei em lê-lo.

Responder

Adriana Correa - 17, outubro 2014 às (19:43)

Todo Dia é o melhor livro que eu li esse ano e ate um dos melhores da minha vida. Quando vi a resenha dele aqui no blog eu comprei assim que passei o olho nele na livraria e foi o dinheiro mais bem pago em livro que eu tenho na minha estante, muito bom mesmo. Todo mundo deveria ler esse livro e principalmente nas escolas e acho que seria super legal uma adaptação dele para um livro infantil…(gostei da ideia!)

Responder

Larissa Pinheiro - 18, outubro 2014 às (01:55)

Olá, Alana!
Primeiramente, parabéns pela coluna, uma grande ideia inovadora. ^^
Achei interessante o que o livro mudou na vida da Larissa (minha xará, rsrs) e também a reflexão que ele trouxe à ela. É por essas e outras coisas que amo os livros, porque a cada nova leitura, a cada nova capa que se abre, há sempre algo novo para descobrir, para aprender. Há sempre um mundo novo para conhecer… *-*

Abraços literários!

Responder

Crislane Barbosa - 18, outubro 2014 às (10:46)

Oi!
Esse livro é lindo e angustiante ao mesmo tempo.
Fico feliz que o livro tenha quebrado um preconceito. E não seria maravilhoso saber o preconceito de outros leitores foi quebrado também?

Beijos!!!

Responder

Milena Soares - 18, outubro 2014 às (14:53)

Nossa tenho muita vontade de ler esse livro, vejo todo mundo falando que ele é maravilhoso, fiquei super emocionada com esse depoimento da Larissa.

Responder

Neny - 22, outubro 2014 às (16:18)

Eu sou suspeita para falar deste livro, pois foi um dos melhores que li ano passado.
Ele é lindo e mostra o amor..sem sexo, pode ser homem, mulher, tanto faz, o autor conseguiu colocar no papel uma coisa bem dificil que é fazer um hetero entender este universo, eu quero a continuação.
Beijos.

Responder

Rudynalva - 25, outubro 2014 às (21:13)

Alana!
A Larissa escolheu um livro realmente modificador de várias formas.
Confesso que não li ainda, mas tenho a maior vontade. Já li várias resenhas e nenhuma foi tão reveladora como a opinião da Larissa que falou abertamente sobre o que acontece realmente no livro.
Agora entendo porque muitas pessoas não acharam o livro tão interessante: puro preconceito.
Parabéns Larissa por ver o amor homossexual de fora diferente após a leitura do livro.
cheirinhos
Rudy

Responder

Anne Viana - 30, outubro 2014 às (21:10)

Nunca li esse livro e quando ele foi lançado nem me interessei em saber do que se tratava a estória,mas já vi tantos comentários positivos que tô começando a mudar de ideia…

http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

Responder

Becca Martins - 31, julho 2015 às (00:47)

Nossa amei esta coluna Alana!
Simplesmente sensacional o depoimento dela, ainda não tive oportunidade de ler o livro. Mas pretendo fazer o mais rápido possível.
Beijos!

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por