[Livros Na Telona] Austenlândia - Shannon Hale | Minha Vida Literária
25

fev
2015

[Livros Na Telona] Austenlândia – Shannon Hale

Livros Na Telona é uma coluna na qual analiso filmes que foram baseados em livros!

austenland

Sobre o Livro

Austenlândia
Título: Austenlândia
Autor: Shannon Hale
Editora: Record
Número de Páginas: 240
Ano de Publicação: 2014
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Amazon ♦ Americanas ♦ Cultura ♦ Saraiva ♦ Submarino

Um chick-lit que gira completamente ao redor de Jane Austen e suas obras? Essa ideia foi mais do que suficiente para atrair minha atenção para Austenlândia, cujo enredo envolve uma protagonista traumatizada pelos maus relacionamentos tidos ao longo de sua vida e completamente obcecada pelo Sr. Darcy, responsável por ofuscar quaisquer figuras masculinas com quem ela tem contato. Após receber, de herança, uma viagem para a Austenlândia, um misterioso lugar na Inglaterra onde as pessoas devem se portar como no século XIX, Jane tem a chance de viver seu sonhado romance.

Em terceira pessoa, o enredo se desenvolve de maneira leve e divertida, sem grandes arroubos de comicidade. Ainda, ao início de cada capítulo, somos apresentados a cada um dos homens com quem Jane se relacionou ao longo da vida, tendo um breve resumo de como os conheceu, conviveu com eles e de como tudo terminou.

Austenlândia1

O que certamente mais me encantou no enredo foi a mistura de passado e presente que Jane vivencia após viajar para a Austenlândia. Assim, Jane precisa se deixar envolver pelo ambiente, adotando as roupas e os costumes lidos nos romances de Austen e abandonando qualquer ligação com o mundo “real” e atual.

 

“Sem esperança, era impossível conseguir fantasiar. Esse era seu problema, decidiu Jane: ela sempre arrastava um excesso de esperança atrás de si. Se fosse mais pessimista, não teria que lutar com esses caprichos impossíveis e não estaria aqui agora, abandonada e sentindo-se patética na Inglaterra de faz de conta.”

página 80

 

É interessante acompanhar os conflitos internos vivencidados pela protagonista: seu medo em se render à fantasia, principalmente por seu maior desejo ser, justamente, o de se livrar da obsessão que sente pelo Sr. Darcy; o desejo de poder experimentar, de verdade, essa experiência única a qual teve a oportunidade de viver; e, principalmente, a vontade de descobrir seus reais desejos, sem afastá-los de si pelo medo de sofrer novamente.

 

“Será que a própria Austen se sentia assim? Será que sentia esperanças? Jane se perguntou se a escritora solteira havia morado na Austenlândia e se tinha a sensibilidade parecida à de Jane: satisfeita, horrorizada, mas em verdadeiro perigo de se deixar levar.”

página 151

 

Também, é curioso pensar, depois do encantamento inicial oferecido pela Austenlândia, no quanto a ideia do local pode ser bizarra, levando-se em consideração que atores são pagos exatamente para oferecer às mulheres a sensação que procuram ao se hospedarem lá – ainda que essa possa ser a chance de Jane ter seu sonhado romance com um Sr. Darcy.

Em termos gerais, Austenlândia foi uma leitura leve, divertida e extremamente rápida, ideal para um momento de distração e relaxamento. Mais do que em um romance em si – que acabou sendo bastante satisfatório também -, a história foca no auto-conhecimento de uma mulher, sem se aprofundar em nenhuma questão, cumprindo muito bem com sua função de entretenimento. Aos fãs de Jane Austen e chick-lits, uma leitura muito mais do que recomendada.

Austenlândia2

 

Sobre o Filme

 

Desde o início, o filme, que tem como um dos produtores Stephenie Meyer, demonstrou que algumas mudanças significativas aconteceriam no enredo.

austenland1

A começar, a protagonista não ganha a viagem como uma herança de sua tia avó e vai até a Austenlândia resistindo à ideia. No filme, temos Jane gastando suas economias e indo ao local extremamente ansiosa pela experiência. Tal modificação, para mim, descaracterizou parte da história, considerando que, no original, Jane vive o conflito de ceder ou não à fantasia da Austenlândia, enquanto, no filme, ela vai até lá disposta a isso e só passa a questionar se deve ou não se render quando já está lá.

austenland2

Outra mudança significativa no enredo foi a constante menção das atividades que seriam realizadas pelos clientes da Austenlândia bem como a discrepância entre cada tipo de pacote adquirido – dos mais luxuosos aos mais simples – através de um sistema de som, lembrando, a todo momento, que aquele é um local comercial, enquanto, no livro, é feito de tudo para que os hóspedes realmente se imaginem em meio à Inglaterra de Austen e se esqueçam do motivo e das condições para estarem ali.

austenland3

Ainda sobre os pontos que me desagradaram estão a descaraterização de alguns personagens. Enquanto Jane (Keri Russell), Miss Elizabeth Charming (Jennifer Coolidge), Mr. Nobley (JJ Feild) e Martin (Bret McKenzie), principalmente, foram interpretados de forma bastante fiel ao descrito por Shannon Hale sobre suas personalidades, achei que os demais – ao menos no hall dos protagonistas – foram, de certa forma, descaracterizados por um excesso de comicidade. O livro é divertido, mas de uma maneira contida, enquanto o filme tem como finalidade ser engraçado. A personagem mais discrepante, em minha opinião, foi Lady Amelia Heartwright (Georgia King): enquanto no livro a personagem esbanja graça, elegância e demonstra reprimir seus sentimentos, a Lady Amelia do filme é exagerada em suas atitudes e gestos.

austenland4

Essas foram as alterações mais significativas em minha opinião. Outras, em menor escala, também aconteceram, mas são justificáveis para uma adaptação, sem necessariamente alterarem a essência do enredo. Também, sendo justa, muitas cenas foram reproduzidas fielmente às da obra original, garantindo, inclusive, que diálogos inteiros tenham sido mantidos como no escrito pela autora.

austenland5

De modo geral, Austenland configura em uma comédia romântica divertida para um entretenimento, mas que deixa a desejar tanto como adaptação quanto como filme, livre de comparações.

Assista ao Trailer!

 





Deixe o seu comentário

10 Respostas para "[Livros Na Telona] Austenlândia – Shannon Hale"

Juliana - 25, fevereiro 2015 às (11:51)

Já tinha lido a sinopse de Austenlândia e achei bem interessante; contudo não sei se me levaria a compra-lo. Já em relação ao filme ( que assisti), achei muito lindo toda a cenografia, mas com alguns exageros em certos pontos. Como não li o livro não tenho como compara-los. A resenha ficou maravilhosa, bjs.

Responder

Tais - 25, fevereiro 2015 às (12:09)

Ai eu detestei esse filme.
Ainda não tive a oportunidade de ler o livro e confesso que o fato de ter odiado o filme acabou me desanimando um pouco com a leitura.
Que alivio em saber que ele é bem diferente e que você também não gostou.
Achei o filme muito besta, totalmente sem graça.

bjs
Tais
http://www.leitorafashion.com.br

Responder

emanoelle souza - 25, fevereiro 2015 às (16:09)

ai que legal, nem sabia que esse livros existia, vou ver se eu acho ele, é sempre bom da uma “viajada” no universo Jane Austen

Responder

Juliana Frygoudakis - 26, fevereiro 2015 às (15:40)

Oi Mi! Adorei a ideia de comparar o livro com seu respectivo filme ! Realmente algumas adaptações nos decepcionam em algumas partes..
O livro deve ser muito interessante! Faz um tempo que ele está na minha lista de desejados, mas sinto que preciso ler orgulho e preconceito antes! Então acho que vou esperar!
Ainda com as divergências, o filme parece ser bem divertido e me deu vontade de assistir.. mas agora estou na duvida se espero para ler o livro antes ou se assisto logo! haha

Beijos!

Responder

Maria Alves - 26, fevereiro 2015 às (17:38)

Muito boa essa comparação, eu não conhecia o livro e nem sabia que tinha filme, vou assistir, mas queria ler o livro primeiro, srrssrsr. É chato quando as adaptações para o filme exageram. É diferente essa mistura de passado e presente, uma cidade onde as pessoas se vestem como antigamente deve ser divertida essa história.

Responder

Cristiane Oliveira - 27, fevereiro 2015 às (11:29)

Oi Aione. Não li e nem assisti o filme. Mas achei a ideia hiper legal, afinal, quem de nós não gostaria de ir para um lugar como a Austenlandia? rsrsrs O trailer do filme parece ser bem divertido, mesmo você achando que forçaram um pouco me alguns personagens.
Beijos

Responder

Rudynalva - 28, fevereiro 2015 às (23:59)

Aione!
Acho bem bacana quando você lê o livro e depois assiste o filme e pode ver se a adaptação foi fiel ou não.
Fato é que tanto o livro quanto o filme parecem engraçadas e acho até que os exageros nas atitudes de alguns atores podem ser para evidenciar as características deles…
Quero ler e ver o filme.
cheirinhos
Rudy

Responder

Kelen Vasconcelos - 01, março 2015 às (12:03)

Oi Aione!

Td bem? Tenho q dizer que há em mim uma séria rejeição sobre esses contos e livros inspirados na época de Jane. Fazendo todos pensarem que há tipo um fanclub de Jane… Tudo isso pra mim é sem pé nem cabeça. Mas eu curto muito a história de Emma e também de Orgulho e Preconceito. Tenho a série da BBC que é perfeita *-*
Agora ler um livro quer fala desse universo, dessa forma, realmente não me agrada…

Bjoss
http://kelenvasconcelos.blogspot.com.br/

Responder

Crislane Barbosa - 15, março 2015 às (13:45)

Oi!
Adoro Jane Austin!
Eu apenas assisti ao filme e achei bem divertido. Pena que o filme não foi fiel ao livro. :/

Beijos!

Responder

Becca Martins - 30, julho 2015 às (23:37)

Oi Aione!
Eu não sabia que este livro tinha uma adaptação. Eu o tinha colocado na minha listinha de livros que queria ler somente pela capa, que tinha achado maravilhosa. Nem sequer tinha lido a sinopse.
Mas agora que sei que é sobre o mundo de Austen, não tem como dizer que não vou ler!
Também super me chamou atenção!!
Beijos!

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por