[Resenha] O Visconde Que Me Amava - Julia Quinn | Minha Vida Literária
05

maio
2015

[Resenha] O Visconde Que Me Amava – Julia Quinn

O visconde que me amava

Título: O Visconde Que Me Amava
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 304
Ano de Publicação: 2013
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Amazon ♦ Cultura ♦ ExtraFnac ♦ Ponto Frio ♦ Saraiva

A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será
Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.
Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela.
Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.
Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.
Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.

O visconde que me amava 1

Li O Duque e Eu, primeiro livro da série Os Bridgertons, logo após seu lançamento no Brasil em 2013. Contudo, ainda que a leitura tenha me cativado, só consegui dar continuidade à leitura da série agora, através de O Visconde Que Me Amava.

Uma das características da obra que mais havia chamado minha atenção era a voz de Lady Whistledown, a misteriosa colunista social responsável por manter a sociedade informada de todos os eventos, sempre de maneira irônica e levemente sarcástica. Cada capítulo é iniciado por uma diferente nota da autora secreta e foi impossível não me deliciar e me divertir com suas palavras que, de certa forma, também têm como função apresentar algum conteúdo a ser desenvolvido naquele capítulo.

 

“E, talvez mais importante, quem decidiu que ‘Smythe-Smith’ e ‘recital’ podem ser usados na mesma frase? Esta autora compareceu a um desses encontros no passado e não ouviu nada que pudesse denominar-se eticamente ‘música’.

Crônicas da Sociedade de Lady Whistledown, 22 abril de 1814″

página 39

 

Embora a escrita de Lady Whistledown seja um ótimo atrativo aos leitores, é a narrativa de Julia Quinn a real responsável pelo envolvimento com a história. Foi muito fácil para mim imergir nos acontecimentos e, principalmente, me encantar e me solidarizar com as personagens. Também, a autora reserva um toque de humor tanto para as cenas desenvolvidas quanto para os deliciosos diálogos travados entre as personagens, de forma a fazer da leitura divertida e apaixonante nas doses certas.

O visconde que me amava 2

Não bastasse sua envolvente escrita, Julia Quinn desenvolveu um enredo totalmente cativante, com todas as fórmulas certas para conquistar os leitores – o que tornou muito fácil para mim compreender o motivo de O visconde que me amava ser o livro favorito de muitos que acompanham a série. Kate é a típica mocinha ao mesmo tempo de personalidade forte e altruísta perante à família, acostumada a estar à sombra da beleza da irmã. Anthony, por sua vez, é o herói apaixonante, capaz de tirar suspiros das leitoras não simplesmente por sua beleza e virilidade, mas sim por seu caráter honrado e gentil, bem como por suas fragilidades.

 

“Porque aquela centelha – tão evidentemente ausente em relação à irmã dela, com quem ele pretendia se casar – com Kate crepitava e ardia com tanta força que parecia ter o poder de iluminar o cômodo e deixá-lo claro como o dia.
E nada podia assustá-lo mais.”

página 99

 

Ao mesmo tempo em que o relacionamento entre Kate e Anthony é do tipo “amor e ódio”, capaz de gerar fagulhas, há um sentimento terno que os envolve, principalmente por ambos terem que lidar, de certa forma, com seus próprios demônios. Foi essa ternura a responsável por, definitivamente, me conquistar e me fazer torcer pelo casal. Também, muito me agradou o fato do livro ser bastante brando com relação às cenas eróticas, se comparado a outros do gênero, de forma a realmente focar na história sem se perder em inúmeras descrições do tipo, que muitas vezes beiram o desnecessário.

Ler O visconde que me amava foi uma experiência deliciosa e relaxante, capaz de divertir, entreter e causar suspiros nas leitoras mais apaixonadas. É fácil compreender o sucesso de Julia Quinn e o desejo de prosseguir com a leitura dos demais livros da série.

O visconde que me amava 3





Deixe o seu comentário

17 Respostas para "[Resenha] O Visconde Que Me Amava – Julia Quinn"

Aciclea Vieira - 05, maio 2015 às (12:37)

O visconde que me amava foi um dos mais lindos romances dessa série que li até o momento , nele além de uma fascinante história de amor, temos muitas passagens em que o humor se faz presente de forma cativante e inesquecível…valeu a pena cada página lida,que venham as outras!!!

Responder

Diane Ramos - 05, maio 2015 às (14:57)

Olá !
Apesar de gostar muito de romances essa série não me atraiu . Desde que foi lançado “O duque e eu” não me interessei muito .
Mas apesar de não gostar , já vi muitas pessoas que dizem que gostaram muito . Então o que fica é aquela tal história de que cada um tem um gosto 🙂

http://coisasdediane.blogspot.com.br/

Responder

Larissa Oliveira - 05, maio 2015 às (17:44)

Romance não é o meu gênero preferido, mas os de época, particularmente, me interessam mais. Acho uma delícia ler histórias assim; os cenários, os costumes, vestuário, tudo tão diferente. Não li nada da autora ainda, acredita? Preciso colocar como meta rsrs. Gostei do modo como você mencionou sobre o enredo ser bem humorado e cativante. Romances cheios de mimimi não dá, né?! rsrs

Responder

Maria Alves - 05, maio 2015 às (21:55)

Ainda não li nenhum livro dessa série e nnehum da autora, mas esse parece ser apaixonante e divertido também. Gostei da historia um romance entre duas pessoas que se odeiam, mas que seus sentimentos acabam se transformando em algo mais.

Responder

Rudynalva - 06, maio 2015 às (01:12)

Aione!
Dizem mesmo que a série é boa, embora ainda não tinha lido nenhum deles.
A escrita da Julia parece mesmo bem envolvente e consegue prender os leitores.
Desejo uma semana de concretizações pessoais!
“Nada levamos.Nada guardamos. Somente teus bens espirituais permanecem.”(Maria Tereza costa lira.)
Cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

Responder

Juliana - 06, maio 2015 às (08:25)

Depois de ler a resenha, fiquei com mais vontade de ler o livro que a séculos está na minha lista *u*

Responder

Samantha - 06, maio 2015 às (14:05)

Amo romances de época e a série dos Bridgertons, porém meu favorito é Os Segredos de Colin Bridgerton, embora o Visconde venha logo depois, eu adoro o Colin desde o primeiro livro assim como a Penélope, e acho lindo o modo que ele se apaixona por ela

Responder

Bruna Bomtempo - 06, maio 2015 às (16:06)

Amei! Que vontade de ler! Ontem quando abri meu app antes de dormir vi que você tinhas postado essa resenha e com muito sono e com o coração apertado custei a aguentar pra ler hoje! Emocionante! Só a resenha já foi envolvente! Imagino o livro!
Abraços!

Responder

Edilza - 06, maio 2015 às (18:28)

Oi, Mi!
Fiquei com muita vontade agora de ler essa série só pra poder conhecer essa escrita divertida e apaixonante da Julia Quinn. E que bom saber que não tem exagero nas cenas eróticas.
Amei a resenha! Abraço!!

Responder

Renata - 08, maio 2015 às (11:13)

Sou apaixonada por essa série! Tenho os 5 primeiros livros e estou contando os segundos para o lançamento dos próximos.
Adoro suas resenhas, Mi.

Beijos

Responder

Lidi - 12, maio 2015 às (17:52)

Adoro a Júlia Quinn e amei essa série, principalmente o terceiro livro “Te dou meu coração”
adorei o blog… bjs

Responder

Bia Felix - 12, maio 2015 às (23:33)

Mi, essa série sempre me lembra a Pah do Livros & Fuxicos, pois ela ama esses livros.
Bom, eu ainda não li nenhum, mas vocês duas terem gostado já é uma ótima razão para dar uma chance aos livros da Julia Quinn. Além do que, com uma resenha dessa qualquer um fica com vontade de conhecer a obra! 🙂
Bjos.

Responder

Brenda Amorim - 13, maio 2015 às (22:02)

Ainda não li nenhum dos livros da Julia Quinn, estou adiando a leitura por serem romances de poca e é raro eu ler algum deles, mas esse tem tantas resenhas positivas que pretendo ler ele algum dia, só não por agora.

Responder

Lary C - 18, maio 2015 às (18:07)

Oi, Aione.
Bem… Eu não gosto de romances históricos, mas falam tanto da Julia Quinn que eu estou me sentindo obrigada a ler antes de dizer se gosto ou não, rs. Só leio comentários bons sobre essa série, por isso estou um bocadinho curiosa para saber se é bom mesmo. Acho que vou pagar para ver, huhuhu,
Abraço!

Responder

Rosana - 19, maio 2015 às (14:29)

Estou com o primeiro livro em casa, mas ainda não comecei a ler. Após tantos elogios resolvi conhecer a escrita da autora. As continuações parece ser boas com toda essa leveza e facilidade na leitura.

Responder

Patrini Viero - 29, maio 2015 às (01:10)

Não vou dizer que romance seja meu gênero preferido porque estaria mentindo, mas se tiver que ler sempre vou procurar pelos de época. Acho o cenário e toda a caracterização dos personagens muito interessante, uma verdadeira viagem ao passado. Não li nada da autora ainda, mas sempre ouço críticas muito positivas com relação aos seus livros. Acho interessante a ideia de acompanhar um personagem diferente ligado a uma mesma família em cada volume da série.

Responder

Becca Martins - 31, maio 2015 às (13:07)

Oi Aione,
Eu sou doida pra ler os livros da Julia Quinn, eu estou esperando receber pra comprar o primeiro. Parece ser muito bom e só vejo todo mundo falando bem!
Eu gosto muito desses romances de época (São super fofos né? ) , espero apaixonar-me por esta leitura!

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil