[Resenha] A Pequena Alice no País das Maravilhas - Lewis Carroll | Minha Vida Literária
12

maio
2015

[Resenha] A Pequena Alice no País das Maravilhas – Lewis Carroll

Capa A Pequena Alice no País das Maravilhas AG.indd

Título: A Pequena Alice no País das Maravilhas
Autor: Lewis Carroll
Editora: Galerinha
Número de Páginas: 54
Ano de Publicação: 2015
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Amazon ♦ Americanas ♦ Cultura ♦ Saraiva ♦ SubmarinoTravessa

Vinte anos depois de seu grande clássico Alice no País das Maravilhas, Lewis Carroll reescreveu a mesma história para os pequenos leitores, nesta edição ilustrada pelo francês Emmanuel Polanco e traduzida pela premiada escritora Marina Colasanti. Com um coelho balzaquiano, um gato de enigmáticos sorrisos, e uma menina que muda de tamanho a cada capítulo, a história continua deliciosa! De cabeça para baixo e sem sentido. Ou melhor… com o sentido dos sonhos. Sempre livres, sempre lindos, eternos.

Sabendo já ter sido lido por crianças de todas as idades, inclusive aquelas já crescidas, segundo afirma no prólogo, Lewis Carroll desejou, também, ser lido pelos menores de cinco anos – ou, conforme suas palavras, “manuseado, babado (…), beijado por aqueles pequenos iletrados”. Assim, reescreveu sua obra Alice no País das Maravilhas voltada a esse público, contando com as ilustrações originais de John Tenniel. Agora, para comemorar os 150 anos da publicação de Alice No País das Maravilhas, a Galerinha trouxe uma nova edição de A Pequena Alice no País das Maravilhas, traduzida por Marina Colasanti e ilustrada pelo francês Emmanuel Polanco.

A pequena Alice no País das Maravilhas 2

Embora possa ser lido rapidamente por um adulto, o livro pode vir a ser um pouco longo tanto para os pequenos desbravadores das primeiras palavras quanto para as crianças as quais dependerão de alguém para a elas contar a história. Ainda assim, se já foi encantador retornar ao País das Maravilhas por meio dessa versão, o maravilhamento deve ser ainda maior entre os menores.

A pequena Alice no País das Maravilhas 3

Uma das características que mais me agradou ao ler Alice no País das Maravilhas foi a escrita de Lewis Carroll, tão rica de significados, muitos deles somente percebidos e admirados pelos mais velhos. Aqui, essa característica se faz ausente por uma própria simplificação da narrativa e dos fatos que compõe o enredo: seria impossível atingir o público alvo a quem se destina o livro se assim não o fosse.

A pequena Alice no País das Maravilhas 4

Essa simplificação, contudo, não diminui o brilho da obra, apenas a adequa a sua finalidade. Foi bastante divertido observar o quanto o autor interage e brinca com seu leitor, fazendo referências metalinguísticas – como ao explicar alguma definição de um vocabulário usado ou indicar algum detalhe nas ilustrações ao longo das páginas. Mais do que isso, foi ótimo ver preservada a ideia de que o País das Maravilhas tem suas próprias leis, definidas por uma vasta fantasia – o que explica suas “anormalidades”.

A pequena Alice no País das Maravilhas 1

Por fim, não são apenas as palavras de Carroll as responsáveis pela magia da obra, mas também o belíssimo trabalho de Emmanuel Polanco, capaz de trazer ilustrações com o potencial de encherem os olhos e fazerem de A pequena Alice no País das Maravilhas ainda mais admirável. Sem dúvida um excelente presente tanto a uma criança, que será agraciada pela oportunidade de fazer uma viagem memorável através das páginas do livro, quanto àquelas crianças já crescidas, como eu, que não resistem a esses belos trabalhos.





Deixe o seu comentário

13 Respostas para "[Resenha] A Pequena Alice no País das Maravilhas – Lewis Carroll"

Vanessa Sueroz - 12, maio 2015 às (09:17)

Oie,
nunca gostei de Alice, mas as ilustrações parecem fofas.
Não sei se compraria, mas leria se ganhasse rsrsrsrs

bjos
http://blog.vanessasueroz.com.br

Responder

Larissa Oliveira - 12, maio 2015 às (14:33)

Que livro gracinha, gente! Os livros de Alice são sempre encantadores, né… e esse, por ser voltado para crianças, parece ainda mais carregado de amor. Pelas fotos, dá para perceber que a edição está super caprichada e com ilustrações lindas. Que bom que o autor manteve preservada toda a fantasia da história e trouxe ao leitor uma escrita tão rica de significados.

Responder

Aciclea Vieira - 13, maio 2015 às (07:02)

,AioneÉ sempre maravilhoso voltarmos ao mundo infantil,esse clássico nos remete ao delicioso mundo do faz de conta e acontece!Bjs!

Responder

Diane Ramos - 13, maio 2015 às (16:45)

Olá !
Sempre fui apaixonada pela Alice , estou acostumada a ler e assistir as suas aventuras desde os meus 8 anos de idade . Recentemente comprei uma edição de luxo dessa obra , ela vem com ilustrações originais da época . Nem precisa dizer o quão fiquei orgulhosa com o meu exemplar , né ?

http://coisasdediane.blogspot.com.br/

Responder

Edilza - 13, maio 2015 às (21:05)

Também não resisto a esses lindos trabalhos, Mi! rsrs
Achei muito legal a ideia do Lewis de recontar Alice No País das Maravilhas para as crianças, e eu, como amo ilustrações lindas como essas e por já ter conferido a obra original, não poderia perder.
Amei a resenha! Bjos <333

Responder

Brenda Amorim - 13, maio 2015 às (21:12)

Nunca li nada sobre Alice, e adorei esse, as ilustrações são lindas, vou até comprar para dar de presente a minha sobrinha.

Responder

Rudynalva - 14, maio 2015 às (00:33)

Aione!
Muito bom poder ver uma versão mais infantil de Alice, mesmo que a linguagem ainda possa confundir, mas as imagens não, né? Livros infantis ilustrados são maravilhosos!
Deve ser muito lindo!
“Nada é por acaso…Acredite em seus sonhos e nos seus potenciais….Na vida tudo se supera..”(Mema velame)
Cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

Responder

Becca Martins - 17, maio 2015 às (13:10)

Este livro parece ser tão fofinho! Já morri de amores! Apesar de o livro ser bem fininho, a lombada é maravilhosa!
Quero muito!

Responder

Lary C - 19, maio 2015 às (11:43)

Oi, Aione!
Que edição mais liiiiiiinda! Amei as ilustrações! Fofíssimas! Nunca li o livro, apesar de já ter assistido as mais diversas adaptações, mas estou com ele aqui e lerei em breve, uhuu.
Abraço!

Responder

Rosana - 19, maio 2015 às (14:55)

Ainda não li nenhum versão de Alice, gostei muito das ilustrações dessa. Eu, agora grande, darei uma oportunidade para essa leitura, mas preciso esperar o clima para essa leitura aparecer.

Responder

Thays Suenaga - 24, maio 2015 às (09:31)

As edições comemorativas que serão lançadas esse ano <3

Responder

Bia Felix - 24, maio 2015 às (20:49)

Oii!
O livro aparenta ser lindíssimo, o tipo perfeito para presentear uma criança. Até porque a história é uma gracinha, embora eu só a conheça por meio do filme.
Aliás foi uma ótima sacada essa nova versão.
Ah, foi muito bacana da sua parte dar créditos também ao ilustrador. Parabéns pela resenha!
Bjos.

Responder

Patrini Viero - 29, maio 2015 às (00:54)

Esse livro é um daqueles que me acompanhar desde a infância. Eu sempre fui apaixonada pela escrita do autor, e as figuras que acompanham as várias edições do livro também são um prato cheio para a curiosidade e deleite infantil. Hoje, mais crescidinha, posso dizer que as metáforas e implícitos que Lewis usa em sua narrativa me cativam de uma forma única, e esse livro nunca vai perder o poder de mexer comigo como mágica.

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil