[Resenha] A Lista - Cecelia Ahern | Minha Vida Literária
30

jun
2015

[Resenha] A Lista – Cecelia Ahern

A Lista

Título: A Lista
Autor: Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 384
Ano de Publicação: 2015
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Amazon  ♦ Casas Bahia ♦ Livraria da Folha

Kitty Logan tem 32 anos e aos poucos está perdendo tudo o que conquistou: sua carreira está arruinada; seu namorado a deixou sem um motivo aparente; seu melhor amigo está decepcionado com ela; e o principal: sua confidente e mentora está gravemente doente.

Antes de morrer, Constance deixa um mistério nas mãos de Kitty que pode ser a chave para sua mudança de vida: uma relação de nomes de pessoas desconhecidas. É com base neles que Kitty deverá escrever a melhor matéria de sua carreira.
Quando começa a ouvir o que aquelas pessoas têm a dizer, Kitty aos poucos descobre as conexões entre suas histórias de vida e compreende por que foi escolhida para dar voz a elas.

O simples fato de uma obra ser assinada por Cecelia Ahern já diz muito para mim e carrega toda uma expectativa, motivada pela minha experiência com seus outras livros que já tive a felicidade de ler. Com A Lista não foi diferente, e sua premissa só contribuiu com minha curiosidade.

A Lista 3

Após vivenciar o declínio de sua carreira, a progressão da doença de sua estimada amiga e de ter decepcionado as pessoas mais próximas de si, Kitty recebe a tarefa de fazer uma matéria, que pode ser sua última chance de resgatar sua carreira de jornalista. O problema é que ela não faz ideia de qual é o tópico sobre o qual deve escrever, apenas recebeu uma lista com 100 nomes e tem duas semanas para descobrir o que os relaciona.

A primeira coisa a chamar minha atenção na história foi a própria Kitty. Mesmo me sentindo com pena de sua situação, não pude deixar de notar as características de sua personalidade responsáveis por levá-la até o ponto em que chegou. Em meias palavras, Cecelia Ahern fez um ótimo trabalho ao deixar claros os “defeitos” de sua protagonista, trabalhados durante toda a trama. Ao mesmo tempo, ela não fez de Kitty uma personagem difícil de se afeiçoar ou desagradável. Pelo contrário, ela é uma mulher com suas próprias características e uma bagagem de escolhas nas costas – algumas, provavelmente, não muito boas.

 

“Faria 85 anos na semana seguinte; é claro que ela tinha inúmeras histórias, e é claro que tinha segredos, todo mundo tem. A questão era tentar decidir qual deles Kitty poderia escutar e, depois de todo esse tempo, qual Birdie desejava contar.”

página 92

 

Conforme a história vai avançando, tanto fui apreciando a maneira de como a autora trabalhou o amadurecimento da protagonista quanto fui me apaixonando pelas personagens que vão surgindo, cada qual com uma história própria e fascinante. Ainda, minha curiosidade para compreender o laço que une cada pessoa da lista apenas cresceu e motivou o meu virar de páginas.

A Lista 2

Apesar de ter gostado muito da trama e de muitas passagens terem me emocionado, esse, talvez, tenha sido o livro de Cecelia Ahern com o qual menos me envolvi. Sua narrativa em terceira pessoa não foi uma novidade para mim e nem foi um motivo de distanciamento nos casos anteriores, mas, dessa vez, minha imersão na obra não foi total. Outra questão foi a própria chave do enredo: meu primeiro palpite sobre o que conectaria as pessoas da lista se mostrou correto, então parte da surpresa decorrente da revelação se perdeu para mim.

 

“Apesar de, depois, ter refletido e chegado à conclusão de que o abraço fora, sim, um comportamento antiprofissional, Kitty pensou que, às vezes, quando há pessoas envolvidas, um negócio tem de deixar de ser um negócio e o ser humano deve vencer.”

página 184

 

Ainda sobre o final, senti que algumas conclusões se deram de maneira muito rápida, especificiamente uma, de importância fundamental na história. Não acho que o livro deixou de apresentar respostas ao que nos foi contado, mas, talvez, algumas cenas merecessem um maior destaque ou, até mesmo, uma maior elaboração.

De modo geral, A Lista, embora não tenha sido o romance de Cecelia Ahern que mais me cativou, ainda assim me emocionou e mostrou ser uma ótima leitura, com mensagens válidas, como as obras da autora costumam ser. Não apenas uma história de amadurecimento, A Lista é uma obra de superação e de redescoberta sobre valores que, muitas vezes, são perdidos – ou esquecidos – ao longo da vida.

A Lista 1





Deixe o seu comentário

32 Respostas para "[Resenha] A Lista – Cecelia Ahern"

Cristiane Oliveira - 30, junho 2015 às (11:13)

Oi Aione. Estou curiosíssima pra ler este livro. Tanto pela sinopse, quanto por ser da Cecelia, já chama minha tenção. Embora não seja o livro que você tenha mais gostado da autora, tenho certeza de que foi uma ótima leitura, e espero ter a oportunidade de ler em breve também.
Beijos

Responder

Aciclea Vieira - 30, junho 2015 às (11:33)

Aione,essa história ela já se inicia com uma protagonista que se encontra numa posição muito difícil,cheia de perdas ,inclusive de sua amiga ,que lhe deixa uma lista importante que contém 100 nomes que pode vir a ser o resgate da sua carreira jornalistica e ela tem que descobrir o que relaciona essas pessoas.Amo histórias que a personagem cresce ao longo da história e também que valores já esquecidos por nós são resgatados ,isso é maravilhoso.A Lista,já está na minha lista.Beijos!!!

Responder

Larissa Oliveira - 30, junho 2015 às (16:23)

Oi, Aione! Achei a capa do livro tão bonita! Não conheço a autora, mas diante de vários elogios, fiquei com muita vontade de poder ler algo dela. Gostei da sinopse e sua resenha foi bem sincera. Quero ler A Lista, mas talvez não seria a melhor escolha para quem ainda não leu nada da autora, né?

Responder

natacha - 30, junho 2015 às (21:57)

é da Cecelia, eu leio 🙂

Responder

Becca Martins - 30, junho 2015 às (21:59)

Oi Aione!
Eu amo tudo o que a Cecilia escreve! Infelizmente eu ainda não tive a oportunidade de ler A lista, mas está em uma das minhas preferências!
Beijos.

Responder

Bruna Thamires - 01, julho 2015 às (22:49)

Eu sou muito curiosa em relação a livros dessa autora. Acho que vou começar a ler os livros dela a partir deste dai.

Responder

Viviane Gonçalves - 02, julho 2015 às (14:38)

Todos os livros da Cecelia Ahern que eu li me dão a mesma sensação que você teve ao ler este, parece que no final a autora “perde a mão” e acaba correndo e deixando algumas pontas soltas e terminando bruscamente.
Gosto da escrita dela, mas sempre acabo desejando que ela se dedique mais nos finais dos seus livros.
Por exemplo no livro Simplesmente Acontece, mesmo o livro sendo um tijolo enorme, queria mais umas 20 páginas no final ou ao menos um epílogo.
Ainda não li esse, então já para a lista de leituras do ano.

Beijos =)

Viviane Gonçalves
vsg_caue@hotmail.com

Responder

DEISE GABRIELA DE LARA - 02, julho 2015 às (15:26)

Cecelia é demais , leio até a lista de compras delas.rsrsrsrs

Responder

Juliana Mattos - 02, julho 2015 às (15:27)

Só li um livro da Cecelia, espero ler mais dela, mas acho que o próximo que pegarei não será este! Bjj

Responder

Viviane Martins - 02, julho 2015 às (17:40)

Adorei a premissa da história, gosto de livros dramáticos com mistério para desvendar. Estara na minha lista de compras.

Responder

rudynalva - 02, julho 2015 às (20:37)

Oi Aione!
Mês passado li esse livro e gostei muito, principalmente por mostrar que o mais simples é sempre o melhor caminho.
Achei mesmo alguns mistérios desvendados com muita rapidez ao final, mas o que mais me incomodou foi o fato da protagonista não ter diálogo com o marido, sabe? Achei que poderiam ter resolvido muita coisa com uma boa conversa.
“Sede pacientes; a paciência também é uma caridade, e deveis praticar a lei de caridade ensinada pelo Cristo, enviado de Deus.”(Allan Kardec – O Evangelho Segundo o Espiritismo)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
Participe no nosso Top Comentarista!

Responder

Bruna Lombardi - 02, julho 2015 às (20:51)

Oie,
A premissa e bem interessante, mas parece um pouco chatinha, não sei, não gostei muito do desenvolvidamente dele (me baseie pelo que você escreveu).Mas não descarto a possibilidade de lê-lo, quem sabe eu leia e goste rs.
Beijos

Responder

Katherine Martins - 02, julho 2015 às (21:18)

Olá Aione 🙂 Sempre vejo você citando os livros da Cecilia mas confesso que nunca li um livro dela, tinha visto a sinopse e me fez lembrar da lista de brett, não pela enredo e sim pela personagem principal seguir uma lista que foi destinada à ela. Apesar de ser um pouco previsível como você disse (por conseguir deduzir a relação das pessoas na lista antes do fim) esse foi um dos únicos que me chamou a atenção, dessa autora, to ansiosa para ver como é a escrita dela e se ela é incrível como muitos dizem.

Responder

Renata Leal - 02, julho 2015 às (21:38)

Só a sinopse já me deixou curiosa! Eu nunca li um livro dela e esse parece ser muito bom! Tem uma pitada de mistério… Do jeito que eu gosto! Hahah
Fiquei um pouco triste por você dizer que não te envolveu tanto, mas… Mesmo assim, não vou perder as esperanças e, pelo que você falou, parece conter lições de vida, o que eu considero muito interessante em uma leitura.
Uma das suas melhores resenhas! Vou pensar se o colocarei ou não na minha lista de desejados… 🙂 Beijos!

Responder

Fabíola Nunes - 03, julho 2015 às (09:50)

Confesso que só de ler Cecelia Ahern o livro já entra para minha wishlit. Acho que a sua é a primeira resenha deste livro que tem ressalvas mas a autora já tem todo um lugar especial no meu coraçãozinho! 🙂

Responder

Eliana - 03, julho 2015 às (12:16)

Olá!
Parabéns pelos 4 anos!
Gosto muito de seus vídeos, resenhas e comentários.
Não vou ler a resenha. Gosto de ler o livro primeiro. Depois procuro resenhas e leio.
Se atrapalhar minha participação será uma pena!
Se ler a resenha antes perco o interesse pelo livro.
Bjos

Responder

Cailes Bennet - 04, julho 2015 às (00:23)

Olá. Nunca li nada da autora, mas já ouvi falar muito bem de sua escrita, como confirma a sua opinião. O livro me pareceu interessante pelo mistério acerca dos 100 nomes deixados para a protagonista e qual relação entre eles. De acordo com a resenha Kitty está devastada, devido a todas a sua perdas e conflitos que vivencia e descobrir a ligação entre esses nomes é o modo dela começar a conquistar aquilo que perdeu…Me parece uma história de superação, como você citou…penso que vale a pena conhecer essa trama *-*

Responder

Tamara Costa - 04, julho 2015 às (15:27)

Nunca li nada dessa autora mas venho lendo muitas resenhas desses livro e só aumenta minha vontade de ler a história porque 1) eu tenho muita curiosidade pra saber do que se trata essa lista 2) como você mesma disse, os personagens dela parecem ser bem reais e humanos. Apesar de ter sido um lido um pouco previsível pra ti, pra mim talvez não já que seria minha primeira experiência com ela.

Responder

Valéria Bonfuoco - 05, julho 2015 às (11:21)

Eu já li alguns livros da Cacelia Ahern, e o pouco já me cativou e me fez da mais chance para essa escritora, eu me interessei pelo tema desse livro, pelo simples motivo de que a personagem está com problemas e terá só mais uma chance de reverter essa situação, e gostaria de saber como isso ocorrerá e seu crescimento ao decorrer do livro, qual irá ser a ligação e o porquê da escolha das pessoas dessa lista.

Responder

Erica Leme - 08, julho 2015 às (22:25)

Que pena que não gostou tanto assim desse livro. Realmente quando já gostamos de um autor, vamos ler cheia de expectativas e aí a chance de se decepcionar é maior.
Eu até hoje só li P.S.Eu te amo da Cecelia, gostei bastante, então quero ler os outros, mas preciso tomar cuidado pra não ficar com expectativas altas também.
Achei linda essa capa, me parece que tem um efeito brilhante, e é bem simples.

Responder

Juliane Santos - 13, julho 2015 às (14:18)

Sobre esse livro ja gostei desde o inicio por essa da Cecilia também,a capa é linda. Eu ainda não sabia muito bem sobre o que se tratava,já to imaginando esses 100 nomes hahahaah. Que pena que o final vc disse que mto rápido 🙁

Responder

Danny Porto - 13, julho 2015 às (19:44)

Essa história do livro tem uma sinopse fantástica !

Responder

ELIZABETH MACHADO SALLES - 16, julho 2015 às (12:05)

Sou apaixonada pelos livros da autora. todos que li até o momento foram emocionantes e profundos. Espero que este siga assim também. pelo que li aqui, tem muita coisa boa acontecendo na história e muitas lições que a personagem vai administrar pra sua vida. Espero que ela saiba aproveitar essa chance e aprenda coisas boas sobre as histórias das pessoas que ela vai entrevistar. Gostei da trama e espero ler logo. Valeu pela linda resenha.
Beijos.

Responder

Mariana Póvoa Cavalcante - 16, julho 2015 às (18:57)

Amooooo Cecelia Ahern ….. nem sei mais o que dizer. kkkkk Expectativa forte com esse livro, não esperava ver que você encontrou algumas cenas que poderiam ser mais elaboradas mas mesmo assim espero muito gostar do restante. Adoro ver livros que constroem uma protagonista que não seja 100% perfeita, que tenha tido suas escolhas e que colha as consequencias e se mostre forte e decidida para vida.

Responder

Mariana Póvoa Cavalcante - 16, julho 2015 às (18:57)

Amooooo Cecelia Ahern ….. nem sei mais o que dizer. kkkkk Expectativa forte com esse livro, não esperava ver que você encontrou algumas cenas que poderiam ser mais elaboradas mas mesmo assim espero muito gostar do restante. Adoro ver livros que constroem uma protagonista que não seja 100% perfeita.

Responder

Edilza - 19, julho 2015 às (14:07)

Esse não é mesmo um dos melhores livros da autora, todos estão dizendo isso. Mas tenho muita curiosidade com esses nomes da lista, mesmo sendo meio óbvio logo. Eu que não sei pensar! kkkkkk
Ótima resenha! Abraço, Mi!!

Responder

Fran Ferreira - 22, julho 2015 às (16:29)

Aione, não sei porque “A Lista” me fez lembrar de “Os 13 Porquês” e “A Play List de Hayden”, talvez seja pelo motivo de ambos explicar o motivo que levou alguém ao suicídio, sei que não é o caso de “A Lista”, mas não posso deixar de comentar; enfim; acredito que posa ficar um pouco perdida nesta leitura, então como não conheço o trabalho da autora, que livro você me recomendaria para iniciar ?????

Bjsss

Responder

Aione Simões 22 jul 2015

Oi Fran!
Meu favorito dela é “P.S. Eu Te Amo”, recomendo de olhos fechados hehe!
Outros dois que gostei muito, e também indico, são “O Livro do Amanhã” e “Simplesmente Acontece”.
Beijão!

Responder

Daniela Calcia - 27, julho 2015 às (22:18)

Ainda não li os livros dela, mas vi o filme do PS, gostei bastante da resenha, lembra o melancia, que a personagem também vai pro fundo do poço e se recupera, Com certeza esse livro é mais denso e delicado. Obrigada pela dica, bjs, dani

Responder

Bruna Costabeber - 29, julho 2015 às (14:48)

Olá!
Eu adoro a Cecelia e tenho muita vontade de ler A Lista.
Mas já li diversas resenhas falando que esse livro não é o melhor da autora, mas acredito que isso não tire o mérito.
Quero muito ler.
Beijos

Responder

Clarice Castanhola - 30, julho 2015 às (11:33)

Estou louca para ler esse livro, só leio críticas positivas e não tem como deixar passar. Adorei sua resenha, ainda não li nada dessa autora, acho que vou começar por esse.
Bjus

Responder

Alessandra Fernandes - 31, julho 2015 às (09:51)

Adoro livros que acrescentem na nossa vida pessoal e acho que esse livro tem um ótimo conteúdo a oferecer sem sombra de duvidas, e depois de ler a sua resenha e saber a mensagem que esse livro passa eu fiquei bem curiosa com a leitura.
Abçs Aione!!

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil