[Resenha] Becky Bloom em Hollywood - Sophie Kinsella | Minha Vida Literária
11

set
2015

[Resenha] Becky Bloom em Hollywood – Sophie Kinsella

becky-bloom-em-hollywood-minha-vida-literaria

Título: Becky Bloom em Hollywood
Autor: Sophie Kinsella
Editora: Record
Número de Páginas: 560
Ano de Publicação: 2015
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Amazon ♦ Americanas ♦ CulturaSubmarino ♦ Travessa

Los Angeles, reduto das celebridades mais famosas do mundo, de estilo de vida enlouquecedor e perdulário, cenário perfeito para que Rebecca Brandon (ex-Bloom) possa realizar suas fantasias mais glamorosas. E é para lá que ela e a família vão quando seu marido Luke é contratado para cuidar da carreira da famosa atriz Sage Seymour – e para Becky isso é um sinal de que ela está destinada a ser produtora de moda da badaladíssima celebridade e, quem sabe, também das maiores estrelas de Hollywood. Mas, assim que chega a LA, Becky descobre que sua rotina não será apenas de luxo e glamour. Alicia, uma rival do passado, também está na cidade. E o pior, é a queridinha das mães da concorridíssima pré-escola de Minnie. E o sonho de cuidar do look de Sage parece mais difícil do que ela imaginava. Até porque Luke vive adiando apresentar as duas. Então, por uma manobra do destino, Becky tem a chance de produzir a arqui-inimiga da atriz, e isso pode trazer alguns probleminhas. Pré-estreias, vestidos de gala, muitos paparazzi à sua volta, aulas de ioga e infinitas compras na Rodeo Drive. Claro que isso não acontecerá sem muitas encrencas e confusões. Será que Becky está mesmo perto de conseguir tudo o que sempre sonhou?


becky-bloom-em-hollywood-minha-vida-literaria1

Becky está de volta e com mais estilo do que nunca! No sétimo livro da série Becky Bloom, Sophie Kinsella traz sua divertida protagonista em mais uma sucessão de confusões, agora em Los Angeles. Determinada a conquistar um emprego como Produtora de Moda de celebridades, Becky acaba por se envolver em situações inesperadas, além de pairar sobre sua família a iminência da revelação de um grande segredo da juventude de seu pai.

Como sempre, foi impossível não me divertir com a escrita da autora. Não apenas os acontecimentos que envolvem Becky são tão hilários como de costume como também a mente divertida, veloz e criativa da personagem é capaz de despertar boas risadas. Também, um dos recursos presentes na série que sempre consegue me divertir é o das correspondências em sua maioria recebidas por Becky, normalmente respostas a alguma carta por ela enviada. Nessas cartas, ficam nítidos os absurdos imaginados e proferidos pela protagonista – exatamente as causas do efeito cômico da obra como um todo.

 

“Prezada Sra. Brandon,

(…) Fico feliz que tenha gostado da nossa lojinha. Em resposta à sua última pergunta, se eu encontrar seu marido na rua, fique tranquila que não vou contar nada sobre seu ‘gasto só um tiquinho exagerado com lingerie orgânica’.

Obrigado por seu interesse.

Kyle Heiling
Gerente de Realizações (Artes Orientais)”

página 8

 

Embora tenha adorado e devorado a leitura – dificilmente Sophie Kinsella não exerce esse efeito sobre mim -, acabei gostando menos desse livro do que de seu antecessor, por exemplo, por conta das próprias atitudes de Becky, mais especificamente na segunda metade da história. Um aspecto já conhecido da protagonista é o de se envolver em mentiras e confusões quando está cega por algum objetivo e, aqui, Becky passa por um processo de inversão de valores em determinado momento que acabou por me deixar angustiada com suas escolhas e preocupada com os possíveis desenrolares. Ainda, a aparição de Alicia, antiga rival de Becky, inicialmente deu a entender que teria um maior impacto na trama, porém acabou assumindo um menor patamar, não tendo tanto destaque e desenvolvimento.

becky-bloom-em-hollywood-minha-vida-literaria3

Apesar desses pontos mais baixos, ainda assim adorei a leitura e a maneira de como Sophie Kinsella finalizou os acontecimentos – aliás, meu amor por Luke, marido de Becky, cresceu ainda mais ao final da história -, além de eu ter ficado simplesmente maluca pelo próximo livro da série, Shopaholic to the Rescue, oitavo livro da série, que será lançado em Outubro – sem previsão de quando será publicado no Brasil. O mistério envolvendo a juventude do pai de Becky não é revelado em Becky Bloom em Hollywood, servindo como base para Shopaholic to the Rescue, e foi justamente esse segredo a questão que mais havia atiçado minha curiosidade durante a leitura. Sendo assim, somente me resta aguardar pelo próximo volume, no qual, acredito, também haverá uma maior abordagem e presença de Alicia – provavelmente apenas introduzida em Becky Bloom em Hollywood com a intenção de ser desenvolvida em Shopaholic to the Rescue.

 

“- Tudo parece tão real – digo, passando a mão por uma fileira de lombadas de livros cenográficos (…) – Veja esses muffins. Parecem de verdade. Até o cheiro é real. É tão inteligente.
– Eles podem ser
reais – observa Suze.
– É claro que não são de verdade. Nada em um set de filmagem é de verdade. Olhe.
Pego um com confiança e dou uma mordida.
Merda. Era de verdade. Estou com a boca cheia de pão de ló e creme.”

página 261

 

De modo geral, Becky Bloom em Hollywood foi mais uma leitura deliciosa, rápida e divertida – temperada com muito glamour -, proporcionada pelo talento de Sophie Kinsella. Aos que temem iniciar a série pela quantidade de volumes que a compõe e pelo tamanho de cada obra, advirto: Becky, mesmo com seus defeitos, é tão apaixonante que os livros por ela protagonizados são um prato cheio aos fãs de chick-lits

becky-bloom-em-hollywood-minha-vida-literaria2
 

SHOPAHOLIC ON HONEYMOON

shopaholic-on-honeymoon-minha-vida-literaria

Ao procurar as informações de Shopaholic to the Rescue, acabei descobrindo Shopaholic on Honeymoon, conto publicado em dezembro/2014 e que narra a lua-de-mel entre Becky e Luke, sendo, portanto, o volume #3,5 da série. Aos interessados, o eBook está disponível gratuitamente na Amazon, mas apenas em inglês.





Deixe o seu comentário

14 Respostas para "[Resenha] Becky Bloom em Hollywood – Sophie Kinsella"

Leticia - 11, setembro 2015 às (11:15)

Oi, Aione
Ainda não conheço a Becky, mas imagino o quanto ela deve ser divertida. Como nem tudo é perfeito, normal você não concordar com algumas atitudes da personagem.
Realmente a série é enorme, mas acho que diante dos elogios e leveza que a autora deve ter na escrita, eu leria os livros sim, principalmente porque gosto de chick-lits.

livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

Responder

Suzzy Chiu - 11, setembro 2015 às (17:11)

Sempre fui fã de livros chick-lit e clarooo que os livros da Sophie Kinsella estão estre os que mais gosto.
Conheci a Becky Bloom na adolescencia e achava ela mto da doidnha, hahaha…aceitar um emprego que nao sabia nada, ainda mais no mercado financeiro que tudo é tao complexo.
Quando soube do lançamento do sétimo livro da serie, me animei demais, ainda mais com a versao de luxo que lançaram, pena que ta custando os olho da cara!
Eu tb amooo o Luke, esse homem vai pro ceu, hahaha. Amei saber q a Becky continua doida e qdo ela quer alguma coisa, ela vai atras e arruma confusao demais, hahaha.
Pena que nao gostou tanto qdo o ultimo livro, mas ainda sim quero mto ler mais uma historia divertida dessa consumista louca e linda.
Tomara que a editora traga o livro Shopaholic on Honeymoon traduzido um dia, pra gente deixar a coleção completinha.

Responder

Maria Alves - 11, setembro 2015 às (19:07)

Ainda não li nenhum livro da autora, apesar dos elogios, mas falta oportunidade rsrsrs. Mas esta série deve ser muito boa já esta com sete livros lançados e muito divertida, só de ler a resenha já provoca risos imagina o livro todo. Enquanto Becky é toda atrapalhada e vive se metendo em confusões, parece que o marido é bem tranquilo e sossegado que diferença. Bem que dizem que os opostos se atraem kkkk.

Responder

Bianca Freire - 11, setembro 2015 às (19:45)

Ai, a Becky parece estar mais apaixonante! Eu adoro as confusões em que ela se mete hahaha
Gostei muito de que mantiveram a edição estava com medo de que como o último livro publicado já fazia um tempinho, mudassem a edição <3
Amei a resenha, beijos!

Responder

Aciclea Vieira - 11, setembro 2015 às (20:57)

Aione,amo Sophie Kinsella,e essa história me parece tão apaixonante e divertida como sempre,parece que a Becky ficará um pouco desanimada com o desenrolar dos fatos e acredito que tomará certas atitudes que não agradará tanto quanto o anterior,mas ainda bem que será divertido como sempre as falas ,pensamento,quiçá atitudes da protagonista,fiquei feliz em saber do oitavo livro e das possíveis tramas já deixadas em aberto como o aparecimento da rival Alícia e o mistério da juventude do pai de Becky.Gostei muitíssimo de saber do conto que narra a lua de mel de Luke e Becky .Mil beijos!!!!

Responder

Theresa Cavalcanti - 11, setembro 2015 às (22:33)

Só li um livro da Sophie, e amei. Já virei fã.
Sou louca para ler mais coisas dela e esse com certeza está na minha lista.

Responder

rudynalva - 12, setembro 2015 às (00:28)

Aione!
Livros que nos fazem rir são sempre muito bons, mesmo que não seja um dos melhores da autora.
E claro, é Sophie, né?kkkk
“Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos.”(Antoine de Saint-Exupéry)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

Responder

Diane Ramos - 12, setembro 2015 às (14:39)

Oi …
Acredita que nunca li nada de Sophie ?
E isso é uma vergonha , porque , sou louca por chick lits .
Vou comprar algum livro dela , mas , não sobre “Becky Bloom ” porque desanimo de começar a série do comecinho rsrs.
Beijos

http://coisasdediane.blogspot.com.br/

Responder

Deise Oliveira - 14, setembro 2015 às (14:22)

Amo de coração a Sophie, foi emocionante encontrá-la no sábado. Sobre To the Stars foi o livro da série que menos gostei. Não me entenda mal, continuo amando Becky e admirando a determinação dela, mas justamente essa determinação que ela tem naquilo que quer foi o motivo de eu ter me ligado menos a esse livro, eu quase a via retroceder a uma parte triste da sua vida. Espero que The Rescue faça jus no resgate daquela Becky shopaholic leve e humorada sem ser de forma doentia. Sobre honeymoon, descobri o extra no início do ano e amei o fato de que Becky é ativa em todos os momentos.
PS: me apaixono por Luke cada vez mais que a série avança.

Responder

Taísa Quemel - 29, setembro 2015 às (19:02)

A Becky parece ser bem divertida, mas ainda não a conheço. É verdade que o número de livro da série e a quantidade de páginas de cada livro desanima um pouco mesmo, mas com tantos elogios seus, com certeza eu iniciaria a leitura do primeiro livro. Adoro personagens atrapalhadas rs

Responder

Fernanda - 13, novembro 2015 às (09:02)

Sou fã da Sophie Kinsella, e li todos os livros dela, lançados no Brasil. Adoro essa personagem Becky Bloom! É hilária! Suas histórias são sempre divertidas e emocionantes. Como estava com saudades de suas aventuras, assim que saiu o livro Becky Bloom em Hollywood, fui correndo comprar… Achei muito bom, principalmente do meio para o final, foram criadas situações que te deixam curiosa e a leitura te prende… Eu só não sabia e nem li em nenhum lugar que esse livro não tem final, no meio de um desfecho interessante ele termina com um aviso que Becky logo estará de volta… Achei isso chato, porque não encontrei nada dizendo quando será lançada a continuação… Enquanto isso, ficamos sem saber o final… estranho né!

Responder

Aione Simões 13 nov 2015

Oi Fernanda!
A falta de aviso é porque ainda não temos uma data certa aqui, mas o livro sairá aqui no Brasil no ano que vem – a Sophie disse no Twitter!
O problema também é que o “Shopaholic to the rescue” saiu no Reino Unido e nos EUA há cerca de 2 semanas, apenas, muito próximo do “Becky Bloom em Hollywood” aqui no Brasil (esse sétimo volume que demorou pra sair aqui. Por conta da vinda da Sophie pro Brasil, eles adiaram o lançamento).
Mas logo ela retornará e a gente mata a curiosidade!
Beijão!

Responder

Kate - 20, novembro 2015 às (13:09)

Amo de paixão toda a série Becky Bloom! Aliás, Sophie Kinsella é realmente incrível! “Fiquei com seu número”, “O segredo de Emma Corrigan”, “Louca pra casar”, e “Samantha Sweet, executiva do lar” são outros livros maravilhosos dela. Não vejo a hora de ler mais este. E com certeza vou baixar o conto “Shopaholic on honeymoon”

Responder

Mari - 14, outubro 2016 às (02:17)

Concordo com tudo que diase a respeito do livro,, o anterior foi melhor, dei muitas risada com as devaneios de Becky
Claro Backy é apaixonante e não será nada fácil quando encerrar a série
Sou apaixonada por luke, e acho que deveria ter mais do casal, mais romance, ciúmes
Devido a Sage e Lois, Alicia acabou ficamdo de fora, acredito que no próximo livro a máscara dela cairá, não acredito na mudança dela.
Enfim para ler logo esse livro.

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por