[Resenha] Feliz Ano Velho - Marcelo Rubens Paiva | Minha Vida Literária
29

set
2015

[Resenha] Feliz Ano Velho – Marcelo Rubens Paiva

Feliz Ano Velho

Título: Feliz Ano Velho
Autor: Marcelo Rubens Paiva
Editora: Alfaguara
Número de Páginas: 272
Ano de Publicação: 2015
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: AmazonCulturaSubmarinoTravessa

Feliz ano velho é o primeiro livro de Marcelo Rubens Paiva. Aos vinte anos, ele sobe em uma pedra e mergulha numa lagoa imitando o Tio Patinhas. A lagoa é rasa, ele esmigalha uma vértebra e perde os movimentos do corpo. Escrito com sentido de urgência, o livro relata as mudanças irreversíveis na vida do garoto a partir do acidente. Ele é transferido de um hospital a outro, enfrenta médicos reticentes, luta para conquistar pequenas reações do corpo. Aos poucos, se dá conta de sua nova realidade, irreversível. E entende que é preciso lutar. O texto expressa a irreverência e a determinação da juventude, mesmo na adversidade, e a compreensão precoce “de que o futuro é uma quantidade infinita de incertezas.

Felizano1

Marcelo Rubens Paiva é escritor, dramaturgo e jornalista. Feliz Ano velho foi o seu primeiro livro, publicado em 1982 e um sucesso de vendas na época. O romance é autobiográfico e retrata a vida de um garoto de vinte anos que cursa engenharia agrícola na Unicamp. No auge de sua juventude e com muitas namoradas, tudo parece correr bem, até que Marcelo, ao subir numa pedra e dar um mergulho numa lagoa, perde os movimentos do corpo. É a partir daí que o autor nos conta sua trajetória de vida permeada pela tragédia ocorrida, mas também pelas nuances de uma vida repleta de situações interessantes.

 

“Qualquer pessoa que está dentro de um profundo sofrimento, à beira da morte ou sei lá o quê, fica mística. Nessas horas, a gente apela pra tudo. Não que eu tenha me convertido à religião católica, mas estava acreditando nas simpatias, nas abobrinhas populares.”

página 46

 

A narrativa em primeira pessoa é bastante clara e direta, permitindo ao leitor um rápido envolvimento com a trama e uma clara compreensão acerca dos eventos ocorridos.

A história não se detém apenas ao aspecto decorrente do acidente ocorrido com o personagem – apesar desse ser, sim, o principal -, mas também, aborda todas as lembranças e reflexões que são levantadas por ele durante este período tão difícil. Aprender a lidar com as dificuldades, com as mudanças e com a rotina hospitalar o fez revisitar memórias vividas, livros lidos, músicas, amigos queridos e dias felizes e agradáveis de juventude, ao mesmo tempo em que recorda de momentos tristes, como quando seu pai Rubens Paiva desapareceu após ser preso político durante a ditadura militar.

felizano3

 

“Rubens Paiva não foi o único “desaparecido”. Há centenas de famílias na mesma situação: filhos que não sabem se são órfãos, mulheres que não sabem se são viúvas. Provavelmente, o homem que me ensinou a nadar está enterrado como indigente em algum cemitério do Rio. O que posso fazer? A justiça neste país é uma palavra sem muita importância.”

página 77

 

Desse modo, a obra perpassa vários setores da vida do personagem, seu perfil de leitor, seu modo bem humorado de lidar com as pessoas e com as situações, sua proximidade com os familiares e seus relacionamentos amorosos. Assim, a história tem um teor muito realista, e o leitor tanto poderá discordar dos posicionamentos e atitudes do personagem quanto concordar – como disse, é algo real e nos direciona a pensar em nossos próprios valores e questionamentos. É um bom livro para quem procura uma leitura que retrate com fidelidade a realidade de alguém que viu sua vida se transformar do dia para a noite e que trata da superação de um modo simples e sem floreios.





Deixe o seu comentário

8 Respostas para "[Resenha] Feliz Ano Velho – Marcelo Rubens Paiva"

Leticia - 29, setembro 2015 às (10:38)

Oi, Clivia
Sempre quis ler este livro. Acho que pelo jeito ele merece os elogios que tem.
Além da premissa interessante, o autor parece ter trabalhado bem com uma situação real e as atitudes do personagem. Costumo sempre tirar algo desses livros, é uma ótima dica para isso Clivia. Gostei do último quote que você escolheu.

livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

Responder

Rafaela Godoy - 29, setembro 2015 às (10:41)

Uau, sou louca para ler este livro. Ainda não li nenhum do Marcelo mas várias pessoas já me indicaram este livro para ler e estou muito curiosa para conhecer a história e mergulhar nas emoções do autor <3

Responder

Aciclea Vieira - 29, setembro 2015 às (12:00)

Clivia,é sempre bom podermos refletir em uma história que mostra de uma forma real a busca da restauração e recomeço de uma pessoa quando algo acontece e muda ,ou melhor transforma toda uma trajetória de vida,já conhecia a obra ,porém ainda não li.Com certeza entrou para a lista.Beijos!!!!

Responder

Taísa Quemel - 29, setembro 2015 às (16:35)

Não conhecia esse livro, mas me parece ser uma leitura simples e que nos traz reflexões acerca da nossa vida, já que o principal do livro é a mudança que houve com o autor por causa do acidente. Gosto desse tipo de leitura.

Responder

Theresa Cavalcanti - 29, setembro 2015 às (18:12)

Nunca tinha ouvido falar desse livro, e ele parece ser bem interessante.
Você é pernambucana! uhuuuu!

Responder

Diane Ramos - 29, setembro 2015 às (18:32)

Oi …
Já ouvi falar muito desse livro ! Parece ser uma ótima leitura .
Já adicionei nos desejados ….
Beijos

Responder

rudynalva - 30, setembro 2015 às (21:20)

Clívia!
O livro do Marcelo foi que me fortificou na época em que descobri que tinha uma doença degenerativa que poderia me levar para cadeiras de rodas.
Me impulsionou a tomar atitudes que protelassem esse momento, por isso, o livro é bem especial para mim.
“A vida só pode ser compreendida, olhando-se para trás; mas só pode ser vivida, olhando-se para frente.”(Soren Kierkegaard)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

Responder

kelen Andreatto - 20, outubro 2016 às (14:55)

Ja li e recomendo. Muito bom mesmo.

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil