[Resenha] O Vitral Encantado - Diana Wynne Jones | Minha Vida Literária
09

out
2015

[Resenha] O Vitral Encantado – Diana Wynne Jones

o-vitral-encantado-minha-vida-literariaTítulo: O Vitral Encantado
Autor: Diana Wynne Jones
Editora: Galera Júnior
Número de Páginas: 304
Ano de Publicação: 2015
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanas ♦ CulturaExtra ♦ Fnac ♦ Travessa

O avô de Andrew Hope acabou de falecer e lhe deixou seu casarão como herança. Mas muito mais do que isso. Ele era um grande mago e Andrew herdou também o campo de proteção da propriedade (o que automaticamente o torna responsável pela segurança de todos os que vivem ali) e um curioso artefato: um vitral de muitas cores e claramente mágico. Quando o jovem Aidan Cain, caçado pelos temidos Perseguidores, surge em sua porta à procura de abrigo, Andrew encontra nele um amigo para desbravar os arredores do casarão. Mas com Aidan ele vai descobrir que o passado de sua família pode ter muito mais magia do que imaginava. Diana Wynne Jones nos proporciona uma aventura delicada e cheia de humor britânico moderno. O Vitral Encantado é um prato cheio para os fãs de Neil Gaiman e outros autores de fantasia.

Diana Wynne Jones foi uma autora cujo destaque de sua obra direcionou-se à literatura fantástica. Tendo escrito mais de trinta livros e ganhado diversos prêmios, suas obras parecem conter um atrativo a mais para quem é fã desse gênero literário e, em especial, para as crianças.

o-vitral-encantado-1-minha-vida-literaria

Em O Vitral Encantado, encontramos um universo direcionado a um público infanto-juvenil e, com ele, uma linguagem simples, envolvente e dinâmica. Desse modo, é um livro fácil de agradar leitores de todas as idades. Além disso, a capa toda caprichada e esse título curioso e interessante nos despertam atenção e vontade de adentrar nesse universo mágico.

Na história conhecemos Andrew, um homem envolvido em pesquisas universitárias e com o objetivo de escrever um livro. Seu destino muda a partir da morte do seu avô, um mago de idade avançada que deixa como herança para o neto seu casarão no campo. Contudo, esse não é um simples casarão: ele possui um encantamento que tem um objetivo específico e Andrew, a principio, não compreende bem o sentido de todo o encanto presente no local, sobretudo no vitral colorido da porta da cozinha. Em meio aos novos aspectos que surgem na vida de Andrew, aparece uma criança chamada Aidan, um menino órfão que fugiu de Londres e que busca abrigo no casarão. Aparentemente não há muito em comum entre eles, mas, ao longo da trama, logo vão desvendando os mistérios que circundam não só esse lugar mágico como também suas próprias histórias de vida.

o-vitral-encantado-2-minha-vida-literaria

A narrativa em terceira pessoa cumpriu seu papel de apresentar todos os personagens de um modo bastante satisfatório, já que é possível captar a personalidade de cada um deles. A história vai se desenvolvendo num ritmo bom e acredito que para a faixa-etária indicada seja uma leitura que funcione muito bem. Mesmo não tendo sido um livro que me surpreendeu em termos de enredo, ele me proporcionou momentos muito agradáveis de diversão e entretenimento e fez com que minha imaginação passeasse pelos mistérios de uma família repleta de encantamentos e histórias.

Recomendo para quem gosta de fantasia e deseja uma leitura com toda a delicadeza e leveza que só os livros infantis nos proporcionam.

o-vitral-encantado-3-minha-vida-literaria





Deixe o seu comentário

8 Respostas para "[Resenha] O Vitral Encantado – Diana Wynne Jones"

Aciclea Vieira - 09, outubro 2015 às (12:10)

Clivia,apesar de não gostar de fantasia a premissa desse livro me conquistou ,despertando-me o interesse de acompanhar a história dos personagens ,Andrew que quer também escrever um livro,Aidan um órfão que aparece e com certeza ,junto a Andrew viverão aventuras mágicas e divertidas.Com certeza entrou para a lista.Mil beijinhos!!!

Responder

Mari - 09, outubro 2015 às (13:27)

Parece ser um livro bem bonitinho, fora que se Neil Gailman é mencionado, já fico um pouco mais curiosa para ler.

Responder

Diane Ramos - 09, outubro 2015 às (15:26)

Oi …
Amei sua resenha !
Não sou muito fã de livros de fantasia , então , acho que não vou me arriscar . Mas , tenho alguns amigos que curtem então vou indicar para eles .
Beijos

Responder

Maria Alves - 10, outubro 2015 às (14:06)

Adoro livros de fantasia e esse parece ser muito bom. Herdar um casarão e ainda com magia é tudo de bom, também queria um kk. Fiquei curiosa para saber que mistério cerca essa criança que apareceu e quer morar no casarão.

Responder

Leticia Golz - 10, outubro 2015 às (20:43)

Oi, Clivia
Eu nunca tinha ouvido falar no livro. Nâo costumo ler muito livros infantis, mas como gosto de fantasia, gostei muito da dica. Apesar do enredo não ter te conquistado por completo, pelo menos a leitura foi proveitosa. Outra coisa que adorei foi essa capa.

livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

Responder

Deborah Holerbach Alexandrias - 10, outubro 2015 às (22:11)

Oi Clivia! Nunca tinha ouvido falar do livro antes, e apesar de eu amar uma fantasia, sua estória não me chamou muito a atenção. A premissa é realmente ótima e a autora soube construir muito bem a narrativa pelo que pude perceber. Mas acho que deixaria uma leitura como essa para outra hora quem sabe!
Beijos!

Responder

Pamela - 22, outubro 2015 às (19:34)

Clivia, tudo bem?

Resenha super completa. Só um adendo: não terá continuação pelo simples motivo que a Diana Wynne Jones já faleceu :/ hahaha.

Beijos

Responder

Clivia Lira 30 out 2015

Oi Pamela, tudo bem e você?
Que bom que gostou fico feliz!
Pois é, a orelha do livro não traz essa informação e como não a conhecia e também não atentei em pesquisar acabou passando despercebido. De todo modo, obrigada por avisar, assim pude corrigir a informação na resenha.
Beijos

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil