[Resenha] Retalhos - Craig Thompson | Minha Vida Literária
09

fev
2016

[Resenha] Retalhos – Craig Thompson

retalhos-minha-vida-literaria

Título: Retalhos
Autor: Craig Thompson
Editora: Quadrinhos na Cia
Número de Páginas: 592
Ano de Publicação: 2009
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasCulturaSaraivaSubmarinoTravessa

Uma das graphic novels mais premiadas dos últimos tempos, Retalhos é um relato autobiográfico da vida no Meio Oeste americano. Thompson retrata sua própria história, da infância até o início da vida adulta, numa cidadezinha de Wisconsin, no centro dos Estados Unidos, que parece estar sempre coberta pela neve. Seu crescimento é marcado pelo temor a Deus – transmitido por sua família, seu colégio, seu pastor e as trágicas passagens bíblicas que lê -, que se interpõe contra seus desejos, como o de se expressar pelo desenho. Ao mesmo tempo Thompson descreve a relação com o irmão mais novo, com quem ele dividiu a cama durante toda a infância. Conforme amadurecem, os irmãos se distanciam, episódio narrado com rara sensibilidade pelo autor. Com a adolescência, seus desejos se expandem e acabam tomando forma em Raina – uma garota vivaz, de alma poética e impulsiva, quase o oposto total de Thompson – com quem começa a relação que mudará a visão que ele tem da família, de Deus, do futuro e, enfim, do próprio amor. Retalhos traz as dores e as paixões dos melhores romances de formação – mas dentro de uma linguagem gráfica própria e extremamente original.

Retalhos é uma graphic novel autobiográfica produzida por Craig Thompson e uma leitura inspiradora, envolvente e repleta de significados. Meu único arrependimento é de não ter feito a leitura antes, mas sempre há tempo para conhecermos livros incríveis como esse, que já foram publicados há alguns anos e que estão esperando novos leitores que apreciem uma história sensível e bem contada.

Retalhos-minha-vida-literaria1

Craig Thompson nos relata sua trajetória de vida desde a infância até certo ponto da sua vida adulta e o faz de modo sincero e cativante. Sua infância foi marcada pela rigidez da educação dos seus pais, pelos momentos em que dividia a cama com seu irmão mais novo e pelas dificuldades encontradas na convivência escolar. Todos esses fatores deixaram uma marca em Thompson e tiveram forte influência na formação da sua personalidade, sobretudo no que diz respeito à relação com seus pais, que, durante toda a trama, possuem grande destaque.

A narrativa possui um ritmo de leitura muito ágil, sendo possível realizá-la em apenas um dia. Por ter um caráter bastante intimista, por vezes nos colocamos no lugar do personagem, principalmente quando ele faz determinados questionamentos e escolhas.

Retalhos-minha-vida-literaria2

Na sua adolescência, Thompson começa a refletir sobre o mundo ao seu redor, bem como sobre o seu futuro depois da escola. Por ter tido uma educação muito religiosa, em determinado momento ele almeja outros pontos de vista e modo de vida e tudo passa a ter um novo sentido quando ele conhece Raina, seu primeiro amor, uma garota alto astral, que escreve poesias e que possui uma ótima relação com os irmãos. Juntos os dois protagonizam as cenas mais encantadoras da trama.

Retalhos-minha-vida-literaria3

É importante destacar que a vida do nosso personagem central não foi nada fácil e ele teve que lidar com situações muito delicadas desde a infância. Dessa forma, há cenas que nos cortam o coração e outras que nos limpam a alma. É um misto de sensações que nos faz desejar que a vida seja menos dura com ele e com nós mesmos. A edição é linda, os traços são incríveis e a carga emocional é intensa e inesquecível. Recomendo demais a leitura.





Deixe o seu comentário

21 Respostas para "[Resenha] Retalhos – Craig Thompson"

Caroline Soares - 09, fevereiro 2016 às (08:28)

Estou louca querendo ler. Mas acho que vou apelar pra ganhar de aniversário hahaha..
Só leio coisa boa em relação a essa graphic novel.
Muito boa resenha.
Beijos

Responder

Maria fernanda pinheiro - 09, fevereiro 2016 às (08:56)

Não curto graphic novels mais esse livro me chamou a atenção

Responder

Aciclea Vieira - 09, fevereiro 2016 às (09:35)

Clivia,já li essa graphic novel e realmente achei o relato de Craig ,bem sincero e cativante.Realmente é bem intimista.Sinceramente um misto de sensações.A edição é linda e com certeza carrega uma carga emocional intensa e inesquecível.Beijos!!!

Responder

Cristiane Dornelas - 09, fevereiro 2016 às (12:59)

Não leio muitos assim, mas acho muito interessante por ser um tipo de leitura diferente, visual e que pode ser lido rapidinho. Esse parece ser bem focado em sentimentos, parece transferir emoção ao leitor e ser bem feito. Interessante e uma ótima dica pra quem quer conferir uma leitura diferenciada e rápida, ainda mais nesse clima de feriado, não? Não conhecia e gostei muito =D

Responder

Cristiane Dornelas - 09, fevereiro 2016 às (12:59)

Não leio muitos assim, mas acho muito interessante por ser um tipo de leitura diferente, visual e que pode ser lido rapidinho. Esse parece ser bem focado em sentimentos, parece transferir emoção ao leitor e ser bem feito. Interessante e uma ótima dica pra quem quer conferir uma leitura diferenciada e rápida, ainda mais nesse clima de feriado, não? Não conhecia e gostei muito =D

Responder

Maria Alves - 09, fevereiro 2016 às (15:05)

O livro parece ser interessante, retrata os acontecimentos de todas as fases de vida de uma pessoa, assim como na vida real, suas angustias, incertezas e conflitos, o que fazer o que não fazer. Parece ser comovente e deve nos ajudar com nossas indecisões e escolhas rsrs.

Responder

Larissa Oliveira - 09, fevereiro 2016 às (18:31)

Olá, Clivia! Não conhecia essa graphic novel e já fiquei encantada só de ler sua resenha. Gosto de histórias que possuem uma carga emocional intensa e que nos deixam mergulhados nos sentimentos e emoções dos personagens. Poder acompanhar todo o progresso, amadurecimento e descobertas de Craig Thompson deve ter sido mto especial.

Responder

rudynalva - 09, fevereiro 2016 às (21:09)

Clivia!
Esse ano resolvi inserir os HQs e GRafic Novels nas minhas leituras e estou gostando muito.
Leria esse livro.
“Saber interpor-se constantemente entre si próprio e as coisas é o mais alto grau de sabedoria e prudência.” (Fernando Pessoa)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
Top Comentarista fevereiro, 4 livros e 3 ganhadores, participe!

Responder

Lara Cardoso - 09, fevereiro 2016 às (21:52)

Gente esse livro é muito fofo. Tenho na biblioteca da minha escola, e já vi várias vezes por lá, se não me engano já até o peguei uma vez mas não me lembro de ter lido. Sua resenha só me deixou com mais vontade ainda de ler. Beijos

Responder

Cristiane Oliveira - 11, fevereiro 2016 às (12:21)

Oi Clivia! Eu nunca li nada parecido, e confesso que não é um tipo de leitura que me atraia. Mas não teve como não ficar curiosa depois de ler sua resenha. A história parece ser muito carregada de sensibilidade e a edição parece ser muito linda mesmo.
Beijos

Responder

Micheli Pegoraro - 11, fevereiro 2016 às (18:21)

Olá Clivia,
Nunca li graphic novels, mas fiquei muito interessada em Retalhos. Vou dar uma chance pra esse livro, por ser uma leitura diferenciada e rápida, e também por gostar de histórias que possuem uma carga emocional intensa. Parece ser uma leitura bem prazerosa e emocionante, poder acompanhar o amadurecimento de Craig Thompson.
Obrigada pela dica!
Beijos

Responder

Fernanda Martins - 12, fevereiro 2016 às (16:15)

Oi Clivia, sinceramente a sinopse do livro não me chamou a atenção mesmo o livro sendo tão lindo a temática dele não me despertou vontade de le-lo mas usa resenha está incrivel bjs.

Responder

Pamela Miranda - 12, fevereiro 2016 às (18:28)

oii, olha pra ser sincera não curto muito graphic novel, mas esse aii parece ser bem interessante viu *-*

Responder

Dan Igor - 12, fevereiro 2016 às (19:52)

Só pelo traço já dá pra perceber o quanto a leitura é tocante e sentimental, a HQ parece ser muito bacana, já quero ler. Tinha ouvido falar mas não sabia que era tão boa, sua resenha foi ótima para que eu descobrisse isso =D Abraços, Clivia!

Responder

Crislane Barbosa - 13, fevereiro 2016 às (12:44)

Oi!
Amo demais “Retalhos”. Li e reli, e me apaixono todo vez.
Uma história inspiradora. Cheios de momentos tensos até os felizes. A simplicidade de como isso é passado para o leitor é emocionante. <3
Beijão!

Responder

Rhoana Lersch - 15, fevereiro 2016 às (16:51)

Oi Clivia!! Que livro lindo <3 me interessei bastante pela história e pela proposta do livro, parece ser uma leitura que flui muito e que nos faz refletir, vou tentar comprá-lo logo!! Adorei a dica, beijoss

Responder

Giovanna Jocronis - 15, fevereiro 2016 às (21:02)

Esse livro parece ser muito lindo, estou bem interessada em ler. E os traços dos desenhos são lindos *-*

Responder

Jessica Lisboa - 18, fevereiro 2016 às (16:34)

Eu terminando de ler a resenha: ai que fofinho ♥ Ja coloquei na minha lista, não o conhecia, mas me encantei ♥♥

Responder

Rafaella Abreu - 20, fevereiro 2016 às (16:27)

Graphic novels são tão maravilhosos, fico apaixonada por livros assim! Muito bom poder conhecer mais desse livro através do que você disse, se um dia tiver a oportunidade de ler, espero me emocionar também!

Responder

Ana I. J. Mercury - 28, fevereiro 2016 às (13:59)

Nunca tinha lido nada sobre esse graphic novel, mas parece ser bem bonito e reflexivo. Interessante, vou anotar aqui, quem sabe não leio, pois quase nunca pego graphics pra ler! rs
bjs

Responder

Paloma Monteiro - 29, fevereiro 2016 às (17:22)

Imagino como a leitura deve ter sido difícil e tocante , cheio de sentimentos pelo jeito…nunca li nada nesse gênero graphic novel, ainda não me encantei com esse tipo de texto….

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por