[Vídeo Resenha + Promoção] Vamos Juntas? - Babi Souza | Minha Vida Literária
21

mar
2016

[Vídeo Resenha + Promoção] Vamos Juntas? – Babi Souza



vamos-juntas-babi-souza-minha-vida-literaria

Título: Vamos Juntas?
Autor: Babi Souza
Editora: Galera Record
Número de Páginas: 144
Data de Publicação: 2016
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Amazon ♦ Americanas ♦ Saraiva ♦ Submarino

Toda mulher já se sentiu insegura na hora de sair sozinha na rua. O risco de ser abordada, perseguida ou assediada é uma realidade. Mas, um dia, uma moça chamada Babi Souza teve uma ideia simples e revolucionária: da próxima vez em que você estiver sozinha, olhe para os lados. Pode ter outra mulher andando na mesma direção. Por que não vão juntas?
Logo, o movimento Vamos Juntas? conquistou moças em todo o Brasil, se tornando um símbolo de união feminina e feminismo, na defesa por direitos iguais entre homens e mulheres. Aos poucos, muitas mulheres mudaram sua forma de enxergar o dia a dia e a moça ao lado.
Além de dados sobre o feminismo, que mostram como ainda há tanto a ser conquistado, este guia traz relatos de mulheres que aprenderam, junto ao Vamos Juntas?, a enxergar companheiras umas nas outras. A se unir, ao invés de rivalizar.


vamos-juntas-babi-souza-minha-vida-literaria2

Um pequeno grande livro: essa é uma boa forma de descrever Vamos Juntas?, o guia de sororidade e ensaio feminista da jornalista Babi Souza, criadora do movimento homônimo de sucessos iniciado nas redes sociais. A partir da trajetória de criação do movimento, Babi Souza apresenta diversos dados sobre o feminismo no Brasil, além de refletir sobre as diferentes maneiras que a cultura machista de nossa sociedade afeta até os dias atuais a dinâmica entre os gêneros, principalmente no que diz respeito à vida das mulheres.

 

“Percebi, depois da repercussão da primeira história postada na página, que divulgar aqueles depoimentos era uma ferramenta de inspiração enorme. Logo lembrei-me do meu ideal de profissão e defini que todas as histórias publicadas ali sempre teriam um teor de esperança.

página 30

 

E embora traga à tona até mesmo assuntos relativos à violência contra a mulher, o livro surpreendentemente tem uma voz muito mais forte de esperança do que de pesar. Isso se deve à abordagem de Babi Souza não apenas ao escrever o livro, mas ao guiar sua própria profissão, já que prometeu a si própria que traria uma mensagem de otimismo às matérias por ela escritas, independentemente de quão violentas elas pudessem ser. Dessa maneira, temos aqui um livro que transborda amor, sororidade e força, e foi impossível não me sentir emocionada, tanto por conferir os motivos por trás do crescimento do movimento (a identificação e a união feminina, principalmente), quanto por sentir a própria esperança empregada em cada página lida. 

vamos-juntas-babi-souza-minha-vida-literaria3

Além da leitura ser deliciosa de se fazer por conta da linguagem clara, dinâmica e envolvente da autora, a diagramação em si do Vamos juntas? contribui ainda mais com ela. A imagem visual das páginas é atrativa, e são diversas as informações presentes por meio de gráficos, tabelas e ilustrações.

 

“Tendo a certeza de que somos merecedoras de respeito e liberdade, nos empoderamos, e tendo sororidade entendemos quão juntas das outras mulheres estamos. Por isso, empodere a si mesma e às mulheres à sua volta cultivando a autoestima e a igualdade entre gêneros.

página 87

 

Durante praticamente toda a leitura, senti um nó na garganta e um arrepio na pele de tão emocionada pelo que estava lendo. É maravilhoso ter contato com a paixão despertada pela união feminina e sentir toda a força dela proveniente, afinal, é maravilhoso sentirmos que não estamos sozinhas. E é essa a mensagem principal do Vamos juntas?, estampada desde seu título: unidas somos mais fortes, e unidas podemos, pouco a pouco, minimizar nossas inseguranças geradas de um sistema que nos oprime. Faltam palavras para descrever o quanto amei a leitura e o quanto ela me tocou. Certamente é um livro que indico a qualquer um: às mulheres, para refletirem sobre as desigualdades que nos diminuem e as intenções por trás de nossas rivalidades que nos separam, além de, também, sentirem essa maravilhosa sensação oriunda da sororidade; e também aos homens, para que tanto exerçam sua empatia ao se colocarem em nossos lugares quanto também para compreenderem melhor a cultura machista a qual, infelizmente, muitos ainda resistem a enxergar.

vamos-juntas-babi-souza-minha-vida-literaria4

Promoção

resenha-promocao-vamos-juntas-babi-souza-minha-vida-literaria

Que tal ganhar um exemplar de Vamos Juntas? Confira as informações para participar!

 

Regras:

  • Ter endereço de entrega no Brasil;
  • Se inscrever no canal do Minha Vida Literária no YouTube;
  • Preencher o formulário do Rafflecopter.

 

Considerações:
  • Após preenchida a entrada obrigatória, as demais são opcionais;
  • A promoção tem início hoje e ficará no ar até o dia 31/03;
  • O vencedor será contatado por email e terá até 48h para respondê-lo;
  • Os livros serão enviados pela Editora Galera Record em até 40 dias úteis.
  • O blog não se responsabiliza em caso de perda ou extravio, e um novo envio do prêmio não ocorrerá nesses casos. Certifique-se de que sempre haverá alguém em casa para recebê-lo, e confira corretamente os dados de entrega antes de mandá-los quando for contatado.
  • Para informações gerais sobre a política das promoções, acesse o tópico “Promoções” aqui.

 

a Rafflecopter giveaway

Boa sorte a todas e a todos!





Deixe o seu comentário

18 Respostas para "[Vídeo Resenha + Promoção] Vamos Juntas? – Babi Souza"

Maria Alves - 21, Março 2016 às (20:56)

Não conhecia esse movimento e achei muito interessante é uma ótima ideia o vamos juntas, assim além de estarmos mais seguras, conhecemos outras pessoas e acabamos nos distraindo da aflição de ser abordada por algum individuo, quando a mulher esta sozinha é mais fácil para eles. Como diz o ditado a união faz a força.

Responder

Maria fernanda pinheiro - 21, Março 2016 às (22:34)

Ao ver a capa pensei que era um livro engraçado, mas vendo a resenha vejo que se trata de um assunto sério, de muitas pessoas que tem medo de sair na rua. Amei e quero muito

Responder

Daiele - 22, Março 2016 às (06:14)

Oii

É cada vez mais livros feministas em nossa volta. E isso nos deixa mais a vontade e confortada em saber que a luta pelo feminismo nunca acabou. Pelo contrario, ela continua crescendo cada vez mais.

beijos

Responder

Monique - 22, Março 2016 às (13:55)

Nunca tinha ouvido falar do livro, mas vendo seu vídeo e lendo sua resenha, seus argumentos de defesa, adorei. Parece ser uma história bem legal e super impactante no nosso moral 🙂

Responder

Lorruama Lopes - 22, Março 2016 às (15:03)

Olá!
Conheci hoje o seu blog e estou amando!
Bjss!

Responder

Leticia Golz - 23, Março 2016 às (12:43)

Nossa, Aione! Também amei esse livro e fiquei arrepiada e concordo que não há como discordar ou não do feminismo. Uma mulher dizer que discorda é o mesmo que falar que não tem direito a tudo que conquistamos. Amei seus comentários sobre o livro e principalmente sobre o feminismo em si. Infelizmente ainda muitas mulheres se consideram rivais e acham que não podem se unir. Esse livro abriu minha visão para muitas coisas que eu ainda não tinha parado para refletir, como a maneira que somos criados e a visão que vamos formando desde que somos crianças, isso incluindo os meninos.
Também gostaria de dar um abraço na Babi, pois esse livro é incrível!

Responder

Nina Spim - 24, Março 2016 às (00:48)

Querendo muito, OMG! <3
Conheço o movimento e conheço algumas meninas dele. É fantástico! Tô louca pelo livro!

Love, Nina.
http://ninaeuma.blogspot.com/

Responder

JESSICA FERNANDA PEREIRA - 24, Março 2016 às (12:42)

Aione, li relatos na pagina da Babi de muitas mulheres que perceberam que o “ir juntas” as salvou de alguma situação perigosa. Precisavamos de um livro assim pra divulgar toda a positividade do feminismo.

Responder

JESSICA FERNANDA PEREIRA - 24, Março 2016 às (13:40)

Me inscrevi no sorteio! <3

Responder

Thamires Menezes - 24, Março 2016 às (14:01)

Concordo com o que você disse sobre o feminismo, acho que temos que defender nossos direitos sim.
Gostei muito do livro, dos assuntos abordados nele, acho que é sempre bom ter um livro assim, ainda mais nos tempos de hoje.
Quero muito ler ele.

Responder

Micheli Pegoraro - 25, Março 2016 às (21:54)

Aione, quero demais esse livro, ele representa tudo o que nós mulheres precisamos refletir e lutar. Já tinha ouvido falar desse movimento, devido a grande repercussão que teve nas mídias sociais. Adorei a ideia do livro Vamos Juntas?, por nos permitir compreender o real significado de sororidade e mostrar a grande necessidade da luta por uma sociedade com igualdade de direitos. Acho um absurdo que ainda nos deparamos com tanta desigualdade, por ainda vivermos nessa sociedade machista, onde nós mulheres ainda somos vistas como inferiores.
Vou participar do sorteio, pois desejo demais esse livro.
Beijos

Responder

Helen Dutra - 26, Março 2016 às (00:09)

Torcendo para ser a vencedora da promoção! 🙂
Gostei muito da iniciativa da Babi Souza e acredito que esse livro vá alcançar muitas mulheres que, assim como eu, ainda não conheciam o movimento Vamos Juntas.

Bjos
http://helendutra.com/

Responder

Lara Cardoso - 26, Março 2016 às (13:39)

Ei vi esse livro nos sorteios do Skoob, fui procurar mais sobre ele no Google e cai justamente aqui! 🙂 Não tinha ouvido falar desse movimento, mas como mulher, entendo e também sofro com a insegurança em que vivemos. Gostei muito da proposta desse livro!

Bjos

Responder

Maíra Souza - 27, Março 2016 às (22:20)

Participando!
^^
maiiira04@gmail.com

Responder

Marie dos Santtos - 28, Março 2016 às (22:28)

Participando e torcendo muito para ser a ganhadora!!
Marie dos Santtos
mariedossanttos@hotmail.com

Responder

Cristiane Oliveira - 29, Março 2016 às (13:24)

Oi Aione! Que livro inspirador e que resenha inspiradora! Fiquei bastante curiosa em conhecer o livro e já parabenizo a autora pelo movimento. Especialmente por morar em cidade grande, me identifiquei pela história, acho que falta realmente união entre as mulheres, a gente vê isso no dia a dia, e isso é muito triste.
Parabéns por abordar um tema tão polêmico e importante.
Beijos

Responder

mauro jardim - 03, Abril 2016 às (12:48)

oi Aione,tudo bem?achei engraçado você dizer que precisa tanto de chocolate,quanto livros,realmente são duas coisas irresistiveis,porque o apelido de MI?abraços

Responder

Aione Simões 03 abr 2016

Olá, Mauro!
Meu apelido vem da personagem Hermione, de Harry Potter. Quando eu tinha 13 anos, uma amiga começou a me chamar de Mione por me achar parecida com a personagem e o apelido se modificou para Mi, permanecendo até hoje!
Beijos!

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por