[Vídeo] O Machismo nos Chick-Lits | Minha Vida Literária
23

mar
2016

[Vídeo] O Machismo nos Chick-Lits





Deixe o seu comentário

13 Respostas para "[Vídeo] O Machismo nos Chick-Lits"

Maria fernanda pinheiro - 23, março 2016 às (09:32)

Ao ler a sinopse de ”Amor de cinema” percebi que se tratava de um livro machista
Simplesmente concordo que, infelizmente, a literatura esta com machismo até em livros escritos por mulheres

Responder

Crislane Barbosa - 23, março 2016 às (11:11)

Oi!
Lendo “Doce Perdão” e vejo muito machismo de Michael. A reputação dele pode ser manchada por conta do que ela sofreu no passado.
E ainda tem competição entre Hannah e Claudia. Para que Claudia tenha êxodo, Hannah tem que sair do seu caminho.
Em tantos outros livros que já lemos, há pequenas coisas assim que a gente acaba nem percebendo.
Beijão!

Responder

Tamires - 23, março 2016 às (12:01)

Adorei o vídeo!!! Muito pertinente e retrata bem a realidade dos chick-lits. Algumas leituras me desanimaram justamente por esta questão do machismo, embora muita gente não veja “problema” com as histórias. Quem sabe um dia veremos enredos mais emponderadores ou mesmo diferentes da tradicional guerra entre mulheres ou vida em torno de emagrecer e arrumar um marido.

Um outro exemplo são os livros da Bridget Jones. Sou fã, especialmente dos filmes, mas os livros são bem machistas. Ela só pensa em emagrecer e se casar.

Bjs,

http://www.tamiresdecarvalho.com/

Responder

Cristiane Oliveira - 24, março 2016 às (12:20)

Oi Aione! Adorei a ideia do vídeo. E acho que realmente, tem muitas ideias estranhas que são passadas nos livros, infelizmente, o mundo é machista, e nós enfrentamos dificuldades e preconceitos sim por sermos mulheres.

Beijos

Responder

JESSICA FERNANDA PEREIRA - 24, março 2016 às (12:53)

Aione fiquei chocada com o trecho que você falou de Casório, sou a favor da liberdade sexual feminina e saber que tem isso em uma estória de uma autora tão popular no mundo feminino me entristece. Eu percebo situações assim em livros e já fico decepcionada.

Responder

Micheli Pegoraro - 25, março 2016 às (23:28)

Olá Aione,
Estou adorando os vídeos dessa semana, e esse em especial por tratar de um tema, que infelizmente, é tão comum no dia-a-dia, como consequência sendo bem comum em muitos livros. Depois de ver seu vídeo, percebi que em vários livros que já li têm uma pegada de machismo, além de tantos outros abordarem a rivalidade entre as mulheres. Dos livros que você citou, li apenas Uma prova de amor, e fiquei bem incomodada pela protagonista ser julgada pela escolha de não querer ser mãe. Quero ler ainda esse ano O noivo da minha melhor amiga, pois li Presentes de vida. Os demais livros estão na lista de futuras leituras.
Beijos

Responder

Helen Dutra - 26, março 2016 às (00:00)

Oi Aione!
Não tive a oportunidade de ler nenhum dos livros que você mencionou, mas adorei a ideia do vídeo e a forma como você analisou o machismo na literatura. Somos vítimas dessa realidade tão comum na sociedade, que por vezes passa despercebida.

Bjs,
http://helendutra.com/

Responder

Lara Cardoso - 26, março 2016 às (14:28)

Amei a temática do vídeo e como você o apresentou.
Seus argumentos, explicações foram bem claros e objetivos…parabéns =D

Responder

suzana cariri - 26, março 2016 às (22:12)

Oi!
Gostei muito do vídeo e do tema que você aborda, ainda não li nenhum dos livros, mas achei bem interessante em como esses chick-lits podem acaba mostrando esse machismo na sociedade que acaba transformando coisas incomuns em comuns !!

Responder

Maria Alves - 27, março 2016 às (18:42)

Ainda não li nenhum destes livros que foram citados. Mas tem mesmo livros em que o machismo predomina e essa rivalidade entre as mulheres também, não sei porque esse instinto de rivalidade e competitividade, seria mais fácil se fossem mais unidas.

Responder

Ana Carolina - 27, março 2016 às (21:42)

Oi, Aione!
No mundo literário é tão comum, tão comum, desde os romances com protagonistas muito mandões até comportamentos muito ruins. O que tenho amado hoje em dia é ver as autoras de romance de época, por exemplo, trabalhando em suas obras a mulher como objeto, a forma que éramos tratadas na época ou nossa sexualidade. Acho fantástico!
Beijos,
Ana.

Responder

Ana I. J. Mercury - 30, março 2016 às (21:11)

Nossa Aione, tem muitooooo machismo mesmo!
Eu amoooo chick-lits, é meu gênero favorito, porém, vejo muitoooo machismo, e uma dependência das protagonistas de uma figura masculina é enoooorme!
Tem hora que paro de ler e penso: Gente, eu sou estranha, porque não sou assim! Não acho que eu precise de um homem pra vier ou ser feliz.
kkkkkk
é bem complicado, em alguns casos parece que a autora ou autor mesmo que escreveu, realmente acredita nessa dependência toda, já em alguns outros livros, consigo pelo menos tirar pra mim uma visão do que está errado ali, do preconceito evidente.
bjoos

Responder

Amanda - 18, outubro 2016 às (13:34)

Eu não gosto (detesto) quando os chick-lits põe as mulheres como burras indecisas.
Por ex: Quando a mulher pede divórcio mas na verdade não queria ter pedido (ainda tinha esperança do cara voltar atrás com a decisão).
Ou: Quando a mulher está casada com um cara, ele a proíbe de ir ao emprego dos sonhos dela (porque teria de sair do seu), e a mulher aceita essa decisão dele mesmo sabendo que esse cara (esse marido) traiu ela.
A maioria dos chick-lits pões as mulheres como alguém que não sabe tomar decisões, que aceita tudo passivamente, e que não tomam nenhuma atitude e ficam chorando pelos cantos (por assim dizer). Inclusive, nesse segundo exemplo, me irritei tanto com a personagem que abandonei o livro!
Enfim, obrigada por ter feito esse vídeo, inclusive um dos exemplos é de um livro que você disse aí.
Apesar de alguns chick-lits eu odiar, amei muito um chamado: “Amor à segunda vista”! (e recomendo para você).

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por