[Resenha] Anna Vestida de Sangue - Kendare Blake | Minha Vida Literária
15

jun
2016

[Resenha] Anna Vestida de Sangue – Kendare Blake

anna-vestida-de-sangue-minha-vida-literariaTítulo: Anna Vestida de Sangue
Autor: Kendare Blake
Editora: Verus
Número de Páginas: 252
Ano de Publicação: 2016
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Amazon ♥ Saraiva ♥ Travessa

Cas Lowood herdou uma vocação incomum: ele caça e mata os mortos. Seu pai fazia o mesmo antes dele, até ser barbaramente assassinado por um dos fantasmas que perseguia. Agora, armado com o misterioso punhal de seu pai, Cas viaja pelo país com sua mãe bruxa e seu gato farejador de espíritos. Juntos eles vão atrás de lendas e folclores locais, tentando rastrear os sanguinários fantasmas e afastar distrações, como amigos e o futuro. Quando eles chegam a uma nova cidade em busca do fantasma que os habitantes locais chamam de Anna Vestida de Sangue, Cas espera o de sempre: perseguir, caçar, matar. Mas o que ele encontra é uma garota envolta em maldições e fúria, um espírito fascinante, como ele nunca viu. Ela ainda usa o vestido com que estava no dia em que foi brutalmente assassinada, em 1958: branco, manchado de vermelho e pingando sangue. Desde então, Anna matou todas as pessoas que ousaram entrar na casa vitoriana que ela habita. Mas, por alguma razão, ela poupou a vida de Cas. Agora ele precisa desvendar diversos mistérios, entre eles: Por que Anna é tão diferente de todos os outros fantasmas que Cas já perseguiu? E o que o faz arriscar a própria vida para tentar falar com ela novamente?

Encantada pela capa e pela sinopse, mergulhei na leitura de Anna Vestida de Sangue com ótimas expectativas e não me arrependo de ter adentrado nessa história que, apesar de não ter me surpreendido muito, conseguiu prender minha atenção.

Anna-Vestida-de-Sangue-Minha-Vida-Literaria1

Aqui conhecemos Cas, um garoto de 17 anos que tem uma herança familiar um tanto incomum: ele é filho de um caça fantasmas e, após a morte do seu pai, a missão de caçar e matar os mortos ficou por sua conta. Desse modo, armado com um poderoso punhal herdado pelo pai, ele percorre diversas cidades na companhia da sua mãe bruxa e do seu gato Tybalt. Já Anna é o fantasma de uma garota que morreu aos 16 anos e que ninguém sabe de fato quem a matou ou o que aconteceu com ela, a única coisa que sabem é que ela estava com um vestido branco para ir a um baile na escola quando foi morta tendo sua garganta cortada. Há cerca de cinquenta anos seu fantasma vem aterrorizando os que se aproximam da casa onde vive e já chegou a matar mais de 20 adolescentes.

A narrativa em primeira pessoa é sob o ponto de vista de Cas e, assim, acompanhamos de perto sua rotina de caçador de fantasmas e também os dilemas que fazem parte tanto da sua história de vida incomum quanto da fase que ele está vivendo, já que é apenas um adolescente.

Anna-Vestida-de-Sangue-Minha-Vida-Literaria2

A escrita da autora é simples, direta e ao mesmo tempo bastante envolvente. O enredo possui elementos muito atrativos, que nos permite visualizar as cenas e as situações descritas como se estivéssemos vivenciando-as, o que, a meu ver, torna a leitura muito dinâmica e consequentemente muito rápida.

A história como um todo está mais para um suspense do que propriamente um terror, a não ser pelo fato de existirem os fantasmas. Com isso quero dizer que, apesar de Anna ser uma figura que aterroriza a todos na cidade, há um mistério em torno dela que se sobressai a tudo isso e que deixa a trama mais enigmática do que aterrorizante.

Outro fator de destaque é que, apesar da temática possuir certo peso, o qual, nesse caso, é traduzido nas maldições, ressentimentos e mágoas presentes na narrativa, há também certa leveza pelo fato dos protagonistas serem adolescentes. Há momentos, por exemplo, nos quais o narrador parece ser maduro demais para a sua idade, e em outros ele é apenas um adolescente comum.

Anna-Vestida-de-Sangue-Minha-Vida-Literaria3

Enfim, foi uma leitura agradável e que de certo modo seguiu um rumo já esperado por mim, ou seja, não houve muitas revelações, reviravoltas ou cenas de tirar o fôlego, mas a escrita da autora é tão fluida que acabamos nos envolvendo com a história mesmo que ela não seja tão impactante assim. Recomendo a leitura, porém ressalto que ela tem um público alvo definido, sendo indicado não esperar muito dela no que diz respeito ao gênero terror.





Deixe o seu comentário

2 Respostas para "[Resenha] Anna Vestida de Sangue – Kendare Blake"

Crislane Barbosa - 15, junho 2016 às (11:34)

Oi, Clivia!
Senti a mesma coisa que você. É um livro gostoso, mas não é tudo isso que dizem.
É uma leitura agradável e que quando você vê, o livro já acabou.
Beijão!

Responder

Micheli Pegoraro - 23, junho 2016 às (16:02)

Olá Clivia,
Estou bem curiosa para ler esse livro, como não tenho o costume de ler livros com esse enredo nem sei o que esperar. Mas como gosto de histórias com suspense espero que a leitura seja bem agradável e envolvente. Pretendo ler assim que tiver a oportunidade.
Beijos

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por