[Resenha] À Sombra De Uma Mentira - Alex Marwood | Minha Vida Literária
04

out
2016

[Resenha] À Sombra De Uma Mentira – Alex Marwood

a-sombra-de-uma-mentira-alex-marwood-minha-vida-literaria

Título: À Sombra De Uma Mentira
Autor: Alex Marwood
Editora: Bertrand Brasil
Número de Páginas: 462
Ano de Publicação: 2016
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Amazon ♥ Americanas ♥ SaraivaSubmarino

Poucas horas depois de se conhecerem, Jade e Bel, ambas com 11 anos, veem-se envolvidas na morte de uma garotinha e tachadas de assassinas. As duas meninas são enviadas a diferentes reformatórios, onde recebem novas identidades e são instruídas a nunca mais entrar em contato uma com a outra. Agora elas são Kirsty, uma respeitável jornalista freelancer de Londres, e Amber, gerente de um parque de diversões no sul da Inglaterra. Quando Amber encontra um corpo em uma das atrações do parque, a mídia fica em polvorosa, e Kirsty, enviada para cobrir os assassinatos, acaba cruzando o caminho de sua velha conhecida. Não demora muito para as duas se darem conta de o quanto sabem uma sobre a outra. Com medo de que seu passado seja descoberto e exposto pelo frenesi da imprensa, Kirsty e Amber lutam para manter o segredo a salvo.

Repleto de indicações positivas em sua contracapa e vencedor do prêmio Edgar Allan Poe, À Sombra De Uma Mentira é o romance de estreia da escritora Alex Marwood publicado este ano pela Bertrand Brasil. Prometendo muito suspense e mistério, o thriller chamou minha atenção por conta de sua premissa.

a-sombra-de-uma-mentira-alex-marwood-minha-vida-literaria2

Jade e Bel se conheceram aos 11 anos em um dia de verão. As únicas horas passadas juntas culminaram no assassinato de uma garotinha e na consequente separação das duas, encaminhadas para diferentes reformatórios, onde receberam a instrução de jamais voltarem a se comunicar. Anos depois, elas agora são Kirsty e Amber e construíram suas vidas ocultando o passado sombrio compartilhado por elas. Contudo, uma onda de assassinatos será responsável por um novo cruzamento no caminho das duas, colocando em risco tudo o que elas cuidadosamente haviam conseguido esconder.

Em terceira pessoa, a narrativa se alterna de acordo com a perspectiva não só das protagonistas, mas também com a de outros personagens importantes na trama. Ainda, há uma alternância na cronologia do enredo: predominantemente, há um acompanhamento dos fatos presentes; entretanto, alguns capítulos trazem os acontecimentos do fatídico dia em que Jade e Bel se conheceram, de forma que o leitor possa, também, tanto conhecer a situação quanto fazer seus próprios julgamentos sobre ela.

a-sombra-de-uma-mentira-alex-marwood-minha-vida-literaria3

A sinopse e os comentários na contracapa de À Sombra De Uma Mentira criaram em mim a expectativa de um envolvente suspense; assim, em minha mente, aguardei por um thriller policial e muitas investigações. Contudo, o livro se desenvolve de maneira diferente, e confesso ainda não ter conseguido definir como me senti sobre ele e sobre a leitura como um todo.

Há sim uma tensão constante na história, porém seu suspense está mais ligado à expectativa de acontecimentos negativos do que a um mistério a ser descoberto. Inclusive, o que se destaca em À Sombra De Uma Mentira não é uma investigação policial, mas sim o retrato social e psicológico ligado aos assassinatos. Ao invés de dar pistas sobre um enigma que precisa ser resolvido, Alex Marwood apresenta a história de forma que o leitor compreenda a mensagem e elabore por si uma opinião sobre os acontecimentos. Sem sombra de dúvidas, há tanto um quadro sócio-econômico envolvido nos fatos quanto também a questão da violência contra a mulher e o machismo de modo geral, que influenciam diretamente nas vidas das mulheres da trama. Mais do que dar respostas ao leitor, a autora cria ainda mais perguntas.

a-sombra-de-uma-mentira-alex-marwood-minha-vida-literaria1

À Sombra De Uma Mentira não foi envolvente como desejei e se desenvolveu de maneira bastante peculiar – seu grande destaque, em minha visão. Foi uma leitura que apreciei pelas temáticas abordadas e pelas reflexões instigadas, sendo essas reforçadas pelo,  no mínimo, cruel desfecho da obra, que intensifica as mensagens transmitidas. Talvez esse seja um daqueles livros que apreciamos mais ao refletir sobre eles do que durante sua leitura em si, sendo mais importante pelo que se depreende dele do que por sua apreciação direta.





Deixe o seu comentário

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por