[Livros Na Telona] A Garota No Trem - Paula Hawkins | Minha Vida Literária
02

nov
2016

[Livros Na Telona] A Garota No Trem – Paula Hawkins

Livros Na Telona é uma coluna na qual analiso filmes que foram baseados em livros!


Sobre o Livro

a-garota-no-trem-minha-vida-literaria

Título: A Garota no Trem
Autor: Paula Hawkins
Editora: Record
Número de Páginas: 378
Ano de Publicação: 2015
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Amazon ♥ Americanas ♥ CulturaExtra ♥ SaraivaSubmarino ♥  Travessa

Desde seu lançamento, A Garota No Trem causou muito burburinho. Uns se apaixonaram pela leitura; outros, não conseguiram apreciar a obra de Paula Hawkings. No meu caso, fiquei no meio termo: gostei da narrativa e dos conflitos psicológicos das personagens femininas desenvolvidos na trama, mas não fui surpreendida pela leitura.

Fiquei extremamente admirada com a força da escrita de Paula Hawkings, com sua capacidade de trazer a intensidade das emoções de suas personagens e de como isso consegue impactar o leitor. Rachel e Megan, principalmente, são mulheres enfrentando conflitos internos e situações bastante delicadas, de forma que somos arrebatados para dentro de suas mentes.

a-garota-no-trem3-minha-vida-literaria

Apesar de ter me envolvido instantaneamente com a leitura e, de fato, só ter conseguido interrompê-la ao finalizá-la, fui capaz de perceber parte dos mistérios da trama nas primeiras 100 páginas da história, o que diminuiu consideravelmente o quesito “surpreendente” do livro. Porém, aliei minha descoberta ao caminho conduzido pela autora e cheguei a uma conclusão equivocada sobre o desfecho, de forma que, quando indícios sobre o real suspense da história são revelados, pude perceber meu erro. De qualquer maneira, não estive longe da verdade, então não fui capaz de sentir o choque que o livro poderia ter causado se eu não tivesse percebido um dos segredos do enredo. Ainda assim, a autora insere reviravoltas em meio a história, de forma que a leitura me trouxe, sim, alguns acontecimentos inesperados.

Ainda que tenha sentido falta da emoção que apenas um final inesperado consegue nos causar, adorei a leitura proporcionada pela escrita de Paula Hawkings e considero A Garota No Trem como uma boa opção aos que gostariam de conhecer os thrillers psicológicos. Aos já mais acostumados com o gênero, o livro, talvez, possa ser um bom entretenimento, mas sem tantos destaques.

 

Sobre o Filme

 

Já começo afirmando que adorei a adaptação de A Garota No Trem. Além de fiel a sua essência – um desafio, considerando-se o caráter psicológico da trama, que muitas vezes é mais fácil de ser trabalhado em um livro -, o filme trabalhou melhor do que o original a manutenção do suspense, justamente por seu formato mais dinâmico.

a-garota-no-trem-filme-minha-vida-literaria1

Para ser capaz de transmitir o aspecto psíquico do enredo, houve uma composição de elementos por parte do diretor: há um predomínio de cenas com enquadramentos mais fechados e próximos da câmera, bem como de imagens com cores frias, o que também intensifica o caráter dramático da história. Ainda, há muitas cenas com uma trilha sonora praticamente inexistente, intensificando as falas das próprias personagens. Também, há diversos flashbacks, mais curtos, que tanto aumentam a sensação de suspense na história, justamente por aguçarem a curiosidade do espectador, quanto representam os estados da mente das personagens.

a-garota-no-trem-filme-minha-vida-literaria2

Acredito que um dos grandes trunfos da adaptação esteve na escolha das atrizes, ainda que o elenco masculino fique quase apagado, mesmo entre os personagens de maior importância. Embora Haley Bennett e Rebecca Ferguson tenham representado fielmente Megan e Anna, respectivamente, o destaque fica, sem dúvidas, para Emily Blunt, cuja atuação está simplesmente incrível em A Garota No Trem. Como a personagem passa por diversas dificuldades na história e, no livro, há uma descrição de seu péssimo estado físico e emocional, lembro de comentar com minhas amigas como a atriz, no trailer, parecia estar em melhores condições do que Rachel, sua personagem. Contudo, essa impressão passou logo nas primeiras cenas. Blunt foi capaz de traduzir com maestria o caótico estado de Rachel, e temos a impressão dele apenas piorar com a passagem das cenas.

a-garota-no-trem-filme-minha-vida-literaria4

Como já li o livro há um tempo, certamente me esqueci de muitos detalhes do enredo; contudo, a história me pareceu ter sido mantida de maneira muito fiel, não havendo alterações em seus principais acontecimentos (não me refiro aqui a detalhes da história, que muito possivelmente ocorreram). Inclusive, a alternância de perspectiva entre as narrativas de Rachel, Megan e Anna foi preservada no cinema, algo essencial na trama.

a-garota-no-trem-filme-minha-vida-literaria3

Sobre o ponto alto do filme, tive a sensação de que, se não tivesse lido o livro, seu mistério teria sido preservado por mais tempo. Comentei que o que me decepcionou na leitura de A Garota No Trem foi justamente eu ter sido capaz de adivinhar seu segredo logo no começo, fazendo do livro um tanto quanto previsível. No filme, contudo, o artifício utilizado para manter em segredo a chave da história se dá de maneira muito rápida, de forma que, talvez, eu não tivesse sido capaz de percebê-lo, se já não soubesse.

a-garota-no-trem-filme-minha-vida-literaria5

De modo geral, A Garota No Trem é uma ótima pedida para quem gosta de filmes de suspense, recheado de revelações e reviravoltas – mesmo que muitas das revelações não sejam assim tão originais e haja momentos menos dinâmicos no longa. Achei algumas cenas, principalmente ao final, pesadas, e o fim em si não me agrada muito, inclusive no livro. De qualquer maneira, fica a indicação de um filme, no mínimo, capaz de entreter, com potencial de surpreender muitos espectadores que desconhecem o enredo.

 

Assista ao Trailer!

 





Deixe o seu comentário

Uma resposta para "[Livros Na Telona] A Garota No Trem – Paula Hawkins"

Daiele - 03, novembro 2016 às (06:22)

Oi Aione.
Eu vi esse filme ontem, mas ainda não posso comparar com o livro, pq ainda nao conclui a leitura, haha.
Fiquei super animada com o trailer e resolvi ir assistir no feriado (ja que nao tinha nada para fazer), mesmo agora com todos os spoiler possiveis, vou concluir a leitura e ver se dessa vez o filme será melhor que o livro (para mim) ja que eu gostei bastante do filme.
Achei que as atrizes interpretaram muito bem o seu papel.
O que mais gostei é que eu realmente fui surpreendida com a trama toda. haha

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por