[Resenha] The Kiss of Deception - Mary E. Pearson | Minha Vida Literária
15

nov
2016

[Resenha] The Kiss of Deception – Mary E. Pearson

the-kiss-of-deception-mary-e-pearson-minha-vida-literaria

Título: The Kiss of Deception
Autor: Mary E. Pearson
Editora: Darkside Books
Número de Páginas: 406
Data de Publicação: 2016
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanas ♥ Saraiva ♥ Submarino

Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas menos para a protagonista dessa história. Morrighan é um reino imerso em tradições, histórias e deveres, e a Primeira Filha da Casa Real, uma garota de 17 anos chamada Lia, decidiu fugir de um casamento arranjado que supostamente selaria a paz entre dois reinos através de uma aliança política. O jovem príncipe escolhido se vê então obrigado a atravessar o continente para encontrá-la a qualquer custo. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino. Quem a encontrará primeiro?
Quando se vê refugiada em um pequeno vilarejo distante o lugar perfeito para recomeçar ela procura ser uma pessoa comum, se estabelecendo como garçonete, e escondendo sua vida de realeza. O que Lia não sabe, ao conhecer dois misteriosos rapazes recém-chegados ao vilarejo, é que um deles é o príncipe que fora abandonado e está desesperadamente à sua procura, e o outro, um assassino frio e sedutor enviado para dar um fim à sua breve vida. Lia se encontrará perante traições e segredos que vão desvendar um novo mundo ao seu redor.

The Kiss of Deception é um dos grandes destaques de 2016. Escrito por Mary E. Pearson e publicado no Brasil pela Darkside Books, o primeiro livro da trilogia Crônicas de Amor e Ódio se tornou sucesso de vendas e conquistou inúmeros leitores.

Lia, de 17 anos, é a primeira filha do reino de Morrighan e, por isso, tem obrigações a cumprir como princesa. Contudo, no dia de seu casamento, ela foge com sua leal criada e amiga para recomeçar sua vida sob uma falsa identidade, longe de seu estigma real. Ao ter fugido, entretanto, passa a ter em seu encalço o príncipe com quem se casaria e um assassino, enviado com a missão de exterminá-la. Quando ambos finalmente a encontram estabelecida em um pequeno condado, vivendo como garçonete em uma taverna, ela não faz ideia de quem eles possam ser, e a missão de cada um se torna cada vez mais nebulosa frente às novas situações.

the-kiss-of-deception-mary-e-pearson-minha-vida-literaria1

Certamente, o ponto alto de The Kiss of Deception é a própria escrita de Mary E. Pearson. Sua narrativa tem força por sua beleza, beirando ser, muitas vezes, poética. Ainda, a história é narrada em primeira pessoa por Lia, pelo príncipe e pelo assassino, em capítulos alternados, sendo a grande sacada da autora não ter revelado quem seria quem entre as figuras masculinas. Assim, a tensão amorosa surge principalmente em decorrência de não sabermos a identidade e a intenção de cada um dos personagens.

“‘Não é todo dia que a gente dá o primeiro beijo’, falei.
‘Posso lembrá-la de que esse não foi seu primeiro beijo?’
‘A sensação é como se fosse. Foi o primeiro beijo que importou.'”

página 199

The Kiss of Deception traz um misto de romance, fantasia, cenário medieval e interesses políticos em seu enredo, o que provavelmente faz do livro diferente de muitos YA já publicados. Entretanto, ao menos nesse primeiro volume, os demais elementos perdem força frente ao primeiro, sendo o triângulo amoroso o grande foco da história.

the-kiss-of-deception-mary-e-pearson-minha-vida-literaria2

Achei interessante o processo de amadurecimento enfrentado por Lia, além de sua personalidade em si já ter me cativado. Mais do que um gênio forte, a protagonista é avessa a leis, e sua busca por ser dona de seu destino certamente me agradou – principalmente por ser a partir dessa procura que ela acaba sendo obrigada a rever conceitos e decisões, enquanto descobre mais sobre suas origens do que jamais imaginou.

“Parei no cume da colina e olhei para trás, onde apenas pequenos vislumbres da baía ainda eram visíveis entre as árvores. Terravin. Agora eu entendia os monumentos. Alguns eram feitos de suor e pedra, outros eram feitos de sonhos, mas todos eram feitos das coisas que não queríamos esquecer.”

página 255

Ainda que eu tenha gostado da história como um todo, a leitura de The Kiss of Deception não foi tão envolvente ou empolgante quanto imaginei, ficando aquém do esperado principalmente por causa do furor causado ao redor da obra. Como mencionei, gostei especialmente da escrita de Mary E. Pearson, mas seria mentira dizer que me senti extremamente ligada à narrativa e ao enredo em todos os momentos. Mais segui em frente por já ter começado do que por, de fato, sentir aquela ânsia em chegar ao fim. E sobre o mistério envolvendo as identidades dos personagens, realmente fiquei em dúvida, mas principalmente por ter achado que a solução não seria tão previsível, e, de certa forma, acabou sendo.

the-kiss-of-deception-mary-e-pearson-minha-vida-literaria3

De qualquer maneira, The Kiss of Deception é uma boa indicação aos fãs de romances que buscam um diferencial na leitura, sendo esse diferencial oferecido na trama pelo cenário fantástico criado por Mary E. Pearson. Ainda, é importante ressaltar que o livro termina em um cliffhanger, o que torna a leitura do segundo volume, The Heart of Betrayal, praticamente mandatória para quem gostou do primeiro.

 





Deixe o seu comentário

Uma resposta para "[Resenha] The Kiss of Deception – Mary E. Pearson"

Lindsay Leão - 15, novembro 2016 às (19:31)

Oi Aione,

Muito boa a sua resenha, sincera e sem spoilers como eu gosto! Estou lendo esse livro no momento e devo confessar que estou como você estava antes de ler, com altas expectativas e isso pode ser um problema no fim das contas, né?
Mas, a divulgação foi tão bem feita e o alvoroço da galera leitora foi tão grande , que eu precisava conhecer essa história. Tanto é, que eu não tinha lido nenhuma resenha sobre ele até agora, para não correr o risco de pegar algum spoiler. Sua resenha é a primeira que eu leio e como sei que você é cuidadosa com tudo o que escreve, contando apenas o que pode ser contado, cá estou eu. Maravilhada e curiosa para descobrir logo quem é quem nesse livro rsrsrsrs
Espero gostar, sinceramente. Porque os livros estão muito lindos e seria ótimo ter essa trilogia na estante!
Beijos

Responder

Últimas Resenhas

Calendário de posts

novembro 2016
S T Q Q S S D
« out   dez »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Participo

<div class="titulo participo"><h6>Participo</h6></div>

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por